Livre-se das relações tóxicas, afaste da sua vida quem lhe faz mal

Mulher contemplando o mar

"Dizer sim quando quero dizer não é dar mais valor aos outros do que a mim, é não colocar meus limites, e isso é não me respeitar. É o mesmo que dizer que o que eu sinto não vale nada, que os touros podem passar por cima de mim à vontade. 
E eles passam, sem dó nem piedade. Hoje estou aprendendo a dizer não... Quando não quero alguma coisa, simplesmente digo não. Sem raiva nem emoção. 
Um não é só uma negativa. É nosso limite. 
Um direito que temos de decidir o que desejamos ou não fazer. 
A isso se dá o nome de dignidade. 
Quando nos colocamos com sinceridade, dizendo o que sentimos, somos respeitados." (Zíbia Gasparetto)

Em alguns momentos de nossas vidas percebemos que mantemos ao nosso lado pessoas e relações que não valem a pena, nos fazem mal ou que esgotam nossas energias.
Nem tudo são flores e em muitos casos não podemos escolher quem nos cerca, não há como pulverizar o colega de trabalho invejoso, o chefe arrogante ou o filho problemático, mas podemos selecionar melhor, por exemplo, com quem vamos cultivar uma amizade, nos relacionar na internet, entregar nosso amor, etc.

Muitas vezes contribuímos para isso adotando a postura de salvador do mundo ou o bonzinho 24hs, atendendo a todos, engolindo sapos, aceitando o inaceitável e compreendendo o incompreensível...
Agimos desta forma por inúmeros motivos, talvez  uma carência mal resolvida ou o hábito de medir nosso valor apenas pela opinião alheia, de qualquer forma é preciso estar atento para não pisotear a auto-estima e se anular apenas para ser aceito ou pelo medo de ser rejeitado.
Em várias situações os abusos são consumados justamente porque permitimos, na verdade nem sempre somos "vítimas" dos mal intencionados e sim, responsáveis por dar abertura a quem não deveríamos e ainda mantê-los em nosso convívio.
Por mais que queiramos exercitar a paciência, a tolerância, o perdão, a compreensão é quase impossível aplicar isso com certas pessoas.
É preciso ser prático para analisar bem com quem estamos gastando nosso precioso tempo.
"Existem pessoas que tornam a tolerância tão difícil, que esta deveria ser considerada praticamente em superpoder."(Fernanda Young)


O fato é que algumas relações nunca mudarão mesmo que façamos maravilhosamente o nosso papel, existem aqueles que nos fazem mal voluntariamente e não estão preparados ou interessados em interações saudáveis.
Quando percebemos que estamos lidando com alguém nocivo é necessário nos afastarmos, deixar a culpa de lado e seguir em frente. 
Sentimos culpa porque em nosso íntimo acreditamos que é preciso ser sempre benevolente e compreensivo, do contrário, estaríamos agindo de forma egoísta ou cruel.
Mas não é bem assim, todos temos limites e limitações, não é vergonha ou maldade desistir de manter em sua vida alguém que não lhe agrega absolutamente nada ou que transforma a convivência em um verdadeiro inferno.
Todo tipo de relação requer entrega e reciprocidade, quando continuamos dando "murro em ponta de faca", no final restam apenas exaustão física, mental e emocional...


Joga fora no lixo! Já dizia a sábia Sandra de Sá :)

Não mantenha em sua vida quem lhe prejudica, maltrata, aborrece ou entristece, desapegue-se da imagem de bom moço que deseja avidamente pintar para o mundo, respeite seus sentimentos, diga adeus a quem não veio somar, não valoriza seus esforços, amor ou amizade e sequer tenta ser alguém melhor para contribuir nesta troca.
É necessário resgatar o nosso amor próprio e fazer uma faxina nas relações de tempos em tempos para que possamos recuperar nossas forças e seguir adiante, deixando de lado o remorso irracional que sentimos ao abandonar algo que nos faz mal e valorizando a lição que isso nos trouxe.
Não é nenhum crime se afastar do amigo falso, do namorado mulherengo ou do colega inconveniente, tenha consciência de que você não é responsável pela evolução de todos os que passam pelo seu caminho, nem é preciso endireitar todo pau que nasce torto...
Não somos obrigados a aceitar tudo, devemos fazer o bem também a nós mesmos, respeito é imprescindível, e neste caso é o respeito pelos nossos limites e vontades.
Escolher, quando possível, quem desejamos manter em nossas vidas é um direito que nos cabe e um dever para com a nossa felicidade.

Após sua decisão, podem surgir ressentimentos, atritos e até difamações (experiência própria), afinal muitos preferem julgar e apedrejar o que lhes foge ao entendimento pois é mais fácil do que fazer uma auto reflexão ou respeitar a escolha do outro, mas este é um preço baixo que se paga pela liberdade de ter ao seu lado as pessoas que lhe agregam, auxiliam, completam e motivam.
Precisamos saber discernir relações saudáveis com problemas normais de relações tóxicas e administrar isso de forma que possamos ser felizes e fortes para fazer a nossa parte sem nos violentar.

Vamos nos dedicar mais a quem está aberto para aceitar o que temos a oferecer e que também nos dão, não a perfeição, mas o seu melhor e tirar de nossas vidas todos aqueles que só vem para trazer a discórdia, aborrecimentos, as críticas negativas, maus tratos e nos desequilibram sem o menor escrúpulo.
Não se acomode e nem se conforme com relacionamentos destrutivos ou desagradáveis, sejam eles de amizade, amor ou até superficiais, aprenda a dizer não e a ser mais seletivo, posso afirmar com toda certeza : não é nada fácil, mas é libertador !


"Não se dê ao trabalho de dar explicações, assuma simplesmente que pode fazer o que bem entender." (Dr. House)

Lembrando que está é minha humilde opinião e uma escolha pessoal :)

Beijos!
autora Autora

Mineira morando em Sp, geminiana, casada. Apaixonada por atividades físicas, já pratiquei natação, Taekwondo, Muay Thai, Kick Boxing, atualmente treino musculação e sou aprendiz de corredora :) Blogueira por amor. Este espaço foi criado com a intenção de interação e diversão, seja muito bem vindo(a)!

Recomendados

reflexão 1186783336709377475

233 comentáriosBlogger

  1. Samanta, PERFEITO! Aliás, sobre esse assunto eu digo que tenho um defeito (ou não, vá saber): sou rancoroso. Não me esqueço quando sou ofendido ou quando me dão uma rasteira. Às vezes é difícil se afastar por força das circunstâncias, então nós temos que fingir que não nos importamos ou ser falso com a pessoa da mesma forma que ela é com a gente. Corrói, é péssimo.

    Na minha turma da faculdade tinham algumas pessoas assim, mas nem podia me afastar. Porém, assim que me formei, a primeira coisa que eu fiz foi sumir da vida delas e elas da minha. E isso que você escreveu vale pra tudo, inclusive para internet! Beijos e ótima semana! (ps: primeirão de novo,hein?! Tô ficando bom nisso!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sérgio !!! Sabia que me lembrei de você na hora em que postei, estava programada para a tardinha, mas sabe como é ansiedade de blogueiro né rsrs então pensei, se o Sérgio estiver on line vai vir dar uma força !! :D Obrigadão mesmo !

      Tenho que confessar que tenho o mesmo defeito, aliás já deixei público em uma entrevista que dei para o blog de uma amiga estes dias, eu guardo muito vívido o que me fazem... tanto o bem quanto o mal e tenho dificuldades para perdoar quando me prejudicam... Não fico remoendo, mas o arquivo fica lá, intacto...
      Concordo contigo, nem sempre dá para nos afastarmos por diversos motivos e aí temos que fazer aquele "social", faz parte da vida em sociedade né... mas não é mesmo nada agradável...
      Já estive em relações tóxicas por minha escolha e demorei anos para sair... hoje em dia aprendi a escolher ao máximo sempre que possível quem mantenho na minha vida, não tenho mais aquele apego irracional de manter todos os que aparecem...
      O exemplo que nos trouxe descreve bem como você soube administrar isso e quando pôde seguiu o caminho certo sem levar peso desnecessário para sua vida :)

      Obrigadíssimo pela presença !!
      Grande abraço e uma excelente semana ! :)

      Excluir
    2. tudo que eu precisava , achei ak obg

      Excluir
    3. Perfeito! perfeito e perfeito!

      Excluir
  2. Ola, amiga !!! Ando sumida né, mas não esqueci de você não viu.

    Muito bom seu texto ele nos traz um convite a rever as nossas atitudes com o que muitas das vezes é mais prejudicial para nós do que saudável. Muitos vivem preso a uma situação por medo de ficarem só ou para confirmar a sua posição diante das pessoa isso é horrível pois chegar um momento que você deixa de ser você mesma e passa a viver o que os outros pensam ou deseja de você.
    Tem uma frase que diz mais ou menos assim. Não devemos mais perguntar por que as pessoas nos machucam, mas porque nós PERMITIMOS.

    Enquanto não entendermos que isso é toxico para nós, seremos escravos de nós mesmos, não é escravos dos outros não, pois o único que tem a chave que tira as correte que nos prende a essas situações e pessoas somos nós.

    A libertação vem quando compreendermos que podemos viver sem elas. Existem coisas que somente nós poderemos fazer.


    Como você falou, logo após a decisão de dizer um NÃO, de dar um basta, vai vim algumas coisas, como sermos julgadas de sermos fracas ou covardes, experiência também, srsrsrsr.
    Logo após ter olhos abertos e criado coragem para tomado a decisão de dizer um NÃO, para uma pessoa e a situação em que eu estava envolvida ( toxica), sabia que tal posição ia causa um certo “desconforto”, pois toda decisão tem as suas consequências, seja viver uma situação horrível, como sair dela. Em oração pedi ajuda a Deus, sobre o que responder a mim mesma e aos outros. Foi quando ele me ajudou a definir a minha posição me mostrando algo que ate ali não tinha compreendido:
    Às vezes desistimos de algumas coisas (pessoas, situações) não por sermos fracos ou covardes, mas porque descobrimos quão fortes somos para nos livrar do que estava nos destruindo.(Irismar Oliveira)

    Costumo dizer que é benção sermos LIVRES!! E um dos benefícios de sermos livres é poder dizer um NÃO sem rancor,sema amargura. o Não é uma maneira de você se amar e amar também a quem estava te prejudicando e esse não vai ajuda-lo também.
    Abraço e um belo FDS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida amiga, puxa que bom vê-la por aqui !!!

      Fico feliz que tenha gostado da postagem :)
      Perfeita sua colocação, muitos de nós vive preso neste tipo de situação por medo da solidão, por receio de não ser aceito em um grupo ou como disse para manter um status que na verdade é apenas ilusão...
      E chega o ponto onde já nem sabemos mesmo quem somos mais de tanto abrir exceções e nos violentar para manter estas pessoas em nossas vidas e assim permitimos os abusos contribuindo para um círculo vicioso que só nos faz mal...
      Gostei muito que veio reforçar o que escrevi pois é uma pessoa muito centrada e boa, mas sabe que nem sempre é possível ajudarmos a todos nos anulando e sim também tomando uma decisão mais contundente.
      Sua experiência nos traz mais um lado das consequências que podemos sofrer ao tomar estas decisões, e concordo contigo, isso não é sinônimo de fraqueza ou covardia, muito pelo contrário, para decidir isso é preciso sim muita coragem e firmeza.
      Passei por uam situação semelhante e quando decidi tomar esta decisão, como você sabiamente mencionou, minha negativa além de me ajudar ajudou muito mais a outra pessoa, que passou a refletir sobre suas condutas e mudou radicalmente para melhor !
      desde então segui mais forte para agir desta forma, sabendo que quando somos firmes e escolhemos não manter mais alguém na nossa vida isso pode sim ser muito mais benéfico do que ficarmos tentando manter uma relação tóxica que provavelmente faz mal a ambos, algumas vezes sem nem termos consciência...
      Sua colocação final descreve bem o que sinto, penso e acredito ser o melhor, esta liberdade, o respeito aos nossos limites e provavelmente uma maneira de auxiliar a outra pessoa.
      Não é fácil, sabemos disso, mas é muito importante ter esta consciência :)

      Obrigadíssimo pela presença e por enriquecer a postagem com suas colocações e experiências :)
      Adorei recebê-la ! Grande beijo e boa semana !

      Excluir
  3. Bom dia linda menina!

    Excelente tópico.
    Tenho uma frase que acompanha como oração diária, "Só fazem conosco aquilo que permitimos."(autor des...)
    O caminho é por aí "Seletividade" Não temos que modificar pessoas,simplesmente porque não nos adaptamos a elas, ou vice versa, mas contamos com opção de formar nosso própria redoma...Seja ela extensa, ou não... que seja com qualidade...
    Beijos... lindo dia...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gitana, que bom que veio participar :D

      Fico satisfeita que tenha gostado do tema :) Gostei da oração que compartilhou conosco, às vezes seguimos acreditando que somos apenas vítimas, mas em muitos casos, somos responsáveis por certas coisas ruins que nos acontecem.
      Adorei sua colocação não temos mesmo que modificar ninguém porque não nos adaptamos a elas, isso é até uma forma de egoísmo não é mesmo, querer que se adaptem a nós... podemos tentar auxiliar, mas sempre com respeito às limitações de cada um e se vermos que mesmo assim estamos sendo prejudicados, o melhor é seguir em frente, selecionando melhor quem irá fazer parte de nossas vidas, não temos obrigação de acolher todos os que passam pelo nosso caminho ainda mais quando nos fazem mal :)

      Muito obrigada pela presença e participação :)
      Grande beijo e uma linda semana !!

      Excluir
  4. Sam, como vai? Novamente arrasou, sem dúvida! Seria uma postagem estilo "puxão de orelha" (no bom sentido e necessária, é claro). Tenho pensado muito no que escreveu aqui. Tenho a tendência a dar o melhor de mim, a perdoar, a fazer o bem, sempre. Mas temos que saber onde está o nosso limite. O meu é muito longo, tão longo a ponto de acharem que eu nunca vou tomar uma atitude e, quando tomo, as pessoas ficam assim: "nossa, não acredito que ela fez isso". Perfeito sobre o que disse, temos que dar sim o melhor do que somos, para quem quer recebê-lo. Caso contrário, a generosidade vira baixa-estima e acabamos por desrespeitar a nós mesmos. Adorei e vou indiciar como complemento da minha postagem de hoje. Um abraço, ótima semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bia querida !!!

      Que bom que gostou :) Acho que é mesmo um puxão de orelha que a maioria de nós, inclusive eu realmente precisa, a vida é curta e temos que avaliar em certos momentos de não estamos deixando de vivê-la para que os outros vivam... Assim como você tenho este lado de me dedicar demais, mas estou aprendendo a ser mais seletiva e a me amar mais, como a Irismar colocou, muitas vezes quando fazemos esta escolha acabamos ajudando não só a nós mesmos mas até as outras pessoas, em uma ocasião, quando decidi seguir em frente, a pessoa mudou muito para melhor, quer dizer, minha atitude condescendente estava deixando o outro acomodado em sua condição...
      Podemos sim tentar ajudar, dar o nosso melhor, mas é preciso também estarmos atentos para saber quando isso nunca será suficiente ou quando está nos prejudicando. :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação, fico feliz que tenha gostado a ponto de indicar em seu espaço ! logo vou lá ver as novidades para papearmos mais :)

      Grande beijo e uma linda semana !!! :D

      Excluir
    2. minha libertação começou hj,,,ja tinha decidido q daria este basta pq ja tinha me cansado depois de qse 9 anos juntos... mas chegou esse dia pq ja tinha doado tudo de mim e não restou mais nadaaa,,, e por coincidencia logo a noite me deparo c/ essa pagina maravilhosa q me deichou mais aliviada da desisão q tomei... me separei hj e p/ sempre... ele não vai mais me manipular e sugar minhas energias q ja estavam qse no fimmm... estou FELIZ e mais LEVE

      Excluir
  5. Olá, Sam!
    Realmente na vida temos que aprender a ser como os nossos rins e filtrar as impurezas!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olááá Rike !!!

      Rapaz, eu adorei esta comparação, simples e direta, mas que descreve bem a essência desta questão, filtrar tudo aquilo que nos faz mal e escolher um caminho melhor com pessoas que nos agregam algo de construtivo :)

      Obrigadão pela presença ! Grande abraço e boa semana :D

      Excluir
  6. Oi Samanta...
    Assim como precisamos manter a vida organizada, sem juntar tralhas demais que só vão acabar prejudicando nosso dia e atravancando nosso caminho... Nos livrar do que não usamos mais, do que não precisamos mais, ajeitar as gavetas do escritório e deixar apenas o que é útil... Nas nossas relações também precisamos ter atitudes pareceidas. algumas pessoas só querem nos tirar...tirar e tirar... Mas não sabem responder na mesma medida. Uma relação só pode se fazer de fato com troca, numa via de mão dupla... Então, essas que só tentam nos esgotar emocionalmente ou até mesmo fisicamente com sua presença... é melhor mesmo mantar muita distancia. Se não nos faz bem tbm, se não nos faz sentir melhro... melhor nos afastarmos! Ótima reflexão para iniciar a próxima semana!!! Abração e um bom domingo por aí....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Rê !!

      Gostei muito da comparação que nos trouxe , realmente é bem assim mesmo, todos os aspectos da nossa vida necessitam de organização, de uma limpeza frequente para nos livrarmos daquilo que é desnecessário e que atrapalha nossa caminhada :)
      Como disse, existem aqueles que por mais que nos esforcemos, só querem nos sugar e não adianta tentarmos mudar isso em certos casos, só vamos nos desgastar mais e mais...
      Acredito também que relações são vias de mão dupla onde é necessário esforço de ambos e uma troca construtiva, do contrário é preciso sabermos a hora de sair de cena ou poderemos ser prejudicados por estas pessoas que ainda não tem interesse em interações saudáveis ;)

      Obrigadíssimo pela presença, fico feliz que tenha gostado ;)
      Grande beijo e uma linda semana !! :D

      Excluir
  7. Oi minha amada miga!
    Estava lendo os meus e-mails e, de repente, me chega esse maravilhoso texto... Adorei! Uma vez escrevi um texto sobre "Saber dizer não" e até usei, no final, o trecho da Zíbia que você sabiamente colocou no aqui no início. Também acho libertador,minha linda, quando acordamos e decidimos pelo que é melhor para nós, independente das opiniões ou vontades alheias. Aliás estou nesta fase (again!) de ter prazeres na vida, mesmo que para isso eu precise abrir mão de coisas que, aparentemente, pareçam imprescindíveis, incluindo pessoas... Não é fácil dizer não para muitas situações, mas é necessário para o nosso bem estar.
    Relacionamentos (sejam eles quais forem) devem agregar algo. Aprendemos e ensinamos, não importa a ordem, mas é isso que caracteriza qualquer tipo de relacionamento. Se em algum momento essa equação não estiver ocorrendo, precisamos parar e rever quem está se aproveitando de quem... Podemos ser até nós mesmos (quem sabe?), mas é importante a reflexão para que as mudanças ocorram. Podemos dizer não aos outros, mas vejo amiga que o principal passo é aprendermos dizer não a nós! Saber a hora de parar ou mudar o rumo... Dizer não a nós é o grande desafio, pois é a partir desse ato que decidimos como seguiremos com a vida.
    Parabéns, sempre e sempre, pelas ótimas reflexões e "alertas"! Arrasou!
    Grande beijo, cheio de saudades...
    Jackie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helloooo miga querida !! Que delícia recebê-la !!

      Que bom que gostou, sua opinião é muito importante pra mim :)
      Pois é amiga, durante muitos anos fiquei presa em relações tóxicas e hoje vejo que a maioria foi por minha escolha, e hoje estou aprendendo a ser seletiva porque cheguei ao limite da exaustão.
      Quando temos esta consciência conseguimos avançar muito mais rápido e ter uma vivência mais leve e produtiva, pois não perdemos mais tanto tempo com quem não nos agrega nada.
      É um exercício diário, difícil às vezes, mas com certeza muito necessário para nosso bem estar :)

      Obrigadíssimo por vir participar, mega saudades too !!
      Muchos beijossssssss e um ótima semana para todos aí :)

      Excluir
  8. Vou só complementar aqui:
    ... dizer não a nós significa um dia tomar as rédeas da vida e dizer: "Não! Chega! Não é isso que quero para mim, não é assim que quero viver!".
    Beijos,
    Jackie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade amiga, este é um grande passo para mudar de forma positiva nossas vidas e relações, conhecermos nosso limites e não negligenciar nossa felicidade e liberdade de escolha :D

      Mega beijossssssssss ! Love You :D

      Excluir
  9. Olá, Sam!

    Mais um ótimo artigo seu! Foram sábias palavras, desde o título do artigo até a sua conclusão! Como bem colocou a Bia, foi um puxão de orelha - e com duplos destinatários. Vejo como um puxão de orelhas a quem ainda mantem esse tipo de pessoas ao seu redor (e, muitas vezes, passa a vida reclamando disso), mas também a essas pessoas nocivas, que muitas vezes parecem ter prazer em ser um peso às outras.

    Gostei muito do início do texto. Ele vai ao encontro do que eu conversava com um psicólogo há algumas semanas: quando fazemos o papel de bonzinhos 24 horas por dia, acabamos nos anulando e nos moldando ao que as outras pessoas esperam de nós. O grande problema é que isso é cansativo e estressante, portanto impossível de ser mantido para sempre. Cabe a cada um avaliar: vale a pena carregar esse peso?

    Obrigado por compartilhar conosco seus ótimos textos! Sempre os espero ansioso! :-)

    Um abraço e ótimo finzinho de domingo!

    Adelson Smania

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adelson, é sempre uma alegria recebê-lo por aqui ! :)

      Fico feliz que tenha apreciado o artigo, sua opinião é muito importante e fico motivada com seu retorno positivo :D
      Muitos de nós, como mencionou passam a vida reclamando ou assumindo o papel de vítima nestas relações, mas é preciso consciência para saber que muitas vezes, a responsabilidade é nossa que permitimos os abusos mantendo estas pessoas em nossas vidas.
      Algumas realmente sentem satisfação em prejudicar as outras e se encontram alguém que permite e alimenta este tipo de relação, são capazes de seguir assim indefinidamente. Certa vez tomei a decisão de me afastar de alguém assim e a pessoa mudou radicalmente para melhor, saiu do comodismo, o que mostra que quando somos firmes, ambos só tem a ganhar :)
      Quando tentamos agradar a todos, fatalmente estaremos nos anulando em algum aspecto e como disse, isso só traz um desgaste imenso e com certeza frustrações, atrasando nossa evolução e prejudicando nossa felicidade.

      Fiquei super satisfeita com sua presença e participação, muito obrigado :)
      Um enorme abraço e boa semana !! :D

      Excluir
  10. Sam, querida, se há uma coisa que eu aprendi a dizer bem cedinho é NÃO. Algumas pessoas são tão folgadas que me fizeram aprender a identificar rapidinho quem não tem conserto.
    E a culpa ronda, sim, mas é preciso espantá-la,pq culpa só serve pra nos botar pra baixo. E eu quero é o meu astral lá no alto.

    Um bjão pra vc, adorei a reflexão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paty querida ! :)

      Fico feliz que tenha apreciado o artigo, realmente algumas pessoas abusam de tal forma que parece não existir limites para sua conduta, a parte boa é que com isso acabamos aprendendo a sermos mais firmes e seletivos :) E é isso aí, astral lá em cima !! :D

      Obrigadíssimo pela presença !
      Grande beijooo e boa semana !! :D

      Excluir
  11. Aí aí Sam e como é difícil desapegar de quem nos faz mal viu,primeiro porque sempre passa pela cabeça da gente a ideia de que se formos sempre amáveis e aceitarmos essa ou aquela situação e se fizermos isso ou aquilo conseguiremos mudar o outro,uma grande ilusão que fica bem visível quando quebramos a cara e percebemos tempos depois quanto tempo foi gasto mantendo uma infelicidade.
    Segundo que essa coisa de dar um jeitinho não leva ninguém a lugar nenhum,é mais fácil fazer reflexões e tentar dar um jeitinho em nós mesmos do que em determinadas pessoas.
    Claro que tem os colegas invejosos,os fofoqueiros e afins e fica ainda pior quando ligamos pra certas opiniões,durante muito tempo fui assim,juntei a timidez exagerada com ligar pra opinião alheia,prato cheio pra não sair do lugar e me sentir frustrada.
    Mas que ótimo que as coisas mudam,a gente cresce e começa a perceber como as coisas são de fato,que não nos faz bem ligar pra opinião alheia e decidimos nos impor e ser quem de fato a gente é,nunca é fácil porque sempre tem alguém infeliz que não tolera a felicidade alheia e porque mudar dá sempre um pouquinho de medo,mas tenho percebido que a vida é curta e devemos ser felizes conosco mesmos,pois sempre é tempo de fazer umas faxinas e colocar na vida só o que de fato merece permanecer nela.
    Tenha uma ótima semana querida,abraço,=)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Suu !!!

      Pois é amiga, quem tem um bom coração nunca perde a esperança de ajudar de alguma forma e acredita que este esforço pode ter bons resultados, mas infelizmente algumas pessoas nãos abem aproveitar estas oportunidades e acabamos exaustos sem chegar a lugar nenhum, muitas vezes até nos anulando por causa disso :(
      Concordo contigo, como tudo tem seu lado bom, a parte boa é que mesmo com os tropeços vamos crescendo e aprendendo que a vida é curta e que ser seletivo não é egoísmo, apenas uma consciência necessária para sermos felizes e que quando somos autênticos, nos respeitamos e somos mais transparentes para os que nos cercam :) construindo assim relações mais saudáveis :D

      Obrigada pela presença e participação :)
      Super beijo e uma linda semana !!!

      Excluir
  12. Olá Sam,
    Infelizmente, muitos de nós viciamos nossas emoções, apegando-nos a pessoas e situações e quando percebemos estamos nos anulando, deixando de viver com liberdade e prazer. E o pior, a gente sofreeee!
    Eu já me envolvi em muitas situações desagradáveis por não saber dizer o temível "não".
    Um grande beijo e fica com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lidiane ! :)

      É exatamente como mencionou, muitas vezes nos envolvemos nestas relações e quando percebemos estamos literalmente abrindo mão de quem somos e dos nosso desejos, geralmente por pessoas que não estão à altura de nosso esforço. E é mesmo muito dolorido viver isso, pois é desgastante e frustrante.
      Também já passei por poucas e boas por não colocar limites, e até hoje ainda levo umas rasteiras por causa disso, mas estou aprendendo a ser mais seletiva e mais firme, é um exercício diário, difícil, mas necessário :)

      Obrigada pela presença e participação,
      Super beijo e boa semana ! :D

      Excluir
  13. Um relacionamento é baseado em trocas. A gente cede por um lado e, por consequência, a outra pessoa também tera que ceder quando for preciso. Quando a outra pessoa nega-se a aceitar algo e somente nós cedemos, aí mora o perigo. Nada pior que uma pessoa possessiva, que te muda por completo (refiro-me a mudanças para o lado ruim). A gente nasceu para ser feliz e devemos reunir a nossa volta coisas e pessoas que contribuam para isso. Concordo com sua opinião, se a pessoa nos faz, de alguma forma, mal, nada melhor que corta-la da nossa vida.

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcelo !!

      Concordo contigo, relações são uma troca, cada um dando o seu melhor e se esforçando para o crescimento e sucesso do relacionamento, como disse, se apenas um se prontifica a isso, algo está errado e provavelmente alguém sairá desgastado e ferido.
      Adorei sua frase : nascemos para ser felizes, é assim que vejo e justamente por isso é que podemos e devemos ser mais seletivos, sem carregar conosco tantas coisas ou pessoas que não nos agregam ou que nos fazem mal :)

      Obrigado pela presença e participação !!
      Grande abraço e boa semana !! :)

      Excluir
  14. Olá Samanta,é um bom tema para consciencializar os mais desatentos. Sobre alguém que Nos faz mal!Se pensarmos que Todos os que nos "molestam" podem estar a precisar de ajuda,podemos bem com eles.Eu tenho esta visão sobre isso.Alguém que me incomoda é porque necessita de ajuda e usa o incomodo como alerta e eu, quanto mais não seja,com silêncio o ajudo. Podemos ajudar pelo silêncio,sendo um sinal,não de resignação,mas de educação,mais tarde ou cedo esse alguém vai perceber que nada lucrou com o que fez e simplesmente sentir-se ajudado e mais tarde ainda,perceber o quanto o ajudei.Parece complicado,mas garanto que não o é.(Experiência muito própria). Eu acredito nesta terapia.Na prática a gente se afasta,mas no interior estamos ajudando que de Nós necessita.
    Obrigada pela partilha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Antonio, que bom que veio participar !

      Sou a favor de ajudarmos sempre que possível, mas sempre com bom senso para perceber quando uma relação é tóxica e quando a pessoa quer apenas nos prejudicar para nos prevenirmos de abusos maiores.
      Concordo contigo que muitas vezes nosso silêncio pode ajudar bastante o outro a fazer uma auto reflexão e até mesmo servir de alerta para que mudem de conduta ou vejam que agiram erroneamente em alguma situação.
      Uma vez quando resolvi me afastar de uma pessoa nociva, foi exatamente quando ela se deu conta do que fazia e mudou para melhor, por isso acredito que precisamos respeitar nosso limites e impor se necessário linhas visíveis para isso, desta forma estaremos sendo transparentes e quem sabe conscientizando aqueles que nos fazem algum mal ;)

      Obrigadíssimo pela presença e participação, seja sempre muito bem vindo !
      Grande abraço e boa semana :)

      Excluir
  15. Sábias palavras minha amiga Sam! ...essas pessoas eu chamo de "Boldo"(rsrsrsrs) são:amargas,insuportaveis,mas de vez em quando temos que engolir.Também aprendi a dizer "não" e buscar estar perto de quem realmente merece minha atenção.
    Tenha uma abençoada semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Elisa !!

      Gostei do apelido, boldo é ótimo !!! rsrs Perfeita comparação, realmente em algumas ocasiões não podemos nos livrar delas , mas quando possível o melhor mesmo é nos afastarmos e manter ao nosso lado quem nos agregue algo de construtivo, afinal a vida é curta e a felicidade um direito nosso :)

      Obrigadíssimo pela presença, mega beijo e boa semana para você e sua família :D

      Excluir
  16. Oi Daniela Sam... como sempre um texto da vida real... algo que desde de muito conhecemos!
    As relações que alimentamos na vida tem muito a ver com a nossa maneira de encarar a vida, e nosso conhecimento pessoal.
    Eu mesma já tive várias fases e sem sombra de dúvidas tive aquela em que achava que precisava salvar a humanidade de suas crises sociais e depressões constantes. Nesta fase tive muitos amigos nefastos, que gostavam (alimentavam) a busca das relações de chantagem emocional, e na minha ânsia de ajudar cedia a todas elas, causando em mim uma angustia tremenda porque não conseguia dar-lhes alento. Hoje olho pra trás e percebo que eles não queriam alento, queriam era a relação simbiótica e depressiva e que a única maneira de ajudar seria não permitir isto simplesmente dizendo não!
    Depois passei pela fase da chatice, aquela que eu era a vítima da vida e da humanidade e com isto me tornei a chatinha mau humorada...heheheh
    Logo em seguida, já no início da maturidade, assumi o oposto dentro de mim. Não aceitava estar ao lado de ninguém que pudesse sequer vir me falar de problemas e dores, me liguei a pessoas que faziam da vida uma festa! Nesta fase descobri o quanto o excesso de alegria pode ser fútil e perigoso, porque por trás de festas, reuniões e nenhuma conversa sobre a vida, se escondiam pessoas sem norte, perdidas dentro delas mesmas tentando dar aquilo que menos tinham. Nesta fase percebi que viver intensamente não é só sorrir, é também necessário compartilhar os momentos de angústia é aceitar que as vezes também nos tornamos chatos.
    Hoje, consigo perceber que o importante é sabermos conviver com esta variedade de pessoas ao nosso redor, não tem como mantermos em nossa convivência só pessoas que nos fazem bem, as nefastas também estarão ali e tentaram nos sugar. O que acredito que devemos fazer, e como você tão bem colocou no texto é sabermos concentrar em nossas relações mais íntimas as pessoas que quando colocamos na balança nos agregam mais alegria que tristezas e preocupações e que retribuímos desta mesma forma. Hoje, sou capaz de ouvir e conviver o necessário com estas pessoas que nos fazem mal sem deixar que elas me levem a elos de simbiose destrutiva, simplesmente dizendo não... não vou compartilhar sua tristeza sem fim... "se quiser curar-se estendo a minha mão e ajudo, se não, siga teu caminho, a escolha é sua e o caminho é seu"
    O que verdadeiramente acredito é que é necessário sabermos concentrar nossa balança de forma que o lado positivo sempre exceda o negativo. Com esta diferença estaremos nos protegendo não só das pessoas, mas de nós mesmos!
    Beijo enorme em seu coração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helloooo Valéria querida !!!!

      Concordo contigo, acredito que nossa forma de encarar a vida e de agir diante das situações se torne praticamente um imã de pessoas afins ou que querem se aproveitar de alguma fragilidade ou desequilíbrio que apresentamos.
      Me identifiquei muito com seus relatos, já tive a fase onde aceitava tudo e achava que iria ajudar o mundo a mudar, e assim me anulava e perdia meu tempo com pessoas que não estavam interessadas em mudanças ou melhorias pessoais, acabava exausta e frustrada...
      Depois de tanto murro em ponta de faca fiquei meio intolerante e agressiva, mandando todos para a casa do carvalho se vinham até mim com churumelas rsrsrs
      Como sempre conversamos aqui, equilíbrio e bom senso são tudo nesta vida, nem 8 ou 80 :)
      Estou sempre aberta para auxiliar as pessoas desde que tenha real interesse em mudar para melhor e não apenas em me sugar feito vampiros ou me enfiar em picuinhas medíocres.
      Nem sempre podemos nos livrar de certos abusados como no ambiente de trabalho ou na família, mas em alguns casos podemos nos afastar daqueles que só vem para causar o caos e esta é uma escolha muito importante para que tenhamos forças para seguir adiante nos dedicando a quem merece e a quem quer aproveitar esta oportunidade.
      Toda convivência é complexa e todas as interações tem suas crises e problemas, por isso precisamos estar atentos para saber discernir uma coisa da outra sem deixar de auxiliar quem realmente precisa e quer isso e também sem nos violentar fazendo de tudo por alguém que não está nem aí para a hora do Brasil ;)

      Obrigadíssimo pela presença e por complementar o texto maravilhosamente com seus conhecimentos e experiências !! :D Adorei a prosa :D
      Muchos beijos que sua semana seja ótima !!!

      Excluir
  17. Pulverizar, essa é a palavra. Chatos como esse que você descreveu são como moscas, só pulverizando. Se não dá para fazer isso na vida real, o jeito é criar imagens mentais e pulverizar essas moscas de nosso círculo social, criando ambientes mais saudáveis.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Telma !!

      Seria bom pulverizar algumas pessoas não é mesmo rsrs mas nem sempre é possível, o que podemos fazer é nos afastarmos daqueles que só entram em nossas vidas para nos prejudicar ou se aproveitar de alguma forma, e cultivarmos relações que valem a pena :)

      Obrigadíssimo pela presença !
      Grande beijo e uma linda semana !! :D

      Excluir
  18. Boa tarde Samanta tai uma grande verdade temos de sempre separar o joío do trigo para viver em paz abraços e uma otima semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paulo, boa tarde ! :)

      Pois é amigo, precisamos ser seletivos em alguns momentos para seguirmos em paz e sem perder nosso tempo com quem não merece :)

      Obrigadão pela presença, seja sempre muito bem vindo !
      Grande abraço e boa semana pra você e sua família :)

      Excluir
  19. Olá Samanta amiga!
    Eu penso assim, se quer me humilhar e me rebaixar perante os outros, faça, mas faça bem feito.
    Não vou me vingar porque não vale a pena, a minha melhor resposta será um sorriso de satisfação e os elogios de verdadeiros amigos.
    bjs. amiga e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Roberto, que bom que veio participar ! :)

      Também não sou adepta de vinganças, prefiro seguir em frente me dedicando a assuntos e pessoas que me agreguem mais :) Cultivando relações construtivas e não perdendo meu tempo com quem ainda não está interessado em interações saudáveis :)

      Obrigadíssimo pela presença !
      Grande abraço e boa semana !!

      Excluir
  20. Já tive esse problema, é dificil se livrar mas necessario. Me identifiquei muito com o artigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tiago, seja muito bem vindo :)

      Fico feliz que tenha se identificado como artigo, creio que todos nós passamos por isso em algum momento da vida e como você disse, é difícil, mas necessário sermos seletivos em alguns aspectos de nossa vida :)

      Obrigado pela presença, abs e boa semana ! :)

      Excluir
  21. Olá Samanta. Boa tarde.
    As palavras que lhe saem da alma, cuja mensagem consegue, tão bem, transmitir, especialmente neste post, são como um bálsamo. Talvez não só para o meu coração mas acredito que para o de muitos/as leitores/as. Concordo plenamente quando diz, talvez não com estas palavras mas com outras idênticas, que devemos fazer uma escolha nas nossas relações. Se isso fosse fácil de fazer com aquelas pessoas que nos rodeiam as quais não podemos ignorar, pura e simplesmente e que as pessoas em questão aceitassem a nossa mudança com um sorriso nos lábios, muitos corações não sofreriam como sofrem e a vida sobre este planeta seria um Paraíso. E porque falo em "aceitar com um sorriso nos lábios?" Porque abomino todo e qualquer tipo de violência e porque nunca sabemos qual a reação da outra pessoa, quando ouve, apenas, um não. Sei que "dizer não" ou dizer "Basta", é um direito que assiste a todo e qualquer ser humano. Porém, quando os melhores anos da nossa vida vão ficando para trás e as nossas faculdades começam a diminuir, mudar deve ser tão difícil (é), como subir o Monte Evereste. Talvez exagere? Mas talvez não. Desejo a todos e a todas que "baniram" essa palavra do seu vocabulário, que a procurem incansavelmente. E quando voltarem a encontrá-la, que a gravem na mente, no coração, no pensamento e que, na altura própria, se encham de coragem para pronunciá-la sem culpas nem remorsos. Se, para muitos é demasiado tarde, tenho a certeza que, para outros será a altura ideal. Pensem nisso e ajam de acordo com aquilo que vos vai na alma. Não fiquem paradas/os no tempo à espera de mudanças radicais que todos gostaríamos de ver mas que nunca hão-de acontecer por mais e melhor que façamos. Força e muita coragem.
    Beijinhos para a Samanta e um GRANDE E SINCERO OBRIGADO. E também para algum leitor que leia o meu comentário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida MaryLane, que bom que veio participar ;)

      Fico feliz que tenha apreciado a postagem, acredito ser uma reflexão pessoal que pode trazer alguma consciência para outras pessoas que por aqui passarem, estou aprendendo a ser mais seletiva em minha vida e creio ser uma atitude válida para todos nós :)
      Durante muitos anos me anulei para ajudar quem não merecia ou então no intuito de ser aceita, mas com certas pessoas não adianta darmos o nosso melhor, o que elas precisamo é de limites.
      Quando temos nas mãos as rédeas de nossas vidas e aprendemos que podemos sim escolher melhor nossas relações, nossa caminhada se torna mais construtiva e produtiva :)
      Gostei do seu conselho para que procurem dentro de si estas palavras e atitudes, respeitando seus sentimentos e procurando relações saudáveis para suas vidas.
      Acho que nunca é tarde, pois temos o direito de seguirmos mais leves e felizes em qualquer fase da vida, vale sempre a pena buscar mudanças que nos tragam bem estar e crescimento :)

      Eu é que agradeço muito sua presença e participação deixando aqui suas palavras sinceras e edificantes :)
      Um beijãooo e que sua semana seja de alegrias e luz :)

      Excluir
  22. Olá Samanta!!!!!!
    Dessa vez cheguei mais cedinho mas já contava com 36 comentário, "Que coisa boaa"!!!!
    O Adelson fez uma colocação que eu nem havia avaliado, do puxão de orelhas de quem é nocivo também.
    Sammanta, maravilhoso teu artigo e no decorrer da leitura fatos vieram à mente e uma delas foi uma situação onde meu chefe escolhia a mim para "bater de frente". Isso era um "veneno" para minha vida, chorava, entristecia-me frequentemente. Saí de lá e montei meu próprio negócio e fazia-me a pergunta frequantemente. - será que fiz certo? -será que não fugi de aprendizados que teria que viver? Mas com o decorrer do tempo eu vi que só estava "batendo com a cara no murro". Hoje digo os nãos nescessários e conquistei RESPEITO que só passei a ter qdo passei a ME RESPEITAR, eis o X da questão.
    Hoje me considero extremamente feliz pelo fato de minha maior preocupação é com meu bem estar. E isso não é egoísmo, é o jeito certo de dizer: EU AMO.
    Bom Samanta, um lindo beijo de Luz em teu coração e grata pela linda postagem.
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida amiga, que bom que chegou para papearmos um bocado :D

      Que bom que gostou do texto, fico feliz em compartilhar minhas próprias reflexões e saber que algo de útil pode ser tirado e aproveitado por alguém :)
      O exemplo que nos trouxe de sua vida mostra bem como ainda ficamos receosos diante destas mudanças, mas lá na frente, conseguimos ver que foi a decisão mais acertada, pois não temos que nos anular por completo e nem seguir infelizes para estarmos agindo corretamente :)
      Você foi firme e corajosa, saiu de uma relação tóxica e desta forma encontrou sua felicidade, este tipo de atitude além de nos fazer bem, pode ajudar a outra pessoa a refletir e até a mudar !
      Então os benefícios são para ambos :)
      Adorei sua colocação de que isso não é egoísmo e sim o jeito certo de dizer : eu amo !
      Perfeito ! :)

      Obrigadíssimo pela presença, adorei a prosa :D
      Mega beijossss e que sua semana seja de sorrisos !! :)

      Excluir
  23. Oi, Sam! Muito legal! Eu tenho o hábito da tolerância e da compreensão mas meu limite é quando há aquela "pisada na bola" com segundas intenções, malícias e/ou oportunismos. Aí, eu simplesmente ignoro a existência do outro. Para não criar inconformidades, brigas ou constrangimentos, prefiro assim. Já rodei muito e já vivi coisas que até Deus e o diabo duvidam.rsrs. Acho que aprendi um pouquinho nesse tempo todo. A minha corda vive esticada mas agora com muito mais segurança até onde eu a deixo ser puxada. Grande abraço e uma linda semana. Paz e bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo !!! Como vai ?

      Que bom que gostou ! Acho super certa sua conduta, pois está aberto para as pessoas mas respeita os limites do aceitável e não se deixa dominar pela culpa quando é necessário tomar uma atitude a respeito :)
      Também prefiro não prolongar a situação e seguir em frente sem me envolver em conflitos que com certeza só trarão mais desgastes.
      Gostei da colocação sobre a corda, vou me lembrar disso nas situações críticas :D

      Obrigadíssimo pela presença e carinho sempre, é um prazer recebê-lo !
      Grande abraço e uma ótima semana !! :D

      Excluir
  24. Ei Linda amiga,

    Boa noite,

    Quantas modificações são necessárias em nossa vida para termos um pouco de paz não é verdade? Já temos tantas obrigações que por mais que a neguemos são responsabilidades e por isto não temos como renunciá la , isto já estressa o nosso dia, então o que pudermos fazer para evitarmos este desgaste, que façamos..Concordo totalmente com você quando disse que muitas das vezes nós é que contribuímos com isto adotando a postura de salvador do mundo , bonzinhos, isto é uma verdade que não ouso contestar.Sempre achei que eu tinha uma paciência danada , mas a pouco tempo descobri que eu não era paciente e sim tolerante e de tanta, mas tanta tolerância me tornei intolerante e me cansei de certas atitudes. Amiga detesto sim ter que viver uma relação insustentável, ter que me odiar as vezes para agradar outros, engolir sapo por não ter postura de grossa, ter que sorrir quando minha vontade é quebrar tudo ,pra ser mais precisa com você, eu estou diminuindo minha lista de pessoas que pouco ou em nada me acrescentam , pois isto nos faz mal, nos faz sofrer, nos anula. Me cansei de certas picuinhas, e de pessoas se portando de bom moço(a) quando na verdade é arrogante, orgulhosa, cheia de não me toques, crítica e falsa...se é pra andar com alguém , ser amiga tem que saber como sou, e me respeitar da forma que sou. Sou uma pessoa tranqüila, pra dizer a verdade não gosto de baixarias, escândalos, e afins, mas sou objetiva em minhas atitudes e como bem lembrado por você o jeito é fazer como Sandra de Sá, jogar fora no lixo, sem se sentir obrigada a nada. Ando muito seletiva mesmo, e pensando pouco pra falar. Estou me desintoxicando interiormente, limpando a área, me libertando, e acredita estou me sentindo super bem com isto, adorando esta nova faze, aderindo a esta experiência e resgatando minha essência, minha privacidade e como diz um belo texto da Jakie que li, assumindo minha liberdade de ir e vir.....

    Beijinhos em seu coração, agradeço de coração o carinho, e como sempre seu texto brilhou e ferrou também...rsrsrsrs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lindona !! Que bom que chegou ! Primeiro quero agradecer por permitir que postasse algo referente ao seu texto, gostei muito da leitura e da reflexão que me trouxeram !!

      Assino embaixo das suas colocações, a maioria de nós já tem responsabilidades demais no dia a dia, muitos sapos para engolir e muitas crises para resolver, por isso acho importante darmos a devida atenção ao fato de que em outras áreas de nossas vidas podemos e devemos prezar pela qualidade dos que nos cercam.
      Assim como você também passei anos me anulando e tentando ajudar a todos, mas chega um momento em que vemos que isso não é benéfico para nós, porque causa muito desgaste e acaba até atraindo os oportunistas.
      Estou nesta mesma fase que você, acho que me cansei de tal forma que ando um pouco intolerante... mas como conversamos, se é para ser assim o processo de renovação, que seja, pois desta lição sairemos mais fortes e respeitando mais a nós mesmas :)
      Acredito que depois que passarmos deste início, voltaremos a agir com mais brandura e saberemos equilibrar maravilhosamente nossas ações, nos dedicando mais a quem merece e identificando mais facilmente as relações tóxicas.
      me sinto maravilhosamente bem depois desta decisão, parece até que as coisas estão fluindo melhor, mais rapidamente !
      Se tem algo para o qual acho que minha paciência jamais voltará é para picuinhas e assuntos medíocres, para isso me nego a ter qualquer aceitação, até porque sabemos que em nenhum caso isso é construtivo, útil ou saudável...
      Não temos a menor obrigação de aceitar tudo nesta vida, quando percebemos isso, vemos que passamos muito tempo aceitando inúmeras coisinhas no cotidiano que juntando tudo eram demasiada mente exaustivas e desnecessárias.
      Compartilho contigo todas as impressões sobre o assunto :)
      vamos seguir respeitando mais nossas vontades, como a Edi bem colocou aqui, isso não é egoísmo e sim a maneira correta de dizer : eu amo !

      Obrigadíssimo pela presença e participação !!
      Um beijãoooo e boa semana !!

      Excluir
  25. Muito bom! Favoritei sua postagem para uma reavaliação, um estudo, só por que gostei e mexeu com meu pensar. A té breve!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ninguem ! Obrigado pelo elogio, fico feliz que tenha gostado do texto e que o mesmo tenha mexido com seus pensamentos ;)

      Obrigado pela presença e participação !
      Um abraço e boa semana :D

      Excluir
  26. Cara Samanta,
    Acho que você tem o dom de ler pensamentos...heheheh!!! Tudo que você escreveu no seu magnífico post, é exatamente o que penso e que gostaria de ter escrito de ontem pra cá.
    Somos sim responsáveis por aberturas concedidas com tanta liberdade a ponto de nos prejudicar, queremos ser bonzinhos e agradar a todos. Mas nem sempre essa atitude cabe em determinadas situações onde lidamos com gente ignorante e que pensa ser o dono do mundo.
    Chega a dar nojo certas coisas que vemos acontecer no dia a dia de nossos relacionamentos. No momento, estou despindo-me da fantasia de bonzinho e vestindo uma armadura, com direito às minhas armas de defesa.
    Afinal, tenho "um dever para com minha felicidade"...
    Adorei seu texto.
    Bjão
    Eloy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eloy ! Que legal que veio para papearmos um pouco :)

      Opaaa, será que meus desejos se realizaram ?? rsrsr Fico feliz que se identifiquem com minhas reflexões, acredito que todos nós já passamos por algo assim, ou iremos passar.
      Depois de muito tempo tentando ser boazinha ou salvadora da pátria, e terminando totalmente perdida da minha essência e exausta sem ter chegado a lugar nenhum estou aprendendo a ser mais seletiva e a me respeitar mais, pois quando analisamos bem, vemos que muitas vezes somos responsáveis por estas situações e conforme agimos assim, viramos verdadeiros imãs para abusados...
      Adoro ajudar, mas precisamos saber quando estamos dando murro em ponta de faca e nos prejudicando à toa, não é mesmo :)
      Tem coisas que não somos obrigados a aceitar e muito menos manter em nossas vidas...
      Assim como você fico enojada diante de algumas coisas e por isso resolvi me resguardar, não quero mais saber de picuinhas, pessoas medíocres e situações desnecessárias, quero algo maior para mim, interações construtivas e saudáveis, já temos muitos pepinos para lidar para cultivarmos mais estes ;)
      Também estou me despindo desta fantasia, ela pesa demais e não serve para muita coisa, a vida é curta !
      Acredito firmemente que temos este dever para conosco :)

      Que bom que gostou ! Obrigadão por vir participar !!
      Grande abraço e boa semana !! :)

      Excluir
  27. Sam, eu tolero até demais e é raro eu dar um basta, pois em algumas ocasiões, eu não sei se agi corretamente, daí eu fico me culpando pensando que fui malvada... porquê a vida, melhor dizendo, as pessoas tem que ser tão confusas?
    Tenha uma linda semana! *-*"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Barbie querida !! :)

      Difícil né amiga ? Sentimos esta culpa por acreditarmos que devemos ser sempre benevolentes, e acredito que devemos sim, mas sem nos violentar, sem nos sentir mal e sem permitir que abusem disso. Tudo tem limite e devemos respeitar os nossos, desta forma conseguiremos discernir quando estamos agindo corretamente ou quando estamos num mal dia :)
      Complicado mesmo, mas vamos vivendo e aprendendo :)

      Obrigadíssimo pela presença !
      mega beijosss e uma bela semana pra você :D

      Excluir
  28. Concordo plenamente!!! Boa semana!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nuno ! Fico feliz que tenhamos a mesma opinião sobre o assunto !

      Obrigado pela presença e participação !
      Grande abraço e boa semana !! :D

      Excluir
  29. Amiga Samanta,
    Boa tarde.
    Só consegui ler o seu texto hoje, mas posso dizer que mais uma vez pensei naquele ditado que não devemos fazer aos outros aquilo que não gostariamos que fizessem para nós...
    Assim, melhor realmente nos afastarmos das pessoas que apresentam pensamentos e atitudes que nos desagradam, do que partirmos para um conflito, onde muitas vezes (acredito que na maioria dos casos) essas diferenças apenas se acentuarão.
    Ou seja, voltando a outro ditado que gosto muito, a única forma de se ganhar uma discussão é a evitando.
    Adorei o texto (como se isso fosse novidade...KKKKK).
    Parabéns.
    Abs.,

    Glauco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querido amigo !!! Quanto tempo não papeamos, que bom que veio participar !

      Ah nem esquenta com isso, os amigos são bem vindos a qualquer hora :)
      Pois é amigo, se levássemos em conta esta máxima de não fazer ao outro o que não gostaríamos que fizessem a nós, as relações seriam muito melhores e mais saudáveis !
      Concordo contigo que é melhor evitar conflitos, pois com certas pessoas isso só traz desgaste, mas nenhum resultado...
      Fico feliz que tenha gostado, agradeço muito sua presença e participação !!!

      Grande abraço e boa semana ! Mande beijos para suas princesas :D

      Excluir
  30. Muuuuuito bom, garota, arrasou!!!
    Assino em baixo de cada frase sua.
    Este seu texto deveria ficar na porta da geladeira de muita gente para ser gravado em suas cabecinhas.
    Infelizmente as crenças judaico-cristãs tornaram muitas pessoas assim, com baixa autoestima e vocação para capacho. É sempre bom alertá-las.
    grande beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Atena , que bom recebê-la !!!

      Opaaaa, um elogio vindo de você é que merece ficar na minha geladeira, cabeceira da cama e pela casa afora !! Fico lisonjeada, obrigada ! :)
      Também acredito que certas crenças pecam justamente por negligenciar a razão, fazendo com que as pessoas se anulem sem questionar e sem respeitar seus limites.
      Já fiz muito isso, e sei como é prejudicial, por isso resolvi escrever sobre o assunto :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Mega beijo e boa semana :D

      Excluir
  31. Reflexão...
    Eu ando numa fase assim, colocando na balança algumas coisas.
    A maturidade que adquirimos nos traz esse peso: Será que não estou acumulando coisas que poderiam muito bem ser descartadas??
    Você descreveu muito bem.
    Faz a gente pensar... Tenho certeza que seus leitores vão aproveitar muito o post ;)

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vanda querida !!!

      Concordo contigo, conforme vamos adquirindo mais conhecimentos e ficando mais experientes, começamos a nos questionar e dar mais importância a relações mais construtivas e a deixar de lado mediocridades, como conversamos em um texto seu recentemente.
      Acredito que isso seja muito benéfico para nossa evolução, sem dúvidas é sinal de crescimento e aprendizado ;)

      Obrigada pela presença !
      beijosssssssssss e boa semana ! :D

      Excluir
  32. E como já ajudei e cadê quando precisei? Eu não percebia mas quando a ficha caiu, na época deu uma revolta mas hoje sou boazinha: comigo. Quem precisa realmente de ajuda não pede, como pessoas em dificuldades e nessa hora que precisamos encontrar lugar nosso coração para fazer caridade, ajudar o próximo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá cerejatop !!!

      Exatamente ! uma das situações mais tristes é que quando damos o nosso melhor, mas quando necessitamos.... estas pessoas não estão ao nosso lado, nem sequer se interessam. Também já passei por uma fase de revolta e arrependimento, mas acredito ser normal quando estamos tomando consciência e vendo tudo mais claramente :)
      É preciso estarmos com o coração aberto para ajudar os que realmente necessitam e a mente alerta para perceber quem é apenas oportunista :)

      Obrigadíssimo pela presença !
      Grande abraço e boa semana ! :D

      Excluir
  33. Samantex! rsss

    Eu já estive num ciclo vicioso e entrei sem perceber. Eu não dizia não, quando não é limite (concordo com a mensagem da Z. Gasparetto). É tão facil se perder, especialmente quando somos mais sentimento do que razão. Eu penso que hoje eu mudei bastante, estou muito mais confiante e determinada. Foi um processo de "cura", porque não era daquele jeito, me tornei, saí, passei por provações e amadureci. Pareço até uma plantinha, não é mesmo?!

    BEIJOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hello bela Fadinhaaaa :D

      Assim como você também estive numa relação pra lá de tóxica que quase me custou a vida e também entrei sem perceber justamente por esta atitude de nunca dizer não, de não colocar limites, quando vi, estava enfiada até os cabelos na lama...
      Também vejo que você hoje é uma pessoa super centrada, racional e que sabe equilibrar como ninguém um bom coração com o discernimento para enxergar os abusados, me recordo de um e-mail seu sobre isso, me alertando e aconselhando de uma maneira maravilhosa, segura e correta !
      Você é uma plantinha, cheia de flores, frutos, linda e viçosa !!!

      Obrigadíssimo por vir participar !!
      Muchos beijos estalados na bochecha !! :D

      Excluir
  34. Vixe, tenso isso ein e se a relação em questão for a familia e pior, você mora com os pais e irmã e depende deles para sobreviver?
    Eu tenho 30 anos, nunca trabalhei, nunca fiz faculdade, não tenho amigos a muitos anos, nunca namorei e toda santa vez que tento dizer não é chantagem, ameaça, briga,gritos e pior, se por exemplo, minha mãe fez um cartão adicional para mim, tipo mesada sabe mas toda vez que quer algo ameaça tirar ele de mim dai fica dificil né já que se eu quiser qualquer coisa o cartão é o caminho...tipo, estou na rua fazendo exame e fico com fome dai tem o cartão, meus pais nunca me deram mesada, dinheiro eles não gostam dai é cartão mesmo.
    Hoje eu tento arranjar emprego,envio curriculo mas na boa, quem quer empregar alguém que nunca trabalhou, não fez faculdade,curso tecnico e nem mesmo sabe inglês e tem 30 anos e esta acima do peso? preconceito existe e de todos os tipos acredite, eu sei e senti na pele não imaginação da minha cabeça,
    Me cadastrei em varios sites, mandei curriculos,cheguei a fazer um teste para trabalhar na livraria Saraiva que amo mas tinha uma prova de conhecimentos gerais e dai não passei pois na epoca da escola aconteceu o que aconteceu com varios, não aprendi quase nada isso sim, português pessimo,matematica tipo tabuada e olhe lá e o resto não lembro nada, apagão geral...tentei varias vezes trabalhar no Pão de Açucar,deixei meu curriculo varias vezes e nada, nunca chamaram.
    O Boticario que é onde queria meeeeesmo trabalhar toda vez que deixei meu curriculo lá as atendentes me olhavam de cima a baixo, pediam um curriculo com foto ou não e nunca me chamaram, claro, já quando me olhavam de cima a baixo percebia logo que não iriam me chamar, entra ai o preconceito, não me maquio muito...base é horrivel de tirar e meus olhos não aceitam nada, nem lentes de contato e estou gordinha mas bonita só para constar dai não sou o tipo da loja que tanto amo...
    Enfim, minha relação ruim é a familia e a unica maneira de virar o jogo seria um emprego e ai, como faz? quem iria querer me empregar? só se for de faxineira e nem isso, eles exigem agora experiencia ...dificil ein.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernanda, como vai ? Seja muito bem vinda !

      Como mencionei, algumas relações não temos como nos livrar por motivos de família e até mesmo de necessidade, mas fora destas podemos escolher com quem nos relacionamos de forma mais seletiva.
      Eu também nunca fiz faculdade, nem cursos técnicos e no momento vivo longe da família e dos amigos, este foi o motivo pelo qual criei o blog, para poder me relacionar com as pessoas e criar novas amizades, além de me distrair da solidão e me adaptar melhor a esta nova realidade.
      Arrumar um emprego, na nossa situação, é complicado porque não temos formação, o jeito que arranjei foi me cadastrar em muitos sites e não escolher muito, desde que comecei a trabalhar, nunca escolhi serviço, sempre ia para o que aparecia pois precisava do dinheiro para viver.
      Já trabalhei em papelaria, loja de roupas, de telefonista, de recepcionista, secretária, vendedora de suporta para instrumento musical, e por aí vai, nunca ganhei muito e nem pude escolher função pela falta de uma faculdade, mas pela necessidade, como eu disse, aceitei o que a vida me ofereceu :)
      Estou com 36 anos e ainda não tenho condições financeiras para estudar, mas um dia o farei :) o meu trabalho atual surgiu depois de 8 meses desmpregada e passando necessidade, eu estava participando em uma rede social e o dono sabendo da minha situação me ofereceu um tempo de experiência em atendimento, e lá estou a 1 ano e meio :)
      O preconceito existe, hoje em dia não posso mais voltar ao comércio, afinal ninguém quer uma vendedora de 36 anos, pelo menos a maioria não quer, então vou me ajeitando por aí :)
      Um bom site para empregos é o Infojobs, fiz várias entrevistas por lá e consegui um emprego bem rápido quando me mudei para Sp, além de ser gratuito.
      A vida é mesmo difícil, mas como dizem por aí, a necessidade faz o sapo pular, não desista, continue procurando sua independência financeira, tenho certeza de que isso lhe fará muito bem e se sentirá livre para seguir seus caminhos :)

      Obrigada pela participação !! Grande beijooooo

      Excluir
    2. Olha só que coisa, internet as vezes ajuda bem né....bom, sobre faculdade, vou te contar um segredo, da para fazer mesmo sem dinheiro é que eu tenho medo sabe, sou timida pra caramba e as pesssoas acham isso defeito,esquisitice e dai partem para a ignorancia, batem para machucar feio é horrivel, vi um caso de uma menina que perdeu parte da visão por conta de ser espancada na faculdade e isso por que ...não tem motivo entende, ela não fez nada, absolutamente nada, era timida apenas isso, da medo mesmo mas quando tiver certeza do que quero fazer ai faço faço faculdade...
      É assim, me mandaram um e-mail incrivel falando assim:
      Existem varios campus de faculdade que você pode morar e por lá mesmo bem pertinho arranja emprego facil nem que seja de garçonete e tem as bolsas, claro, ai temos que estudar muiiiiiiito mesmo, coisa que eu nunca fui boa rss mas então,existem jeitos e jeitos acredite, hoje eu sei que mesmo sem dinheiro da para fazer faculdade e olha que eu queria fazer biologia marinha ein, dificil por que para conseguir emprego nessa area precisa de experiencia tipo, varias linguas, empregos anteriores anos e tal mas se for o que quero eu consigo encarar, fora que iria viajar muiiiito,ficar em um barco quase que o tempo todo e nunca entrei num barco, nunca entrei no mar nem mergulhei então tenho que ver ate onde vai esse amor por mar né, se só vai até a piscina ou além...
      Mas tudo é possivel, se quiser fazer uma faculdade vai atrás tem bolsas de estudo, campus, tanta coisa...espero ter ajudado pois me ajudaram com isso então estou repassando apenas.
      Abraço grande

      Excluir
    3. Olá Fernanda !!! Obrigada pelas dicas, preciso pesquisar mais porque não posso ficar estudando em tempo integral, preciso trabalhar para me sustentar, e tenho marido e casa para cuidar. No momento estou sem recursos para condução, refeição etc, estas despesas que estudar dá mesmo sem mensalidade, mas quando as coisas melhorarem, vou fazer com certeza :)
      Se é isso que você deseja, não desanime, quando fazemos algo que gostamos sem dúvidas fazemos bem, com dedicação e nos sacrificamos se necessário com alegria e satisfação :)
      Agradeço seu retorno , apoio e incentivo !!

      Super beijoooo :D

      Excluir
  35. Oi, Sam. Adorei a postagem. Gosto muito de estudar o comportamento humano para entender melhor como as pessoas são e como lidar com elas. Vejo que todos tem problemas e que também buscam resolvê-los. Mas eu entendo, por experiência de vida e de leitura, que os outros apenas reagem às nossas atitudes. Os outros são para nós aquilo que demostramos ser para eles. Quando nos fazemos de dependentes, atraimos pessoas dominantes. É a lei da atração. Quando estamos bem e confiantes, ningúem nos abate e não importamos com o que pensam de nós e consiguimos nos defender dessas pessoas. Pelo menos isso funciona comigo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sueli querida , que bom que gostou ! :)

      Também sou uma apaixonada pelo comportamento humano,cada nuance me intriga e fascina, seja ela boa ou má :)
      Concordo contigo, por isso acredito que quando somos bonzinhos demais ou adotamos a postura de salvador que mencionei, nos transformamos praticamente em imãs de abusados, já quando impomos limites, conseguimos filtrar mais quem se aproxima de nós, não dando oportunidade para pessoas tóxicas, por isso é tão importante nossa atitude diante da vida, das situações e das pessoas :)

      Obrigadíssimo pela presença !
      Grande beijo e bom restinho de semana !! :D

      Excluir
  36. Numa palavra, Samanta, você foi magistral!
    Conseguiu falar desse assunto tão complicado de uma forma clara e direta. É realmente muito complicado conseguir se distanciar desses "vampiros" que nos sugam alegria de viver, tolerância, compreensão e mais tudo que a gente tenha disponível. E depois ainda ter de aguentar as consequências. Como você, já passei por situações dessas em que a gente chuta o pau da barraca com pessoas que só fazem mal e depois ainda tem que ouvir a 'versão' da pessoa, espalhada em trocentas bocas.
    Pessoas que valem a pena são aquelas que você ouve e apoia nos momentos difíceis e sabe que nem precisará pedir, terá a mesma compreensão e apoio quando precisar também.Que vão compartilhar a alegria das coisas boas só porque aconteceram com você e você igualmente vai ficar feliz por coisas boas acontecerem a elas.
    Um abração pra você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hellooo amiga !!! :D

      Fico muito feliz com seu elogio, pois sei como é sincera, transparente e inteligente :) Obrigada ! :D
      Pois é exatamente como disse, além te termos esta dificuldade em deixar para trás estas pessoas, aprender a colocar limites, etc ainda temos que sofrer as consequências deste tipo de gente que geralmente não respeita e nem entende nossas escolhas...
      É um preço dolorido, mas creio ser baixo se comparado à liberdade de poder escolher quem mantemos ao nosso lado :)
      Sua definição das pessoas que valem a pena é perfeita, vejo desta forma também, são relações sinceras, saudáveis, construtivas e onde existe o companheirismo e não tem espaço para mesquinhez ou inveja :)

      Amiga, valeu pela presença e participação :D
      Grande beijooooo

      Excluir
  37. Ai Sam, desculpe, não sabia que você já tem casa,marido, ai as coisas complicam mesmo, enfim, tomara que uma hora você consiga fazer faculdade...eu com certeza, se esse for o meu caminho vou atrás, por agora estou cuidando do meu pé e dai vou atrás para aprender inglês, quero muito e preciso, obrigada pela dica do site de emprego vou me cadastrar sim.
    Abraço grande.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernanda !! Ah nem esquenta, acabamos de nos conhecer, não tinha como você saber dos destalhes :) Fiquei feliz com seu interesse a boa vontade em ajudar, é assim que surgem boas trocas e interações de qualidade :)
      É isso aí, cuide do seu pé, fique bem, aproveite este tempo para pensar sobre o assunto, refletir sobre o que irá fazer e depois siga em frente atrás do que deseja :)
      Eu gostei muito do site, recebi vários convites e quando cheguei aqui em SP, em 3 meses já estava trabalhando :) Boa sorte !!
      beijossssssss

      Excluir
  38. Bom dia Samanta, tudo bem?
    O sim ou o não, é uma resposta e uma decisão que tomamos todos os dias e em vários segmentos de nossas vidas. (Poderia ter lido seu texto e NÃO comentado, mas decidi SIM em comentar e merece pela qualidade do texto)
    Posso dizer sim ou não a uma oportunidade de emprego, a um amor, convite de amizade e assim por diante.
    O resultado da resposta (sim ou não) é escolha e de nossa única responsabilidade.
    Se disse sim na hora errada, ok, peça desculpas, se perdoe e francamente diga não. Há muitas pessoas que dizem nnnnnnnnnnããããão! E a gente de cara percebe que é um siiiiiiiim! E a muitas pessoas que conseguem dizer não, terminar uma relação como deveria, mas no primeiro momento de solidão, vem a recaída, um telefonema, um bate papo, umas promessas, e pronto, o não reverteu-se em sim e a vida segue aos trancos e barrancos.
    Forte abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Nestor, tudo bem e contigo ? Que bom que veio participar ! :D

      Concordo com sua colocação, o sim e o não são escolhas diárias que fazemos a todo momento, acredito que muitos não dá a devida importância a estes atos que podem até mudar nossa vida por completo, não é mesmo :)
      E também penso que isso é uma responsabilidade nossa, se escolhemos errado, como disse, o jeito é consertar, pedir desculpas e aceitar que erros fazer parte da nossa evolução, e seguirmos em frente :)
      Estas situações que mencionou realmente são muito constantes, acho que esta indecisão ou falta de firmeza pode nos complicar às vezes...

      Obrigadíssimo pela presença !!
      Um enorme abraço e bom restinho de semana ! :D

      Excluir
  39. Samanta, voce sentiu tudo que eu quis dizer e mais um pouco chegaria na real situação. Os versos tem sido doídos sim. Eu coloquei os links dos anteriores, são sequencias. Este já é o 4o. Não sei como chamar a atenção dele, mas espero que meu nome seja levado até ele pelo senhor do destino.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia bela e doce Fadinha !!! :)

      Muito emocionantes e intensos seus versos, vou voltar para ver a sequência, pois mesmo nesta situação conflitante, você soube passar para nós tudo com uma beleza visceral ! Lindo demais, espero que o Sr do Destino reconheça seu merecimento e leve seu nome o mais rápido possível :) Beijos no coração S2

      Excluir
  40. Ei Sammy querida,

    Texto perfeito, como sempre. Creio que perdão e compreensão não podem ser confundidos com auto destruição, tenho enorme facilidade em compreender e perdoar, assim como tenho imensa facilidade em cortar sem culpas ou dramas aquilo que identifico não estar me fazendo bem, você é testemunha disto pois me conhece um pouco. Temos imensa responsabilidade para com aqueles que cativamos, mas esta responsabilidade não pode ser maior do que a responsabilidade que temos para conosco, as duas responsabilidades precisam caminhar equilibradas, se pender muito mais para um dos lados, algo vai dar errado. Vivi uma única vez na vida uma situação da qual foi difícil me desvencilhar e seria para qualquer um que a tivesse vivenciado e por experiencia própria sei que as relações com pessoas doentias devem ser evitado de se iniciarem, é preciso estarmos atentos aos sinais que nos emitem e cortar o mais rápido possível, antes que os vínculos se estabeleçam, do contrário se inadvertidamente estabelecermos vínculos com pessoas cuja personalidade é destrutiva, possessiva, competitiva ou danosa em algum aspecto, não tentemos salva-los ou salvar tal relação, pois a possibilidade de sermos massacrados é grande. Uma visão bem clara das responsabilidades e posturas individuais ajuda muito a definir nosso papel e a nos responsabilizarmos somente pelo que é nossa responsabilidade, pessoas tem uma certa tendencia em não se responsabilizarem pelos seus atos, atribuindo aos outros aquilo que lhes cabe, uma visão clara disto nos protege sempre. Porém, saliento que, ter as responsabilidades definidas não significa culpar ou punir o outros, apenas nos resguardar e sem críticas ou pequenas vinganças, trilharmos nosso caminho em serenidade com a confiança de que sabemos nos cuidar e nos esquivar do que não vale nosso empenho.

    Beijo imenso, amiga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olááá Van querida ! Que bom que gostou !! :D

      Perfeita sua colocação perdão e compreensão não devem ser confundidos com auto destruição, é preciso estarmos atentos para este limite, pois existem por aí muitos oportunistas querendo apenas relações prejudiciais para alimentar seu prazer em levar todos com ele para seu caos interno...
      Não é egoísmo cuidarmos de nós, nos amarmos, afinal se não nos amarmos primeiro....quem amará ? Quando temos esta consciência e respeitamos nossos limites e desejos podemos agir sem medo de errar ao tirar da nossa vida alguém que não agrega nada ou que nos prejudica de alguma forma :)
      Também já estive neste tipo de relação e hoje vejo que a responsabilidade foi toda minha, eu que abri as portas para a pessoa entrar e depois demorei a aprender em como lidar com isso com firmeza e inteligência, no fim foi um desgaste imenso que não serviu absolutamente para nada a não ser para me ensinar a lição de que é preciso sim, ser seletivo e ter amor próprio :)
      Gostei muito da sua observação final, que esta consciência não se perca nas convicções errôneas de que podemos ou devemos punir ou prejudicar as pessoas e sim nos dar direção para seguirmos nosso caminho sem fazer mal a ninguém e sem permitir que o façam conosco :)

      Obrigadíssimo pela presença e carinho, Flor, adorei o papo, como sempre !
      Muitos beijos e que seu fim de semana seja ótimo ! :D

      Excluir
  41. Olá Sam.

    Como sempre seus artigos são ótimos, gosto muito de ler eles.
    Também acho muito importante valorizarmos a nós mesmos, não quer dizer que nós devemos menosprezar e tratar mal a quem estar ao nosso redor, mas sim que devemos deixar algumas pessoas como secundárias, pricipalmente daquelas que não nos faz nenhum bem.
    Esse artigo é ótimo para algumas pessoas, vou recomendar ele como uma forma de gratidão :)

    Um bom fim de semana para você e um grande abraço!
    Até mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Herlan, que bom vê-lo por aqui :)

      Fico feliz que aprecie os textos, sua opinião é muito importante pois respeito e admiro seu trabalho na blogosfera :)
      Perfeita sua colocação, é muito importante ter esta consciência de que devemos colocar limites, mas isso não significa maltratar ou prejudicar aqueles com os quais não desejamos conviver.
      Achei ótima sua dica de deixar certas pessoas como secundárias, realmente é uma boa forma de não nos envolvermos demais com pessoas nocivas em situações onde não podemos tirá-las por completo de nossas vidas, assim não nos desgastamos demais :)

      Obrigadíssimo pela presença, participação e pelo interesse em recomendar :)
      Grande abraço e bom fim de semana ! :)

      Excluir
  42. Hello querida Sam!!

    Já estava agoniada para vir aqui no blog...rsrs

    Concordo plenamente, começar a dizer NÃO faz bem a vida mesmo que no começo machuque. Realmente ser seletiva nós dias de hoje é preciso. Manter amizades, relacionamentos qualquer vínculo com quem não presta vira algo desgastante, e como você disse por ter experiência própria as pessoas julgam fazem de tudo pra te deixar na lona, no entanto somente você sabe como se sentia em ter que conviver em meio à falsidade, agüentar certas coisas só para ver o outro contente, é se doar demais por nada. Primeiramente temos que pensar em nós mesmo, quantas vezes vi garotas mudarem do nada para agradar o namorado, outras garotas mudarem de personalidade só para chamar a atenção da garota mais popular da escola, as pessoas estão deixando de ser elas mesmas para viver uma imagem pública, “quero ser admirada e vista pelos olhos dos outros”, isso tem que parar de acontecer, ser realista consigo mesmo atrairá pessoas leais com quem a convivência será fácil de lidar, o mundo ficara bem mais colorido se cada um dar a sua própria pincelada se cada um ter uma imagem de si. Não podemos é querer á todo momento agradar a um e a outro se não quando notarmos a vida terá passado e estaremos infelizes e sem nenhuma realização. Eu antigamente era muito boazinha, era do tipo que gostava de agradar a todos a ingênua, percebi que estavam aproveitando demais da minha inocência, porque não via maldade nas pessoas é nem queria, porém com o tempo minha ficha foi caindo, notei a maldade de longe nas pessoas e fui apreendo que o melhor caminho era sempre ser eu em todos os momentos, me livrei de várias pessoas que só estavam tomando meu tempo, algumas ficaram indignadas com as verdades que falei outras revoltadas e querendo me destruir de qualquer maneira, tudo eu superei e segui em frente, pois sabia que o mundo e grande é por mais que tenha poucas amizades sei que são verdadeiras é gostam de mim, é sou o dobro de feliz hoje do que quando tinha um monte de gente inútil ao meu lado, falsidade não e comigo. A vida nós ensina a melhor forma de sobreviver, todos vamos quebrar a cabeça, sofrer com desilusões, mas não ficar repetindo os mesmos erros, temos que viver para nossa felicidade, para convivermos em paz conosco mesmo.

    Seus textos são apaixonantes...rsrs

    Sua opinião sobre o ser o humano é tão fasto que fico surpresa a cada texto, é uma perspectiva incrível a sua. Estou maravilhada....rsrs

    Parabéns por cada fez escrever de coração e ser tão perfeita. Adorei.

    Muito obrigada por ter me colocado no Top Comentarista, eu só estou ali no cantinho por seu próprio mérito Sam, se você não escreve tão bem e sempre estar tocando em assuntos que ativam minha mente eu não estaria ali. Tudo mérito seu, porque pra mim é uma satisfação participar cada fez mais em seu blog.

    Tenha um belo final de semana...

    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helloooo amiga !!! Oba, que bom que chegou para batermos um papo !! adorooo :D

      Pois é, dizer não é difícil a beça em certas situações, mas precisamos nos respeitar primeiro para poder conquistar o respeito alheio :)
      A maioria das pessoas toxicas não recebe muito bem nossa decisão de nos afastarmos... porque para eles estas relações doentias dão prazer, mas como você disse, só nós sabemos como aquilo nos maltratava e fazia mal...
      Ótimos exemplos que nos trouxe, é muito triste quando vemos alguém deixando de ser quem é para agradar um namorado ou alguém, se esta pessoa realmente gosta da gente, vai ser pelo que somos e não pelo personagem que criamos para sermos aceitos... Isso é desgastante demais, porque requer esforço constante e diário, e no fim, podemos até esquecer quem realmente somos e nos tranformarmos em uma espécie de zumbi, sem vontade própria, sem auto estima alguma, porque vivendo assim, vamos minando nosso amor próprio...
      Quando somos nós mesmo com qualidades e defeitos, atraimos, como disse, relações mais transparentes e construtivas, porque não há espaço para mentiras ou ilusões ;)
      Assim como você percebi que me doava demais, não que isso seja ruim, mas tem certas pessoas que se aproveitam disso e nos fazem mal, abusam da nossa boa vontade e no fim, estamos exaustos e frustrados... Aos poucos estou mudando e sendo mais seletiva, procurando me doar para quem realmente merece e sabe contribuir para uma relação sadia ;)
      Compartilho de sua experiência, também me sinto bem melhor hoje sem manter ao meu lado pessoas que não me agregavam nada... é complicado quando tomamos a decisão, você pôde sentir isso na pele quando tentaram te atacar de qualquer maneira, mas foi inteligente e forte para seguir em frente até passar a tormenta ;)
      Sua colocação final é perfeita ! Todos teremos nossos desafios e dificuldades, a vida é assim e precisamos de erros e acertos para aprender, mas tudo tem uma lição para nós, justamente para seguirmos sem repetir os erros passados :)

      Eu amo o comportamento humano, as pessoas são tão ricas neste aspecto que todos os dias fico intrigada com isso e acabo escrevendo sobre rsrs Fico muito feliz que goste !!!
      Aproveito para lhe agradecer por sempre vir aqui, participar com seus comentários maravilhosos, compartilhar conosco suas experiências e complementar as postagens, sua presença sempre me motiva e me faz sentir o quanto esta simples atividade de blogar é enriquecedora, fico sempre motivada quando nos falamos :)
      tenho grande carinho e admiração por você, aprendi muita coisa com nosso papos e lhe considero uma pessoa de imenso valor, fico honrada de tê-la conhecido ! Obrigado por tudo mesmo !!

      Um mega beijãoooo e que sua semana seja ótima !! :D

      Excluir
    2. Amigaaa, eu fui colocar o banner de uma colega e acabei sumindo com um pedaço do código do seu banner, mas já arrumei viu ?? Sorry rsrs Não sei o que eu arrumei que quando vi o código estava capenga hehehe Beijossssssssssss

      Excluir
  43. Querida amiga Sam.
    Um artigo de grande reflexão.
    Concodo plenamente que não podemos ser a palmatória do mundo.
    Estar dizendo amém para tudo e para todos, quando o certo seria pensarmos mais em nós,sem egoísmo.
    Não podemos evitar todas as pedras do caminho,mais certamente selecionar aquelas que apenas estão na nossa vida para tropeçarmos.
    Adorei o texto,como tudo que você escreve e tem sido na prática grandes lições de vida!!!
    Desculpe a demora, amigos tardam mais não falham...
    Um excelente domingo.
    Beijos com muito carinho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alba querida amiga, que saudades !!!

      Gostei muito da frase que nos trouxe, não podemos mesmo evitar as pedras no caminho , mas podemos e devemos ser mais seletivos e escolher quais são mesmo necessárias em nossa caminhada, que mesmo com as dificuldades da convivência nos trazem algo de bom e construtivo :)
      Fico muito feliz que tenha gostado, sua opinião é muito importante pra mim, pois lhe considero e admiro muito !!

      Ah nem esquenta com atrasos, os amigos são sempre bem vindos e eu sou a última neste mundo que pode falar de atraso kkk sou a mestre das atrasildas rsrs

      Obrigadíssimo pela presença !
      Um super mega beijooo e que sua semana seja ótima !! :D

      Excluir
  44. Oi Sam.. se todos nós tivessemos um sinal na testa seria fácil saber distinguir quem se aproxima de nós o que o faz estar tentando um relacionamento.. no fundo o que quer o que pertende...como isso é impossivel..temos que acima de tudo ter o dom de analisar...e mesmo assim existe o erro..o tal erro que até nos pode confundir...será que ele ou ela e assim ou assado..será que sou eu que estou ver as coisas do lado errado...
    Repare quantas pessoas passam pela nossa vida..e as que ficam para sempre dentro de nós..
    Mesmo assim temos que ter a nocao que aprendemos com os que nos querem bem e nos querem mal..
    todos eles deixam em nos marcas as positivas nos aproveitamos as negativas levam-nos até a dizer obrigado meu " FILHO DA MAE" assim a procederes dessa forma.. nao vais a lugar nenhum....e quantas vezes sorrimos...xau xau fica ai que tens a barriga grande..nariz impinado.
    olhe .....fico por aqui.. pois aquilo que aqui li dava muitas sugestoes..
    Viver cada um o melhor que possa.. de preferencia rodeado de gente boa feliz e amorosa..tentar sempre ajudar os que nos rodeiam e olhar para os outros de uma forma sempre positiva ..encorajando eles os mais fracos que tambem eles sao capazes..e seria bem bom vivermos todos juntos em paz
    sem inveja sem odios e sem passar por cima uns dos outros para alcancarmos objectivos..que muitas vezes so sao conseguidos atraves da maldade.... o MELHOR DESTA VIDA É O RESPEITO UNS PELOS OUTROS....e cada um sera o que Deus quiser que seja...

    bom domingo..desculpe se disse alguma coisa errada..mas quis comentar o seu blog
    Um abraco
    Rui

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rui, como vai ? seja sempre muito bem vindo :)

      Verdade o que disse, mesmo que tenhamos uma boa intuição e sejamos cuidadosos, vez ou outra poderemos cometer erros de julgamento ou sermos enganados por alguém. Não temos como ter 100% de certeza sobre isso, é possível fazer a nossa parte tentando ser observador e cauteloso, mas isso não nos livra de tudo ;)
      Concordo contigo, todos os que passam pela nossa vida deixam suas lições, temos que aproveitar esta oportunidade de evolução e tentar não cometer os mesmo erros e aprimorar nossos acertos ;)
      Sua dica de vida é muito importante, seguir ao lado daqueles que nos acrescentam, tentar ajudar sempre que possível pois é esta solidariedade que faz o mundo melhor ! Para isso podemos usar de bom senso e discernimento para identificar aqueles que só tem como objetivo nos prejudicar e assim nos dedicarmos mais a quem realmente está aberto para ser auxiliado.
      Se levarmos conosco esta consciência de nos respeitarmos, sem dúvidas estaremos contribuindo para um mundo melhor :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação :)
      Fico feliz que tenha se interessado em comentar, sinta-se em casa :)
      Grande abraço e boa semana !

      Excluir
  45. Olá tudo bem?
    De fato não podemos amar alguém se não gostarmos de nós mesmos.
    Quanto as relações de amizade a tolerância tem que ser menor. Alguém que nos faz mal, apenas se utiliza da gente e quando não convém descarta sem dúvida não é uma amizade saudável, e por isso, devemos descartá-la. Respeito é a base de tudo, mas relacionamentos humanos não existem ou mesmo evoluem em cima de cartilhas, por isso, deve ser tão complicado. Mais um ótimo texto. Grande abraço e excelente final de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cidadão, tudo jóia e contigo ?

      Pois é amigo, ninguém está livre de se envolver em relações tóxicas, mas é preciso sairmos delas assim que possível, pois existem pessoas que só querem se aproveitar ou então nos prejudicar, sem intenção alguma de contribuir para uma interação saudável e construtiva.
      Relacionamentos humanos são mesmo terreno complexo e necessário para nosso aprendizado, vamos errando, acertando e construindo nossas relações da melhor maneira possível :)

      Fico feliz que tenha gostado !
      Obrigado pela participação, um enorme abraço e boa semana :D

      Excluir
  46. Hello! After visiting your blog, I invite you to join us in the "International Directory Blogspot"
    For this is the very simple, just follow our blog, enter your Country, your blog url, and you will automatically integrate into the Country list.
    We are fortunate to be on the Blogspot platform that offers the opportunity to speak to the world to share with us the different passions, fashion, paintings, artwork, photos, poems and so be able to find in other countries people with similar passions.
    I think this community could also interest you.
    We ask that you follow the blog "Directory"
    Follow our blog gives you twice as many possibilities of visits to your blog! Thank you for your understanding
    Please follow our blog is very appreciate
    Have a great day with the hope that you follow our blog "Directory".
    After your approval to join us, you will receive your badge
    Regards
    Chris
    I follow you blog
    To find out, click on the link below:
    http://world-directory-sweetmelody.blogspot.com/

    Olá! Depois de visitar o seu blog, convido-vos a se juntar a nós no "Blogspot Diretório Internacional"
    Para isso é algo muito simples, basta seguir o nosso blog, digite seu País, seu url do blog, e você será automaticamente integrar a lista de países.
    Temos a sorte de estar na plataforma Blogspot, que oferece a oportunidade de falar ao mundo para compartilhar conosco as paixões diferentes, moda, pinturas, ilustrações, fotos, poemas e assim ser capaz de encontrar em outros países pessoas com paixões semelhantes.
    Eu acho que esta comunidade também poderia interessá-lo.
    Tenha um ótimo dia com a esperança de que você siga o nosso blog "Directory".
    Após a sua aprovação para se juntar a nós, você vai receber o seu crachá
    Atenciosamente
    Chris
    Para descobrir, clique no link abaixo:
    http://world-directory-sweetmelody.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá !! Achei muito interessante sua proposta, gosto muito de conhecer novas comunidades, ainda mais quando são compostas de blogueiros :)

      Obrigado pelo convite, em breve vou conhecer o espaço ;)
      Grande abraço e boa semana !! :D

      Excluir
  47. Bom dia Sam, são 1:10 da madrugada de 05 de junho... Resolvi iniciar uma viagem pelos blogs dos amigos da rede, e me deparei com sua postagem, sou obrigada a concordar com você, pessoas 'sangue-ruins' estão em toda parte. Fugir dos verdadeiros aproveitadores, sanguessugas pode ser fácil, porém difícil será identificá-los, já que na vida encontramos com muito 'lobo em pele de cordeiro'. Essa semana lembro ter lido algo do tipo "Quer conhecer um amor verdadeiro? Ame-se", seria muito fácil se pudéssemos nos livrar de tudo que nos desagrada e nos contamina com um estalar de dedos, não! No entanto na vida temos que saber administrar algumas situações, procuro seguir a linha de construir amizades e somar aprendizados, já sou muito solitária por trás de meu monitor para me isolar também dentro do mundo que resolvi me mostrar como sou, aceito muitas pessoas como amigos, mas é claro que dentre elas existem um ou outro "espirito de porco". Não sei como podemos avaliar o modelo certo de amigo, quais as virtudes e qualidades que esperamos ver neles, quais defeitos são inaceitáveis, como ter a coragem de ser um juiz para julgar o certo ou errado? Quando sequer temos a capacidade de nos policiar em algumas situações... É, cara Sam, ser um ser social, nos traz prazer e aborrecimentos, na mesma proporção,não é!
    Vamos nos proteger, utilizando um escudo de energias positivas, para assim destruir o inimigo e deixá-lo desesperado por nossa indiferença!
    Um grande abraço para ti, e tenho sentido falta de você em meu blog...
    Grande carinho, sempre!

    ResponderExcluir
  48. Bom dia Sam, são 1:10 da madrugada de 05 de junho... Resolvi iniciar uma viagem pelos blogs dos amigos da rede, e me deparei com sua postagem, sou obrigada a concordar com você, pessoas 'sangue-ruins' estão em toda parte. Fugir dos verdadeiros aproveitadores, sanguessugas pode ser fácil, porém difícil será identificá-los, já que na vida encontramos com muito 'lobo em pele de cordeiro'. Essa semana lembro ter lido algo do tipo "Quer conhecer um amor verdadeiro? Ame-se", seria muito fácil se pudéssemos nos livrar de tudo que nos desagrada e nos contamina com um estalar de dedos, não! No entanto na vida temos que saber administrar algumas situações, procuro seguir a linha de construir amizades e somar aprendizados, já sou muito solitária por trás de meu monitor para me isolar também dentro do mundo que resolvi me mostrar como sou, aceito muitas pessoas como amigos, mas é claro que dentre elas existem um ou outro "espirito de porco". Não sei como podemos avaliar o modelo certo de amigo, quais as virtudes e qualidades que esperamos ver neles, quais defeitos são inaceitáveis, como ter a coragem de ser um juiz para julgar o certo ou errado? Quando sequer temos a capacidade de nos policiar em algumas situações... É, cara Sam, ser um ser social, nos traz prazer e aborrecimentos, na mesma proporção,não é!
    Vamos nos proteger, utilizando um escudo de energias positivas, para assim destruir o inimigo e deixá-lo desesperado por nossa indiferença!
    Um grande abraço para ti, e tenho sentido falta de você em meu blog...
    Grande carinho, sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Janna querida, como vai ?? Fico feliz que tenha vindo participar ! :)

      Ótima definição, é isso aí, sangue-ruim mesmo !! Pois é amiga, não é nada fácil saber quem está com más intenções, geralmente já descobrimos quando estamos envolvidos, então o jeito é nos afastarmos assim que nos dermos conta disso a fim de evitar males maiores :)
      Concordo contigo, em diversas situações como trabalho e família, não temos como nos livrar de certas pessoas e nem julgar os defeitos alheios, podemos apenas respeitar nosso limites e não cultivar relações que nos fazem mal ou prejudicam, selecionando assim com quem vamos lidar e conviver sem precisar nos anular. Toda convivência tem problemas, cabe a nós saber quais suportamos e quais são normais e necessários para crescimento de ambos, estes sim constróem relações saudáveis :)
      Como você disse, vamos nos proteger, manter uma atitude positiva e seguir em frente ! :D

      Estou um pouco enrolada no trabalho, mas em breve apareço por lá no seu blog para papearmos mais :)
      Um super beijo e obrigado pela presença !!
      tenha uma linda semana ! :)

      Excluir
  49. Olá janna. Boa tarde.
    Acabo de ler seu comentário no meu e-mail e não pude deixar de fazer algumas observações.
    Sou nova na blogosfera embora já não seja jovem. Sou portuguesa.
    Concordo plenamente quando escreve "encontramos muito lobo em pele de cordeiro". Mas, tal como a janna diz, por vezes, o mais difícil é saber identificá-los. Porém, existem situações graves e às quais não podemos fugir: aquele lobo que nos cerca por todos os lados para não deixar fugir a "sua" presa. E, por mais que procuremos, não encontraremos nunca um esconderijo onde nos sintamos protegidos/as. E voltamos ao mesmo: de acordo com as situações e circunstâncias vestem a "pele de cordeiro". Em português essa atitude tem um nome: "hipocrisia".
    Infelizmente conheço pessoas com dupla ou tripla personalidade e o melhor mesmo é não dar troco ou adotar total indiferença para não sairmos mais machucados.
    Quanto às amizades verdadeiras e com letra Grande será que ainda existem? Quero acreditar que sim. Porém, essa amizade que se dá, do fundo do coração, sem esperar nada em troca, penso que está em vias de extinção.
    Gostei muito do seu comentário e do seu ponto de vista e não resisti a escrever algumas palavras.
    Beijinho e boa semana.

    ResponderExcluir
  50. Samanta,
    Posso te pedir um favor? na verdade uma opinião sua?
    É que, ainda acho que meu blog não esta intimista entende, algo no estilo diario dai estou mudando coisas no blog de testes, vê o tema que coloquei lá e me diz se acha que devo por ele no blog oficial ou não? poooor favor, estou com duvidas terriveis rss
    O blog é esse:
    http://umdeblogteste.blogspot.com.br/

    Se puder agradeço muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernanda como vai ? Tudo bem contigo ? ;)

      Dei uma olhada e fiquei dividida, gosto mais do cabeçalho e slide de fotos do atual, a fonte do nome e a disposição da barra de menu, já no blog de testes gostei das fontes e do visual das postagens e da disposição e organização da sidebar :)
      E você, o que prefere ?

      Grande beijo e que sua semana seja ótima :)

      Excluir
  51. ummm eu acho que a fonte poderia mudar, tenho que ver como eu mudo....
    Digo da sidebar vou ver isso quem sabe consigo mudar rsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São muitos bonitas as fontes que estão no blog de testes, mas também gosto das do seu blog rsrsrs fiquei dividida e não ajudei em nada né kkk desculpe viu, mas é difícil escolher :) beijosssss

      Excluir
  52. Olha, se eu soubesse como unir os dois seria otimo mas não to conseguindo então...o visual das postagens seria bom mas não consigo por no oficial...vou arrumando, as fontes dei uma arrumada, esta mais ou menos mas esta melhor,
    obrigada Samanta pela ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernanda !! Bom dia ! :)

      No site Mundo Blogger existem uns tutoriais que se chamam - Desmembrando a área..... - Nestes artigos eles explicam todo o Html de uma determinada parte e ensinam a personalizar ou modificar como você quiser, de repente isso te ajuda, são muito bons ! :)

      Beijossssss e boa Quarta !! :D

      Excluir
  53. Oi Samanta,
    Só para te dizer que eu consegui dar uma mudada, os posts mudei a fonte dos titulos, fazer como no outro não consegui, mas da uma olhada no blog oficial, ta bonito rsss ainda estou arrumando mais quem sabe eu consigo.
    Sabe aquelas imagens que ficam lá em cima? os slides ou galeria não sei que nome dá então, eu aprendi num blog que vende os temas maaas ensinam como faz algumas coisas que tem nos temas pagos o que é otimooooo esta tudo em inglês mas eu consegui fazer, sabe como faz? no photoshop eu adorei isso é simples e super legal, depois coloca no flickr, copia um codigo e pronto....depois te passo o link, ainda acho que vou escrever um post só sobre isso por que ameiiii aquele site e os tutoriais,são faceis e legais de fazer, mas vou nessse blog que você falou sim,adoro ver coisas sobre blog, acho que fiquei viciada sabe ehehehee
    Abraço grande e...quando veremos mais posts por aqui?
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernanda !! :)

      Após o trabalho vou lá ver como estão ficando suas alterações ;) Depois me passe o site que conheceu, adoro este tipo de informação é sempre bom aprender mais para personalizar o blog :D Ou então aguardo para ver a sua postagem sobre o assunto !
      Eu amo o Mundo Blogger, todos os tutoriais que usei lá deram certo e a linguagem é bem objetiva e fácil de usar para nós que somos leigas :)
      Estou postando só de 15 em 15 dias porque além de estar trabalhando bastante, eu só coloco um artigo no ar depois de retribuir todos os comentaristas, e isso leva um tempão :)
      Mas já tem artigo pronto para Domingo :)

      beijosssssssssssssss

      Excluir
  54. És imensa no sentir...


    Doce beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Profeta !! seja sempre muito bem vindo !!

      Obrigado pelo carinho, presença e participação !! :D

      Grande beijo e um belo feriado para você e os seus :)

      Excluir
  55. Convido-te a conhecer um Homem de papel
    Convido-te a olhá-lo num espelho de água

    Bom fim de semana

    Mágico beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Profeta !!! Se este convite me leva ao seu espaço para mais um leitora encantadora como a que li estes dias, sem dúvidas aceito com muito gosto ! :) Logo chego por lá para apreciar seus escritos :)
      Obrigado pela lembrança , grande abraço e bom fim de semana :D

      Excluir
  56. La vida es más bella.
    besos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lúcia querida !! Com certeza !! :)

      Obrigado pelo carinho, presença e participação,
      Beijosss e um ótimo restinho de semana pra você :D

      Excluir
  57. Boa tarde, Sam. Se você tivesse a ideia do quanto esse texto veio de encontro a mim, você ficaria surpresa!
    Vivo situação de desgaste com certas pessoas que não assumem que estão erradas, que já me ofenderam e muito, fizeram coisas injustificáveis tudo em nome de um ciúme infundado.
    A situação é tão crítica, que a pedido da pessoa eu não fui mais a casa dela, mas devido a um motivo de doença de um morador da mesma casa, a pessoa que antes havia me ofendido, e eu sem dizer uma palavra por respeito(antes disesse), pois até hoje está tudo engasgado na minha garganta me fazendo mal, fui.
    Eu volteie tentei rec onstruir uma relação boa, até tentei limpar o meu coração, pensei que tivesse conseguido, mas marcou tanto que até hoje tenho uma mescla de ira e bom sentimento.
    Enfim, desabafo com a pessoa que não deveria ouvir nada do que ouve, transfiro, caso contrário, teria um infarto.
    A pessoa ofensiva é tão sem noção, que justifica tudo o que diz por estar doente.
    A minha mãe também estava e foi pro céu, e nem por isso tratava os outros de modo grosseiro ou ia na casa delas fazer escândalo.
    É uma história que só por e-mail para conversar contigo, caso queira, mas é totalmente desgastante, e eu muito burra de ter voltado e acreditado que as coisas seriam diferentes como estava parecendo ser.
    Para ela, não se pode falar a verdade, ainda que ruim sobre alguém que ela ama, pois passa a mão na cabeça.
    Nesse dia eu dei mesmo a minha opinião, fui firme e fui falar com a pessoa que queria.
    Fiz na época um poema chamado "PERDÃO" que está postado no meu blog.
    Gostaria até que você lesse, e emitisse a sua opinião, caso queira.
    Fiz para desabafar, e porque não gosto das falas de perdão, sendo as mesmas hipócritas.
    Beijo grande na sua alma!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLá Patrícia, como vai ? Que bom que veio participar :D

      A sua situação deve ser mesmo exaustiva pois nota-se que você tem bom coração e uma vontade sincera de que a relação seja mais amigável e tranquila... Infelizmente algumas pessoas parecem gostar de agir desta forma, não procuram refletir nem melhorar.
      Com elas fica difícil lidarmos, pois por mais que ofereçamos o nosso melhor , muitos nunca mudam. Não conseguem ser imparciais e nem racionais em certos casos, como você disse, usam até de doença para justificar o que fazem.
      Assim como você, não acho que doença ou qualquer outra coisa justifique maltratar alguém, às vezes erramos, claro, mas a diferença entre as pessoas está nesta vontade de mudar e melhorar, ou não.
      Já convivi com muita gente assim, e de vez em quando ainda me pego envolvida nestas situações, pois sempre acho que na próxima vez vai ser diferente, que a pessoa pode estar em um momento ruim, etc, mas estou aprendendo a analisar melhor e perceber quando a pessoa é egoísta mesmo ou quando só estava em uma fase ruim.
      Infelizmente em alguns casos, não tem jeito mesmo, a gente se desdobra mas nada muda e no fim, somos nós que saímos machucados e desgastados... O melhor é, se possível (pois em alguns casos não dá...) é sair fora da relação, deixar pra lá e tirar esta pessoa de nossos círculos, uma vez agi assim e para minha surpresa, esta minha atitude fez a pessoa melhorar muuuito ! E felizmente , neste caso, podemos voltar a sermos amigos :)
      Vou conferir seu poema sim, perdão é um tema atemporal que deve ser sempre revisto em nosso íntimo, para termos sabedoria ao utilizá-lo e para, como você disse, não usarmos de hipocrisia nesta questão :)

      Se quiser papear, sinta-se à vontade, meu e-mail é samantamodesto@hotmail.com, fico o dia todo sozinha, trabalho em casa e uma boa conversa com os amigos é sempre bem vinda :)
      Obrigada pela presença e por enriquecer a postagem com sua experiência :)

      Um beijãoooo e bom restinho de semana ! :)

      Excluir
  58. Gostei deste assunto minha amiga, tem gente que suga realmente nossa energia e nos deixa completamente enlouquecido, tais tipos de pessoas merecem realmente ser totalmente extirpada de nossa presença e, logicamente não merece nossa consideração, apesar de não ser uma pessoa religiosa, tem um texto no livro sagrado chamado "A BÍBLIA" que diz: " não dê suas pérolas aos porcos, para que não se voltem e pisem nela", acho que o que as escrituras queriam dizer é que não podemos dar nosso melhor, nossos sentimentos puros para pessoas que se comportam de maneira estúpida e mesquinha, por isso não devemos interagir com esses verdadeiros porcos que circundam nossa sociedade. Têm uma parte do seu texto que apreciei muito, que foi quando você escreveu: "por mais que façamos nossa parte, relações destrutivas nunca mudarão", é verdade, porém minha amiga Sammy, eu acredito no potencial humano e acho que qualquer um pode mudar, basta querer, porém como você disse mesmo:"melhor manter-se afastado de pessoas que se recusam a mudar suas atitudes", concordo plenamente com seu texto e acho que foi uma das suas matérias brilhantes e que servirá agora e futuramente para milhares de leitores que vierem a ler, para não caírem na armadilha de ficar sendo sugadas por estes vampiros psíquicos que nos causam tanto constrangimentos, maravilhosa matéria minha amigona, bom final de semana para você e um grande abraço ;D...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querido amigo, tudo bem ? Fico feliz que tenha gostado do tema :)

      Pois é amigo, realmente como você disse, algumas pessoas nos esgotam as energias, por mais que nos esforcemos, elas não tem interesse em mudar de conduta, então cabe a nós discernir quando é hora de sair deste tipo de relação...
      Acredito que todos nós podemos mudar, mas algumas pessoas não querem isso, elas preferem continuar como estão, e aí, se continuarmos ao lado delas, o que nos sobre é apenas exaustão e frustração... Devemos sempre nos dedicar, mas nem todos sabem valorizar e contribuir para uma relação saudável, por isso de vez em quando infelizmente temos que ser mais seletivos :)

      Obrigadíssimo pela presença, é sempre bom trocar experiências contigo :)
      Grande abraço e que sua semana seja ótima :D

      Excluir
  59. Boa tarde Sammy!

    Não é minha primeira visita em seu blog, mas meu primeiro comentário, não querendo dizer com isso que eu nunca tenha me agradado com seus textos, pelo contrario, você aborda excelentes temas e seus textos são de ótimo aprendizado, por isso sempre me inibi em comentar, mas apos ler o texto em que você da dicas de como fazer um bom comentário percebi que não é preciso fazer disto um bicho de sete cabeças, então aqui estou.

    Sobre o tema acima abordado, digo por experiencia própria o quanto isso pode ser prejudicial em nossas vidas. Acreditei em verdadeiras amizades e acabei me decepcionado, pois descobri com o tempo que, eu, nada representava para essas pessoas a não ser pelo fato de ter alguém por perto que sempre atendia as suas vontades e quando não pude mais, fiquei sozinho.

    mas graças a Deus me reergui e aprendi a selecionar minhas amizades e a dizer não, e para essas pessoas passei a não prestar.

    Hoje busco me afastar de quem me faz mal, de quem não quer me ver bem, ou que simplesmente me queira por perto para satisfazer suas vontades. Apos me afastar de pessoas negativas, graças a Deus minha vida começou a andar para frente. Hoje estou em paz com minha esposa e minha filha. Apesar de tudo não reclamo, pois serviu para me ensinar a me respeitar mais e valorizar realmente quem merece.

    A vida é assim Sammy.

    Um forte abraço de seu mais novo fã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Henrique, como vai? :)

      Fico feliz em saber que acompanha o blog e aprecia os textos, seja sempre muito bem vindo!
      Acredito que todo blogueiro tem um grande apreço por comentários, pois podemos saber se o artigo agradou, se faltou algo, onde podemos melhorar e é claro, trocar experiências sobre o assunto, o que enriquece ambos. Eu particularmente adoro receber comentários e também fazê-los, aprendo muito com todos vocês :)
      Que bom que o artigo lhe motivou a comentar por aqui :)

      Infelizmente também tive experiências como as suas com amizades deste tipo, a gente se entrega, dá o nosso melhor e quando percebemos, o esforço não teve nenhum valor para a pessoa... A última decepção que tive foi de uma "amiga" que sabia de todas as minhas dificuldades e quando discordei dela, a atitude que ela tomou foi de sabotar meu trabalho exigindo que meu chefe me demitisse... Tínhamos contato todos os dias e ela sabia que eu estava em uma fase difícil com relação a muitas coisas inclusive de dinheiro... e no primeiro problema, ela fez isso. Foi um soco no meu estômago...
      Mas como você disse, o importante é que com isso aprendemos muitas lições. Hoje em dia sou mais atenta e seletiva com minhas amizades :) E procuro também valorizar quem merece, como você sabiamente disse.
      A vida é assim mesmo, vamos errando, tropeçando e descobrindo as coisas, o importante é aprendermos a lição e seguirmos mais fortes ;)

      Obrigadíssimo pela presença e por compartilhar conosco sua vivência nesta questão ;)
      Grande abraço e bom fim de semana!

      Excluir
  60. Ola Samanta, como vai?

    Realmente Samanta precisamos aprender a dizer não, e eu realmente entendo o que você quis dizer em seu maravilhoso artigo, principalmente porque eu já passei por isso :(, eu ja fui difamado, envergonhado, afastado e outras situações por gente que eu achava que era amigo ao qual eu não sabia dizer não, apesar de ser novo, eu já passei por muitos desses problemas, hoje já sei (um pouco, para ser sincero) a dizer não e como disse uma vez, a esses, hoje nem dou margem! Parabéns por mais uma excelente postagem, tenha um ótimo feriado e um ótimo final de semana!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Arthur, tudo bem e contigo? :)

      Pois é amigo, sinto que já tenha passado por isso, realmente é muito desgastante e frustrante quando nos empenhamos em relações que em certo momento percebemos que são abusivas...
      Assim como você já sofri isso na pele, e confesso que ainda estou aprendendo a dizer não e a ser mais seletiva. Não é nada fácil, ainda mais quando temo um bom coração, mas infelizmente é necessário em certos casos.
      Parabéns por ter tirado boas lições destas experiências ruins, assim vamos seguindo, vivendo e aprendendo :)
      Fico feliz em saber que gostou e agradeço por ter complementando a postagem com sua experiência nesta questão :)

      Um enorme abraço e bom feriadão :D

      Excluir
  61. Anônimo25/9/12

    Adorei o post!! Fez lembrar-me de uma mensagem que li . O destino nos leva a cruzar com muitas pessoas ao longo da vida. Contudo, possuímos o livre arbítrio para escolher quem queremos que permaneça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, como vai? :)

      Fico feliz em saber que gostou da postagem! Creio que todos nós já passamos por algo assim e acabamos nos envolvendo em relações unilaterais que nos causam frustrações e muito desgaste. Mas como na mensagem que mencionou, felizmente temos a escolha de decidir quem irá permanecer em nossas vidas :)

      Muito obrigado pela presença e participação :)
      Grande abraço e boa semana!

      Excluir
  62. Maravilhoso o texto!!!! Devia tê-lo lido antes!! Há anos matinha uma "amizade" com uma menina depresssiva, invejosa, que mentia e me passava a perna. Ela tinha um jeito ingênuo, por isso não levava a sério suas babaquices, só as classificava como "infantilidade". Ela só falava dela!!! Insuportável! Eu até cronometrei um dia a hora que ela ia pergunar "e vc, como está?" só pergutou isso por educação na hora da despedida!! Minha mãe sempre me alertou, mas só abri os olhos quando meu namorado me avisou. Ela morreu de inveja quando comecei a namorar, desdenhando e dizendo que não ia durar, que não gostava dele e que ele era feio. De quebra, ainda realizei algo que sempre almejei: pus silicone. Nossa!! Quando ela soube do namoro e que eu ia operar, ela ficou super estranha comigo!!! ´Na véspera da minha operação nós saimos e ela só falou dela!!! Nada de "e aí, tá nervosa? boa cirurgia..". Uns 3 dias depois da minha operação a cara de pau me manda sms dizendo que um familiar (Que eu nunca conheci) morreu, sem nem perguntar "vc tá podendo falar? como foi a operação?". Eu tava de cama, cheia de remédio e ainda queria que eu a aconselhasse? Explodi e falei "minha operação foi boa, obrigada pela preocupação". A maluca começou a me xingar e falar mal do meu namorado e cirurgia, me chamar de egoísta. Não fui muito educada, mas eu tava cheia de remedio!! Nao tava normal e NUNCA fui grossa ou neguei algo a ela. Depois disso, cortei relações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Veve, tudo bem? :)

      Fico muito feliz em saber que gostou da postagem e que tenha vindo participar compartilhando conosco sua experiência e vivência nesta questão :)
      O exemplo que nos trouxe descreve perfeitamente este tipo de pessoa, constantemente egoísta, invejosa e que não se preocupa em melhorar ou mudar de conduta. Quer apenas que todos fiquem ao redor dela, mas não se sente feliz com as realizações das pessoas e não oferece ajuda de boa vontade quando necessário. Este tipo de pessoa torna as relações desgastantes e unilaterais, o que não é nada construtivo e acabam nos trazendo frustrações e dissabores... Também já passei por isso e só me dei conta da furada em que tinha me metido quando já estava exausta e sozinha, pois pessoas assim nunca estão conosco quando precisamos, como aconteceu contigo na cirurgia, ela não se alegrou com sua felicidade e nem lhe ofereceu amparo nos momentos delicados que passou... O melhor mesmo, quando vemos que a pessoa não quer mudar, é deixarmos de lado e seguir nossos caminhos, pois relações saudáveis são uma troca e o egoísmo não cabe em relacionamentos de qualidade :)

      Agradeço muito sua presença e participação, e por enriquecer a postagem com seu relato :)
      Grande abraço e que seu Domingo e semana sejam ótimos :D

      Excluir
  63. Excelente texto!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rosilene, tudo bem? :)

      Fico feliz que tenha gostado da postagem, seja sempre bem vinda!
      Beijos e bom fim de semana :D

      Excluir
  64. Olá Sammy! Adorei o seu texto. Era exatamente a confirmação de tudo o que eu estava pensando a respeito do assunto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Andreia, tudo bem? :)

      Fico feliz em saber que gostou da postagem! Estou tentando melhorar a qualidade das minhas relações e por isso escrevi sobre este tema :)

      Seja sempre muito bem vinda! Grande abraço!! :)

      Excluir
  65. Anônimo4/4/13

    Amei o texto! Era disso que estava precisando! Tudo de melhor para você!
    VAleu pela luz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem? :)

      Fico muito feliz em saber que o texto lhe agradou e foi útil de alguma forma, como eu escrevi para a Andreia, acima, estou tentando melhorar a qualidade de minhas relações e decidi escrever sobre isso :)

      Muito obrigado pela presença e participação!
      Grande abraço e tudo de bom para você também :)

      Excluir
  66. Anônimo15/4/13

    Amei seu texto.
    To passando por uma situação assim.
    Tenho pessoas em meu convivio (amiga nociva, colega invejoso e ex-namorado complicadissimo).
    O minimo contato com essas pessoas me fazem retroceder.
    O texto me elucidou bastante.
    Bjs
    Mila Nardin

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem? :)

      Sinto muito que esteja numa situação deste tipo, infelizmente é algo que muitos de nós passará ou já passou, eu mesma já me vi envolvida muitas vezes com pessoas assim e por isso resolvi escrever sobre o tema...
      Como você sabiamente disse, estas relações só nos fazem andar para trás e nos atrapalham e desgastam de muitas formas, se possível o melhor mesmo é nos afastarmos, e se não for possível o ideal é que estejamos atentos para não sofrer com estas influências negativas :)
      Fico feliz que tenha apreciado a postagem, agradeço muito sua presença e participação!
      Um enorme abraço e que sua semana seja ótima :D

      Excluir
  67. oi
    eu tb passo por uma fase assim, de faxina nas relaçoes, amigas, ex-namorado e pensei que isso era permissividade minha, que sou ingenua demais e que todo mundo sabe lidar bem com gente tóxica, mas vejo que, pelo sucesso da postagem, não é assim não. é dificl mesmo ver que o "amigo" é falso, o irmão quer acavar com voce e que seu namorado é um psicopata. credo. Mas a gente precisa aprender mais cedo na vida, que infelizmente, existe gente ruim, com sentimentos ruins, gente toxica e vampira, analisar nossos inimigos, saber que eles existem. saber identificar quem não gosta da gente é um aprendi\ado e uma maturidade, adorei!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kika, tudo bem? :)

      Como você observou, é bem difícil identificarmos as pessoas nocivas em nossas vidas, ainda mais se temos um bom coração, e tratamos as pessoas com generosidade, muitas vezes, julgamos as pessoas por nós mesmos, ou seja, se eu não faço mal a ninguém, acabo acreditando que as outras pessoas também são boas. Isso é bom, pois mostra que temos boa índole, mas por outro lado, também nos deixa mais vulneráveis, por isso é sempre bom sermos mais atentos para perceber as reais intenções das pessoas e não deixar que nos façam mal :)
      Gostei muito da sua frase final, saber identificar estas pessoas é um aprendizado que nos auxilia a ter uma qualidade melhor nas relações e também um sinal de maturidade :)

      Muito obrigada pela presença e participação!
      Um enorme abraço e bom fim de semana :D

      Excluir
  68. Ola, Samanta.
    Quando li o que você escreveu, eu estava num momento muito complicado, cheia de conflitos de idéias na minha cabeça. Mas o seu texto foi reconfortante e me ajudou muito a assumir o "meu lado". Durante muitos anos deixei a minha vontade de lado para fazer o que outras pessoas achavam melhor, mas paguei um alto preço por isso. Agora eu vejo que somente eu posso tomar as decisões que dizem respeito à minha vida. O seu blog é muito inspirador!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tania, como vai? :)

      Comentários como o seu fazem todo o meu trabalho no blog valer muito a pena, pois não há nada mais gratificante que saber que o texto que escrevi foi útil e relevante na vida de alguém :) Muito obrigada pelas suas palavras de incentivo!
      Assim como você também fui muito permissiva durante muitos anos, deixando as pessoas abusarem de mim, creio que eu queria tanto agradar a todos que acabei me anulando, por isso resolvi escrever, pois estou numa fase mais seletiva e repensando e mudando esta minha atitude :) Às vezes é necessário que digamos "não" e que tenhamos consciência de nossos limites, isso nos ajuda a ter relações mais construtivas e viver plenamente :)

      Seja sempre muito bem vinda!
      Obrigada pela presença e participação!
      Um enorme abraço :)

      Excluir
  69. fantastico o que vc escreve....copiei e coloquei no meu face oks?? com seu endereço do blog!! perfeitooooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Helen, tudo bem? :)

      Fico muito feliz em saber que gostou do texto a ponto de indicá-lo em seu facebook :) Sinta-se à vontade para ajudar na divulgação, muito obrigada por isso :)

      Seja sempre muito bem vinda!
      Agradeço sua presença e participação!
      Grande abraço e boa semana :D

      Excluir
  70. Matéria excelente!
    Eu tomei essa decisão e estou sendo crucificado mas, como diz o final do texto...
    "não é nada fácil mas, é libertador"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ronaldo, como vai? :)

      Fico feliz que tenha apreciado a postagem :)
      Realmente não é fácil, muitos, principalmente os abusadores, não veem com bons olhos esta mudança. Mas vale a pena sermos mais seletivos com relação aos nosso vínculos, sem dúvidas :)

      Muito obrigado pela presença e participação!
      Grande abraço e boa semana :)

      Excluir
  71. Minha querida, creio que posso te chamar assim, pois depois de ter lido teu texto, creia, me vi por diversos momentos nele.Pior, nem sempre sabemos do papel que estamos exercendo frente ao outro, por vezes de idiota, bobo,... como queiram denominar, necessariamente um dia como hoje se deparar com algo que revela a identidade de muitos anos de vida,apesar de machucar , precisamente se encaixa na hora certa.Me vi casada por vinte e tres anos, dediquei-me ao papel de unica na vida do meu ex, tudo que fazia era para ver minha vida familiar equilibrada, trabalhava 40 h e dedicava-me 20 h em um curso superior com o interesse de ser exemplo para os meus filhos, bem como o motivava a fazer um curso superior assim como eu fazia.Depois que eu concluir o curso, a renda aumentou, entretanto ele passou a investir em terrenos, automoveis, etc. Criticar o que eu investia em nossos filhos no que diz respeito a parte educacional, perguntava para que tanto se os filhos de beltrano e ciclano estudavam em escola do governo e se davam bem.Deioxou-me sem renda por um tempo, pois emprestei cheques que ele nunca cobriu, tive que tirar meus filhos da escola particular, passei por fases tristes. Enfim, foram tantas os momentos de dor que eu sem suportar mais, dei um basta. Entretanto foram tantas as fofocas sobre mim que quase enlouqueci, foi quando percebi que as amizades que eu tinha nunca foram verdadeiras, e nunca - CONSEGUIRAM VER A MIM, MAS A MULHER QUE VIVIA SOBRE A PAZ DE UM CASAMENTO FALIDO, FINGIDO, ESGOTADO.APENAS DEI UM PONTO FINAL A VIDA ESCRAVA QUE EU TINHA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem? Claro que pode chamar de querida sim! :) Fique à vontade por aqui, sinta-se em casa :)

      Seu relato nos mostra bem como é difícil lidarmos com pessoas deste tipo e os estragos que elas podem fazer em nossas vidas. Seu ex demonstra que tem uma conduta egoísta ao questionar as coisas boas que você oferecia aos seus filhos e ainda por cima, usou de má fé com seu dinheiro, mostrando que realmente não se importava com ninguém além dele... Para nós de bom coração, às vezes é muito difícil perceber quando alguém tem má índole, mas felizmente um dia a verdade aparece e precisamos de forças para tomar uma decisão. Parabéns por ter decidido optar por uma vida em paz e por estar analisando seu círculo de amizades. Isso com certeza lhe trará muitas coisas boas e amizades verdadeiras :)

      Desejo-lhe muita paz, alegrias e sucesso!!
      Obrigada por vir participar e compartilhar conosco sua história :)
      Grande abraço!

      Excluir
  72. Parabéns pelo texto e realmente não há nada mais positivo do que dizer NÃO para nos livrarmos de tudo o que não precisamos. Não, uma palavra só basta! Gostei muito do conteúdo do blog e ficarei na audiência a partir de agora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carlos, como vai? :)

      Fico feliz que tenha apreciado a postagem! Gostei muito das suas colocações, concordo com o que disse, quando aprendemos a impor limites saudáveis e a dizer não para o que não nos traz algo de bom, uma grande mudança positiva acontece em nossas vidas e relações :)

      Seja sempre muito bem vindo!
      Obrigado pela presença e participação!
      Grande abraço e bom Domingo :)

      Excluir
  73. Pode fazer o que bem entender porém sem machucar ninguém!!! Usar o outro sabendo do sentimento verdadeiro que o outro tem por vc e nao dar nenhuma explicação isso é crueldade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei muito do texto!!!

      Excluir
    2. Olá Carolina, tudo bem? :)

      Fico feliz em saber que gostou do texto, seja sempre muito bem vinda aqui no blog :)

      Concordo contigo, manipular e usar alguém, sabendo que esta pessoa nutre sentimentos verdadeiros por nós, é no mínimo cruel e desumano! Infelizmente, vemos muito disso por aí :(

      Obrigada pela presença e participação!
      Grande beijo e boa semana :)

      Excluir
  74. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  75. Oi Samanta!

    Simplesmente adorei essa matéria e o seu blog... Estava procurando por algum texto assim que me motivasse, me desse esperanças...

    Vivo num relacionamento muito complicado e meu esposo suga todas as minhas energias, tanto físicas, quanto mentais... Várias vezes durante o dia, estou bem, animada, realizando meu trabalho, mas é só ele me ligar que mudo de humor, sempre me cobrando alguma coisa, criticando meu jeito de ser e de agir... Na maioria das vezes é estúpido e grosseiro... Claro que tem seus momentos de bondade, mas são raros... Chego em casa e é só problemas, trabalho o dia todo e ele ainda me cobra casa super bem limpa e arrumada, ele me ajuda, mas ele tem mania de tudo certinho, limpo e organizado e isso me irrita e me entristece muito, queria uma vida mais tranquila e ter mais compreensão... Temos tudo para sermos felizes, temos casa própria, carro (cada um o seu), imóveis e emprego, não temos filhos, ele me cobra, mas não sei se seria uma boa um filho com essa relação de altos e baixos...

    Ele está sempre cheio de problemas, arruma confusão com todos mundo, está sempre reclamando das pessoas, tem problemas com a família, com a irmã, com os pais... E eu como sou muito centrada, acabo por absorver todos esses problemas, que não são meus e isso me deixa muito abatida e cansada, não tenho vontade pra nada, de sair, me divertir, quando saio com ele é sempre aborrecimento, ele se estressa por tudo, e acabo sempre de semblante triste, isso quando não choro pelo meio do caminho... Enfim, essa relação tá me fazendo mal, mas não consigo sair dela, não sei o que acontece, ele mesmo já falou em separação, mas ao pensar nisso, me bate um desespero, acho que o que me falta é MUITO AMOR PRÓPRIO!

    Beijos querida!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luciana, como vai? Fico muito feliz em saber que apreciou o artigo! Esta é uma questão muito delicada, e sua experiência nos mostra como é desgastante viver com alguém assim e também como é difícil mudarmos esta situação.

      Estive por alguns anos em uma relação parecida com a sua, e realmente é muito difícil sairmos dela. Imagino que no seu caso, seja ainda mais complexo, por ser um casamento. No meu caso era apenas um noivado.
      Conviver com uma pessoa que não valoriza nossas qualidades e só exalta nossos defeitos, a longo prazo pode trazer muitos problemas de auto estima e até nos levar à depressão.
      Sei que temos nossos dias ruins, mas existem pessoas que não tentam mudar esta personalidade agressiva e baixo astral. E, é com estas que devemos ter mais cuidado e analisar bem se realmente vale a pena viver o resto da vida assim.

      Sei que é difícil a beça sair de um casamento, espero que a sua situação melhore, torço para que seu marido procure mudar esta conduta destrutiva e a relação de vocês possa ser revigorada e você possa ser feliz, ou então, que você tenha forças para decidir o que é melhor para você :)

      Fico aqui na torcida para sua felicidade :)
      Muito obrigada por compartilhar conosco sua experiência, sem dúvidas muitas pessoas que passarem por aqui irão se identificar com seu relato sincero :)

      Grande beijo e tudo de bom p/ você!! :)

      Excluir
  76. Olá Samanta

    Muito bom o post, estava tentando ler algo sobre esse assunto, até para uma orientação mesmo. Estou passando por uma situação que ainda esta em andamento, digamos assim. Uma amizade , que já sinto que não serve para mim, porém, lutei para que fosse uma amizade legal, duradoura, sincera, sem cobranças, mas, pelo jeito a pessoa não pensa da mesma forma. È uma amizade de pouco tempo, ainda bem, que acho que dá para ser menos sofrido o afastamento. è alguém, que quando liga nem procura saber se estou bem, já vai colocando os próprios problemas, se falo dos meus problemas, não valoriza, não escuta com atenção, muda de assunto. Qdo tem um encontro, é a mesma coisa, faz cobranças de algo que não tem nada haver, se não atendo uma ligação no exato momento, reclama que eu não atendi e não interessa o que estou fazendo. Algum que fala sempre muitos palavrões em qualquer momento, em qualquer lugar, pra qualquer pessoa, fala alto, ri alto, age e fala muitas vezes de forma grosseira, não se desculpa, guarda rancor, muitas vezes faz um discurso bonito e não pratica, enfim. Ai, sabe que tenho uma carinho grande, que sinto uma amizade grande e não dar valor. Chega a machucar as vezes com palavras, as vezes com atitudes. Queria muito desabafar sobre isso e sobre essa pessoa, para tentar me libertar dessa amizade,preciso parar de "dar murro em ponta de faca", tentando manter essa relação de amizade por alguém que não merece e não enxerga minha amizade, minha consideração, etc. Estou tentando agora desapegar dessa pessoa com a mesmo força que tentei manter uma amizade.Estou tentando não permitir mais que essa pessoa continue em minha vida desta forma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá RR, tudo bem? Desculpe a demora na resposta :)

      Fico feliz que tenha apreciado a postagem e que tenha vindo compartilhar conosco sua vivência sobre esta questão, pois tenho certeza de que muitos que aqui vierem vão se identificar com seu caso.
      Entendo perfeitamente como se sente, um dos motivos para escrever esta postagem, foi uma "amizade" que tive que era bem assim. A pessoa não quer saber se estamos bem, se quer pergunta, até que seja por educação como estamos, vai logo despejando os problemas em cima da gente e quando precisamos, logo somem ou desprezam o que dizemos... Creio que o melhor mesmo é nos afastarmos de uma pessoa assim, que não valoriza a amizade como nós, ou então, mantermos uma relação superficial sem grandes expectativas para evitarmos frustrações futuras. Melhor mesmo nos dedicarmos a quem está a fim de uma amizade verdadeira, onde há reciprocidade, não é mesmo? :)

      Boa sorte!
      Muito obrigado pela presença e participação!
      Um enorme abraço e tudo de bom para você :)

      Excluir
  77. Amei o que foi escrito!! Realmente me ajudou muito!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maura, tudo bem? Que bom que gostou da postagem, fico feliz em saber que o artigo foi útil e interessante para você :)

      Muito obrigada pela presença e participação!
      Grande abraço! :)

      Excluir
  78. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  79. Muito bacana seus textos... Me ajuda bastante a refletir sobre muitos probleminhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adriano, tudo bem?

      Fico feliz em saber que gostou dos textos, seja sempre muito bem vindo!

      Obrigado pela presença e participação!
      Um enorme abraço e boa semana :)

      Excluir
  80. Tudo que tem tirado minha paz e sonho,ta dificil Samanta ja ta na hora de dizer basta chega,

    ResponderExcluir
  81. Tudo que tem tirado minha paz e sonho,ta dificil Samanta ja ta na hora de dizer basta chega,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rosa, como vai? Não é fácil não, mas quando conseguimos reavaliar nossas relações e nos livrar de algumas delas que não são boas para nós, boas coisas acontecem :) Obrigada pela presença e participação! Um enorme abraço e boa semana :)

      Excluir
  82. Olá ,Samantha.

    Primeiramente ,parabéns pela iniciativa dê postar esse assunto.

    Estou passando por esse msm assunto aonde eu trabalho,nao aguento mais as pessoas ignorante,eu tento escutar e ficar quieto,mas depois eu fico mal comigo msm,parece que estou me desrespeitando fazendo isso..agora ,eu responde a eles vai ficar ruim tambem...me ajude vai .rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rodrigo, tudo bem? Que bom que apreciou a postagem, seja sempre muito bem vindo :)

      No trabalho é mesmo complicado lidar com pessoas grosseiras e ignorantes... Sei disso porque trabalho com atendimento e trabalhei a vida toda quase, em vendas e já ouvi muita coisa e tive que engolir porque sempre precisei trabalhar para pagar as contas :)
      No meu atual trabalho, atendo via e-mail e a coisa piora ainda mais, pois o pessoal perde a vergonha mesmo no meio virtual, todos os dias me xingam, me mandam "praquele" lugar, tem um rapaz que manda email toda semana dizendo que deseja que eu morra e por aí vai... e olha que isso acontece só porque o site que trabalho dá erro ou sai do ar, eu nem faço nada rsrsrs
      Quando trabalhava em vendas, uma vez discuti feio com uma cliente, conclusão, perdi o emprego e me ferrei... Infelizmente no que diz respeito a área profissional, temos que aturar certas coisas quando precisamos do trabalho, mas tudo tem limites, se é uma situação de abuso, bullying, etc, o melhor mesmo é procurar outra coisa, pois quando vivemos em um ambiente nocivo e abusivo, isso só nos trará stress e até problemas de saúde, além de minar a auto estima, etc.
      Analise bem qual é o seu caso, se são pessoas grosseiras com coisas banais e que você pode suportar e o trabalho vale a pena, ou se estão passando demais dos limites e atrapalhando sua rotina profissional e pessoal, aí já é mesmo o caso de pensar em de repente, procurar um novo lugar para trabalhar :)
      Mas te digo, já trabalhei nos mais variados ramos e sempre tem um pentelho pra encher a paciência rsrsrs então, o melhor mesmo é analisarmos o nível desta situação e tomar uma decisão, se dá para conviver engolindo uns sapos inofensivos e aceitamos ou se a coisa está ruim demais e partimos pra outra :)

      Grande abraço e boa sorte!! :)

      Excluir
  83. Seu post é prefeito devido a um ex problema... digo ex porque eu passei por tudo isso aí descrito no passado...hoje encontrei o meu caminho e estou sempre estive em paz...milagres somente Jesus Cristo faz! Foi difícil superar mas hoje acho que entendi bem o recado e aprendi: HÁ PESSOAS QUE SÃO INÚTEIS E NÃO VALEM A PENA!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem? :)

      Agradeço por vir compartilhar conosco sua experiência de vida, realmente não é nada fácil lidar com este tipo de relação e fico feliz em saber que superou esta adversidade e hoje, vive em paz :) Algumas pessoas realmente não mudam e nem tem interesse em mudar, por isso o melhor mesmo é reavaliarmos estas relações e analisar se é bom para nós manter estas pessoas em nossas vidas ou seguir em frente investindo em relações mais construtivas :)

      Muito obrigado pela presença e participação! Grande abraço e boa semana :)

      Excluir
  84. Parabéns pelo texto colocou muito bem as palavras!
    Tenho vivido isso há alguns anos!
    Caiu perfeitamente! Diria que leu meus pensamentos de hoje ha mais de 1 ano atras!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá F.A.T.I ! Tudo bem? :)

      Fico feliz em saber que gostou do artigo e que consegui passar bem esta mensagem. Este é o artigo mais visitado aqui no blog, creio que, isso nos mostra como todos nós passamos por isso em algum momento de nossas vidas e precisamos estar sempre atentos para não prolongarmos demais a permanência destas pessoas em nossas vidas, já que muitas vezes nos trazem muitos dissabores.
      Passei por isso no passado e às vezes ainda passo, mas procuro ser mais observadora e seletiva e assim vamos seguindo :)

      Muito obrigada pela presença e participação!
      Um enorme abraço e boa quarta!

      Excluir
  85. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  86. Perfeito, era o que eu precisava ler no momento.
    Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kety! Tudo bem? :)

      Fico muito feliz em saber que gostou da postagem e que foi útil de alguma forma, seja sempre muito bem vinda aqui no blog :)

      Obrigada pela presença e participação! Grande abraço e bom fim de semana ! :)

      Excluir
  87. Olha tudo bem,vc poderia me passar este texto maravilhoso por mail: marisapontox@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marisa, como vai?

      Que bom que apreciou a postagem! Enviei para seu email uma cópia do texto :)
      Se não chegar para você me avise que envio novamente :)

      Muito obrigada pela presença e participação, seja sempre muito bem vinda!
      Grande abraço e bom fim de semana :)

      Excluir
  88. Olá Sam,
    Estava pesquisando sobre este tema e encontre este texto, achei maravilhoso. Minha preocupação era explicar isso à Luz da Palavra de Deus, pois existem, na Bíblia, vários versículos sobre o “AMOR”:
    “Isto vos mando: Que vos ameis uns aos outros. João 15:17; Amai a vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam; Lucas 6:27; Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também. Colossenses 3:13; Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus; Mateus 5:44;”

    Estou com 48 anos, não sou o tipo de pessoa classificada como “boazinha” e desde muito cedo, posso falar até que, a partir do momento que resolvesse dar um basta, sempre falei não às coisas ou pessoas que me faziam com que não me sentisse bem. Muitas vezes julgada como a pessoa que não pensa pra falar, só que tudo que falei foi pensado e queria falar mesmo. Não gosto de meias palavras, se vou falar de alguém em grupo de trabalho, não costumo jogar grupo todo, falo logo o nome da pessoa. Muitos acham que isso é ter problema de relacionamento interpessoal. Nunca me importei por esses tipos de opiniões, mas sempre paguei um preço muito alto por ser assim. Sendo assim, meu grupo de amizade é muito restrito, isto é, não tenho muitas pessoas à minha volta, acredito que o meu comportamento é que seleciona as pessoas. Mas de uns tempos pra cá tenho me sentido incomodada por pensar que posso não estar cumprindo um mandamento Bíblico, e com isso, comecei minha pesquisa no sentido de que Deus nos deu o livre arbítrio e o dom do discernimento e partindo deste princípio, temos que discernir o que é bom do que não é, achei o teu texto importante, porque ele não fala em odiar o outro (.....Sem raiva, nem emoção. Um NÃO é só uma negativa, é nosso limite, ....discernir relações saudáveis com relações tóxicas...) Entendi então, que não estou deixando de amar meu semelhante, estou apenas não concordando com suas atitudes e como não posso mudá-lo, vou apenas me afastar. Impedindo assim outras desavenças, mentiras e atitudes não condizentes a um cristão. Acho até uma atitude sabia, de forma alguma deixarei de pedir ao Pai Celestial em favor das pessoas que não pensam com eu ou que não têm a mesma atitude que eu/ ou vice-versa. Outro trecho importante também, (Vamos nos dedicar mais a quem está aberto para aceitar o que temos a oferecer....) isto é, “Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas, não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem. Mateus 7:6” Obrigada pela oportunidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Juraci, como vai?

      Agradeço imensamente pela sua contribuição aqui na postagem! Gostei muito das suas colocações e da forma como interpretou as palavras da Bíblia e conseguiu seguir sua vida de forma correta, sensível e equilibrada :) Também acredito que todos temos limites e às vezes não adianta mesmo dar murro em ponta de faca, quando vejo que a pessoa é nociva mas que tem vontade de melhorar, fico ao lado e ajudo no que puder com muito gosto de desprendimento mas, algumas pessoas não querem mudar e só espalham o mal, destas eu também me afasto pois por mais que a gente se esforce não irá adiantar nem para a pessoa e nem para nós, será uma relação infrutífera :)
      Hoje em dia aprendi a ser mais seletiva, quando alguém me faz mal, mantenho distância, até posso ter alguma relação mas será mais superficial. Não julgo ninguém pois sei que tenho meus defeitos e limitações, apenas escolho mais aqueles que irão seguir ao meu lado nesta jornada :)
      Excelente comentário, com certeza será muito enriquecedor para o pessoal que passar por aqui :)

      Muito obrigado pela presença e participação!
      Grande abraço e boa semana :)

      Excluir
  89. Gostei muito do texto!!! Na minha vida o que aconteceu e que é parecido é:

    No trabalho sempre teve uma pessoa que vivia resmungando de tudo, ou seja, muito negativa. E sempre percebi que essa pessoa tinha uma certa inveja de mim, por achar que eu devia ter uma vida muitooo melhor que a dela, (a grama do vizinho...) será mesmo?

    Em um certo período nesse trabalho não estava muito bem de saúde, coisa interna que só a pessoa mesmo entende o motivo. E quando tive um vacilo, essa pessoa não quis saber de nada e se preocupou logo em espalhar e pior aumentar a história. O que eu falei realmente não foi muito bom, mas foi num momento de fraqueza minha que só eu mesmo entendo. Acho que esse pessoa poderia ter pensando melhor nas consequências do que iria falar. O que ocorreu é que o ambiente de trabalho ficou minado por isso, acho que não ficou ruim só para mim, mas para essa pessoal também, faltou visão global da parte dele. Logo, eu ciente do clima pesado e sabendo do colega de trabalho que não me agregava em nada, pedi demissão.

    A lição que ficou para mim e quem está lendo também espero que fique é que:

    Tente ver as coisas dos dois lados antes de fazer algo de grande impacto, pois será que a pessoa em condições normais faria aquilo mesmo? Se afaste o máximo possível de quem você ver que é uma pessoa que não te quer o bem, não se abra ou de brecha, por mais difícil que seja em alguma circunstância. E também tudo na vida é uma aprendizagem, para se melhorar as coisas e evitar novos erros.

    Muito obrigado pelo texto, e também por poder relatar um caso na minha vida que tem a ver com o mesmo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Boa tarde, tudo bem? Desculpe a demora na resposta, mas hoje pude vir conversar com calma e responder seu comentário :)

      Agradeço muito por ter compartilhado conosco sua experiência com uma pessoa nociva, pois acredito que muitos de nós passamos ou passaremos por uma situação assim. Infelizmente, ao nosso redor quase sempre tem alguém que não tem consciência do que a maledicência pode fazer.
      É muito importante, como você mencionou, que antes da gente falar algo, pense bem no mal que isso pode causar tanto para aquela pessoa quanto para nós. Quem somos nós para julgar alguém ou apontar o dedo quando esta pessoa falha, não é mesmo? E uma fofoca pode causar estragos enormes, ainda mais quando aumentamos o ocorrido para manipular os outros ou pelo simples prazer de dar vazão à inveja...
      Muito corajosa a sua decisão de se afastar disso, quando possível, é o melhor que temos a fazer seja no campo profissional ou pessoal, pois cedo ou tarde, pagaremos o preço por algo que às vezes, nem fizemos, são apenas fruto da maldade de alguém...

      Muito obrigado pela presença, participação e por compartilhar conosco sua vivência :)
      Um enorme abraço e bom fim de semana!! :D

      Excluir
  90. Olá Samanta !!!
    Meu nome é Jordana,estou passando pelo momento de luto de uma separação;
    Estou muito deprimida,triste mais estou tendo força para manter minha dignidade e respeito.
    Sem ligações nada que veia a demonstrar que ele esta me fazendo falta.
    Na verdade já me separei dele outras vezes,mais dessa vez ele foi embora para a cidade natal dele;
    Sabe amiga fiz de tudo para essa relação me dediquei dei tudo de mim,mais era uma coisa que não se explica,pois eu nunca fui valorizada. É claro que temos defeitos,mais não havia confiança da parte dele,isso que eu seguia um ritimo de vida de uma mulher que respeita seu companheiro.; Mais infelizmente a chave do fim de meu relacionamento foi os vicios. Principalmente o da bebida alcóolica,não te digo que era viciado,mais quando o mesmo ingeria acabava se tranformando em outra pessoa agressiva intolerante.
    E isso me fazia infeliz,pois no outro dia aparecia um outro homem cheio de arrependimentos e lágrimas dizendo que me amava; Ao ponto de eu dizer vamos ser feliz deixa essa bebida se vc me ama.
    Mais sempre acabava bebendo e assim brigas constantes aconteciam,calúnias e muito mais.
    Quando eu estava ao lado dele eu estava cansada,sofrendo querendo me libertar daquela vida de angústia e sofrimento,. Mais agora distante eu ainda consigo sentir saudade a falta que ele me faz.;
    Quero te pedir um conselho para me livrar dessa dor,pois meu coração pede ele de volta,mais a razão pede para eu permanecer bem longe de mim. Se puder me dar um conselho fico agradecida ! bjs .;;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jô! Boa tarde, tudo bem?

      Entendo bastante a situação em que está vivendo porque vivi algo parecido. Durante 4 anos fiquei com uma pessoa que eu amava e que dizia me amar também, mas quando bebia, virava o cão, tinha ciúmes até de quando eu dizia Oi para alguém e era sempre briga nestes dias... Nos primeiros anos foram só as brigas verbais, mas depois começaram as agressões físicas... e era sempre assim, no dia seguinte vinha com presentes, flores, pedia perdão, dizia que me amava... e eu acreditava. Mas, assim como você eu estava infeliz e decidi me separar. Ele não aceitou e começou a me perseguir, ameaçar me matar e matar minha família, enfim, um inferno!
      Portanto, minha experiência nesta questão me deixou o seguinte aprendizado, isso não é amor... e, estas pessoas que agem desta forma, dificilmente mudam e a situação tende a piorar cada vez mais.
      Não costumo dar conselhos, porque cada um é diferente, pode ser que seu companheiro mude sim, que ele se transforme em alguém melhor e vocês sejam felizes, pois tudo é possível. Mas, também é possível que você se arrependa de voltar para ele e perceba um dia, que podia ter superado o sofrimento da separação e seguido em frente, encontrando alguém que te trate como a princesa que você é. Porque sim, somos princesas, mulheres que merecem o melhor, merecem ser tratadas como flores, com carinho, respeito, admiração e muito amor. A vida é curta, escolha o que te faz feliz :)
      Boa sorte!!

      Grande beijo e obrigada por participar!! :)

      Excluir
  91. Olá Samanta !!!
    Meu nome é Jordana,estou passando pelo momento de luto de uma separação;
    Estou muito deprimida,triste mais estou tendo força para manter minha dignidade e respeito.
    Sem ligações nada que veia a demonstrar que ele esta me fazendo falta.
    Na verdade já me separei dele outras vezes,mais dessa vez ele foi embora para a cidade natal dele;
    Sabe amiga fiz de tudo para essa relação me dediquei dei tudo de mim,mais era uma coisa que não se explica,pois eu nunca fui valorizada. É claro que temos defeitos,mais não havia confiança da parte dele,isso que eu seguia um ritimo de vida de uma mulher que respeita seu companheiro.; Mais infelizmente a chave do fim de meu relacionamento foi os vicios. Principalmente o da bebida alcóolica,não te digo que era viciado,mais quando o mesmo ingeria acabava se tranformando em outra pessoa agressiva intolerante.
    E isso me fazia infeliz,pois no outro dia aparecia um outro homem cheio de arrependimentos e lágrimas dizendo que me amava; Ao ponto de eu dizer vamos ser feliz deixa essa bebida se vc me ama.
    Mais sempre acabava bebendo e assim brigas constantes aconteciam,calúnias e muito mais.
    Quando eu estava ao lado dele eu estava cansada,sofrendo querendo me libertar daquela vida de angústia e sofrimento,. Mais agora distante eu ainda consigo sentir saudade a falta que ele me faz.;
    Quero te pedir um conselho para me livrar dessa dor,pois meu coração pede ele de volta,mais a razão pede para eu permanecer bem longe de mim. Se puder me dar um conselho fico agradecida ! bjs .;;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jô! Boa tarde, tudo bem?

      Entendo bastante a situação em que está vivendo porque vivi algo parecido. Durante 4 anos fiquei com uma pessoa que eu amava e que dizia me amar também, mas quando bebia, virava o cão, tinha ciúmes até de quando eu dizia Oi para alguém e era sempre briga nestes dias... Nos primeiros anos foram só as brigas verbais, mas depois começaram as agressões físicas... e era sempre assim, no dia seguinte vinha com presentes, flores, pedia perdão, dizia que me amava... e eu acreditava. Mas, assim como você eu estava infeliz e decidi me separar. Ele não aceitou e começou a me perseguir, ameaçar me matar e matar minha família, enfim, um inferno!
      Portanto, minha experiência nesta questão me deixou o seguinte aprendizado, isso não é amor... e, estas pessoas que agem desta forma, dificilmente mudam e a situação tende a piorar cada vez mais.
      Não costumo dar conselhos, porque cada um é diferente, pode ser que seu companheiro mude sim, que ele se transforme em alguém melhor e vocês sejam felizes, pois tudo é possível. Mas, também é possível que você se arrependa de voltar para ele e perceba um dia, que podia ter superado o sofrimento da separação e seguido em frente, encontrando alguém que te trate como a princesa que você é. Porque sim, somos princesas, mulheres que merecem o melhor, merecem ser tratadas como flores, com carinho, respeito, admiração e muito amor. A vida é curta, escolha o que te faz feliz :)
      Boa sorte!!

      Grande beijo e obrigada por participar!! :)

      Excluir
  92. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  93. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  94. Olá Samanta,

    Hoje procurando textos que purificasse os meus pensamentos e provocasse uma reflexão encontrei o seu blog. Ao ler o seu texto me identifiquei logo de início... Faz um tempo que venho me questionando sobre as relações que estabeleci, estabeleço e as que estabelecerei daqui para frente. Que alivio ver que não estou sozinha nestes questionamentos e nesta forma de pensar. Nesta tarde ao ler o seu texto e os comentários posso dizer que aprendi muito e de alguma forma renovei o que penso.

    Bom, ao longo da minha história de vida estabeleci vínculos com pessoas que me causavam mal - estar, mas ainda sim segui com as relações por achar que seria uma possível realidade que vinha sendo criada na minha cabeça. Moral da história: no processo das relações aos poucos me faziam mal tendo como resultado me perder de mim mesma. Aos poucos as relações foram levando os meus sonhos e a alegria de lidar com a vida. Além disso, sempre perdoava as pessoas por achar que tinha que compreendê-las, e assim foram tantas tentativas que quase não me acrescentaram positivamente. Porém, por outro lado aprendi a utilizar as experiências negativas para a minha evolução como ser humano, afinal, a dor faz parte da natureza humana. Demorei muito tempo para me recuperar.
    Devido às experiências com relações destrutivas hoje tenho fortalecido o amor-próprio, auto-estima e principalmente o autoconhecimento. Acredito, que a melhor maneira de lidar com o outro é nos conhecendo bem. Como diz Padre Melo em sua frase: “Se nós esquecemos quem somos, o outro nos fará ser qualquer coisa (...)”.
    Acho que é isso, tendo conhecimento de nos mesmas podemos fazer escolhas que condizem com o que acreditamos de fato e isso envolve a construção de laços saudáveis com as pessoas, sendo estas ligadas diretamente com a nossa qualidade vida.
    E é claro, um dos meus aprendizados é que em alguns casos os acontecimentos ocorreram porque de certa forma permiti. Só a maturidade nos levam a tomar decisões e saber lidar com as suas conseqüências. E também, é necessário ver que “"tudo poder", mas sabiamente discernir que "nem tudo nos convém" ( Padre de Melo).

    Deixo está frase para reflexão que gosto muito: "Só dure o tempo que mereça". E assim é com as relações!!!

    Obs: Deixo um comentário pessoal tendo como referência as minhas experiências e conseqüentemente diversos aprendizados.

    Um abraço! Parabenizo pela reflexão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dai, boa tarde, tudo bem?

      Creio realmente que não está sozinha ao passar por este tipo de coisa, assim como eu passei, este é o texto mais acessado do meu blog, o que me leva a crer que muitos d enós passa por isso. :)
      Fico feliz em saber que o texto e os comentários dos colegas te ajudou de alguma forma, é sempre bom trocar experiências com quem viveu ou vive algo parecido não é mesmo? Assim podemos avaliar melhor a situação e quem sabe ter alguma luz sobre como agir nestas situações :)

      Um ponto muito importante que você mencionou na sua experiência é esta conduta que temos de aceitar certas coisas, perdoar etc sempre acreditando que é o certo a fazer, pois se não o fazemos, ficamos com aquela sensação de que somos egoístas ou estamos sendo cruéis...
      E, isso é algo que realmente acaba com nossas auto estima, entendo perfeitamente pois também passei por isso e meu amor próprio foi reduzido a pó, e quanto mais eu ficava com a auto estima baixa, mais coisas eu aceitava, pois achava que assim é que deveria ser, é um círculo vicioso que nos faz muito mal...
      Gostei de saber que com o passar do tempo, conseguiu avaliar melhor a situação, se equilibrar e recuperar sua auto estima, reconstruir sua personalidade, sabendo que temos o direito de dizer não a relações abusivas, que isos não nos faz pessoas más e que certas pessoas não querem ser ajudadas, e nem sempre o melhor a ser feito é insistirmos nisso :)

      Agradeço imensamente seu comentário e por ter enriquecido a postagem com sua experiência, que com certeza vai ajudar os que por aqui passarem :)
      Muito obrigada também pela presença e participação no artigo, seja sempre bem vinda!
      Grande abraço e bom fim de semana! :)

      Excluir
  95. Oi Samanta! Fiquei impressionada com a forma espontânea e correta, que você discorreu sobre o assunto. Obrigada..obrigada e obrigada.! Essa semana ainda falei: to fazendo a limpa ...to passando o rodo...rsrsrs..Realmente, se estas pessoas não nos acrescentam, então porque ficar jogando fora um tempo que poderia ser usado com mais qualidade com outras coisas? Senti alívio na alma, é resposta de Deus as minhas orações. Mais uma vez obrigada. Deus te abençoe! com carinho Eliane..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eliane, tudo bem? :) Fiquei super feliz em saber que gostou do texto! E é isso aí mesmo, passe o rodo, faça uma faxina! Existem pessoas que, por mais que a gente queira ajudar, não querem ser ajudadas, aí fica difícil insistir não é mesmo? Já outras querem apenas prejudicar quem passa pelo seu caminho, então muitas vezes o melhor mesmo a fazer é mantermos distância, para que não sejamos afetados demasiadamente pelo mal que causam... Isso não faz de nós pessoas más ou egoístas, apenas estamos tendo uma visão e uma conduta mais apropriada para a situação e preservando a nós mesmos, pois todos temos nossas fragilidades e limites :)

      Eu é que agradeço seu comentário , presença e participação!
      Um enorme abraço e bom fim de semana :D

      Excluir
  96. Oi Samanta! Fiquei impressionada com a forma espontânea e correta, que você discorreu sobre o assunto. Obrigada..obrigada e obrigada.! Essa semana ainda falei: to fazendo a limpa ...to passando o rodo...rsrsrs..Realmente, se estas pessoas não nos acrescentam, então porque ficar jogando fora um tempo que poderia ser usado com mais qualidade com outras coisas? Senti alívio na alma, é resposta de Deus as minhas orações. Mais uma vez obrigada. Deus te abençoe! com carinho Eliane..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Respondi acima :) beijãooo e fique com Deus :)

      Excluir
  97. Oi Samanta! Fiquei impressionada com a forma espontânea e correta, que você discorreu sobre o assunto. Obrigada..obrigada e obrigada.! Essa semana ainda falei: to fazendo a limpa ...to passando o rodo...rsrsrs..Realmente, se estas pessoas não nos acrescentam, então porque ficar jogando fora um tempo que poderia ser usado com mais qualidade com outras coisas? Senti alívio na alma, é resposta de Deus as minhas orações. Mais uma vez obrigada. Deus te abençoe! com carinho Eliane..

    ResponderExcluir
  98. Oi Samanta! Fiquei impressionada com a forma espontânea e correta, que você discorreu sobre o assunto. Obrigada..obrigada e obrigada.! Essa semana ainda falei: to fazendo a limpa ...to passando o rodo...rsrsrs..Realmente, se estas pessoas não nos acrescentam, então porque ficar jogando fora um tempo que poderia ser usado com mais qualidade com outras coisas? Senti alívio na alma, é resposta de Deus as minhas orações. Mais uma vez obrigada. Deus te abençoe! com carinho Eliane..

    ResponderExcluir
  99. Oi Samanta! Fiquei impressionada com a forma espontânea e correta, que você discorreu sobre o assunto. Obrigada..obrigada e obrigada.! Essa semana ainda falei: to fazendo a limpa ...to passando o rodo...rsrsrs..Realmente, se estas pessoas não nos acrescentam, então porque ficar jogando fora um tempo que poderia ser usado com mais qualidade com outras coisas? Senti alívio na alma, é resposta de Deus as minhas orações. Mais uma vez obrigada. Deus te abençoe! com carinho Eliane..

    ResponderExcluir
  100. Noossa! Primeiramente, parabéns pelo seu trabalho em artigos (posts) querida! E outra coisa que também quero falar... SEU BLOG É MUITO LINDOOO. Amei de mais. Tudo perfeitamente personalizado ou exclusivo. Lindo de mais. A página inicial, SHOW!! Amei muito...

    ResponderExcluir
  101. Ola, Samanta

    texto simplesmente maravilhoso, lindo e sem dúvida me encorajou a tomar uma decisão muito importante na minha vida. obrigada! Parabéns

    ResponderExcluir
  102. Samanta não imagina como me ajudou !
    Sempre fui muito de limites, mas desde que fui viver com uma colega de curso tenho engolido demasiados sapos ( coisa que a antiga "EU" nunca o faria) , primeiro foi para não criar conflitos , depois porque tinha que ser mais tolerante e não podia arranjar guerras ...

    O meu namorado, a minha mãe, o meu pai , estão todos irritados a perguntar porque é que eu não imponho os meus limites...??? e lá está ... acho que tenho mais a perder com isso ( boatos, conflitos- coisas que quero evitar) ...

    mas estou a ficar muito cheia mesmo e acho que está na altura de mudar de atitude .
    Este texto incentivou-me , vou guardar nos favoritos para sempre que vacilar tenho aqui algo para me dizer que eu estou certa , que não tem nada de mal dizer que não !
    Muito obrigada ! :)

    ResponderExcluir
  103. Boa noite Samanta! Estou vivenciando um momento em que seu relato caiu como uma luva em minha vida! O engraçado é que as 2 últimas mulheres que tentei me relacionar, acabou numa grande decepção. Mas tenho percebido tambem, que as pessoas estão muito difíceis, não querem se relacionar, não querem nada á sério. Estou sentindo uma inversão social, onde o homem que era o "vilão" e que dava uns perdidos na mulher, ou simplesmente sumia após alguns encontros. E isso é exatamente o que aconteceu. Vejo que é um problema em cima de outro problema, onde o problema é mais forte que a solução, onde a complicação perdura mais que o romantismo, e as flores perderam o seu valor para um simples "whatsapp". Onde vamos parar? Enquanto isso o tempo voa...

    ResponderExcluir
  104. Samanta, você disse tudo!!!! Obrigada!!!!

    ResponderExcluir
  105. Esse foi uma das mensagens mais brilhantes que já vi ...
    muitas pessoas precisam de ler esse artigo.

    :D :D :D :D

    ResponderExcluir

Obrigado pela presença! É a sua participação que abrilhanta este espaço! Sinta-se em casa :)

emo-but-icon

Autora do Blog

Sobre a autora e o Blog Facebook Instagram Google Plus Twitter Image Map

Novas

Comentários

SERVIÇOS

Ebook Gratuito - Blog Sucesso a Jato

Ebook Gratuito - Blog Sucesso a Jato
11 dicas p/ você começar a ter Sucesso Online

No Vrsam

  • …

    Postagens
  • …

    Comentários

Feed-se

Icon Icon

Google+

Facebook :)

Facebook

Instagram

Amigos

Recomendação de leitura

Destaques do Mês

item