A arte de rodar a língua 7 vezes na boca antes de abri-la

Olá queridos amigos e amigas! 

As palavras possuem um enorme poder. Por isso é sempre muito importante termos responsabilidade ao nos expressarmos. No meio virtual, esta consciência é imprescindível, pois nos comunicamos através da escrita, um meio mais complexo onde muitas colocações podem ser interpretadas de diversas maneiras. 
Neste primeiro Guest Post aqui no VRSam, Hugo Costa do Sites e Blogs nos esclarece e orienta muito bem sobre os cuidados que devemos ter ao elaborar um texto, principalmente no que diz respeito a opiniões e temas delicados ou polêmicos.

Poder das palavras

O ideal é encontrar em equilíbrio, ou seja, escrever sem perder a essência, mas de forma clara e objetiva, para conseguirmos passar nossa mensagem sem causar problemas de interpretação.
Estas dicas são muito úteis para uma comunicação agradável e construtiva. Aproveitem! :)
Subestimamos muitas vezes o poder das palavras que escrevemos. Principalmente aquelas que são escritas impulsionadas por uma emoção.
Com isto, eu quero dizer que quando escrevemos um artigo técnico, raramente a emoção está presente. Relatamos fatos, procedimentos e técnicas. Encontramos palavras para sermos compreendidos, publicamos e basta.
A parte “interpretação” é quase inexistente porque se trata de noções precisas e concretas.
Por seu lado, quando escrevemos um artigo de blog, ou um e-mail ou mesmo uma mensagem que relata uma opinião ou uma reação sobre alguma coisa, então aí as emoções estão na primeira fila.
É o caso de mensagens de reação a uma determinada frase, uma palavra, ou mesmo a um texto completo. Um texto que alguém escreveu e que você leu e que provocou em si uma destas 6 emoções de base:

* medo,
* tristeza,
* raiva,
* desgosto,
* surpresa,
* alegria.

Nestes casos, quando você escreve uma “resposta”, então convença-se que o primeiro texto não é bem você que o escreve. São as suas emoções.
O problema de quando deixamos as nossas emoções exprimirem-se, é que, no momento, tudo parece lógico, claro e pertinente.
Relendo, até pode acontecer que sinta um certo orgulho daquilo que escreveu. Porque, na generalidade, você relê imediatamente depois de ter escrito e tudo lhe parece perfeitamente conforme ao que você pretendia dizer.
Sim, mas lá está... Os seus leitores não são você...

Os seus leitores não estão de todo no mesmo estado de espírito que você no momento em que vão ler o seu texto.
Eles não estão na sua cabeça. Não leram ou ouviram a mesma coisa que você, e, mesmo que o tenham feito, não o ressentiram forçosamente da mesma forma.
O que faz com que, em função do estilo de emoção que falou por si, o impacto daquilo que você escreve vai ser totalmente diferente daquilo que você sente.
Por vezes, vai ser tão diferente, tão pessoal e tão afastado daquilo que pensa a pessoa, que você corre o risco de assistir a microdramas que não tinha francamente previsto.
E, na maioria dos casos, você irá arrepender-se do que se irá passar a seguir. Porque pode acontecer que, ao ler o seu texto, a pessoa tenha uma reação instintiva e sinta a necessidade de lhe responder, possuída pela emoção que o seu texto provocou nela, provocando uma emoção ainda mais forte do que inicialmente. E, no final, ninguém ficará satisfeito.

Adiar e prever ...

Enfim ... Se isto lhe acontecer um dia, então você irá perceber exatamente o que eu quero dizer.
Por isso, segue um dos melhores conselhos que você poderá receber sobre este assunto:
Adie a publicação ou envio do seu texto de algumas horas ou mesmo de alguns dias, o tempo necessário para que você possa voltar ao seu estado emocional “normal”. Assim, poderá reler o seu texto calmamente, de cabeça fria e sem toda a parte emocional desmedida que só traz problemas.
Mas não é só isso que esta ação de adiamento lhe vai permitir...
Eu gosto muito desta expressão: “Roda 7 vezes a tua língua na boca antes de falar”.
Num blog é a mesma coisa.

Adiando a publicação de um artigo, o envio de um e-mail ou de uma mensagem, você tem assim o tempo para pensar nas consequências daquilo que você escreve.
Porque, não me canso de repetir, as palavras têm um poder. E, quanto mais você escreve, melhor você escreve e, consequentemente, maior será o poder das suas palavras.
É então mais benéfico para todos que você antecipe as diferentes reações que as suas palavras podem provocar.
E é impossível fazê-lo no momento imediatamente depois de tê-las escrito. É preciso dar o tempo necessário ao seu cérebro para assimilar as informações daquilo que escreveu, para que este as analise.

Esta será uma das melhores decisões que poderá tomar. Quando reler o seu texto no dia seguinte, então estará quase na pele de um dos seus leitores. Você irá conseguir saber, sem se enganar, o que seu texto irá provocar em quem o irá ler.
E assim, irá livrar-se de muitos arrependimentos, mal entendidos e confusões.

Por isso, se você tem um blog, convença-se disto: “Em função do seu estado de espírito do momento, o conteúdo não será totalmente igual”.
Agora é a sua vez. Rode a língua 7 vezes na sua boca e deixe um comentário com o que lhe vem na alma ;)

.
Artigo convidado proposto por Hugo Costa do blog Sites e Blogs
Hugo Costa - Técnico de Informática, formador, web designer, e webmaster. Participa em vários projetos como www.hx-studio.com, www.poupareganhar.com e www.horadamini.com.

---------------------------------------

Espero que tenham apreciado este texto incrível do Hugo que, nos traz muitas reflexões e dicas super importantes. Um beijo!
autora Autora

Mineira morando em Sp, geminiana, casada. Apaixonada por atividades físicas, já pratiquei natação, Taekwondo, Muay Thai, Kick Boxing, atualmente treino musculação e sou aprendiz de corredora :) Blogueira por amor. Este espaço foi criado com a intenção de interação e diversão, seja muito bem vindo(a)!

Recomendados

reflexão 7157708006899307417

152 comentáriosBlogger

  1. Olá Hugo! :)

    Antes de mais nada quero agradecer imensamente seu interesse em enviar este Guest post maravilhoso para o Vrsam! Admiro muito seu blog, e te considero um dos blogueiros mais criativos e originais da atualidade e por isso mesmo é uma honra ter um texto seu aqui no blog :)
    Obrigado também pela sensibilidade, percepção e dedicação ao escrever algo que se encaixa perfeitamente na linha do Vrsam!
    Adorei o tema! Primeiro pelo fato de ser algo importantíssimo para todos nós que participamos ativamente nos meios virtuais e segundo porque descreve bem situações que passei ao longo destes 2 anos de blog.
    No começo, eu escrevia totalmente no impulso, em alguns casos nem editava. Com o passar do tempo, comecei a perceber que esta atitude me gerava alguns problemas, os textos ficavam "mal acabados", e os leitores, que como você sabiamente disse, não estavam na mesma "vibração" que eu, acabavam interpretando o texto de uma forma totalmente diferente da que eu gostaria que interpretassem. Não porque entenderam mal e sim, porque eu me expressei mal e não fui clara ou fui agressiva demais no calor do momento.
    Isso já aconteceu também em e-mails e conversas virtuais via redes sociais, Msn etc.
    A comunicação escrita precisa de 10x mais cuidado, pois sem as expressões faciais e tom de voz, as conversas podem ser facilmente interpretadas de uma maneira nada satisfatória.
    Foi então que resolvi seguir esta sua dica maravilhosa! E tudo mudou muito e para melhor!
    Hoje, deixo textos prontos com muita antecedência e confesso que geralmente os altero bastante depois que leio novamente, "com olhos de leitor". Alguns, modifiquei completamente, pois os escrevi em momentos muito emotivos. Não que seja ruim extravasar, mas modifiquei porque não estavam claros e passando a mensagem que eu queria :)
    Quando faço isso, os textos ficam mais bem elaborados, e no caso de e-mails, etc consegui diminuir bastante os mal entendidos e confusões.
    Tenho levado este aprendizado para minha conduta em todos os setores da minha vida. Sempre muito impulsiva e isso me trouxe inúmeros dissabores. Com certeza, refletir antes de falar, agir ou escrever é algo muito importante e nos permite ter interações mais construtivas e respeitosas, mesmo quando o tema é complicado e delicado ;)

    Muito obrigado pelas dicas e pela contribuição aqui no Vrsam!
    Um enorme abraço, bom Domingo!

    ResponderExcluir
  2. Olá Samanta,

    antes de mais quero deixar aqui o meu MUITO OBRIGADO por ter aberto as portas da sua casa a um artigo meu. Quando recebi o seu sim, fiquem muito entusiasmado.

    Eu acompanho o seu blog há algum tempo, mas mesmo assim fiz o meu trabalho de casa, e percorri a grande maioria dos artigos publicados. Assim, permitiu-me escrever um artigo que respeite a sua linha editorial.

    Nota--> Aqui fica uma dica para quem quiser enviar um guest-post para outro blog e aumentar as hipótese de ser aceite: escreva algo que se encaixe na linha editorial desse blog. Percorra os artigos todos e escreva um texto com um tema que se enquadre ;)

    É verdade Samanta, as palavras têm um poder incrível.

    Por isso, quando escrevemos, temos de ter um cuidado redobrado. Quem nos lê não tem acesso às nossas expressões faciais, ao que nos vai na cabeça, ao que nos vai no coração. E isso pode levar a más interpretações.

    Quem segue o meu blog conhece a minha paixão crescente pelo copywriting (arte de escrever textos que façam agir). A base do copywriting é criar emoções nos leitores. Essa emoções é que levam os leitores a agir.

    Mas, quando se faz copywriting, temos de saber antecipar os sentimentos que os leitores do nosso texto poderão sentir. E escrever esse texto para que ele apenas suscite os sentimentos que nós queremos.

    E isso só se consegue se conseguirmos colocar-nos na pele do nosso leitor. E a melhor forma para isso é mesmo deixar passar algum tempo entre a hora da escrita e a revisão.

    Abraços e mais uma vez muito obrigado por ter aberto as portas do VRSam a um artigo meu ... bom domingo ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Hugo!

      Eu fiquei encantada com seu texto! Agradeço novamente sua iniciativa e não posso deixar de elogiar seu trabalho que admiro e respeito demais, é um prazer tê-lo aqui :)

      Ótimas dicas para quem deseja fazer um Guest Post! Pesquisar é a chave para agradar os leitores daquele espaço e ter mais chances de ser aceito pelo autor do blog. Fiquei mesmo impressionada com sua sensibilidade para adequar um texto ao Vrsam, perfeito! :)

      Este é um texto muito marcante que serve de lição para refletirmos sobre nossas atitudes no meio virtual, evitando problemas e cultivando interações produtivas e de qualidade!
      Arrasou!!

      Um enorme abraço e que o Domingo seja ótimo para você e sua família :D

      Excluir
  3. OLá Sam.
    Gostei muito do post. E realmente ao ler posts de blogs que eu sigo noto que alguns são escritos no calor do momento. E é algo que devemos ter em atenção. Não conhecia o hugo Costa e vou visitar o blog.
    Beijinhos grandes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lena,

      Fico feliz que tenha gostado do meu artigo. E ante de continuar, quero também aproveitar para agradecer o seu comentário.

      A realidade é que a grande maioria dos blogueiros escreve e publica os artigos de enfiada. Ou seja: acaba de escrever, faz a correcção, escolhe uma imagem e publica.

      Como digo no início do artigo, isso não tem problema nenhum quando escrevemos um artigo tipo "manual passo a passo" que não tem de ter sentimento.

      Agora, quando cuidamos a criatividade, quando damos a nossa opinião, quando "blogamos de verdade" (porque blogar - à sua origem - é partilhar opinião) temos de ter mais cuidado com a forma como nos exprimimos.

      As palavras têm um poder .... elas podem mover montanhas. e temos de ter muito cuidado com a forma como as usamos.

      Abraços e espero que goste do meu blog e encontre artigo do seu agrado.

      Abraços e bom domingo ;)

      Excluir
    2. Olá querida Lena, tudo bem?

      Pois é amiga, eu mesma agia desta forma, publicando no calor do momento sem revisão e sem me dar conta de que isso dava margem a interpretações erradas e até constrangedoras... Hoje, ao mudar de conduta, seguindo esta dica do Hugo, os resultados são muito melhores, os textos ficam mais "caprichados" e tudo flui melhor, além de agradar mais os visitantes :)

      Muito obrigada pela presença e participação!
      Grande beijoooo e bom Domingo! :D

      Excluir
  4. OI, Sam. Oi, Hugo.
    Que gostoso ler um guest-post e com o mesmo padrão Sam de qualidade, rsrsrs.
    Muito bom!
    E o tema é muito oportuno.
    Concordo integralmente com você, Hugo.
    O papél/tela aceita tudo, menos nossas expressões faciais. E até os sentimentos que estavam lá na hora de escrever o texto arrefecem com o passar das horas.
    Tenho escrito muito pouco em meu blog de reflexões justamente por este motivo, para não passar o que não precisa e nem deve ser passado.
    Costumo reler meus textos após alguns dias e vejo, que mesmo quando passo situações particulares, elas têm servido para ajudar a outras pessoas.
    Quem não sofre perdas, passa por tristezas e alegrias, solidão, etc...?
    Enfim, o teu texto está completo e o parâmetro é este mesmo: "rolar a lingua 7 vezes na boca" para não errar na dose.
    Parabéns pelo texto, Hugo. Abraços.
    Parabéns por abrir o espaço, Sam. Um beijão e uma semana maravilhosa aos dois.
    Gisa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gisavasfi,

      Fico feliz que considere que consegui um artigo que se enquadre nos padrões de qualidade (de excelente nível) que a Sam dá ao seu blog. É para mim um grande elogio, já que a Sam é uma blogueira de grande qualidade e que eu respeito muito.

      Obrigado pelo seu testemunho. Se você tem um blog de relexões então este hábito de deixar repousar os textos antes de ospublicar assume ainda maior importância.

      Abraços e bom domingo

      Excluir
    2. Olá Gisele querida, tudo bem amiga? É sempre um prazer recebê-la !

      Fiquei super feliz em saber que gostou da postagem! Eu particularmente achei incrível este texto do Hugo, ainda mais porque além das ótimas dicas, se encaixa perfeitamente em uma experiência minha.
      Como você sabiamente disse, na escrita não temos as expressões, o tom de voz e por isso, a comunicação torna-se muito mais complexa e delicada :)
      Antes por aqui eu escrevia tudo no impulso e postava. Acho legal, mas depois que passei a revisar os textos, fiquei muito mais satisfeita. Pois passo mais claramente o que desejo e os textos ficam mais elaborados e claros para os que aqui vierem :)

      Muito obrigada pela presença, carinho e participação!
      Um super beijo e bom Domingo :D

      Excluir
  5. Bom dia Sam, Bom dia Hugo
    Muito bom o texto e os conselhos dados, já é conhecido de todos nós uma enorme quantidade de ditados que mostram a sabedoria incrível que existe no fato da pensar antes de falar, de lembrar que temos duas orelhas e uma boca, enfim são muitos.
    Esse texto me fez pensar em um outro ponto, que também devemos dar muita atenção ao que vou chamar de "ouvido interno" ou seja, prestar atenção a nosso próprio falar, ouvir a nós mesmos, antes mesmo de falar.
    Creio que a fórmula proposta é perfeita, porque se estamos escrevendo se torna mais fácil, já que podemos ler o que escrevemos várias vezes, embutido a cada leitura de um estado de espírito e "ouvir-nos" em nossas próprias palavras.
    Comunicação é uma coisa extremamente complicada, mesmo direta, com toda linguagem corporal envolvida, e realmente de forma escrita por incrível que possa parecer é ainda mais complicada. O que não podemos esquecer é que cada leitor também estará lendo movido por suas próprias emoções, gostos, desejos e sentimentos, e para cada um as palavras terão um significado quase que único.
    Gosto sempre de pensar que toda moeda tem dois lados, e se por um lado concordo com tudo que disse acima, por outro eu fico perguntando onde ficou aquele toque pessoal? onde ficou aquela emoção do momento que é realmente o seu "eu" por assim dizer, a sua estrutura, a sua verdade e o seu sentimento.
    Quando escrevemos (como faço agora) simplesmente deixando que saia o que o texto me fez sentir e refletir é um texto, um texto do Sergio e do que ele pensa e sente agora. Sinceramente se fosse deixar para amanhã, talvez só tivesse a dizer: - Concordo com tudo, ótimo texto.
    Fala a verdade, quantas vezes aconteceu isso com você?
    Quantos textos "muito importantes" você não só editou como também deletou?
    Quantas coisas tão importantes naquele exato momento deixaram de ser ditas? sem contudo deixarem de ter gerado um sentimento enorme?
    O toque pessoal, o que está dentro de você, o que motiva e move seus sentimentos, a seu jeito de entender o mundo... isso só se conhece quando você se expõe de forma totalmente espontânea, verdadeira, com erros ou com acertos, é seu eu, é seu ser, é enfim o que nos faz únicos.
    Se eu fosse deixar para amanhã.... será que teria escrito isso tudo?
    Enfim duas perguntas que adoro fazer antes de tudo
    Qual o outro lado dessa moeda? e Qual a finalidade disso
    Bom vou fugir um pouco do assunto só para que entenda a segunda pergunta
    - Em uma festa que fui outro dia, um dos participantes disse que comprou um vinho de R$ 8.000,00 -
    - eu perguntei a ele... nossa, para que é que você bebe? (na real já estava já irritado de tanto ouvir falar em beber e ficar bêbado que o assunto que ele não mudava nunca e eu como nem sou muito chegado, eita assunto chato)
    Ele respondeu - Ah pra ficar bêbado
    e eu disse - bom, com R$ 8.000.00 dá pra ficar bêbado um mês inteiro

    Abs desculpa abusar do espaço de vocês (só fiz isso impensadamente rssss) e Sucesso Sempre aos dois

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sérgio,

      antes de mais deixe-me agradecer-lhe o seu excelente comentário.

      Na comunicação, como em qualquer outro vertente da nossa vida, existe sempre o outro lado da moeda.

      O meu texto, os meus argumentos, aplicam-se principalmente a um texto que tenha o propósito de fazer agir. Um texto que seja baseado num disciplina que eu adoro e pratico do melhor que sei: o copywriting (que tem a sua vertente nos blogs: o copyblogging).

      O copywriting é a arte de escrever textos que fazem agir. A ação é uma reação natural provocada por sentimentos. E se o nosso objectivo enquanto blogueiros, ao escrever o nosso texto é passar um determinada emoção, então é aconselhável deixar repousar o texto.

      Só dessa forma temos a certeza de passar os sentimentos pretendidos.

      O seu exemplo é interessante. Para um mesmo problema exite sempre várias formas de o abordar. Aliás esse é um conceito que abordo com frequência no meu blog.

      Abraços e (na minha opinião)não não abusa nada ... um blog é um espaço de partilha de ideias ... e penso poder falar pela Samanta, no VRSam (como no meu Sites e Blogs) o espaço é de e para os leitores.

      Bom domingo ;)

      Excluir
    2. Olá querido amigo, tudo bem?

      Como sempre enriquecendo muito a postagem com suas colocações! Adorei seus questionamentos!
      Aqui no Vrsam por exemplo, procurei encontrar um equilíbrio. No começo, eu escrevia no impulso, sem editar e sem reler. Hoje, quando releio alguns textos, vejo que não passei nada daquilo que queria passar... Por isso acho a dica do Hugo super importante, mas é claro, como você disse, sem perder sua essência.
      Hoje, guardo os textos por uns dias e os edito. Não mudo o sentido do que foi escrito e sim, escolho melhor certas palavras e mudo um pouco o tom se estiver muito agressivo ou confuso, mas a essência do tema e da minha visão está lá, sempre. Até porque escrevo sobre opinião, então se eu exagerar, vai ficar monótono e robôtizado :)
      Foi então que procurei um equilíbrio, ou seja, dar minha opinião, mas de uma maneira mais clara, mais elaborada e de fácil entendimento e sem ser muito contundente como eu fazia no passado e até ofendia sem querer algum leitor por falta de argumentos ou por ser radical ao me expressar :)
      Como o Hugo disse, não é abuso algum, sinto-me muito feliz quando alguém dispõe de seu tempo para comentar, conversar, trocar idéias e experiências, é isso que enriquece o espaço :D

      Muito obrigado pela presença e por compartilhar conosco suas impressões mais sinceras!
      Um abraçãoooooooooooooo e bom Domingo!! :D

      Excluir
  6. Pela lógica temos duas orelhas e uma boca.Então escute mais e fale menos!
    Parabéns pelo maravilhoso texto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carlos,

      que bom vê-lo por aqui.

      Temos duas bocas e duas orelhas ... por alguma coisa é (bem lembrado) ;)

      Abraços e bom domingo

      Excluir
    2. Olá Carlos, tudo bem?

      Concordo contigo, este ditado é bem oportuno e muitas vezes o ignoramos, mas esta lógica física faz todo o sentido na hora de nos expressarmos corretamente :)

      Muito obrigado pela presença e participação!
      Grande abraço e bom Domingo!! :D

      Excluir
  7. Olha que interessante!
    Estreou o guest post com chave de ouro Sam. O Hugo escreve com propriedade, clareza de ideias e muita leveza.
    Escrever no calor da emoção, assim como falar, pode gerar interpretações dúbias e muita confusão. Melhor evitar mesmo.

    Um abraço, querida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paty,

      Muito obrigado pelas sua palavras de apreço para com o meu texto e a minha escrita.

      Quando se tem um blog, e se quer mesmo partilhar informação, é necessário aprender a exprimir os nosso pensamentos com clareza.

      Temos de fazer com que os textos fiquem compreensíveis, fáceis de ler e informativos. E a boa notícia é que isso se aprende. Eu aprendi e aprendo todos os dias.

      Abraços

      Excluir
    2. Olá Paty queridaaaa, estou me sentindo exatamente assim, abrindo com chave de ouro este espaço para Guest Post, pois o artigo do Hugo está incrível, eu amei! :D
      Fico feliz que tenha gostado também :)

      Depois que passei a editar os textos e elaborar melhor as palavras, enfim, ter este cuidado especial, achei que melhorou bastante a minha forma de me expressar e me comunicar com vocês :)

      Muito obrigada pela presença e participação!
      Grande beijoooo e bom Domingo!
      Espero que já esteja melhor do pulso :) Sabe, acho que fiquei com inveja, pois logo depois de ler seu texto, apareceu no meu pulso esquerdo uma bolota dolorida...snif... Mas está melhorando :)

      Excluir
  8. Bom dia Sam!!!
    Já tinha parado e pensado nessas reações com nossos leitores. Mas adorei a dica de deixarmos para postar após alguns dias. Vou fazer sempre. Obrigada por dica tão preciosa.
    Sam:
    A amizade...
    É um sentimento espontâneo.
    Nasce da harmonia de pensamentos
    e dos momentos compartilhados...
    A amizade é doce, firme e leal.
    Ela se fortalece com o tempo e se torna duradoura!
    Você é uma amiga virtual, mas faz parte do meu mundo real.
    Obrigada de coração por ser minha amiga!!!
    Tenha dias felizes...
    Bjokas...da Bia!!!
    http://pequenosgrandespensantes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Beatriz,

      o escrever os artigo com antecipação tem várias vantagens:

      - permite reler e perceber melhor como os nossos leitores poderão interpretar as nossas palavras.

      - permite, olhando com outros olhos, perceber se falta algo ao artigo para ficar mais compreensível, e assim fazer os devidos ajustes.

      - permite não sermos apanhados por algum imprevisto e depois não conseguir cumprir com os prazos de publicação com que os leitores estão habituados.

      Estas são algumas das vantagens (entrem muitas outras) de excrever os artigos com antecipação.

      Abraços e bom dia para si também.

      Excluir
    2. Olááá querida Beatriz, tudo bem amiga? :)

      Que bom que gostou das dicas do Hugo! Por experiência própria digo que faz uma grande diferença e para melhor! Pelo menos, depois que mudei de conduta, os textos ficaram mais claros e consigo me comunicar melhor com vocês que vem aqui :)
      O Hugo descreveu muito bem estas vantagens na resposta, vejo exatamente da mesma forma :) Conseguimos desta forma, passar melhor nossa mensagem :D

      Muito obrigada pela presença e carinho, saiba que a recíproca é verdadeira e nunca terei palavras que possam descrever a alegria que é tê-los aqui para conversarmos ! Agradeço de coração!
      Mega beijoooooooooooo e que seu Domingo e semana sejam ótimos :D

      Excluir
  9. Olá, Sam e Hugo!

    Este artigo ficou mesmo ótimo! É um tema interessante e bem apropriado aos assuntos que a Sam costuma abordar aqui. A dica que o Hugo deu em seu comentário sobre ler os artigos do blog antes de submeter um "guest post" é muito importante!

    No Gerenciando Blog não costumo ter esses problemas de interpretação. Como o Hugo citou no texto, os meus artigos são técnicos e poucos deles dão margem a ser entendidos de forma errada pelos visitantes.

    Mas, em blogs de opinião e temas pessoais, isso é bastante importante! Para quem não quer ser mal compreendido, é melhor reler o texto com a cabeça fresca e ter uma percepção mais próxima da que o leitor terá. A não ser, claro, que o artigo seja justamente escrito como desabafo ou para expor justamente o sentimento daquele momento.

    Parabéns a vocês dois pela publicação do texto!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adelson,

      quero antes de mais agradecer o seu comentário. Fico feliz por saber que gostou do artigo.

      Eu que acompanho o seu blog, tenho de concordar consigo. na grande maioria dos blogs do seu / nosso nicho, o nicho dos metablogs, esse problema não se põem na grande maioria dos artigos.

      Isso realmente acontece mais em blogs de opinião ou blogs pessoais.

      No caso do meu blog, como dou um olhar um pouco mais pessoal e menos técnico sobre os assuntos abordados, acabo por fazer muito isto.

      Eu escrevo a grande maioria dos meus artigos com cerca de uma semana de antecedência. Além de me permitir rever os meus textos, permite-me também ter uma segurança em relação à minha frequência de publicação.

      Ou seja, dificilmente um imprevisto me impedirá de ter artigo novo no blog em dias de publicação. Eles são planejados, escritos e agendados sempre vários dias antes da publicação.

      Mais uma vez obrigado pelo seu comentário, e um abraço para si também.

      Excluir
    2. Olá Adelson, como vai? :)

      É sempre uma honra e prazer recebê-lo! :D
      Fico muito feliz em saber que gostou da postagem, eu considero estas dicas do Hugo muito importantes tanto para blogs de opinião quanto para nossa conduta ao responder e-mails, comentar nos blogs e em redes sociais, etc.
      Sempre fui muito impulsiva e isso acabava gerando problemas e mal entendidos, hoje, ao aplicar estas dicas, vejo que minhas interações estão muito melhores e mais ricas :)
      Tenho feito isso e desde que mudei, vejo que os textos melhoraram em qualidade e clareza :)

      Muito obrigado pela presença e participação!
      Um enorme abraço e que seu Domingo e semana sejam ótimos :D

      Excluir
  10. Linda Samanta, como sempre muito bom seus textos, nos alertando sempre e é bem assim, escrevo sempre em estado normal, mas às vezes coloco meu emocional, sendo assim faço como disseste, deixo em rascunho, pois olhe, nem sempre os publico!
    Abraços minha linda amiga inteligente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida amiga Ivone, como vai flor? :D

      Que bom que gostou amiga, sua opinião é super importante! :)
      No começo eu publicava de imediato e hoje vejo que não fui clara e nem passei a mensagem que gostaria :) Depois que comecei a seguir estas dicas do Hugo, edito os textos, dou mais uma caprichada neste meio tempo e vejo que consigo passar melhor minha opinião e a qualidade melhorou bastante.
      Às vezes no calor do momento, acabamos nos expressando de uma forma menos objetiva, então vale mesmo à pena dar esta revisada :)

      Obrigada pela presença e por enriquecer a postagem compartilhando sua experiência nesta questão ;)

      Um beijãooooo e que seu Domingo e semana seja ótimos :D

      Excluir
  11. Olá Ivone,

    o deixar repousar as ideias e ter um olhar novo sobre os nosso escritos por vez dá nisso: apagamos o artigo.

    Isto acontece porque, como o recuo, apercebemo-nos que o nosso primeiro olhar era fruto das nossa emoções e não do nosso racional.

    Abraços e um bom dia para si ;)

    ResponderExcluir
  12. Ótimo artigo, Hugo realmente é incrível!
    Eu não conhecia esta expressão, será que enquanto lia o artigo eu fui o único a rodar a lingua sete vezes na boca?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Erick,,

      que bom vê-lo por aqui. É uma expressão tipicamente francesa (lingua que falo fluentemente) que eu costumo adaptar ao português (conheço muito pouca gente que usa esta expressão em Português).

      Fico feliz que tenha gostado. Abraços

      Excluir
    2. Olá Erick, como vai?

      Também achei interessantíssima esta expressão e com certeza muito útil para tornarmos nossas interações e textos mais objetivos, passando assim, de forma mais efetiva nossa mensagem :)

      Muito obrigado pela presença, fico feliz que tenha apreciado também este artigo maravilhoso do Hugo ;)
      Um enorme abraço e boa semana :D

      Excluir
  13. Ola Sam , ola Hugo..

    Interessantíssimo..

    Ja comecei a praticar a roda da língua ou das palavras escritas , assim tenho como captar minha posição de escritora e leitora ao mesmo tempo :) o que me trará mais resultados em relação aos textos do que as "minhas " emoções apenas .

    Tenho procurado me aprimorar mais , até mesmo porque meus artigos são voltado para o lado emocional, pessoal e uma série de movimentos interiores que não podem ser misturados uma vez que escrevo ao público e com certeza deve ser pensado e repensado antes de suas publicações.

    Este artigo é muito rico mesmo, gosto de ler estes detalhes que muitas vezes (digo em relação a mim) nos empolgamos e nos perdemos também .

    Claro que defendo aquela tese de que em se tratando do momento em que nos encontramos não pensamos muito ,apenas expomos nosso coração de forma sincera , e dificilmente nos importamos com certas consequências, se irão nos entender ou não , mas é um erro que deve ser sim analisado de forma sábia e bem interpretada....

    Grande beijo em vocês...adorei mais esta pérola que enriquece este nosso lado blogueira...

    Obrigada e um final de semana cheio de flores bem perfumadas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cecilia,

      Muito obrigado por este seu comentário (e pela visita com comentário ao meu blog ;) )

      Esta ponderação deve ser aplicada tanto na blogosfera como em qualquer momento da nossa vida.

      Saber usar as palavras certas, da forma certa e no momento certo, requer recuo, tempo e ponderação. Algo que as emoções têm o dom de colocar para segundo plano.

      Abraços e boa semana para si também

      Excluir
    2. Helloooo Cecília querida, como vai amiga? ;)

      Que bom que gostou! Eu fiquei encantada com este texto do Hugo, pois quando passei a aplicar estas dicas em meus textos consegui passar bem melhor minhas mensagens e diminuir mal entendidos ou exageros :)
      Assim como você, também me preocupo sempre me melhorar, ainda mais que nós postamos emoções e opiniões, coisas que levam muito da nossa percepção e sentimentos, por isso acho super válida esta prática, assim conseguimos passar exatamente aquilo que vai dentro de nós de uma forma clara e compreensível :)
      Acho que o ideal é encontrar um equilíbrio, não perder a essência, apenas passar a mensagem que desejamos de uma forma que realmente envolva o visitante e mostre para ele o que estamos entando dizer sem mal entendidos ou melindres, coisas que acontecem quando escrevemos de forma impulsiva demais :)

      Muito obrigada pela presença e participação e por complementar a postagem com seu belíssimo comentário :)
      Sabe que adoro papear contigo né :)

      Um mega beijãoooo e que seu Domingo e semana sejam ótimos!! :D

      Excluir
  14. Boa tarde, Sam. Tem selinho no meu blog para você. Reconheço a qualidade do seu espaço, assim como existe a mesma qualidade em vários espaços que não puderam ser listados!
    Aos amigos, que quiserem, podem levar o selinho.
    Beijos na alma e paz!
    Saudades!
    Não tenho condição de comentar agora. Exige demais de mim, o que hoje não tenho para dar!
    Um imenso beijo e todo o meu carinho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Patrícia, como vai?

      Obrigado pelo selinho! Em breve vou lá conferir e pegar o selo :) Costumo dizer que gosto de selinhos porque além do reconhecimento pela nossa dedicação aos blogs, junto com eles vem também o carinho e a lembrança de quem nos indicou ;)

      Não esquenta com isso, você é sempre bem vinda, volte para participar quando quiser e puder ;) Grande beijooo e boa semana :D

      Excluir
  15. Oi Sam e Hugo,
    Maravilhoso artigo!!!Li e achei engraçado porque sempre tive a mania de não postar no blog algo assim que escrevo,como não são coisas técnicas elas tem o seu tempo sabe,muitas coisas estão escritas na minha agenda há algum tempo e como vivo em ciclos sempre sinto de novo as mesmas coisas,é como se os textos precisassem de um tempo para amadurecer ou algo assim,coisa de louca né?!vai saber,rsrs.
    Outra coisa também que eu sou muito perfeccionista com as coisas sabe,nos dias em que vou postar passo longas horas,lendo,relendo,editando aqui e ali,porque tenho essa preocupação de não passar uma ideia muito diferente do que penso,claro que no caso de poesias ou algo assim a interpretação é bem variada,mas nos outros posts tenho muito esse cuidado.
    Uma semana mega linda pra você Sam,abraçãoooo!=)
    E ao Hugo,com certeza passarei pelo teu blog!=)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olááá querida Suu! Tudo jóia, amiga? :D

      Que bom que gostou do texto do Hugo, eu também adorei!! :D
      Muito legal você compartilhar conosco sua experiência nesta questão e concordo contigo nas suas colocações :)
      No começo eu postava no impulso, mas vi que postar no calor do momento estava comprometendo a mensagem que eu queria passar. Agora quando deixo os textos amadurecerem, como você bem disse, leio, releio, escolho palavras que se encaixem melhor e assim, percebi que consigo passar o que quero dizer com mais clareza para vocês :)
      Estou adquirindo esta preocupação saudável que você já tem e estou muito satisfeita com os resultados, é isso aí amiga!
      No caso de poesias, creio que o melhor é deixar bem crú, mas em textos variados, esta prática é bem útil :)

      Muuuito obrigada pela presença e carinho!
      Um beijãooooo e boa semana!
      Recomendo demais o blog do Hugo, é simplesmente incrível :D

      Excluir
    2. Olá Suelen,

      Deixe-me agradecer-lhe este seu comentário (assim como o que deixou no meu blog .... obrigado pela visita)

      Deixar repousar as ideias, amadurecê-las permite efectivamente um novo olhar sobre o nosso texto. Com isso todos ganham.

      Ganhamos nós blogueiros, porque conseguimos textos mais claros, transparentes e com maior qualidade.

      Ganham os nossos leitores, porque têm acesso a um texto de melhor qualidade. E isso proporciona uma melhor experiência no blog.

      Abraços e mais uma obrigado pelo seu comentário.

      Excluir
  16. Rolei a língua sete veses na boca, pensei e a inspiração chegou e aqui vai o que passou em minha mente neste momento. "Como e bom ter amigos e amigas online que nós fazem tão feliz" abraços amiga,ficarei atento as minhas postagens lerei bem antes de colocar ,obrigado pela orientação...fuiiiiiii

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querido amigo, é sempre um prazer recebê-lo por aqui!

      Esta dica do Hugo é maravilhosa, não é mesmo? Eu adorei e tenho procurado aplicar aqui no blog e estou gostando muito dos resultados :D
      Muito obrigado pela presença, carinho e participação, saiba que a recíproca é verdadeira, tenho muito orgulho em tê-lo conhecido neste nosso delicioso mundo virtual!

      Um enorme abraço e que a semana seja ótima para você e sua família :D

      Excluir
    2. Olá Moreijo,

      é um prazer poder contar com o seu comentário neste meu artigo aqui no VRSam.

      Fico feliz que o meu texto o possa ter orientado. O importante é termos a certeza, antes de publicar, que estamos a proporcionar a melhor experiência possível para os nosso leitores. Esse é o grande objectivo.

      Abraços e boa semana.

      Excluir
  17. OI Sam e Hugo! Tudo bem com vocês?
    Adorei a ideia do guest post! Ficou ótimo!
    Concordo totalmente com o artigo, Hugo! Já passei maus bocados por comentar por instinto em blogs! Mas corrigi esta falha e agora aplico exatamente o que você sugeriu. Escreva, respire, elabore e envie!
    Sam como você está? Tudo bem?
    Beijos e ótima semana a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda,

      comigo está tudo bem. E consigo?

      Fico feliz que tenha gostado da ideia do guest-post e ainda mais feliz por ter gostado do conteúdo. Esse era o meu receio: não conseguir um texto que se enquadrasse naquilo que os leitores de VRSam estão habituados e com a qualidade dos post da Samanta.

      "Escreva, respire, elabora e envie!": PERFEITO!!!! Eu não diria melhor.

      Abraços e muito obrigado pelo seu comentário

      Excluir
    2. Olá Fernanda, tudo bem? :)

      Que bom que gostou, eu também fiquei super empolgada quando o Hugo fez a proposta, amei o artigo :D
      Pois é Fernanda, sei bem do que você está falando, também já tive dissabores com o fato de comentar ou postar no impulso, por isso acho esta dica super válida :)
      Escreva, respire, elabore e envie :) Perfeito!

      Amiga, estou bem sim, muito obrigada por perguntar :D
      Agradeço também sua presença e participação!
      Um mega beijooo e boa semana :D

      Excluir
  18. Olá Hugo e Sam.

    Que artigo excelente.

    Realmente o poder que uma palavra possui é muito grande e que muitas vezes pode ajudar ou derrubar uma pessoa.

    Acredito que devemos sempre pensar e muito, antes de falarmos qualquer coisa que seja, para que assim depois não ocorra o arrependimento.
    Existem diversos fatores emocionais que muitas vezes podem acabar fazendo com que acabemos falando sem pensar, onde depois o melhor a fazer é pedir desculpas se for o caso.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Herlan,

      antes de mais quero agradecer o seu comentário: OBRIGADO.

      O poder das palavras é incrível. E sabe, quanto mais escrevo, mais me convenço disso.

      Muitos blogueiros (e não só) esquecem-se um pouco daquilo que realmente importa: os leitores. E nem sempre têm o cuidado de ponderar as palavras para não serem mal interpretados.

      Essa más interpretações podem levar a arrependimentos (como você sabiamente diz). Daí a necessidade de deixar repousar antes de publicar. Um novo olhar é sempre bem vindo, para não corrermos o risco de sermos mal interpretados.

      Fico feliz que tenha gostado do artigo.

      Abraços e boa semana

      Excluir
    2. Olá Herlan, como vai? :D

      Que bom que veio participar :)
      Já tive alguns problemas por postar ou comentar no impulso, então hoje procuro ser menos "afobada" rsrs pois esta dica que o Hugo compartilhou, serve para todos os setores de nossas vidas, contribuindo para interações bem mais construtivas e claras :)

      Muito obrigado pela presença e participação!
      Grande abraço e boa semana :D

      Excluir
  19. Bom dia, Samanta
    Esta opinião sobre a forma e momento de escrevermos gera controvérsias, ao meu ver.
    Entendo que sempre é aconselhável revermos várias vezes o texto antes de publicá-lo pelas razões apontadas aqui.
    Contudo, tenho para mim que escrever com emoção, com naturalidade à situação que se quer encabeçar é fator imprescindível para que o leitor se encontre àquela realidade. Se fizermos muita lapidação transformaremos a pedra numa arte trabalhada, por conseguinte, perdendo a essência do escritor, do momento.

    É meu posicionamento, querida.
    beijos,
    Maria Marçal - Porto Alegre - RS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria, como vai?

      Como citei na primeira parte da postagem, na minha opinião o ideal é encontrar um equilíbrio, ou seja, escrever sem perder a essência, mas de forma clara e objetiva para conseguirmos passar nossa mensagem.
      Entendo seu ponto de vista, se uma pessoa exagerar e ficar revisando eternamente, no fim, perde-se o sentimento inicial.
      Acho super válida esta dica em casos, como por exemplo, eu já fiz desabafos aqui no blog cheios de palavrões e no final, ninguém entendeu nada. Teria sido melhor eu revisar, escolher palavras mais adequadas e passar uma mensagem mais clara e objetiva. Já em outros casos, não elaborei bem os argumentos e postei no calor do momento, a acabei ofendendo pessoas sem ter esta intenção, porque não me expressei bem devido ao emocional abalado. Por isso, acho tão importante olhar o texto com os olhos do leitor, assim podemos nos comunicar melhor.
      Eu utilizo esta prática aqui no blog a algum tempo e creio que não perdi a essência, como tudo na vida, é uma questão de bom senso ao utilizar ;)
      Mas como você disse, passar dos limites e lapidar demais, pode ficar robotizado e maçante :)

      Obrigada pela presença e participação!
      Grande beijooo e boa semana :D

      Excluir
    2. Olá Maria,

      desde já quero agradecer o seu comentário.

      Sabe, quando se fala em revisar o texto para não deixar transparecer emoções indesejadas, não se fala em não passar emoção nenhuma.

      Bem pelo contrário. Aqui o que importa é que a emoção, a ideia que passa seja a correta. Aquela que, depois de boa reflexão, você sabe que é a adequada para passar aos seus leitores.

      Abraços e boa semana

      Excluir
  20. Olá querida , bom dia !!
    Nós somos um composto de emoções em vários níveis, opiniões e sentimentos variados!
    Concordo plenamente com você quando estamos com as emoções a flor da pele e então, nesse momento , esse estado nos tolhe a lucidez e falamos coisas movidas pelas emoções e sentimentos, e consequentemente, falamos ou fazemos coisas, das quais num momento mais tranquilo em que a lucidez impera , percebemos os desatinos que cometemos e aí vem o arrependimento; quando se trata de pessoas humildes é claro, para admitirem que erraram!
    Devemos disciplinarmos nossas mentes para que vivamos sempre lúcidos,a fim de que nossas emoções e sentimentos não possam interferirem de forma negativa em nossas vidas! Uma pessoa lúcida , consciente de si, sabe quando usar a emoções e sentimentos para o bem de todos , principalmente de si mesma! Um abraço, Luciano!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luciano, bom dia, tudo bem? Que bom que veio participar, adoro conversar contigo :D

      Perfeitas suas colocações, penso exatamente da mesma forma :D Somos sim um composto de inúmeras emoções e isso influencia diretamente nossa forma de nos comunicar e expressar e em alguns casos, como na escrita, onde não temos expressões faciais e tom de voz para poder diferenciar certas colocações, isso pode gerar transtornos. Por isso é muito importante, como você sabiamente disse, humildade para reconhecer que erramos em certas ocasiões, tomados pelo calor das emoções :)
      Eu mesma já cometi e às vezes cometo este tipo de coisa e realmente, depois fica complicado desfazer, pois o estrago já foi feito, por isso tenho procurado em todos os setores da minha vida, ser menos impulsiva :)
      Aqui no blog, quando passei a revisar os textos e escolher melhor as palavras, percebi que consegui passar minhas mensagens de forma mais clara, sem ofender os visitantes e sem ter problemas com interpretações equivocadas :)
      Adorei sua dica de disciplinar a mente para não termos interferência negativa em nossas ações e aprender a usar isso de uma forma construtiva :)

      Obrigadíssimo pela presença, complementando a postagem maravilhosamente com seu comentário :D
      Um abraçãooooooooooooo e que sua semana seja ótima :D
      Hoje vim rapidinhoooo heinnn rsrsrs

      Excluir
    2. Olá Luciano,

      muito obrigado pelo seu excelente comentário.

      Você resumiu perfeitamente a ideia. É preciso saber resfriar as nossa emoções.

      Um texto deve conter emoções. Mas apenas as que realmente queremos passar para os nossos leitores.

      Abraços

      Excluir
  21. Muito boa esta partilha de um exto preciso e muito esclarecedor,para esta situação que deparamos a todo instante pela vida.A emoção é mesmo uma faca de dois gumes afiados e muito perigosa,quando se tratar de coisas polemicas.Ontem mesmo pelo Facebook deparei com uma mensagem, creio gerada aqui pelo nordeste, relatando esta antiga e besta briguinha do sul contra o nordeste.Foi um verdadeiro bate boca,que não leva a nada.Assim Sam o testo alerta com esta bela tatica de rodar a lingua,bem como do adiamento.Parar,respirar,pensar e só então externar.Isto é fundamenal na vida em todas as relações.Parabens ao Hugo e grato por compartilhar via este belo espaço.
    Uma bela semana a voce amiga.
    Meu terno abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá meu querido amigo virtual, tudo bem contigo? :D

      Fico feliz que tenha apreciado a postagem, assim como você considero estas dicas muito úteis em vários setores de nossas vidas.
      Adorei seu comentário pois nos trouxe um ótimo exemplo de como escrever no calor da situação, agindo por impulso em assuntos delicados pode nos trazer problemas e dissabores e no fim, às vezes, como na situação que descreveu, nãos e chega a lugar algum, apenas causa o desgaste dos envolvidos...
      Como você sabiamente disse, respirar, pensar e só depois externar, perfeito! Exatamente o que o Hugo quis nos passar neste artigo, assim conseguimos evitar transtornos e as interações ficam muito mais construtivas e claras :)

      Obrigadíssimo pela presença e por complementar a postagem com este exemplo corriqueiro para nós que frequentamos o meio virtual e que nos traz uma ótima reflexão sobre o tema :D
      Um abraçãooooooooooooooo e que sua semana seja ótima :D

      Excluir
    2. Olá Toninhobira,

      fico feliz que tenha gostado do artigo.

      O seu exemplo é perfeito. Muitas vezes criam-se conflitos, discussões menos próprias, etc por razões incompreensíveis.

      Tudo é gerado pelas emoções. E se todos tivéssemos o hábito de rodar a língua 7 vezes antes de falar, então isso seria evitado.

      Abraços

      Excluir
  22. Também aprecio muito esse interagir com outros blogueiros, por isso abro espaço para Guest Post e creio que seja bem útil pra ambas as partes.
    Texto muito reflexivo, precisamos mesmo pensar antes de falar e de escrever.
    Nesta semana tomei uma atitude: Retirei todas as informações pessoais do meu facebook e vou evitar ao máximo postar sobre coisas que faço ou vou fazer off line, é um risco que a gente não precisa correr, já basta os que temos não é mesmo?
    Quero abordar ainda nesta semana sobre o assunto, porque vejo as pessoas postando tudo, TUDO mesmo a respeito de si, isso também pode ser complicado.

    Beijo grande.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Vanda, como vai? ;)

      Pois é amiga, para falar a verdade nunca tinha parado para pensar em abrir este espaço, mas o Hugo gentilmente ofereceu este texto incrível e além de lisonjeada, achei que seria muito legal ter um espaço assim por aqui :)
      Amiga, suas colocações são muito importantes, acho muito válida a sua decisão e também o desejo de postar sobre isso. Sabe que ando assustada com o que as pessoas compartilham e dizem por aí, acho que não se dão conta de que uma palavra escrita na net não tem volta e vai ficar no ar para sempre! Não é brincadeira não, é algo sério que devemos pensar sim ;)
      Fico no aguardo da sua postagem :D

      Muito obrigada pela presença e participação!!
      Um mega beijooo e boa semana !

      Excluir
    2. Olá Vanda,

      é realmente necessário ter algum cuidado naquilo que se partilha na Internet, e principalmente nas redes sociais.

      Na internet um dia ... na internet para sempre. Esse é um lema que poucos lembram e que muitos se arrependem mais tarde.

      Abraços e obrigado pelo seu comentário.

      Excluir
  23. Olá Samanta e Hugo:
    Adorei este texto e... meu Deus!- como eu preciso tomar em consideração estes conselhos kkkkkk
    Contudo, comigo é muito difícil pois sou muito espontânea e o que está no coração está logo na boca e na escrita quase com a mesma velocidade rsss
    Sai a quente e pronto, mas tenho de fazer um esforço por controlar as emoções pelo manos quando o assunto for sério. O que vale é que a minha área é o humor.
    Eu dou os meus parabéns ao autor deste texto, concordo com tudo, o difícil vai ser eu pôr em prática ahahahah
    Bjinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helloooooooooooo gatinha linda, tudo bem?

      Ai amiga, nem me fale viu, sabe que eu estou aprendendo ainda a fazer isso, mas só me dei conta depois de véia, porque até pouco tempo atrás eu ainda agia muito na impulsividade e vivia atolada de confusões por isso hehehe Aqui mesmo no blog, já postei muito no calor do momento, hoje quando leio vejo que não dá para entender nada do que escrevi e a mensagem que eu queria passar não ficou clara. Em outros casos, ofendi pessoas sem ter esta intenção...
      De uns tempos pra cá, resolvi mudar isso, ainda mais quando a comunicação é escrita, e percebi que os textos ficaram mais claros e sem tanta margem para interpretações erradas :) também diminuíram os problemas em comentários e e-mails :)
      Mas não é moleza não amiga, quando vejo já estou com o sangue lá no alto querendo escrever horrores kkkk
      Como você disse, o seu nicho permite esta espontaneidade sem causar problemas e isso é bem legal :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação!!
      Mega beijooooooooooooo e boa semana !! :D

      Excluir
    2. Olá GataVadia,

      muito obrigado pelo seu comentário.

      Fico muito feliz por saber que gostou do artigo.

      Como digo no texto, este tipo de conceito não se aplica a todos os blog, nem a todos os tipos de texto.

      E mais ... não é assim tão complicado de aplicar. Se você escrever sempre os seus artigos de véspera e se "obrigar" a reler antes de publicar, verá que muitas vezes acabará por fazer alterações.

      E isso irá evitar-lhe más interpretações.

      abraços

      Excluir
    3. Sabe que você para véia está muito bem conservada? kkkkkk
      Pois é isso mesmo, o humor é que salva a situação, dá pra rir e brincar e rir de mim própria e pronto. Eu também não me aventuro por outros campos, ou antes: aventuro sim, faço e escrevo muita coisa séria que se alguém aqui lesse não ia acreditar ser eu a falar. Só que isso eu só faço na minha vida real, nos estudos, nos projectos e trabalhos ou em privado para meus amigos. À net eu venho para me distrair e distrair os outros e coisa séria eu venho buscar quando investigo qualquer tema, não venho dar nada de sério porque não tenho conhecimentos para isso e também não ia trazer nada de novo.
      E discutir eu até gosto muito mas cara a cara com gente real, não virtualmente, porque lá está, o tom de voz, os gestos, tudo isso é linguagem e aqui não é possível.
      Então pronto, tenho dito kkkkkkk
      Um excelente FDS
      Bjinhos no coração

      Excluir
    4. Hello Gatinha linda :D

      Ah valeu pelo elogio, gostei do conservada kkkk

      Entendo sua posição, eu acho super saudável esta sua conduta de separar as coisas e fazer o que gosta e o que quer nas devidas situações que lhe agradam e lhe deixam à vontade. :D
      Compartilho contigo do gosto pelas dicussões hehehe já aconteceu no virtual, mas justamente por esta coisa de não ter expressões, tom de voz, etc, as confusões ficam ainda maiores e no fim é só desgaste, não cheguei a lugar algum :)
      Então também prefiro os debates mais acalorados ao vivo mesmo :D
      E temos dito kkkkkkkkkk
      Mega beijãozãooooooooooooo

      Excluir
  24. Eu concordo e assino embaixo, Sam... principalmente quando se trata de escrita virtual, uma vírgula mal colocada e um texto inteiro está perdido. Adorei a frase "é melhor pensar sem falar do que falar sem pensar", ela basicamente, diz tudo em poucas linhas. beijos e linda tarde.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Barbie, tudo bem amiga? :D

      Que bom que gostou da postagem, assim como você, considero muito importante este cuidado com a escrita, pois realmente, um detalhezinho pode comprometer todo o texto e causa transtornos ou más interpretações. Também gostei da frase, procurando algo para ilustrar o texto, a encontrei e achei que cabia perfeitamente :D

      Muito obrigada pela presença e participação!
      Um super beijoo e boa semana :D

      Excluir
    2. Olá Barnie,

      ainda bem que gostou do artigo.

      A pontuação é algo que ajuda muito a dar sentido ao texto. Nisso assino por baixo.

      Pena é muito blogueiro que por aí anda, não se lembre disso. Aliá muitos nem devem saber o que isso é ... nem usam ;)

      Desculpe o desabafo, mas você me deu o melhor dos alíbis para o fazer.

      Abraços

      Excluir
    3. Isso é verdade Hugo! Eu sou péssima em pontuação, mas o Adelson do Gerenciando Blog gentilmente revisa todos os meus artigos e com isso vou aprendendo ;)
      Mas vejo assim, se o blogueiro tem consciência disso, pedir alguém que seja bom nesta área para revisar é uma boa saída e demonstra que o autor está preocupado em oferecer um bom texto aos seus visitantes :)
      mas alguns, não ligam mesmo! :(
      Abraçossss

      Excluir
  25. Samanta,minha fulô de maracujá.A matéria e muito leve legal
    e divertida.Mas cometi uma pecado antes de lè-la.Pois achei
    que falava apenas,sobre colocar a língua para girar.rsrs
    Me pus então,a fazer meu exercício,de quando eu trabalhava
    em roliud com penelope,Cruezes!Você sabe que na hora que
    o diretor começa a rodar a câmera,depois que esquenta os
    disquetes,rsrs,não pode errar nas dicções,fonéticas e ciber
    néticas.
    Mas,vamos deixar de firúlas e passemos a meu exercício.Se
    poder,ensine a Adriana que vive nos tribunais falando mais
    que um papagaio.E assim:
    Tres magáfos,ganharam sete magafinhos.Os magafinhos
    foram comidos pelos magafósos,e todos ficaram magaficados.
    kkk.
    É só,se sua língua der um estálo,corra para a UPA.rsrs.
    Beijoka.Janio Roussef Haddad dicaprio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hello Janinho, tudo belezinha?

      Ficou com a língua doendo de rodar na boca? huahauahau cuidado para não ficar falando que nem o Romário hein! kkk
      Que fino você , trabalhou com a Penelope, sou fã dela, maravilhosa ;p
      Acho que não vai dar para eu ensinar a Dri não, porque quando eu empolgo falo mais que ela kkk
      Mas vou experimentar este exercícios de mafagafos que você sugeriu ;p nossa, fazia tempo que eu não via esta expressão :p
      Já fui parar na Upa, mas não por causa da língua e sim quando tomei muita tequila a uns anos atrás hehehe nunca tinha tomado, achei ótimo e tomei 10 de uma vez, quase morri kkk

      Amigo, valeu a prosa e presença! espero que tenha gostado da postagem do Hugo, eu particularmente adorei o tema que ele escolheu, muito oportuno para todos nós que usamos bastante a escrita nos meios virtuais :)
      Grande beijoca de pipoca e boa semana :D

      Excluir
    2. Sammy,a Penelope não é o que você pensa.rsrsr.Me deu
      um chute no traseiro por causa daquele bofe do Bredio
      Pitíco.Um cara feio pra chuchu,par ece um cachorro que caiu
      do caminhão de mudanças.rsrs
      Mas olha,ela me liga todo dia,sabecumê,né?Essas mulhe
      res quando colam são iguais carrapichos.Bato o telefone
      na cara dela,mas xiii,definitivamente,não tem jeito.Vou ter
      até que sair do dihitt,pois ela já mandou a carol,flamenguista
      fazer uma poesia pra mim.rsrs
      Estou poropensso a achar que essa poesia qua a Carol pu
      blicou foi a mando dela.Deixa quieto,mulher feia comigo é
      igual a parafuso,é no aperto.rrs
      Inté.Beijoka-Janio

      Excluir
    3. kkkkkkkkkkkk mas que raios de Penélope é esta? Do Brédio, só pode ser Penélope Jolie huaahuahau
      Não vou nem me manifestar sobre este sacrilégio seu de dizer que ele é um bofe feio!! vai te dar pereba na boca de dizer isso huiahua
      Aposto que ela te liga a cobrar e de orelhão huiahuia mulher é assim mesmo kkk
      Opa, não vi estas poesias, vou lá conferir, afinal poema a mando de celebridade tenho que ver né ;p
      e se ela é feia, coitada de mim, ai jesus, acabou com minha auto estima hoje
      adeus sem pipoca

      Excluir
    4. Samanta.meu papiro do cairo.kkk.Não se preocupe
      com sua beleza.O amor é cego.kkkkkkkkkkkk.
      Estou impactado por você dizer que vou ter pereba.kkk,
      Bem que eu dizia:"Samanta brava.só jesus na causa"kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.Não pensei de rir tanto,sammy.
      Beijoka-Janio

      Excluir
    5. Papiro do Cairo???!!!! Putz grila, sou velha mas nem tanto né!
      este foi o tiro de misericórdia na minha auto estima!
      Um papiro velho , amarelo, se desfazendo, esfarelando, esquecido numa caixa de Museu ou em uma pirâmide enterrada na areia...
      Tô mal na fita mesmo
      te desejo ainda mais perebas, depois desta ;p

      Excluir
    6. Não,o Cairo é antigo.Se ainda há flores lá,eles
      são lindas e viçosas.Balançando ao vento.
      Quantos anos tem a Amazonia.por exemplo?.E como é tão presente tudo que a envolve.Você me obrigou a fazer uma poesia,para desdizer o que eu não pensei.rsrs
      Big kises-Janio

      Excluir
    7. Huum até que ficou bonitinha sua desculpa, vou fingir que acredito tá?
      Meia beijoca de pipoca ;p

      Excluir
    8. Tá,então meia verdade.kkkkkk
      Gudi bay.

      Excluir
  26. Olá Sam!
    Gostei demais do escrito do Hugo (um abraço pra ele), isso aconteceu comigo ainda nesse final de semana. Escrevi um texto no sábado, ficou a meu contento mas falava sobre coisas muito pessoais. Deixei no rascunho para publicar no domingo e em seguida, no banho, já achei que o texto não deveria ser publicado na íntegra. No domingo utilizei algumas partes do texto original, descartei outras e acrescentei outros escritos mais leves intercalando. Não havia necessidade de tanta transparência. Aprendi isso depois que li num livro que é necessário o amadurecer da palavra, a mesma dica do Hugo. É preciso soltar as emoções porém guardá-las para que amadureçam e tomem o corpo que merecem antes de serem publicadas.
    Como tenho um blog pessoal às vezes escrevo mesmo no calor da emoção no intuito de despertar sentimentos no leitor, mas sempre ciente de que a resposta pode não ser aquela que eu esperava. Isso em certos casos ajuda porque nos faz ver a situação por outro ângulo, mas se no momento o estado de espírito não está aberto para entender outros pontos de vista, é melhor mesmo "guardar a língua dentro da boca".
    Um abraço, ótima semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Bia, como vai? :D

      Fico feliz que tenha gostado do artigo, eu amei! É um tema atemporal que vale a pena refletir sobre e aplicar estas dicas que ele compartilhou conosco :)
      Sabe, no começo do blog eu postava no impulso, escrevia, não revisava e na mesma hora , postava... Só que percebi que não estava passando claramente minha mensagem e em alguns casos, até ofendia sem querer, as pessoas... Desde que decidi deixar os textos aguardando alguns dias, senti uma boa melhora na qualidade e também na clareza da mensagem que eu quero passar :) Neste meio tempo, escolho melhor as palavras, reforço argumentos, enfim, dou aquela caprichada :)
      Como você, aqui também posto eventos pessoais e opinião, então procuro ter o cuidado de revisar sem perder a essência do momento e do sentimento que gerou o texto e sim, ler com os olhos do leitor e ajeitar o que for necessário para lhes proporcionar uma boa experiência :)
      Sua colocação final é perfeita, colocar no ar um texto bem crú pode trazer algumas respostas inesperadas, e quem decidir agir assim, tem de estar preparado para isso :)

      Amiga, valeu mesmo pela presença e participação, gostei muito de saber sua opinião sobre este tema :D
      Um mega beijoooo e boa semana :D

      Excluir
    2. Olá Bia,

      muito obrigado pelo seu comentário e por partilhar a sua experiência. Isso nos enriquece a todos.

      Pessoalmente, depois de escrever os meus artigos, deixo-os repousar durante alguns dias antes de os agendar. No momento em que os agendo, faço uma nova leitura, e acabo por fazer (quase sempre) modificações.

      Por norma, na manhã antes de eles serem publicados ainda faço um outra leitura para ter a certeza que está tudo bem com o texto.

      Isso faz com que muitas vezes ainda faça algumas alterações de última hora no artigo. Assim sei que consigo passar realmente as emoções certas.

      Obrigado e um abraço para si também.

      Excluir
  27. Olá minha querida... como sempre atrasadinha, mas sempre aparecendo!
    Hugo, parabéns pelo texto, as dicas são perfeitas! Entendo perfeitamente o que você diz quando fala em esperarmos para reler, pois é nesta releitura que conseguimos perceber construções de frases que as vezes dizem o oposto do que pretendíamos inicialmente.
    Confesso, que quando faço poemas não utilizo esta técnica... deixo as palavras fluírem livremente, não penso nelas, apenas as coloco no papel e dificilmente mudo ao reler, primeiro que o objetivo é deixar a emoção ali, intacta e segundo porque poemas são sentidos de formas diferente e sua interpretação é conforme o momento de vida de cada um. Falo aqui de poemas que tratam de emoções e não de poemas que trazem na construção um objetivo, como por exemplo uma crítica.
    Já em um texto elaborado, cumpro ritualmente o que você disse. No calor da emoção nossa concepção de métrica, concordância e conjugação verbal fica completamente perdida! E como sabemos que uma vírgula no lugar errado pode mudar completamente o sentido da frase, podemos perceber como é necessário estas revisões.
    Já sei, vocês vão dizer que não é só a revisão gramatical, mas a revisão de como deixar claro a emoção que se quer passar, e eu volto a dizer elas estão juntas, uma não funciona sem a outra. Então estou com vocês, rever textos onde se tem o objetivo de causar uma emoção específica e/ou causar uma ação, é importantíssimo a revisão um tempo depois de escrito e antes de publicar.
    Como você disse Sam, as palavras tem poder e se mau utilizadas podem nos calar para sempre!
    Beijussssssssssssssssssss... adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olááá querida Valéria, tudo bem amiga? :D

      Ah nem esquenta Flor, sabe que os amigos são bem vindos a qualquer hora né :D
      Que bom que gostou da postagem, eu particularmente amei as dicas do Hugo e estou procurando segui-las sempre!
      Em poesias também acho que não é preciso esta revisão, apenas pontuação mesmo, pois a emoção pura é que constrói uma boa poesia, mas em casos de textos como os que posto aqui, acho muito importante utilizar estas técnicas. Vejo por experiência própria, no começo eu postava no impulso e hoje quando leio vejo que poderia ter escolhido melhor as palavras para passar minha mensagem... em outros casos, ofendi os visitantes sem ter esta intenção ou então, não me expressei corretamente, dando margem a interpretações erradas...
      Sobre pontuação, eu por exemplo, sou péssima, por isso, já faz algum tempo que o Adelson do Gerenciando Blog faz a gentileza de revisar meus textos antes de eu colocá-los no ar. Admito minha limitação e pedi ajuda :) E com as revisões dele, acabo aprendendo bastante :D Sem dúvidas, como você disse, isso é super importante para que o artigo passe exatamente o que queremos de forma clara :) Eu estou muito satisfeita com as postagens que fiz depois de começar a utilizar estas dicas :D

      Amiga, valeu mesmo pela presença, adoro papear contigo :D
      Grande beijoooo e boa semana :D

      Excluir
    2. Olá,

      desde já deixe-me agradecer o seu excelente comentário.

      A poesia é um campo no qual eu não me aventuro muito ... gosto de ler ... mas escrever poemas não é bem a minha praia.

      Assim sendo, terei de concordar com a sua forma de actuar nesse tipo de textos. Aliás, eu vejo a poesia como uma forma de intervenção. E ái, as emoções devem estar à flor da pele.

      Rever a pontuação, algumas pavras e mesmo a construção de algumas frases é realmente uma boa prática a ter. E para surtir efeito, é preciso deixar descansar o texto e o espírito.

      Fico feliz por saber que você já procede dessa forma.

      Abraços e mais uma vez obrigado pelo seu comentário.

      Excluir
  28. Olá Hugo tenho muito gosto em ler este teu artigo, acho que está francamente muito bem escrito e o seu conteúdo é na verdade uma lição para quem (como eu) fala com o coração!
    Eu iria mais longe e acrescentaria que esta é uma grande lição não só para quem escreve, mas é essencialmente uma lição de vida.
    Devemos também no nosso dia a dia ter estes ensinamentos sempre presentes, no nosso emprego, no nosso convívio social, na nossa família etc.
    Parabéns pelo artigo e
    um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana,

      para começar quero agradecer o seu comentário. Quero também agradecer as suas palavras de apreço para com o meu texto. Fico feliz por saber que gostou e que o considera bem escrito. O esforço valeu a pena ;)

      Sabe Ana, muitos dissociam a vida online da offline. Pessoalmente vejo a blogosfera como parte integrante da minha vida. E tento ser online aquilo que sou offline.

      As regras de comportamento social válidas offline são perfeitamente aplicáveis online.

      No final de contas, a blogosfera é feita de pessoas. Ou seja, a blogosfera é apenas mais uma parte da vida social das pessoas.

      Obrigado e um grande abraço

      Excluir
    2. Olá querida Ana, como vai? Estou super feliz em vê-la ativa na blogosfera novamente :D

      Que bom que gostou do texto e o considera útil! Tenho a mesma visão que você sobre esta questão, as dicas do Hugo são muito importantes tanto para nosso convívio virtual, quanto para nossas interações no mundo off line, facilitando a comunicação e evitando transtornos.
      Vale muito a pena refletir um pouco antes de falar, revisar um texto antes de postar e ter um cuidado especial com as palavras na comunicação escrita. Uma conduta menos impulsiva melhora bastante nosso convívio em qualquer meio :)

      Muito obrigada pela presença!
      Grande beijooo e boa semana :D

      Excluir
  29. Olá Samanta! E olá Hugo! Muito prazer em conhecê-lo!!!

    Antes de tudo,quero dizer à você Sammy, que está chique demais realizando Guest Post!
    Isso é muito legal mesmo! Estou aprendendo agora como funciona (pois sou meio desligada destas inovações da blogosfera) rsrs e realmente tenho que bater palmas pela iniciativa, pois o nível de interação aumenta muito e ainda temos a oportunidade de conhecer novos e brilhantes autores que atuam e se destacam na blogosfera! PARABÉNS!!!

    E quanto ao texto, muito boa a explanação e o conteúdo! E as lições que nos passa são imprescindíveis para uma boa convivência no mundo virtual!
    Sabe, antes de publicar um texto, por mais simples e pequenino que seja, faz-se necessário uma revisão detalhada e minuciosa de todos os termos lá inseridos. Quantas vezes uma palavra mal colocada pode gerar interpretações equivocadas? Ah, e tem mais: a vírgula também tem papel preponderante em uma boa escrita. Se esta está no lugar errado pode gerar confusões e deslizes imperdoáveis!!! E escrever com os ânimos exaltados então? Nossa, nem me fale...pode sair um verdadeiro texto Frankenstein que irá assustar meio mundo....rsrs

    Sabe, se eu tivesse condições, sempre requisitaria alguém a ler e revisar o meu texto antes de publicar, pois, a leitura imparcial de outra pessoa consegue enxergar algo que o autor não vê naquele momento. Realmente seria a melhor maneira de evitar futuros erros e constrangimentos!

    Bem, eu digo que adorei as dicas e agora vou ficar ainda mais "esperta" em relação a isso e deixar o texto hibernando alguns dias antes de publicá-lo. Aí sim, podemos ter mais certeza que não estamos cometendo equívocos.

    Um grande beijo Sam! Adorei estar aqui com você em algo inédito e interativo!
    Abraços a você Hugo e mais uma vez parabéns pelo poderoso texto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helloooooooooo gatona!! Tudo na paz? :D Que bom que chegou para papearmos um cadinho :)

      Pois é amiga, estou me sentindo muito chic mesmo inaugurando o espaço de Guest Posts com este artigo incrível do Hugo, adorei :D
      Que bom que gostou! Acho uma ótima oportunidade para juntar forças e esforços e assim trazer uma visibilidade para ambos os envolvidos. Gostei muito da idéia :D

      Também considero estas dicas muito importantes, pois como você disse, uma vírgula errada, ou uma palavra mal escolhida pode mudar o sentido de tudo e até trazer problemas ou dar margem para interpretações erradas. E não queremos isso né! Queremos passar de forma clara e agradável nossa mensagem :)
      Ótimo lembrança a sua sobre momentos mais acalorados, eu mesma já fui ríspida com um comentarista porque o que ele escreveu estava sem pontuação e eu entendi tudo errado... e como era um tema polêmico, eu estava já com o sangue nas ventas kkk e acabei descontando no rapaz, foi uma vergonha. Tive que pedir mil desculpas, mas ele nunca mais falou comigo...
      Por isso é tão importante este cuidado com a revisão, uma boa escolha das palavras e olhar tudo com os olhos do leitor e isso só é possível, depois de sairmos daquele momento após a escrita :)

      Felizmente a algum tempo eu consegui ajuda com o Adelson do Gerenciando Blog e ele tem revisado todos os meus textos, isso ajuda demais a colocar algo legal no ar. Primeiro porque eu sou péssima com pontuação, se deixar escrevo tudo em um parágrafo só kkk imagine!! E segundo que com estas revisões vou aprendendo e também tenho a oportunidade de ter uma opinião antes de postar ;)
      Vale a pena conseguir alguém para revisões :)

      Aqui no começo do blog eu escrevi e postava em seguida, hoje vejo que foi um erro, algumas mensagens ficaram confusas e outras trouxeram confusão!! Agora que utilizo esta prática, sinto uma melhora nos textos e na clareza das mensagens :)

      Dri, obrigadíssimoooooooooooo pela presença e pela prosa !
      Um mega beijoooo e que sua semana seja ótima :D

      Excluir
    2. aaaaah, esqueciiiiiiii
      Você viu que está no meu Top 3 comentaristas??? isso sim é chic heinnn, valeu mesmo pelo apoio e presença sempre viu!!
      beijos flor!

      Excluir
    3. Olá Adriana,

      O prazer é todo meu ;)

      Muito obrigado pelo seu excelente comentário.

      A sua argumentação em relação ao mau uso da pontuação está corretíssimo.

      A melhor forma de melhorar esse ponto é mesmo ler bastante. Mas quando digo ler. Ler estando atento à construção das frases. À métrica. À estrutura gramatical.

      Abraços ;)

      Excluir
  30. Olá, Samanta! Olá, Hugo!

    Obrigado!
    Acho que esta é palavra adequada. Fico a espera dos artigos da Samanta, pois gosto de "conteúdo", de coisas que me façam "crescer", me façam melhor.
    O artigo do Hugo, vou lembrar sempre,pois todos os dias repito para mim mesma "falar menos, ouvir mais", isso também se encaixa na escrita. Confesso que cuido muito para escrever no blog, apesar que escrevo mais poesias. Por vezês conto umas "histórias"!
    Parabéns a vocês!
    Beijos!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Jossara, como vai amiga? espero que tudo bem :D

      Puxa, fico muito feliz em saber que apreciou a postagem e que considera os textos que posto úteis. isso é uma grande motivação para eu continuar querendo dar o meu melhor para oferecer coisas legais para vocês :D
      Concordo contigo, também acho que estas dicas são importantes para todo tipo de comunicação, seja na internet ou fora dela :)
      Acho que todo tema merece nosso carinho especial antes de ir pro ar para passarmos nossa mensagem da melhor maneira possível ;)

      Obrigadíssimo pelo carinho e presença!
      Grande beijooo e boa semana :D

      Excluir
    2. Olá Jossara,

      quem agradece sou eu ... obrigado pelo seu comentário.

      Como dizia o Carlos num comentário mais a cima, por alguma coisa Deus nos deus duas orelas e penas uma boca.

      Abraços e boa semana.

      Excluir
  31. Oi Sammy e Hugo..
    Concordo em parte com o texto. Existe muita coisa que devemos refletir antes de dar um texto por concluído.Putz! Meu blog está total fora do que vocês, meus queridos, dizem ser legal..porque escrevo o que sinto e com intensidade.. reviso penso...só acho que não sei fazer de outro jeito..talvez seja porque eu curto Caio Fernando Abreu..Clarice Lispector..Lia Luft ..Martha Medeiros..Cecilia Ahner.. sei que muita gente não gosta desse estilo. Amo poesia,romance e as relações humanas aliada aos sentimentos do momento algo fascinante porque é uma coisa que vem de dentro. Gosto da vida com cores,sem pensar em pesar qual cor vou usar. Sinto mais autenticidade nisso que na premeditação sobre o efeito que o que escrevo iria causar nas pessoas. Aqueles que se identificam agregam. Tenho um blog no Tumblr e vejo o imenso sucesso que é falar o que estamos sentindo sem regras ...apenas porque gostamos de dividir emoções e multiplicar sentimentos. Vou tentar ver se consigo escrever do jeito certo.Sem a emoção do momento. de cabeça fria...hehe
    bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carol, como vai? :)

      Entendo suas colocações e maneira de escrever, temas como poesias, desabafos e temas pessoais realmente sempre saem com um toque a mais de emoção e acho isso super interessante e válido. Por aqui escrevo opiniões e fatos da minha vida cotidiana, e procuro manter o equilíbrio, reviso, escolho melhor as palavras, leio com olhos do leitor e aí posto. No começo do blog, eu postava de imediato e assim, acabava não passando a mensagem claramente, o que deixou alguns textos confusos e também causou confusão.
      Creio que é totalmente possível unir a emoção e estas dicas, dando vida a um texto mais claro onde o leitor sinta exatamente aquilo que queremos que ele sinta.
      Também amo Clarice, Lia e escritores que primam pela emoção, mas creio que até mesmo eles souberam escolher com perfeição as palavras certas, coisa que para nós, amadores, pode passar batido no calor das emoções, ainda mais quando é um assunto polêmico.
      Enfim, creio que o equilíbrio entre coração, ponderação e inteligência é o conjunto perfeito para uma postagem agradável para o leitor e sem perder a essência do autor :D

      Obrigada pela presença!
      Grande beijo e boa semana :D

      Excluir
    2. Olá Carol,

      desde já quero agradecer o seu comentário. Quero também agradecer o facto de partilhar a sua real opinião, mesmo se essa - ou principalmente se essa - entra em desacordo com o conteúdo do meu artigo.

      Aliás, essa é a beleza da blogosfera, não acha? Existir a possibilidade de troca de opiniões.

      Repare que eu não digo que os textos devem ser desprovidos de sentimentos e emoções. Nada disso. Aliás, eu sou apologista da emoção e sentimentalismo das palavras.

      O que eu defendo é que muitas vezes é necessário reler para ter a certeza que o que escrevemos é realmente aquilo que queriamos dizer. Se não vamos ser mal interpretados. Se as emoções que passamos são realmente as corretas, aquelas que queriamos mesmo passar.

      Eu sou um aprendiz copywriter. E o copywriting é a arte de escrever artigos que façam agir. Textos que puxem pelas emoções das pessoas. Agora, tem de puxar a emoção certa. E esse é o meu ponto de vista.

      Os exemplos que você dá (excelentes autores) não vão contra aquilo que digo. Eu acho até que confirmam a minha tese.

      Como diz a Samanta no seu comentário, até esses escritores souberam escolher as palavras certas para passar as emoções adequadas.

      Abraços e mais uma vez pelo obrigado pelo seu comentário.

      Excluir
  32. Nem me fala em falar na hora da emoção, ainda bem que tenho controlado isso e anos depois a coisa tá tão melhor que talvez esteja me reprimindo um pouco, rs...

    Tudo bem e você?

    Muitos beijos, tenha mais um pedacinho de semana bom. Logo, logo fds tá aí.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá queridona, tudo bem? :D

      Pois é amiga, estou melhorando bastante esta conduta impulsiva, mas estou gostando dos resultados. Achei que fiquei mais centrada e calma para lidar com tudo :)
      Aqui no blog também optei por aplicar estas dicas e estou satisfeita com os resultados :) Vamo que vamo :D

      Por aqui tudo bem, obrigada por perguntar :D
      Agradeço sua presença!
      Beijosssss e bom restinho de semana :D

      Excluir
  33. Samanta, querida! Uhhuuuuuu!
    Eu voltei, pois o seu recadinho me encheu de alegria!
    Nossa, eu jamais sonharia em chegar a uma colocação tão alta em seu blog querida! A terceira top comentarista!
    Afinal você é super campeã no quesito comentários, pois recebe milhares, inúmeros deles de diversos amigos espalhados pela nossa querida blogosfera!!!

    Mas isso tem uma explicação: desde que a conheci, me viciei em suas postagens e na sua maneira de escrever!
    Olha, e não se esqueça que eu serei a primeira a pegar a sua dedicatória quando estiver autografando a sua obra final, lembra? Eu não me esqueci!!! :)
    Eu que agradeço tanto carinho amiga! Agora sou chic bem, chic demais da conta!!!!!!!!!
    Muitos beijos com todo o meu carinho!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii Gatona!!!

      Já tem um tempinho que você estava nos Top 3 comentaristas, e eu sempre esquecia de avisar, mas hoje, foi hehehe
      Aproveito a oportunidade para agradecer de coração sua amizade, apoio e por sempre me ajudar aqui no blog, prestigiando os artigos e participando sempre!! Isso é algo muuuito precioso pra mim, viu! Valeu mesmo :D
      E pode deixar que se um dia rolar um livreto, vou entregar pessoalmente com dedicatória e beijos e abraços ao vivo! Opaaaa :D

      Grande beijo, flor!

      Excluir
  34. Excelente texto, Samanta! Pensar antes de escrever (e falar) é sempre vital e faço isso antes de publicar alguma crítica televisiva. Por mais que eu deteste, penso na forma mais suave de criticar, ou ao menos respeitosa. Gostei muito da sua postagem. Beijão e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querido amigo, como vai? :D

      Que bom que gostou do artigo, considero estas dicas do Hugo muito úteis :)
      Concordo contigo, no seu caso, em que são temas pelos quais as pessoas são apaixonadas a ponto dos ânimos se exaltarem facilmente, este cuidado é ainda mais importante :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação!
      Grande abraço e bom restinho de semana :D

      Excluir
    2. Olá Sérgio,

      fico feliz que tenha gostado do texto.

      Pensar antes de escrever (ou falar) é sempre uma boa atitude a ter se não queremos ter surpresas, não é?

      Abraços e boa semana para si também.

      Excluir
  35. Pensar antes de escrever e de falar é a melhor atitude. Tenho muito este hábito, por exemplo, ao escrever um e-mail, de guardar e deixar para enviar mais tarde, ou no dia seguinte. Daí ao reler, se tiver alguma coisa que na hora foi escrita por impulso, já dá para rever aquilo e retirar o que não for necessário. Gostei muito desta frase: "É bem melhor pensar sem falar do que falar sem pensar". Concordo. Ótimo artigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Hannah, como vai? :D

      Concordo contigo, pensar antes de escrever e falar é um cuidado muito importante e útil para interações melhores :) Legal saber que você aplica isso também em e-mails, vou começar a fazer isso, já tive muitos problemas com e-mails que enviei no calor do momento, coisas que não se resolveram por anos!
      Também gostei da frases, quando pesquisei uma imagem para a postagem, logo a encontrei e acho que encaixou super bem com as dicas do Hugo :)

      Obrigada pela presença!
      Grande beijo e bom restinho de semana :)

      Excluir
    2. Olá Hannah,

      realmente a imagem com a frase que você refere foi muito bem escolhida pela Samanta.

      Reler mais tarde (olhar com outros olhos) é a melhor forma de termos a certeza que a nossa mensagem será bem percebida.

      Obrigado por partilhar a sua experiência. penso que será muito útil para todos nós

      Abraços

      Excluir
  36. Olá Samanta Sammy. Tudo Bem?
    Parabéns mais uma vez por nos trazer este artigo belíssimo,Quando falamos sem pensar é como atirar sem alvejar. Falar é bom, calar é melhor, mas ambos são desagradáveis quando são levados ao exagero.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querido amigo, tudo bem por aqui ;) espero que contigo também :D

      Fico feliz em saber que gostou do artigo! Gostei do seu exemplo sobre atirar sem alvejar, perfeito!
      E concordo contigo que extremos não são construtivos, o ideal é sempre tentar encontrar um equilíbrio, isso serve para muitas coisas em nossas vidas :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação!
      Um enorme abraço e bom restinho de semana :D

      Excluir
    2. Olá Alfeu,

      muito obrigado por marcar presença neste meu artigo no excelente blog da Samanta.

      Fico feliz que tenha gostado do artigo.

      abraços e uma boa semana

      Excluir
  37. amei a postagem Sammy é isso mesmo
    temos que ter coerência no que falar no que escrever
    linda noite bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá minha querida, tudo bem contigo? :)

      Que bom que gostou e temos a mesma visão sobre o tema, concordo contigo, coerência e um cuidado especial na comunicação seja ela escrita ou falada, são sempre bem vindos :)

      Obrigada pela presença !
      Grande beijoooo :D

      Excluir
    2. Olá Nos Amando,

      tardei em responder ao seu comentário ... mas como se diz por aqui, mais vale tarde do que nunca.

      Fico feliz que tenha gostado no meu artigo.

      Abraços

      Excluir
  38. Olá, Sam!
    Como sempre, sábias palavras.
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rike!!! Tudo bem amigo? ;)

      Que bom que veio participar e gostou da postagem :D
      Obrigado pela presença!
      Grande abraçoooo e bom feriadão :D

      Excluir
  39. Olá, Samantha, tudo bem?
    Consegui voltar a ter um espaço para expor meu ponto de vista. A correria é tanta, muitas edições que eu faço nos meus textos e quando sobram minutos para eu visitar os blogs, ler is textos e comentar já é uma vitória, rs.

    Pois bem, vamos lá:
    Li todo o texto e devo dizer que todos nós da espécie humana, diferentemente dos demais seres vivos, nascemos de páginas vazias e tendo essa nossa característica de vivência em sociedade, cada um de nós constroi uma história, desenvolve certos talentos justamente através das palavras vindas da familia, da escola, e o curioso é que quando as palavras são combinadas para formar uma frase, cada um interpreta de uma forma, apesar da mesma frase ser vista por todos os olhos.

    Seria ideal se todos pudessem ter unanimidade, mas, por outro lado, perderia a graça, e se não houvesse essas variações de interpretação, os debates seriam impossíveis e não teríamos poder de argumentar. É através de acertos e erros, com impulsos, que vamos aos poucos adquirir disciplina e antes eu cometia erros demais porque eu falava sem pensar e até tive rompimento de relacionamento por causa dessa minha inconsequência, rs, mas estamos nesse mundo pra isso: aprender com os erros para dar um passo à nossa evolução cultural.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcos, como vai? É sempre um prazer recebê-lo!

      Seja bem vindo a qualquer hora, sei como é difícil conciliar tudo. Por aqui tive que diminuir para 2 postagens por mês para conseguir responder o pessoal e também visitar os comentaristas em seus blogs, o que dá um trabalhão, mais atividades do dia a dia, trabalho etc... Complica mesmo :) Mas a gente vais e ajeitando, não é mesmo :)

      Realmente nossas interpretações de uma mesma frase podem variar muito, por motivos de criação, educação, estado de espírito, o "clima" daquele momento etc. E na escrita, onde não existem expressões faciais e tom de voz, a coisa complica. Por isso acho super importante termos estes cuidado especial em analisar bem o que escrevemos, escolher bem as palavras, e ao menos tentar ler com olhos de leitor para ver se estamos sendo claros ao passar uma mensagem, creio que assim, evitamos bastante dar margem a interpretações erradas, mal entendidos, etc :)
      Concordo que esta diversidade é ótima, pois aprendemos muito uns com os outros quando o debate é consciente e construtivo :)
      Assim como você, já fui muito impulsiva, tanto em comportamento quanto em textos do blog, e isso me gerou muitos dissabores, por isso estou procurando aprimorar mais minha comunicação, seja ela escrita ou verbal para evitar transtornos desnecessários.
      E, sem dúvidas, todos estamos no caminho da evolução, sempre aprendendo algo, o importante é estarmos abertos a este aprendizado e ter humildade para admitir um erro e dar o nosso melhor para acertar na próxima :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação!!
      Um enorme abraço e bom feriadão :D

      Excluir
    2. Olá Marcos,

      antes de mais quero agradecer o seu comentário.

      A evolução de cada um se faz, como você diz e bem, a través da tentativa e erro e a través da observação do que nos rodeia (familia, amigos, etc).

      E falar em pensar antes de escrever não quer dizer que tenhamos de procurar ser unânimes. Pelo contrário. O divergência de ideias e o debate são saudáveis, tanto na blogosfera como na vida offline.

      Mas sabe Marcos, um debate oral permite que nós vejamos a expressão corporal do nosso interlocutor, e mesmo que não estejamos de acordo, permite dar uma ideia mais precisa daquilo que estamos a passar.

      Enquanto na escrita, isso não acontece. É preciso saber interpretar. E para não deixar dúvidade de interpretação (ou pelo menos atenuar essas possíveis dúvidas), é preciso para para refletir naquilo que escrevemos.

      Abaços

      Excluir
  40. Olá Samanta, como vai?
    De cara tenho que concordar com sua primeira imagem. "Antes de falar pense duas vezes" e "antes de escrever dez".
    A palavra proferida tem o poder de machucar a alma, a dignidade de uma pessoa. É mais difícil de se provar. Já a palavra escrita, torna-se prova documental, daí todo o cuidado é pouco.

    Acredito que quem escreve poesias, pensamentos, crônicas, tem todo o direito de manifestar seu estilo próprio de linguagem. O cuidado maior que se deve ter, é quando a escrita é formadora de opinião pública.
    Bom feriado!
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nestor, tudo jóia, e contigo? Obrigado por perguntar :D

      Também gostei muito desta imagem, creio que se encaixa muito bem para ilustrar as ótimas dicas do Hugo :)
      Como você sabiamente disse, as palavras tem um poder enorme, tanto de fazer o Bem quanto de prejudicar, por isso este cuidado na escrita é tão importante, porque além de não ter um tom de voz e linguagem corporal para complementá-la, tem o agravante citado por você de ser uma prova documental.
      Para poesias e pensamentos, creio ser mais tranquilo quanto a deixar fluir sem muita interferência, mas como disse, em textos de outros tipos, estas dicas são muitíssimo importantes para que possamos passar de maneira correta e clara nossas mensagens :)

      Obrigadão pela presença!
      Um ótimo feriado para você também :D Grande abraço!

      Excluir
    2. Olá Nestor,

      como é óbvio, e como você refere no seu comentário, há situações em que os sentimentos têm de ester realmente à flor da pele. Como é o caso da poesia.

      Abraços e obrigado pelo seu comentário.

      Excluir
  41. Oi Samanta. Como vai?
    Só hoje me foi possível ler o seu artigo que, como sempre, adorei.
    Tudo o que escreveu é verídico e aplicável ao que falamos e ao que escrevemos. Porém, a palavra escrita tem mais força porque fica registada.
    Não conhecia o ditado "Antes de falar pense duas vezes e antes de escrever pense dez". Muito bem observado! Os conselhos que nos deixa no seu artigo são muito úteis e deviam ser aplicados, à risca, em artigos e comentários de opinião e outros que podem gerar polémica.
    Quanto a mim tento sempre escolher as palavras justas para dar a minha opinião sem molestar ninguém nem gerar polémica. É este o meu lema e, até hoje, nunca tive problemas. Devemos ser humildes e respeitar, sempre, a opinião dos outros e não magoar ninguém ao expressarmos os nossos pontos de vista.
    Muito bom artigo e, como sempre, com conselhos sábios e muito úteis que todos deveríamos utilizar no nosso quotidiano.
    BEIJO GRANDE E BOA SEMANA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida amiga, por aqui tudo bem e contigo? :)

      Fico muito feliz em saber que gostou das dicas do Hugo, eu também fiquei encantada com a utilidade do artigo e estou muito honrada em colocá-lo aqui ;)
      Concordo contigo, a força da palavra escrita, é muito grande, visto que fica eternizada.
      A algum tempo atrás, eu escrevia no impulso e percebei que isso estava trazendo alguns problemas. Eu não estava passando corretamente minha mensagem e também dava muita margem para interpretações erradas e confusas, e às vezes, até ofendia sem querer as pessoas. Depois que comecei a revisar os textos e escolher melhor as palavras, estou muito satisfeita com o resultado :)
      Acho que este cuidado é muito importante para termos interações respeitosas e construtivas ;)

      Muuuuito obrigada pela presença e participação!
      Grande beijo e bom fim de semana :D

      Excluir
    2. Olá Maria Helena,

      realmente as palavras têm um poder incrível e é preciso saber usá-las com sapiência.

      Eu vou aqui contar uma pequena história para demonstrar isso.

      Um senhor de profissão copywriter caminhava na rua e deu de caras com um pedinte. O pedinte pediu-lhe dinheiro para comer.

      O copywriter respondeu-lhe:

      -olhe, eu vou almoçar neste restaurante do outro lado da rua. Você me deixa reescrever o seu cartaz, e se quando eu voltar, se você ainda estiver aqui, eu dou-lhe 20€ para você poder comer.

      Depois de almoçar, o senhor atravessa a rua e vê que o mendigo continua no mesmo lugar.

      Então pega numa nota de 20€ e estende-a em direção do mendigo.

      Nisso o mendigo diz-lhe que não. Que ele é que vai dar uma nota de 20€ ao senhor. Porque numa hora, ganhou mais dinheiro do que costumava ganhar em 1 semana.

      Sabe o que o copywriter tinha escrito no cartaz?

      "E se você tivesse fome?"

      As palavras movem montanhas ... apenas temos de saber usá-las ;)

      Abraços e obrigado pelo seu comentário.

      Excluir
  42. Oi Sam e Hugo!
    O tema foi tão atrativo quanto o texto. Essa dica de deixar pra depois, relendo o texto de cunho emotivo foi ótima! É uma forma de repensar e fazer algo melhor sem se arrepender depois. Essa questão de interpretação em blogs é muito complicado; já vi um blog tentando explicar o que quis dizer que não era preconceito por exemplo porque no auge da emoção, publicou o que não devia e seus leitores estavam respondendo exaustivamente. Já fui em blog que eu nunca mais voltei porque achei agressivo na escrita e na apresentação.
    Muito boa leitura! Otima parceria de vocês!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olááá amiga, tudo bem flor? :)

      Fico muito satisfeita em saber que gostou das dicas e as considera úteis ;) Desde que passei a aplicá-las aqui no blog, senti uma melhora nos textos, pois creio que estou passando melhor minhas mensagens e também tenho tido bons retornos quanto à interpretação, sem causar desconforto aos visitantes :)
      Os exemplos que você nos trouxe mostram bem como às vezes, escrever no calor da emoção pode causar transtornos e inconvenientes... Já aconteceu comigo de ter que me explicar para alguém aqui no blog, e foi bem complicado. Mas a culpa foi minha que, por postar no impulso, escolhi mal as palavras e o estrago foi para o ar... E isso pode mesmo, até, afastar os leitores, como você citou. O que ninguém quer, não é mesmo :)

      Muuuito obrigada pela presença e participação!
      Megan beijo e que seu fim de semana seja ótimo :D

      Excluir
  43. Samanta, tardei mas cheguei! :)

    A mente é veloz, sendo assim, falar o que se pensa sem antes refletir, transforma as palavras em sons amargos, colocando em perigo uma ação, uma necessidade, um sentimento, uma amizade ou amor.

    Concordo que escrever ainda é pior, muito mais devastador. É um registro.

    Hoje em dia usamos mensagens eletronicas para tudo. Quando clicamos em 'enviar' todos minutos gastos escrevendo sao lançados em segundos para a outra ponta ! O dito ou escrito equivocadamente não tem volta, ou seja, uma palavra de tentativa de desculpas pode se tornar um desastre maior.

    O gmail melhorou muito quando deu a opção do usuário ter alguns segundos para cancelar o envio. Não importa o motivo, mas há uma chance de parar com a postagem.

    A ansiedade é uma vilã. Querer ver algo se resolver logo pode colocar tudo a perder.

    Aprendi a colocar tudo para fora, como vômito escrito, mas nunca mandar. Eu releio tudo, como se estivesse examinando meu mal estar. O remédio pode ser ficar calada. Analisar os motivos pode ser o encontro da solução.

    Contudo, eu já me dei mal tambem por nada dizer, por ficar quieta.


    BEIJOS mil, a voce e a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá bela Fadinha, tudo bem? Seja bem vinda a qualquer hora, amiga :)

      Sua colocação está perfeita, a mente é rápida e externar cada pensamento sem um filtro, pode nos trazer problemas e magoar pessoas, entre outros dissabores... E quando escrevemos, aquilo fica ali, registrado, indelével... Já tive muitos problemas aqui com postagens onde não revisei e acabei escolhendo mal as palavras para me expressar. Assim, não consegui passar a mensagem que gostaria e ainda ofendi as pessoas sem ter esta intenção... Por isso resolvi mudar e deixar os textos de molho uns dias :) tenho visto uma melhora e estou satisfeita ;)
      Ótimo exemplo que nos trouxe, já tive muuuitos problemas com e-mails também, hoje procuro ser mais calma e não enviar no calor do momento, ainda mais se é uma situação complicada. Muita gente já parou de falar comigo por causa disso :(
      Acho que o ideal é encontrarmos um equilíbrio, pois como você disse, em certos casos, o silêncio total também pode trazer problemas :)

      Muuuito obrigada pela sua presença e participação!
      Mega beijão estalado e bom fim de semana :D

      Excluir
  44. Oi querida Sam, tudo bem? Gostei tanto do teu texto que não escrevi o mais importante. Agradecer a gentileza da sua visita no meu blog. Fiquei realmente muito feliz. Volte sempre e sinta-se em casa. Sempre tem textos novos e todo domingo a noite eu coloco uma Inspiração que vale a pena ver.
    Obrigada e bom final de semana!
    Beijos, beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Fernanda, tudo jóia, espero que contigo também :D

      Adorei participar em seu espaço, sempre que possível passarei por lá para conversarmos mais. Eu costumo demorar um pouquinho, porque infelizmente é difícil conciliar os afazeres da vida, trabalho etc com esta atividade de blogar que tanto gosto, mas me esforço bastante para visitar os amigos, pois adoro ler as novidades e interagir :D

      Eu é que agradeço sua gentileza e carinho, valeu mesmo :)
      Beijãooo e bom fim de semana :D

      Excluir
  45. SAM: Boa noite!
    Muto bom o artigo, parabéns!

    É sempre bom revisarmos e revisarmos o que escrevemos! Isto tanto nos nossos artigos como nos comentários!

    Recentementem passei por uma situação desagradável, postando uma mensagem no blog de um parceito, onde coloquei-me de uma forma contraditória ao meu pensamento, magoando o colega pelo qual nutro grande admiração pelo seu trabalho; fiz um comentário desastroso, ou seja, escrevi tão rapidamente sem revisar e acabei magoando o outro. Isso me deixou terrivelmente mal!!

    Beijos linda e felicidades!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Maria, como vai? :)

      Também vejo desta forma, a revisão é sempre bem vinda pois a escrita é algo que além de ter o poder das palavras, fica registrado e indelével.
      Já passei por situações como a que mencionou, e infelizmente perdi algumas amizades desta forma... Sempre fui muito impulsiva ao me comunicar e hoje vejo que isso pode nos trazer problemas e magoar as pessoas, mesmo que não tenhamos esta intenção.
      Imagino como você ficou chateada com a situação, espero que se acertem e este mal estar possa ser resolvido.
      Mas fica para nós a lição de sempre ter este carinho especial em refletir e analisar um pouco antes de nos comunicarmos, não é mesmo :)

      Muito obrigada pela sua presença e por compartilhar conosco o que lhe aconteceu, reforçando as dicas da postagem :)
      Um beijãozão e que seu fim de semana seja ótimo :)

      Excluir
  46. Perdoe minha demora, minha querida??
    Este texto merece parabéns, ao Hugo, por tê-lo escrito e a você por publicar.
    Pensar é uma atividade meio em decadência ultimamente. Fala-se demais sem a devida análise das palavras. O resultado é uma imensa baboseira naufragada nesse mar virtual. Mas ser virtual não significa que ninguém observa, pelo contrário, as bobagens escritas ficam pela eternidade navegando por aí, disponíveis para o mundo.
    Essa dica de reler o que escreveu, no dia seguinte, serve para repensar o que foi escrito, sem as emoções,mas serve também para cometer menos erros, menos palavras erradas, a gente percebe muitos erros no dia seguinte.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Telma querida !! Tudo bem?

      Não esquenta com isso, seja bem vinda a qualquer hora viu! :)
      Assino embaixo da sua colocação, tenho esta mesma impressão de que pensar é uma atividade em decadência, pelo menos é isso que percebo ao observar as coisas por aí, infelizmente...
      Como você disse, vemos por aí os mais doidos impropérios e bobagens, e as pessoas agindo como se o que escrevem fosse descartável, mas não é. Cada palavra fica no ar, indelével e pública para tantas pessoas que nem fazemos idéia deste número... Por isso a importância de ter este cuidado especial com o que escrevemos.
      Sua frase final exemplifica bem o tema do artigo, sem as emoções do momento, podemos elaborar um texto melhor, ajeitando, editando, escolhendo as palavras mais apropriadas e assim passando mais claramente nossa mensagem :)

      Muito obrigada pela presença e participação!
      Grande beijooo e boa semana :D

      Excluir
  47. Olá Sam, vi que o feed ainda não atualizou, então deixo um abraço de paz e luz na sua semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amigo, obrigado pela gentileza em vir deixar seu recadinho :)
      Desejo-lhe igualmente uma belíssima semana :)
      Artigo novo, só Domingo :) mas está pertinho já, não é mesmo? Grande abraço :)

      Excluir
  48. Oi Sam, vou bem obrigada :)
    Eu procuro facilitar o máximo que posso, às vezes fica meio confuso pra quem lê, mas se seguir com calma todos os passos eu garanto que dá certo :)
    Por estes dias estou seguindo o resultado da pesquisa que coloquei no blog e a grande maioria quer tutoriais.
    Logo eu volto a postar meus textos e bobeirinhas que tanto gosto.

    Beijo grande Sam, um prazer tê-la aqui :)
    Ótima semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanda!!! Eu adoro tutos e acho super legal esta sua iniciativa de postar o que os leitores lhe pedem, mostra como você é atenciosa e oferece o seu melhor fazendo com que nós, seus leitores, nos sintamos acolhidos ;)
      Toda dica é super útil, vou tentar acompanhar todos, adoro aprender ;)
      Valeu por vir como sempre deixar sua resposta ao coments aqui, você é uma fofa :)
      Grande beijooo e boa semana :D

      Excluir
  49. Esse artigo que o Hugo Costa fez é excelente e de alta qualidade. Li ele e fiquei admirado com o seu conteudo e ponto de vista! Realmente, recomendo a leitura!

    Até!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gustavo, tudo bem? :)

      Fico feliz que tenha apreciado o artigo do Hugo, eu também fiquei encantada quando ele me enviou, as dicas e conteúdo são de excelente qualidade e muito úteis :)

      Obrigado pela presença e participação!
      Grande abraço :)

      Excluir
  50. Agradeço todos os dias, por ter encontrado pessoas como você aqui no blog!
    São os que trazem sorriso, alegria e vontade de continuar sempre e sempre por aqui. Não tem como esquecer!

    Beijo Sam!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vanda, também amei te conhecer e gosto muito desta nossa interação "blogosférica" :) Achei super fofo você oferecer o selo para todos nós, obrigada :D Beijossssssssssss

      Excluir
  51. Por mais que se pense antes, é impossível prever a interpretação do leitor!

    abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Francisco, realmente é impossível prever com 100% de exatidão, mas podemos nos empenhar e fazer a nossa parte, revisando e escolhendo bem as palavras, para passar da melhor forma nossa mensagem e diminuindo a margem de equívocos na interpretação ;)

      Obrigado pela presença!
      Grande abraço!

      Excluir
  52. Olá Sam!!
    E ai tudo bem?

    Desculpa pela demora em aparecer, me afastei do blog é até de comentar durante um tempo, ainda não vou estar 100% ativa, vou tentar o máximo que posso.

    Até me encaixo nesse tema, pois dei um tempo em escrever por isso mesmo, não queria passar para meus textos e postagens os sentimentos do momento, ninguém merece chegar num site ou blog logo de primeira dar de cara com uma escrita triste, desanimada ou muito monótona, até sem sentido é como você disse depois que para pra ver percebeu que não era aquela idéia a passar. Já fiz isso de postar sem querer só pra manter o prazo, pois gostava de sempre estar postando a semana inteira, mesmo estando doente. Comecei a impor limites pra mim, agora quando necessário deixo atrasar postagens é quando estou bem é saudável escrevo é posto. Não tenho tanta paciência como você pra escrever dias antes é ficar revisando três é até quatro vezes se possível, no entanto percebo que você é bem atenta ao que escreve é posta sobre si mesma é aqui no blog, está de parabéns. Eu escrevo no momento, somente pequenas coisas que não acho preciso revisar tanto. No seu caso como se trata da vida social é atitudes das pessoas ai realmente tem que ter o dobro de cuidado. E às vezes as pessoas não entendem os textos ou não estão na mesma sintonia que a gente, por isso temos de ser compreensíveis e tentar simplificar e quem sabe modificar algumas coisas para um maior entendimento. Errar é normal, mas não persistir no erro é fatal, se mover pelos sentimentos pode trazer graves problemas que nunca imaginamos ter, quantas vezes uma mensagem, textos jornalísticos foram maus interpretados gerando tanta polêmica, varias vezes, pra mim quando se escreve para o público tem que se ter cuidado, tipo pisar em ovos, hoje em dia existem muitas pessoas mal intencionadas que vivem a espreita procurando qualquer sinal pra te difamar, ferrar com nossas vidas mesmo. Saber usar as palavras sabiamente, como citou as palavras tem poder. Não sei se esse assunto também se enquadra no seu artigo, mas agora passa muito na TV é em várias revistas sobre o falso perfil, sabe de pessoas que montam uma personalidade falsa ao da vida real, o que quero dizer é que nas próprias redes sociais tem muito disso de falar pelos sentimentos, escrever coisas que no estagio normal não postaria, deve até ser por isso que muitas pessoas mantêm o fake ativo por estar dominado pelos sentimentos. Como você disse, escrever com o emocional normal de cabeça fria que assim nada saí errado e sem arrependimentos.

    Adorei o tema é fico feliz em saber o que se passa na sua cabeça, me sinto muito livre para escrever aqui no seu blog, sempre maravilhosa no que escreve é atingindo nossas mentes com a realidade ela sendo boa ou ruim. Amo de paixão seus textos é o blog inteiro....rsrs
    Ah em relação ao post anterior eu não ligo em encontrar um amor agora é em ter um relacionamento, tenho tanto o que fazer que atrapalharia minha vida, sou descontrolada com responsabilidades...rsrs Mas fico contente em saber que você se divertiu, aproveitou é agora está com um companheiro perfeito pra você, obrigada por palavras tão bonitas.

    Tenha um ótimo final de semana.
    Bjjjoooo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hellooo amiga, tudo bem? Por aqui tudo jóia, obrigada por perguntar :)

      Ah nem esquenta com isso de atraso, você é bem vinda a qualquer hora :D E nem que eu quisesse não poderia reclamar de atraso, porque sou a mais atrasilda para visitar os blogs dos amigos, mas como você disse, a gente se desdobra e faz o que pode né :)

      Então amiga, muitos dos textos aqui do blog eu fazia no calor do momento e postava sem nem revisar. Em alguns casos, aliás, muitos, eu estava brava com algo e acabava escrevendo de forma negativa ou agressiva. Em outros, não consegui passar a mensagem que queria e até ofendi sem querer os visitantes... Então, comecei a usar estas dicas e estou muito satisfeita, porque quando deixo o texto para revisar no dia seguinte, vejo que posso escolher melhor algumas palavras para ser mais clara ou então, retirar partes irrelevantes etc. Achei que depois desta mudança, poucas vezes aconteceu de eu ser mal interpretada, acho que consegui me fazer entender melhor.
      Outra coisa foi que um dia um Troll veio aqui e, apesar de ser mau educado, me fez pensar no que disse. Ele disse que eu só reclamava !! kkkk olha, na hora eu fiquei super brava e falei que o blog era meu e eu reclamava o quanto quisesse. Mas depois, achei que realmente, eu estava numa fase muito reclamona hehehe Na verdade, continuo falando de coisas que não gosto, mas mudei o "tom" e achei que ficou mesmo melhor do que antes :)
      Amiga, você faz muito bem em respeitar seus limites físicos e mentais, não se preocupe em atrasar postagens ou em postar pouco durante um tempo. Seus leitores vão compreender e assim você pode fazer uma postagem bem legal quando estiver mais disposta e não vai se sobrecarregar com o blog, o que pode até se tornar uma atividade chata, quando nos obrigamos a fazer algo, além de não ser bom para nossa saúde :)
      Por aqui eu não estava dando conta de postar toda semana e retribuir os comentários, então diminui as postagens, assim posso retribuir com calma todo mundo antes de postar de novo, e se tem algum dia em que não estou disposta, eu respeito e não faço nada :)
      Como você disse, quando escrevemos algo que é público, que vai ficar no ar para sempre ou pelo menos por muuuito tempo e que vai ser lido pelas pessoas, precisamos ter muito cuidado. Seja uma dica, um tutorial, um conselho e até mesmo informações pessoais sobre nossa vida.
      Porque temos uma infinidade de coisas acontecendo na net e nas redes sociais que estão praticamente fora de controle. Por isso quase não posto coisas pessoais, só bobagens mesmo e algumas fotos. Primeiro pela segurança e segundo porque como nestes perfis que você disse, esta exposição enorme do emocional pode não ser muito boa... Eu já fiz isso no twitter a alguns anos atrás, até que um dia minha chefe veio me dar uma bronca e uma amiga disse que eu estava sendo uma chata. E estava mesmo! me expondo demais, postava tudo que sentia e isso não era bom para mim e nem para os colegas que me seguiam... Também teve casos de eu perder amigos por postar coisas no calor do momento...
      Mesmo em textos mais intimistas, acho legal dar uma revisadinha, não para mudar o contexto, mas para escolher melhor as palavras,o tom e passar a mensagem claramente para não dar problemas. Porque dá bastante ! Eu que o diga rsrs (continua)

      Excluir
    2. Amigaaaa, escrevi taaaanto que o blogger cortou meu coments kkkk desculpa viu, empolguei hehehe

      ...Fico muito feliz em saber que gostou do tema, quando o Hugo me enviou, eu também adorei, achei que encaixava perfeitamente aqui no blog :D
      E é uma grande satisfação saber que se sente à vontade e livre aqui, porque vejo o blog como a minha casa onde recebo vocês. É como se eu arrumasse a casa, deixasse tudo bonitinho e cheiroso (quando estou fazendo a postagem), aí quando posto, fico ansiosa esperando vocês para sentar na sala e conversar sobre o tema, saber o que pensam, trocar opiniões e aprendo muito com isso, além de ser minha distração favorita :D
      Por isso agradeço muito seu carinho e presença sempre por aqui, mesmo quando está ocupada, valeu mesmo viu! Sua presença me incentiva a beça!
      Ah, você é super jovem, tem muito para aproveitar e se divertir antes de assumir grandes responsabilidades :D Quando você se sentir printa e quiser isso, as coisas acontecem naturalmente e aí, quando vemos, foi! rsrs

      Obrigadíssimo pela presença e conversa!
      Grande beijooo e bom fim de semana :D

      Excluir
  53. Sanzíssima, boa noite!

    Sinceramente, discordo da questão de rodar - e o número de vezes - , a língua dentro da boca. Se uma pessoa desconhece o assunto ou tem má intenção, poderá girar mil vezes, e mesmo assim só dirá sandices! rs
    Sou a favor do BOM SENSO e da BOA INTENÇÃO, sempre!...
    Pessoas generosas, que fazem uso do raciocínio lógico, não precisam pensar tanto assim para discorrerem sobre algo. Eu, por exemplo, não sou o que se chama de "passional", de dizer qualquer coisa movida a um sentimentozinho tosco e momentâneo. Se abri "a boca", "é porque tenho certeza", parafraseando a nada lógica Ofélia do humorístico! rs
    Mas, é óbvio que não estou fazendo aqui apologia à ignorância, o do "não sei e vou morrer sem saber". Oras, pesquisar é bom e eu ADORO!!!! O que friso nesete caso é o nem abrir a boca quando não há exatidão no que se pensa. Se a pessoa não sabe, deve fechar-se por tempo indeterminado, até poder, enfim, conduzir sua opinião com maior propriedade.
    Bem, essa é uma ideia minha e que, espero, quem leia não ache que faço ode ao desconhecimento e à mudez eterna. Gente, já fui tímida ao extremo e conheço o ditado "Em boca fechada não entra mosca" na prática! Agora que sou uma faladeira compulsiva, não iria incentivar esse comportamento silencioso, né? kkkkkkkkkkkkkk Só peço que falem, por favor, falem muito, mas use, repetitiva feito um papagaio, o BOM SENSO e a BOA INTENÇÃO!...

    Beijos e um findi pra lá de bom para todos!!!!

    Mary:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hellooooo Mary !!!! Que bom que veio participar deste Guest Post do Hugo que está inaugurando esta tag aqui no blog!! :D

      Creio que só irá rodar a língua quem preza pelo bom senso, quem não está nem aí para isso, nem se dará ao trabalho de refletir sobre isso e pensar antes de vomitar qualquer asneira.
      Me considero uma pessoa de raciocínio lógico, mas infelizmente tenho meus momentos de impulsividade, e nestas horas é que estou aprendendo a pensar antes de falar, não para mudar o contexto do que quero dizer, mas sim para passar de maneira apropriada, respeitosa e clara meus argumentos.
      Depois que passei a utilizar estas dicas do Hugo, sinto que a comunicação ficou melhor, consigo passar de uma forma muito mais eficiente minha mensagem, sem dar uma margem muito grande para interpretações erradas e estou bastante satisfeita com os resultados aqui no blog :)
      Também adoro pesquisar, qualquer dúvida, por mais simples que seja, lá vou eu pesquisar kkk assim podemos enriquecer nosso argumentos e não usar em vão o poder das palavras, que se mal usadas, mesmo quando a pessoa tem razão, podem fazer estragos imensos.
      Me identifiquei contigo, por muitos anos fui bem quieta, mas depois que entrei na blogosfera, perdi a vergonha na cara de não calo a boca kkk ou melhor, os dedinhos hehehe
      E se todos nós seguíssemos sua sugestão de bom senso e boa intenção, sem dúvidas as interações escritas ou ao vivo seriam muuuuito melhores e mais construtivas e produtivas :D

      Obrigadíssimo pela presença e por complementar a postagem com sua opinião :D
      Grande beijooo e bom fim de semana :D

      Excluir
  54. Oi, Sam...
    Ah, mais que coisa! Engraçado, sobre o que dizes, eu já vi pior que um artigo, baixei um e-book grátis num destes sites de nicho "Ganhar Dinheiro na Internet" e o cara flava numa arrogância de superioridade por ser um blogueiro profissional tão grande, que me senti um "nada", mostrando o que tinha e eu não tinha e blá-blá-blá... Sem se notar que blogueiros novos e inexperientes, não podem se comparar a um Problogger, não é? Mas ele, "nem aí". Me senti aborrecido. Você tem muita razão. As nossas palavras são como facas afiadas, por isso, que o Senhor Jesus nos advertiu que daremos contas delas... Abraço, Sam, e parabéns ao Hugo costa pelo Post. Valeu!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alexandre, boa tarde :D

      Mil perdões pela demora na resposta, é que viajei de sexta para sábado de volta para casa, e a viagem é longa, cheguei aqui "um caco" rsrsrs
      Ter cuidado com as palavras, tanto na escrita quanto verbalmente é muito importante, principalmente como no caso que mencionou, onde a pessoa não teve este cuidado e acabou causando desconforto ao utilizar uma comunicação arrogante.
      Já deixei de visitar alguns blogs famosos e renomados por causa disso, pela arrogância do autor ao tratar os visitantes...
      Ninguém gosta de ser tratado desta forma.
      E creio que o problogger deve ter em mente que entre seus visitantes existem pessoas sem conhecimento na área e que precisam de alguém com boa vontade e que os motive e não que os desanime agindo desta forma prepotente. Afinal, ninguém nasce sabendo e compartilhar conhecimento com humildade é algo nobre e até necessário em blogs deste nicho.
      Se tivéssemos mais cuidado com nossas palavras, as relações seriam muito mais agradáveis e construtivas, como você disse, as palavras são como facas afiadas em alguns casos e também podem ser bálsamo para a alma, por isso é preciso um cuidado todo especial em todo tipo de comunicação :)
      Fico feliz que tenha apreciado este artigo do Hugo, eu particularmente achei o tema muito apropriado e importante para todos nós, blogueiros ou não :)

      Ah, eu acessei seu perfil blogger para visitar seu blog e não encontrei o link, deixe aqui para eu poder visitar seu espaço e conversarmos mais :)

      Se não nos falarmos mais estes dias, aproveito para lhe agradecer pela presença e participação aqui no blog, enriquecendo as postagens com seus comentários e lhe desejo um belo 2013 com muita paz, saúde e sucesso para você e sua família :D
      Grande abraço!

      Excluir
  55. Oi Sam,
    Passando para matar a saudade, ver, ler e aprender.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  56. Ah...
    Ótimo artigo do Hugo.
    Valeu.

    ResponderExcluir

Obrigado pela presença! É a sua participação que abrilhanta este espaço! Sinta-se em casa :)

emo-but-icon

Autora do Blog

Sobre a autora e o Blog Facebook Instagram Google Plus Twitter Image Map

Novas

Comentários

SERVIÇOS

Ebook Gratuito - Blog Sucesso a Jato

Ebook Gratuito - Blog Sucesso a Jato
11 dicas p/ você começar a ter Sucesso Online

No Vrsam

  • …

    Postagens
  • …

    Comentários

Feed-se

Icon Icon

Google+

Facebook :)

Facebook

Instagram

Amigos

Recomendação de leitura

Destaques do Mês

item