Famílias que não agem como tal...

"A verdadeira família é aquela

unida pelo espírito e não pelo sangue."

(Luiz Gasparetto)

Criança triste

Infelizmente, vemos muito por aí, famílias que não agem como tal.
Só são família nas fotos sorridentes, nos momentos de alegria ou no dinheiro, mas na hora das dificuldades, às vezes, quem vem ajudar são estranhos ou amigos.
Na minha opinião, familiares já deveriam necessariamente, ser amigos.
Um familiar que é amigo, se coloca no lugar do outro, sofre só de saber que você pode se magoar, vende até as calças pra te ajudar, enxuga suas lágrimas, puxa sua orelha quando é preciso, fica ao seu lado nos momentos difíceis e alegra-se ao vê-lo sorrir.
Mas muitas famílias não são assim, e algumas, nem é por culpa da educação que tiveram, meio em que cresceram, etc. São assim por causa do egoísmo de alguns membros.

Alguns, chegam ao cúmulo de, ao invés de proteger a família, a destroem, maltratam ou desprezam seus parentes, enquanto sorriem e distribuem gentilezas a estranhos.
Existem casos de brigas sem fim por bens materiais, assassinato, violência doméstica, maltrato a idosos e a crianças, abandono, etc. A lista é grande mas, hoje vou falar apenas dos problemas mais simples, aquele desprezo no cotidiano, o egoísmo, a falta de cumplicidade.
Nada justifica esta omissão, crueldade e descaso.
Não escolhemos nossa família e, por isso mesmo, ela é nossa maior oportunidade de crescermos como pessoas, de amadurecer, de exercitar a paciência, a tolerância, a generosidade e o amor. Fugir disso é muito fácil e cômodo mas, fugir disso também é covardia.

Não dá para ajeitar sempre mas, existem pessoas que sequer tentam. Param no tempo, fingem que os problemas não existem, não estendem a mão ao outro, jogam suas responsabilidades para debaixo do tapete e só demonstram amor quando existe platéia ou quando lhe convém mas, nos bastidores, a coisa é bem diferente.

Família assim, não é família, apenas conviveram juntos mas, não enriqueceram os laços humanos, não cultivaram o amor e o companheirismo.
E, quando um não quer, dois não brigam e também não se amam. Por isso, todos os envolvidos precisam estar dispostos a reconstruir o que se perdeu, nunca é tarde, mas se nem todos tem esta disposição, às vezes, mesmo que seja difícil, melhor mesmo é se dedicar aos amigos e a quem merece.
Afinal, se for desta maneira, para que dar murro em ponta de faca? Tentar até a exaustão fazer o que um só não faz?

A vida segue e, existem momentos em que temos que analisar o que é o melhor para nós, mesmo com o coração partido, pois estamos aqui para sermos felizes e todos precisam de alguém com quem contar nas horas de sofrimento.
Precisamos ter ao nosso lado quem honre nosso sangue e também nossa amizade, não alguém que somente tem o mesmo sobrenome mas, que não quer ser parte de nós.
E, graças a Deus, sempre existe alguém que será seu porto seguro, que vai segurar sua mão nas adversidade, seja familiar ou não :)

Lembrando que esta é só minha humilde opinião :)

"É fácil amar os que estão longe. Mas nem sempre é fácil amar os que vivem ao nosso lado."
(Madre Teresa de Calcutá)

autora Autora

Mineira morando em Sp, geminiana, casada. Apaixonada por atividades físicas, já pratiquei natação, Taekwondo, Muay Thai, Kick Boxing, atualmente treino musculação e sou aprendiz de corredora :) Blogueira por amor. Este espaço foi criado com a intenção de interação e diversão, seja muito bem vindo(a)!

Recomendados

reflexão 4227685604958402390

80 comentáriosBlogger

  1. Rangel de Jesus Santana11/7/11

    Parabéns por sua postagem!

    ResponderExcluir
  2. Olá Sam!
    Eu sei tão bem o que é "perder" uma família em vida! Olhar os porta retratos e não reconhecer mais nada ali. É mto difícil. Mas família a gente não escolhe - essa frase é perfeita. E a partir da minha experiência dolorosa, faço hoje com que dentro da minha casa e entre meus filhos, sejamos todos antes de tudo amigos e cúmplices, ser do mesmo sangue é contingência, o resto é dedicação e esforço.
    Belo texto como sempre. Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos duas. Antes eu sofria muito por não ter o amor de família mas, hoje me me acostumei.
      Meus pais nunca deram amor aos filhos, muito pelo contrario, eles colocavam um contra o outro. Já Tive ate depressão por não ter psicológico para aguentar as maldades da minha família. Depois que eu me mudei para longe, melhorei e muito. Nem nos momentos difíceis eles dão as mãos. Meus pais já falaram ate em me matar. Sempre andei em um bom caminho e sempre procurei ajudar a minha família mas, nada adiantou, falar a verdade parece que cada vez que eu ajudava, eles me rejeitavam e mostram raiva mais ainda por mim.

      Excluir
    2. Bem, diria somos três. eu fui uma criança que trabalhava na roça desde os 8 anos de vida, aos 12 anos vim para a cidade grande, aos 17 anos fui expulsa de casa, sem qualquer preparo para a vida. Graças a Deus já tinha um emprego onde não ganhava muito mais dava pra me alimentar e morar mal. Estudei as minhas custas, me casei com uma pessoa bacana em parte, subi na vida ai meus pais me adoravam, depois quebrei e meus irmãos subiram na vida mais o q mais cuidava deles Deus o levou, minha mae se lembra com saudade de vê-lo chegando com as compras. hj eu me afastei de todos, e não sinto falta alguma daqueles que me fez praticar trabalho infantil, e além de ser espancada pelo pai a mãe era omissa, só passava salmoura qdo estava desfalecida no chão. É uma pena não poder escolher a família!

      Excluir
    3. tenho um casal,eles me falam sempre a mesma coisa, quando chamo a atenção do menino ele dis que a manina é a minha queridinha e quando chamo a atenção do menino ela dis a mesma ciisa tento esplicar porque naquele momento chamei a atenção de ou dela más é inútil tentar pois n querem me ouvir pra eles e principalmente para o menino eu tenho que sempre tá asumindo meus erros,pois o mesmo ñ aceita que ser julgado diálogo só se for se eu chegar pedindo desculpas pelas tantas veses que eu errei pois para ele,ele ñ erra nunca, pensso as veses que isso vem de herança do pai,pois vivo tudo dessa forma com o pai dele eu só conseguia me expresar para meu esposo se fosse através de carta porque cara a cara ñ tenha como mesmo ele me humilhava me deichando com minha alto estima muito baicha e agora vivo a mesma cituação principalmente com o manino,e a menina é rebelde tambem, más em compensação ela é carinhosa um pouco difícil de quer me ouvir mas com geito ela ainda me ouve ele tem 17 anos e elatem 15

      Excluir
  3. @Rangel de Jesus Santana
    Olá Rangel !

    Obrigado pelo carinho, presença e participação !

    Um enorme abraço e boa semana !

    ResponderExcluir
  4. @Marcela
    Olá Marcela, que bom que veio participar !!

    Você exemplificou muito bem o que eu quis dizer e assim como você, também sei como é isso, mas para recuperar o que se perdeu, todos precisam star dispostos e não foi o que aconteceu, por isso, acabei desistindo com relação a alguns membros, mas os que estão dispostos a enriquecer os laços de amizade se mantém juntos e se esforçando, pois como você sabiamente colocou, é preciso dedicação, mas vale muito a pena !

    Obrigadíssimo pela presença e participação !
    Um super beijo e boa semana !

    ResponderExcluir
  5. Eu procuro preservar os laços de amizade entre os meu familiares, mas é muito mais facil distribuir sorrisos a estranhos, porque quando nos criticam não ouvimos.

    ResponderExcluir
  6. @manoel
    Olá querido amigo Manoel,

    Pelos seus textos percebemos que é uma pessoa sensível e que valoriza sua família, e lhe parabenizo por isso !
    Não é fácil, mas vale a pena !

    Obrigada pela presença e participação !
    Um abraçãooo e boa semana !!

    ResponderExcluir
  7. João Bosco Guimarães Mafra11/7/11

    Samanta,
    Eu estou de pleno acordo com você!
    A desagregação da família, atualmente nos leva a sérios problemas domésticos.
    Os pais são se interagem com os filho, que por sinal não respeitam os mais idosos e exigem o tempo todo, atenção, dedicação e nada, anda mesmo dão em troca, um sorriso, um afago, um abraço, isto já era, eles não tem tempo mais para a família, para os irmãos, par ninguém.

    Chama-se FAMÍLIA por CHAMAR, porque faz muito tempo que deixou de ser uma.

    INFELIZMENTE NÓS VAMOS PASSAR UM LONGO PERÍODO SEM TERMOS ESTES ATOS DE CARINHO, AFETO, DEDICAÇÃO, sabe o porque?
    Esta juventude não quer nada, com nada e nem constituir família querem eles querem é ficar, sem compromisso nenhum e depois, não sei terá depois.....

    João Bosco

    ResponderExcluir
  8. @João Bosco Guimarães Mafra
    Olá João !

    Como você citou, a coisa anda feia mesmo, e esta situação gera lares infelizes e às vezes até perigosos. existe tanta falta de respeito, companheirismo, omissão que assim como você, não sei onde vamos parar.
    O egoísmo impera destro das famílias e não existem valores morais, dedicação e esforço para manter vivo o amor e a amizade que deveriam estar presentes em todas as casas.
    Espero que a consciência de como é importante a família renasça nas pessoas, senão, não sei mesmo o que será...

    Obrigadíssimo pela presença e participação !

    Um enorme abraço e boa semana !

    ResponderExcluir
  9. Alice Moura11/7/11

    Samanta,tu sempre com esses artigos tocantes!!! A A dedéia tem razão! Bjobjo

    ResponderExcluir
  10. @Alice Moura
    Olá Alice, fico feliz que goste, escrevo com o coração e é sempre bom poder compartilhar e conversar com todos a respeito destas questões :)

    Um super beijooo e boa semana !!

    ResponderExcluir
  11. Amiga,
    Boa tarde.
    Como vc bem sabe, um dos pilares da minha vida é a família.
    Não sou uma pessoa que tem facilidade em demonstrar aquilo que sinto, também não sou adepto em visitar parentes (alguns podem até me considerar anti-social...KKKKK), mas, concordo plenamente com você que se cada um de nós estendermos a mão para aquele que faz parte do nosso convivio familiar, quando esse necessite, já estariamos diante de um mundo bem melhor.
    Parabéns pelo texto que concordo plenamente com sua opinião.
    Abs.,

    Glauco

    ResponderExcluir
  12. @Glauco Marchezin
    Olá querido amigo Glauco !!

    Estive em seu Lar e pude ver como valoriza e sabe manter os laços de amor firmes e intensos com sua família, e isso é realmente uma qualidade maravilhosa !
    Como você, também estou afastada da família, mas mesmo assim, podemos ajudar quando necessário, não cai pedaço e vale muito a pena :)

    Obrigadíssimo pela presença e participação !
    Um abração e boa semana pra todos vocês !

    ResponderExcluir
  13. OI amiga quase todas as famílias tem esse probleminha básico de alguns membros que chamamos de EGOISMO NATO, esse é o único nome que podemos dar pois sendo da mesma família, tem uma falta uma dificuldade de chega junto para apoiar seja lá de que forma, alguns dizem mais não tenho dinheiro, ok mas podemos fazer uma visita, ligar e perguntar de que outra forma pode expressar o nosso amor e carinho, atenção. Tem um texto judaico que diz: É egoísmo pensar somente em nós próprios como centro do mundo e construir um mundo fechado que nos isola das oportunidades que a vida pode oferecer. Ajudar , apoiar a família é uma das melhores oportunidade que temos de fazer algo por alguém. De nada vale ter um zelo pelos que não são da família se não fazemos pelos nossos familiares.

    Uma bela semana

    ResponderExcluir
  14. Minha linda, terna e meiga Sami!
    Tens o dom de discorrer sobre assuntos difíceis e fundamentais, como este da família.
    Belíssimo texto, abordado com a sabedoria e sensibilidade de sempre demonstrando tua maturidade e generosidade!
    Confesso ser uma privilegiada, pois tenho uma família grande e unida, italianos clássicos do tipo de ficar a volta da nona!
    Claro que podemos dividi-la e duas partes, os altruístas, generosos e sempre presentes independente de tempo e hora e os egoístas, oportunistas e pentelhos e sempre ausentes independente de tempo e hora, a não ser por uma bela festa, quando necessitam,etc..
    Mas aprendemos com lindos exemplos de luta e fé a nos fortalecer junto aos generosos para poder aceitar e tolerar os outros.
    Sei que em muitas famílias é muito pior a convivência e a troca afetiva. Que existem abandono, descaso, verdadeiros absurdos praticados por familiares que não esperaríamos nem de bárbaros estranhos, etc.
    Mas compreendo, e é uma visão bem pessoal, que algumas pessoas, independente de serem familiares ou não, estão em nossa vida para serem carregadas, suportadas, toleradas, compreendidas e que representam nosso desafio pessoal. E outras que são fáceis de amar e que são nossos companheiros de jornada e verdadeiras vitaminas de vida e crescimento.
    Costumo dizer, quando assisto alguma desavença idiota e mesquinha, que a vida em si já é tão difícil e tem tantas pessoas com as quais não podemos argumentar, nem contrariar, apenas seguir e obedecer, como decisões judiciais, burocracia, golpes econômicos, exigências fiscais, etc., que não deveríamos perder tempo complicando mais ainda nossa rotina!
    Mas também é uma simples opinião e talvez o fato de ter tido uma família sólida tenha ajudado muito nesta forma de pensar.
    Parabéns por mais este texto desafiante e estimulante!
    Um megaaaaaaa beijo no coração!
    Ps. Este espaço esta cada vez mais megaaaaaaa, genia do html!!!

    ResponderExcluir
  15. Valéria Braz11/7/11

    Oi minha Flor Sam.... familia é a construção da ponte de amor, convivência e amizade, nesta construção nem sempre tudo é conforme o planejado e em prol de um mesmo objetivo. Nela sempre haverá afinidades e desafetos, amizades e indiferença, no entanto a construção continuará.
    Mas em familia o querer deve ser mútuo, todos devem ter um sol em comum, o da amizade e coragem de estar junto. E na minha humilde opinião quando não este acordo não existe familia, existem apenas conhecidos com algo em comum, que neste caso é o sobrenome ou os laços de sangue.
    Não acredito em familia perfeita, acredito em familia que se ama... eu conheço muitas por aí. Infelizmente não posso dizer que tive uma familia cheia de amor, carinho e que se preocupasse em te dar força para ser alguém sempre melhor. Minha familia teve um certa marca da indiferença cotidiana, tive ótimos provedores...
    No entanto, e mesmo sofrendo as marcas disto tudo, ainda acredito na força da familia, familia que muitas vezes encontramos nos amigos!
    Sempre digo que os amigos são a familia que escolhemos, estejam eles nos laços de sangue ou não!
    Mas fazer acontecer em sua vida uma familia de verdade, não depende só de nós ou só dos outros, depende de acreditar que a familia é a cosntrução do nosso mais forte alicerce!
    Beijo no coração

    ResponderExcluir
  16. @Irismar Santos
    Olá minha querida amiga Irismar !!

    Verdade amiga, os que agem assim, são movidos pelo egoísmo, aquela conduta onde está sempre ausente o pensamento de se colocar no lugar do outro, de se preocupar e importar com seus sentimentos.
    Muitos legam como você disse, que não tem dinheiro, mas na maioria das vezes um gesto de carinho ou apoio emocional valem muito mais do que qualquer tipo de ajuda financeira.
    Perfeito este texto judaico, é um erro isolar-se e acreditar que não precisamos de ninguém, ou então não aproveitar as oportunidades que só a convivência e o exercício da generosidade nos trazem.
    Concordo contigo, de nada vale dar amor para estranhos se não nos esforçamos para enriquecer o amor dentro de casa.

    Obrigadíssimo pela presença e maravilhosa participação como sempre !
    Um beijo e boa semana !

    ResponderExcluir
  17. Buenas Sam,

    creio que a familia é a célula de qualquer sociedade. É a base das relações. Historicamente, a família tem passado por severas transformações. Desde a época em que o pai tinha poder de vida e morte até os dias atuais em que o pai fica em casa cuidando dos filhos e da casa. Penso que o laço sanguineo deveria ser muito forte, mas não é o que vemos. Respeito e carinho são trocados por mesadas e troca de favores. Aqueles que tentam educar seus filhos de forma diferente, ensinando os verdadeiros valores, acabam parecendo ETs. Parece que amizade e amor estão distantes da atual família.

    Bju

    Paulo

    ResponderExcluir
  18. @Flora Pires
    Olááá querida Flora !!
    Opaaa, gostei deste início aí, de linda, terna e meiga hehehe estou me achando :P Obrigada amiga, pela gentileza !!

    Ai que delícia de família a sua, imagino como são unidos e generosos !
    Acho que você exemplificou muito bem, em toda família, temos as classes rsrs afinal, cada um é diferente do outro e isso é inevitável.
    Na minha família também existem estas diferenças, mas acabamos nos fortalecendo e aprendendo não só com o amor dos que estão ao nosso lado de corpo e alma, mas também acabamos aprendendo certas coisas com aqueles que ainda não estão neste grau de evolução e ainda agem impelidos pelo egoísmo, isso só nos fortaleceu mais para tentar nunca romper os laços que temos entre os mais chegados.
    Tive casos de abandono e descaso na minha família, mas isso não me fez mudar e nem perder a força para tentar com ainda mais garra, fazer um lar unido.
    Mas com certos membros, acabei desistindo, porque não adianta tentar mudá-los, esta consciência tem que vir de dentro de cada um...
    Penso exatamente como você, temos tanto que resolver e engolir por aí afora que nosso lar deve ser o descanso, o porto seguro para todos os momentos e não mais um fardo.
    Fico feliz que tenha gostado, é sempre um prazer conversar com todos vocês, aprender e trocar experiências !

    Amiga, eu não sossego com este html né kkkk mas cada dia descubro algo mais legal e quero mudar, aí vou seguindo e me descabelando, como contei pra Andréa hihihi
    Que bom que gostou !!

    Obrigadíssimo pela presença, carinho e bela participação !
    um mega beijãooo e boa semana !!

    ResponderExcluir
  19. @Valéria Braz
    Olá bela Valéria !!!

    Gostei muito da sua colocação de que esta construção, apesar de seus desafios e dificuldades, está sempre em andamento, depende exclusivamente de nós o seu crescimento ou demolição.
    Concordo contigo que quando este laços não são valorizados, temos dentro dos lares apenas conhecidos, mas não pessoas que se importam realmente ou com as quais podemos contar quando a coisa fica preta...
    Também não acredito em família perfeita, mas como você, acredito em fortes laços de amor e companheirismo.
    Eu também tive e ainda tenho vários problemas com indiferença e descaso, mas encontro nisso forças para enriquecer ainda mais os laços que estão fortes e nunca deixá-los ceder, independente da situação.


    Obrigadíssimo pela presença e belo comentário, como sempre !!
    Um super beijoooooo e que sua semana seja ótima !

    ResponderExcluir
  20. @Pithan Pilchas
    Buenas amigo Paulo, que prazer tê-lo por aqui !!!

    Concordo contigo que a família é a base de todas as nossas relações, por isso é tão importante para o papel que desempenhamos no mundo e também para o desenvolvimento de nosso caráter e para base da forma como lidamos com as outras pessoas.
    Também acho que estes laços deveriam ser mais sólidos, mas infelizmente não é o que vemos devido ao egoísmo que impera na maneira de agir de muitas pessoas...
    Espero que esta consciência retorne aos lares e que possamos ver novamente a maioria dos lares cheios de companheirismo e generosidade.

    Obrigadíssimo pela participação e presença !!
    um super abraço e boa semana !

    ResponderExcluir
  21. Você está mais do que certa digníssima Sam. Infelizmente a realidade é essa mesmo. Em minha própria família eu presencio essas coisas, principalmente as atitudes dos meus tios, que quando tinham uma condição financeira simples almoçavam todos os domingos na minha casa... mas depois que cada um deles subiu na vida e acumulou bens materiais, começaram a se afastar, até que finalmente nenhum "fiadamãe" aparece mais em casa. Nem telefonam, nem respondem e-mail, morrem de medo de que a gente peça alguma coisa pra eles, francamente... e eu que os amava tanto quando era criança, agora, com quase 30 anos de vivência, os desprezo com todas as minhas forças, e hoje em dia faço de conta que morreram para não alimentar mágoas em meu coração. Minha irmã já passou tantas dificuldades, e nenhum deles estendeu a mão pra ajudá-la. Pode?!
    E o que me deixa mais doida da vida é que eles acham que foi a gente que desapareceu da vista deles, ainda por cima eles têm a cara-de-pau de perguntar aos outros por quê nós não vamos mais visitá-los... quanto cinismo!
    Cada vez mais eu acredito que aquele perfil de família de comercial de margarina está desaparecendo, ficando mesmo só na TV. Tudo por causa do egoísmo, do materialismo e da falta de empatia. Antes a família era sinônimo de união, hoje é sinônimo de "cada um por si".
    Parabéns pela abordagem do assunto fofa!

    Beijãooooooooo!!!

    ResponderExcluir
  22. Família mesmo eu considero quem mora dentro da mesma casa; marido ,esposa e filhos o resto considero como FAMILIARES na família é dever dos pais estabelecer regras e ensinar os valores morais ; A família é muito mais do que um simples grupo de pessoas, unidas de qualquer jeito, e vivendo juntas na mesma casa. É muito mais do que isso, ela é a “célula mãe” da humanidade. Quando Deus quis que a humanidade existisse, a projetou baseada na família; por isso ela é sagrada. Não foi um Papa, um Bispo ou um Cardeal que a instituiu, mas o próprio Deus, para que ela fosse o berço e o escudo de proteção da vida humana na terra.
    Só que a televisão ,Internet e os meios de comunicação em geral estão abrindo um leque e os jovens estão esquecendo os valores e o respeito.

    ResponderExcluir
  23. Sam,
    Sua colocação no texto é perfeita.
    Acredito que, algumas vezes é necessário, para a união da família, expôr a todos e a cada um os seus erros, aceitar e assumir os nossos e estabelecer os limites de convivência.
    É uma fase, como dizem, tensa, que pode levar anos, até.
    Passada essa fase, se faz necessário o resgate das pequenas alegrias, gentilezas e brincadeiras.
    Creio que seja um ciclo infinito.
    Vou parando para respeitar as minhas férias (e quem diz que eu consigo, mas estou diminuindo) Bjks.
    Gy

    ResponderExcluir
  24. @Lili
    Olááá Lili querida !!! Fico feliz quando vem participar !!

    Assim como você amiga, também vivencio estas situações, por isso a postagem foi mesmo tipo um desabafo, mas infelizmente é exatamente como você mencionou, quando está tudo bem, din din no bolso, saúde e alegrias, todos estão ao redor, mas na hora das dificuldades e da doença, ninguém quer saber sequer de dar uma ajuda e nem precisa ser de dinheiro, é só um apoio mesmo, dividir as responsabilidades e afazeres... mas nem isso, nem uma palavra amiga, nada !
    Costumo dizer que minha família é minha mãe, irmão e marido, porque o resto, nunca sequer me ligou pra saber se eu tô viva, se estou passando fome ou morri !
    E é isso aí mesmo, ainda ouço que eu que sou antipática, que não apareço nem nada, é mole ???
    Mas mesmo com tristeza, decidi que é melhor me dedicar a quem merece do que ficar tentando mudar este tipo de pessoa egoísta, pois só mesmo eles podem fazer isso, minha parte já tentei em vão.

    Obrigada pela presença, é sempre bom conversar contigo,s empre temos muitas coisas em comum pra tricotar rsrs

    Um super beijo e que sua semana seja ótima !!

    ResponderExcluir
  25. @Roberto
    Olá querido amigo !

    Concordo contigo que a base de tudo é a família, se não conseguimos exercitar nossa generosidade e manter os valores morais nela, onde então conseguiremos ??
    Infelizmente muitos se mantém no egoísmo e não acordam para se conscientizar de que isso não traz nada de bom para ninguém.

    Obrigada pela presença e participação !
    um abração e boa semana !

    ResponderExcluir
  26. @Gy Camargo
    Oiiii Gy gatonaaaa, menina , que honra pra mim, você ter dado um tempinho no seu descanso e ter vindo participar, obrigada !!

    Pois é amiga, um diálogo aberto pode trazer a tona aquela consciência perdida, mas infelizmente tem casos que nem marretada na cabeça faz as pessoas mudarem, e aí, cabe a nós decidir se vale a pena continuar tentando ou seguir em frente.

    Amiga , lhe agradeço muito a presença e comentário em plenas férias, valeu mesmo !!
    Um super beijo e curta bastanteeeeeee !!

    ResponderExcluir
  27. Oi minha amada e querida miga!!!
    Esses dias, conversando com o meu irmão, falávamos justamente sobre isso! Infelizmente, em alguns momentos, é mais fácil contarmos com pessoas que não têm qualquer laço sanguíneo do que com a tal "família". Concordo contigo!
    Por isso, minha linda, sou super reticente quanto as tais datas comemorativas (Natal, Réveillon)porque acho fachada para a representação de famílias felizes, quando na verdade esse amor e união deveriam estar presentes no dia-a-dia. Acho uma época de hipocrisias!!! Como dizem, família não se escolhe (infelizmente)... Herdamos! E nem estamos colocando a questão financeira! Porque normalmente as pessoas associam ajuda com dinheiro e acabam esquecendo que o carinho e a presença são os melhores alimentos para nossa vida! É tão bom saber que temos pessoas verdadeiras ao nosso lado e seria muito melhor se tais pessoas fossem da família! Entretanto, vejo que boa parte das vezes criamos laços muito mais fortes com amigos do que com quem (teoricamente) já possui esse laço conosco.
    Então, miga, é preciso rever esse conceito "família"! Porque, como você sabe, detesto rótulos e títulos... Claro que há famílias unidas e que fazem jus ao conceito familiar...claro! Mas o que vejo é que na maioria, tudo não passa de engodo, hipocrisia e comercial de margarina!
    Grande beijo, amada! Como sempre, na veia!!!
    Jackie

    ResponderExcluir
  28. olá samanta a paz de cristo, boa reflexão, tenha um ótimo dia na presença de Deus. bjs

    ResponderExcluir
  29. @Jackie Freitas
    Oii miga querida !!!

    Pois é amiga, é triste mas é verdade, em muitas famílias, nas horas de dificuldade, são os amigos ou estranhos que vem nos socorrer, enquanto nossos familiares se fingem de mortos ou olham para a direção oposta.
    Também não vejo mais muito significado em datas comemorativas ou fotos sorridentes, porque não sou hipócrita e não consigo fingir a este ponto o meu descontentamento. Também não sou evoluída o bastante para perdoar eternamente ou fazer de conta que nada acontece.
    Também não quis dizer sobre ajudar com dinheiro, alguns às vezes até o fazem só para livrar-se das responsabilidades emocionais, achando que pagou e pronto, mas se esquecem que na maioria das vezes é um ombro amigo e uma mão estendida que precisamos...
    Existem famílias unidas ou membros unidos, na minha é assim, existem os membros unidos que se dedicam aos outros e também existem aqueles que não estão vendo nada além do seu umbigo, e para estes, meu cansaço chegou ao limite, prefiro seguir em frente, me dedicando a quem merece.

    Fico feliz que tenha gostado amiga, e temos muito em comum neste aspecto, obrigadíssimo pela presença, carinho e bela participação como sempre !

    Um super beijoooooooo e boa semana !

    ResponderExcluir
  30. @Lúcia Soares
    Olá querida, que bom que gostou, seja sempre bem vinda !

    um super beijo e que sua semana seja iluminada !!

    ResponderExcluir
  31. Oi miga,

    Bem, realmente a família deveria ser amiga acima de tudo!
    Óbvio que nenhuma família é perfeita, mas graças a Deus em minha família convivo bem com a maioria e me sinto muito feliz por isso!
    Sempre irão existir as coisinhas toscas e infelizes, mas isso aí é um detalhe, porque na verdade quem terá a infelicidade como "best friend" são elas!
    E família de verdade como bem frisou é aquela que consideramos no coração!
    E tentar ajudar quem não quer ser ajudado é dar murro em ponta de faca (by Sam) ... vc me surpreende amiga a cada texto!

    E quer saber? Fico feliz por te considerar da família! :))))

    Beijo!

    ResponderExcluir
  32. E aí, Menina Sorriso, como estamos?

    Que tema excelente, Sam, você desenvolveu com o seu jeito todo especial e objetivo de ser!
    Fiquei paralisada (no bom sentido) praticamente numa parte de sua retórica pra lá de convincente, quando nos fala que família nos arremete ao senso de que, para começo de conversa, deve ser formada por amigos!
    Quando alguém me diz que é irmão, filho, mãe, etc. de uma pessoa, imagino que haja amor e carinho entre aquelas, no que, tristemente constato, que posso estar totalmente errada...
    A minha, graças a Deus, posso dizer que é uma família de verdade, parecendo até que todos nós somos 'casados' uns com os outros, fazendo o gênero 'Na alegria e na tristeza, na saúde e na doença...' (É bom destacar que considero família, em seu rigor, as pessoas que moram comigo ou perto de mim).
    E o que é mais legal, querida, é que acho o máximo as discussões do bem (sem alteração de voz, por favor, porque ultimamente ando fugindo de discussão... rsrsrs)que ocorrem dentro de um lar.
    Isso é ótimo sinal porque prova que somos pessoas normais e que se importam umas com as outras!
    Famílias calmas demais, devemos desconfiar...
    Dá a impressão de que ninguém tem 'tempo' para investir nas dúvidas, anseios, problemas, etc. que concerne aos seus!...
    Sorriso só para enfeitar fotos, são totalmente dispensável a mim!
    Prefiro muito mais o compartilhamento da lágrima do cotidiano cruel...

    Beijos mil!!!!
    Mais um post daqueles que eu adoro!!!!

    Mary:)

    ResponderExcluir
  33. @Deny
    Oiii minha amiguinha linda !!!

    Pois é gata, também acho que família já deveria ser pautada na amizade por obrigação, mas infelizmente vemos muito egoísmo na hora do aperto.
    Concordo contigo, amiga, família são aquelas pessoas que nos apoiam, que nos estendem a mão na hora das dificuldades e que comemoram conosco nossas vitórias e alegrias !
    Por isso, saiba que também te considero do família e me sinto muito feliz em ter te conhecido e por termos enriquecido estes laços de amizade tão bonitos !!

    Obrigada flor, pelo carinho e presença !!
    Um super mega beijoooooooo e logo nos vemos heinnnnn :)

    ResponderExcluir
  34. Oiê! Passando pra avisar que tem selinho pra você lá no meu blog. Chama-se: “Selo Desafio”, se quiser passe por lá.
    Bj

    ResponderExcluir
  35. @Mary Miranda
    Olááá amiga Musa da Escrita, como vai ?

    Pois é amiga, eu acho que deveríamos vir com este bônus de fábrica e termos a amizade como algo imprescindível na família, mas infelizmente vemos que o egoísmo das pessoas é mais forte, e por isso existe tanto descaso e situações até absurdas.
    Aqui em casa também tenho os membros casados, como você exemplificou muito bem, mas também temos aqueles que só querem saber de estar pro perto na alegria, porque na hora que o bicho pega, às vezes temos que contar mesmo é com amigos ou estranhos...
    Também prezo muito pelo diálogo e fico até atordoada quando alguém grita comigo, garças a Deus, com meus familiares mais chegados, isso nunca aconteceu, por isso sempre estou falando de gente mal educada, não suporto isso.
    Concordo contigo que mesmo nas boas convivências, existem atritos, mas isso sempre nos traz uma visão para ajudar em nosso crescimento, aqueles que nunca conversam ou discordam, parecem mesmo que não se dedicam o suficiente.
    perfeito o seu fechamento, também prefiro as lágrimas sinceras do que falsos sorrisos de conveniência...

    Amiga, mais uma vez lhe agradeço muito pela presença e belo comentário !!
    Um super beijoooo

    ResponderExcluir
  36. @Simone Audrei
    Olá Simone !!!

    Opaaa, vou já já lá buscar !!
    Obrigada pelo carinho e indicação !

    Um super beijooooo

    ResponderExcluir
  37. Olá Sam, bom dia!
    Texto excelente. A família é a base de tudo, sem seu apoio, fica sempre mais difícil vencermos as lutas da vida. Concordo que família não deveria ser somente aquela pela qual possuimos laços de sangue, pois há família que não merece receber tal intitulação porque são hipócritas, omissas, pretenciosas e egoístas, etc.

    Vou tomar a liberdade novamente de invadir seu espaço para deixar uma indicação do meu blog que é condizente com sua ótima postagem.

    Intituição familiar - o que é família?

    http://www.yesachei.com/2011/07/intituicao-familiar-referencia-familiar.html

    Sam, sinta-se a vontade para fazer o mesmo, caso encontre em meu blog, algo que venha de encontro com algum assunto do seu blog.
    Não esqueça, somos parceiros nessa batalha! rsrsrs...

    Obrigado.
    Abraço, ótimo dia!

    ResponderExcluir
  38. Excelente mensagem flor!
    Para mim não existe nada mais fundamental do que a família, e poder retribuir o carinho recebido dos nossos pais em todo tempo, e dividir alegrias com os irmãos, tios, primos, é algo incomparável.
    Eu não sei o que passa na cabeça do ser humano quando resolve tirar a vida de algum familiar seu, por pior que ele seja.
    Tenho a triste sorte de morar longe dos meus pais, mas, isso só fez aumentar o amor que sinto por eles,e colocá-los em primeiro plano na minha vida.

    Mas, infelizmente, tenho que concordar com você quando fala dos familiares. Estes, deveriam ser os nossos melhores amigos, mas não são. E a causa disso, muitas vezes é inveja, ciúmes, mágoas, traumas, frustrações...Ou seja, é triste saber que quando precisamos de alguém, geralmente quem te ajuda é alguém estranho. Porém, existem casos, em que você tem que escolher entre ajudar um familiar ou se ajudar, e isso é o que normalmente eu vejo por aqui.

    Eu e meu esposo, buscamos sempre ajudar nossos familiares, mas já sofremos muitas decepções com isso, e hoje isso é a causa de sabermos dizer não, no momento certo.
    É lamentável se recusar a ajudar a alguém da sua família, mas muitas vezes, isso não acontece propositalmente, e sim, por necessidade. Porém, eu sou a favor, de zelar pelas amizades, principalmente da família, então, ser sincero é sempre a melhor coisa a fazer, e a amizade com certeza vai existir sempre.

    Beijos linda!!

    Isa Oliveira

    ResponderExcluir
  39. @ElizeuOlá querido amigo !!!

    Assino embaixo das suas palavras, família é a base de todas as nossas relações e seu apoio é fundamental para seguirmos nosso caminho com segurança, mas infelizmente muitos ainda estão afundados em seu egoísmo e isso acaba afetando a todos.
    Estou te devendo uma visita né, amigo, mas ainda esta semana, apareço, ando meio enroladinha, mas vou com certeza !!
    Sem dúvidas, parceiros sempre !

    Um abraçãooo e obrigadíssimo pela presença !!

    ResponderExcluir
  40. @Páginas do Dia
    Olááá querida Isa, que bom que veio participar, adoro seus comentários !
    Pois é amiga, concordo que a família é nosso alicerce pra tudo nesta vida e se não temos apoio e companheirismo, fica difícil.
    Eu também moro longe como lhe contei, mas procuro sempre manter fortes os laços de amor e amizade, mesmo à distância, porque podemos dar apoio e demonstrar amor mesmo não estando presentes, não é mesmo !
    É isso mesmo que eu quis dizer, existem familiares que por mais que tentemos, não adianta, então às vezes, é melhor seguirmos nosso caminho, e valorizar quem nos auxilia independente dos laços de sangue.
    Eu e meu marido também andamos analisando bem esta situação, pois chega uma hora em que acabamos sendo prejudicados ao continuar tentando ajudar quem se mantém no egoísmo...
    E você está certíssima em cultivar as amizades independente do meio, pois é um laço eterno quando sincero :)

    Amiga, lhe agradeço muito a presença e carinho !!
    Um super beijooo

    ResponderExcluir
  41. Sam parabéns pelo texto,vc é maravilhosa com as palvras..
    Bju

    ResponderExcluir
  42. oi samanta, tenha uma linda tarde na presença de Deus. um grande abraço.

    ResponderExcluir
  43. @Poliana Lima
    Olá querida !!!

    Que bom que gostou e obrigada pelo elogio !!!
    Agradeço a presença e participação !!

    Um super beijooo e bom fim de semana !!

    ResponderExcluir
  44. @Lúcia Soares
    OLá querida Lúcia, obrigada pelo carinho !! lhe desejo igualmente uma ótima noite ! Fique com Deus :)

    Beijosssssss

    ResponderExcluir
  45. Olá querida amiga Sam
    Demorei mas cheguei!
    Adorei o artigo abordado com muita coerência e competência!
    Realmente os laços de família deveriam ser indestrutíveis, e considerados a base mais importante de nossas vidas!
    Infelizmente nem sempre é assim.
    Muitos dentre nós encontram mais apoio fora que dentro do lar!
    Eu sempre agradeço por ter uma família abençoada, com pequenas incompatibilidades, mas muita união e amor!
    Percebo que a instituição familiar vem perdendo, sua real importância e valor para muitos no decorrer destas últimas décadas.
    Este é um fator lamentável em nossa sociedade.
    Parabéns por mais um excelente artigo, que nos compartilha com texto impecável.
    Beijos marciais
    Um fim de semana maravilhoso pra ti!

    ResponderExcluir
  46. Amar as pessoas de nossa família pode ser, ás vezes, algo muito difícil, já que a proximidade e intimidade proporcionam conhecimento privilegiado. Contudo, é a mais rica experiência e oportunidade de crescimento. Quando conhecemos as pessoas de forma mais plena e isso implica conhecer bons e maus aspectos, mas mesmo assim podemos ama-las, significa que pusemos em prática várias capacidades emocionais, tais como tolerância, compreensão,amor, ternura, superação,respeito. Só que, como tudo mais nos relacionamentos, há necessidade de reciprocidade. No meu caso, acabei por deixar para trás, sem arrependimentos, algumas pessoinhas que só sabem agir como sanguessugas.
    Gosto da forma como você vai direto ao ponto, sem perder a elegância.

    ResponderExcluir
  47. @Alba Simões
    Olá Alba querida !!!

    Demorou nada, sei que estava ocupada com o domínio novo !! Parabéns !!!
    Concordo contigo, amiga, o ideal seria que os laços familiares fossem fortes como os do amor e da verdadeira amizade, mas infelizmente muitos estão guiados ainda pelo egoísmo e deixam de fortalecer este vínculo...
    É é uma triste verdade o que mencionou, parece que com o passar do tempo, a família está perdendo o seu valor aos olhos da maioria.

    Fico feliz que tenha gostado, sua opinião é muito importante !!

    Um super beijo marciallllllll e bom fim de semana !!

    ResponderExcluir
  48. @euemeuimbigo
    Olá !!!

    Sem dúvidas, a convivência não é fácil e às vezes, é complexa e difícil, mas como você colocou sabiamente, é uma oportunidade única de exercitarmos a tolerância, generosidade e o amor, porque é nas dificuldades sejam elas de momentos ou de convívio é que aprendemos e revelamos quem realmente somos.
    Assim como você, postei sobre isso porque depois de muitas tentativas, também tive que escolher em deixar de lado certas pessoas e seguir meu caminho.
    Fico feliz que goste de participar !!

    Obrigada pela presença e comentário maravilhoso !!
    Um super beijo e bom fim de semana !

    ResponderExcluir
  49. Oi fofa, eu soube que você vai dar uma pausa no Dihitt por falta de tempo... já que o tema principal desse post é a família, eu quero dizer que vou sentir muitas saudades da sua maravilhosa presença por lá, pois você é minha irmãzinha virtual e portanto pertence à minha família virtual.
    Aproveite para descansar e repor energias também, só te peço que não demore muito pra voltar, porque sem você o Dihitt fica tão vazio. :(
    Mil beijos no seu coração minha querida colega de blogagem e companheira de "dihittices" hahahaha, e espero te ver de novo por lá em breve.
    Até mais!!! <3

    ResponderExcluir
  50. @Lili
    Oiii gatona !!!

    Então, não tá dando pra comentar nos blogs e no dihitt também, por isso vamos dar prioridade para comentar nos blogs primeiro e se der, no dihitt.
    Mas toda semana vou estar lá, participando, só que com menos frequência, como já estava acontecendo a algum tempo.
    Estou querendo aumentar a divulgação do blog e o dihitt toma muito tempo, comentando só nos blogs, é mais rápido e dinâmico :)
    Tô na área gata, é só chamar, só menos frenética por lá rsrs
    Obrigada pela palavras , te considero e gosto muito mesmo !!

    Um super beijoooooooo e bom fim de semana !

    ResponderExcluir
  51. Oi!
    Nossa esse tema foi tão profundo que admito chorei.
    Não por acontecer comigo ao contrário minha família e minha base meu chão meus país são minha inspiração de vida se caio e penso que nunca mais vou conseguir me reerguer lá estão eles me ajudando a se levantar de cabeça erguida, mas conheço pessoas assim família que tem de tudo digo bens matérias ao contrário não tem Amor de verdade a união e falsa tão fina que se dissipa em minutos e tem outras pessoas que destroem a própria família por futilidades.
    Fiquei muito emocionada mesmo com suas palavras, não sei por que seus textos e assuntos sempre me encantam.
    Continue assim escrevendo de coração.

    Ah me lembrando.
    Tinha um professor da sua mesma idade e ele Dizia "Estou muito jovem ainda estou mesmo e começando a viver". E o que ele dizia eu concordo, então não tem idade pra admirar o Jacob da Saga Crepúsculo, aquele ali e um pedaço de mau caminho não tem como admirar...rsrs

    Bjs...
    Seu blog esta incrível.

    ResponderExcluir
  52. Adorei o teu espaço e o texto também
    A última foto está linda
    Te seguindo, te convido a visitar o meu canto
    (http://ramosangelo.blogspot.com/)

    ResponderExcluir
  53. Oi Sam familia é um pequeno laboratorio onde a gente aprende a viver todas as experiencias que um dia colocaremos em pratica na vida social. feliz daqueles que querem aprender em casa com aqueles que nos amam.
    Abracos

    ResponderExcluir
  54. @Gle Montvã
    Olááá querida !!! que bom que veio participar !!

    Fico feliz, não por te fazer chorar, mas que eu tenha conseguido expressar minha opinião com verdade e com o coração, ao ponto de te emocionar :)
    Aqui em casa também tenho o apoio e amor total da minha mãe e irmão, mas alguns familiares agem na linha de egoísmo que descrevi e assim como você, também tenho conhecimento de muitos lares onde a distância emocional é enorme, infelizmente...
    Tomara que um dia, estas pessoas se conscientizem do quanto isso pode fazer mal, não só aos outros, mas a elas também :)

    Gostei da frase do seu professor rsrs
    menina, não dá mesmo né ?? o que é aquilo ?? kkkk uiii

    Um super beijo e que bom que gostou do blog, andei fuçando pra mudar o visú, tem hora que enjoa né ?
    bom findi !!!

    ResponderExcluir
  55. @Angel
    Olá Angel, seja muito bem vindo !

    Fico feliz que tenha gostado,sinta-se em casa !!
    Com certeza vou visitá-lo !!

    Um abração e bom fim de semana !

    ResponderExcluir
  56. @Dado Moura
    Olá Dado !! É um prazer recebê-lo !!

    Gostei muito do seu espaço, como lhe disse, ganhou uma leitora !!
    Concordo contigo, que exemplificou muito bem a função preciosa da família, que é onde podemos aprender e desenvolver os mais diversos e bonitos sentimentos humanos :)
    E sem dúvidas, é desta base que acaba se formando nossa maneira de lidar com as pessoas na sociedade.

    Obrigadíssimo pela visita, participação e sugestão que enviou via e-mail ;)

    Um abraço e bom fim de semana !

    ResponderExcluir
  57. Não.... Parou tudo! Você tem este blog a menos de um ano e já tem 540 seguidores? Puxa! Me segue lá então: rehkg.blogspot.com! Adorei o seu blog!

    ResponderExcluir
  58. @Reh KG
    Olá Reh !!!

    Fico feliz de ter tantos amigos que se interessaram em seguir o Vrsam e me sinto muito honrada com cada um deles que aqui vem participar :)
    Sinta-se em casa !!

    Pode deixar que vou lá te visitar !!

    Um abraçãooo e bom domingo !!

    ResponderExcluir
  59. Famílias são compostas por indivíduos, quanto mais problemáticos os indivíduos mas doente é a família.

    Nem sempre este agrupamento começa da melhor forma... às vezes é apenas porque alguém engravidou ou outro se apaixonou perdidamente e criou uma fantasia irreal.

    Fazer um grupo funcionar necessita habilidade social, capacidade de escuta empática, desejo de estar ali. Entre outras coisas.

    Família saudável ou é de virtuoses afetivos ou de quem se dedicou muito a estudar o comportamento humano e a si mesmo...

    Acredito que se os casais que decidissem se unir e ter filhos se ocupassem de curar suas próprias feridas teríamos agrupamento melhores de pessoas, famílias.

    Vim deixar o endereço da entrevista de Antônio Bandeiras no Mais Você: http://www.youtube.com/watch?v=NJN6avvu3-c

    Bjão!

    ResponderExcluir
  60. @Nanda Botelho
    Olá Nanda !! É um prazer tê-la por aqui com seus excelente comentários !!

    Muito verdadeiras as suas palavras, não é nada fácil manter fortes os laços da família, ainda mais se tudo começou conturbado, requer muito esforço e dedicação e se , como você sabiamente mencionou, cuidássemos de nos melhorar como pessoas antes de aumentar a família, sem dúvidas os resultados seriam melhores.
    Obrigada pela presença e pela gentileza em me trazer o vídeo, vou assistir com certeza !!

    Um super beijo e boa semana !!!

    ResponderExcluir
  61. Ola querida Ninja,

    Bom a frase "familia a gente não escolhe", diz muito.
    Conheço muitas familias como voce diz no teu texto, sorridentes nas fotos e ocasiões sociais, mas quando se fecham as portas, não exite amor entre pais e filhos, ou irmãos. Principalmente filhos que não se preocupam com os pais, acham que eles teem obrigação de fazer e dar-lhes tudo.
    Diferenças entres as pessoas de uma família sempre existiu e duvido que um dia deixara de existir; mas antigamente filhos tinham mais respeito pelos pais e os mais velhos, como dizia minha avó "não batiam boca" com eles, eram criados com um sentido de que familia podia ser dificil, mas era o unico lugar seguro.
    Hoje vemos filhos largados pelo mundo, pelas ruas, sozinhos em casa, sem amparo e sem amor, muitos abusados por quem deveria proteger; com isso se gera no futuro, pais abandonados a mingua por estes filhos, violencia contra os idosos que ajudaram na criação e contra aqueles que os relegaram a crueldade; muitas pessoas criam os filhos hoje com a noção que devem cuidar só deles próprios porque o mundo é uma selva e vence o mais forte.
    Familia é aconchego, digamos que é aquele lugar que voce gosta de chegar e ficar, porque será sempre bem recebido, terá carinho, compreensão e mesmo que voce receba uns puxões de orelhas vez ou outra, saberá que é para o teu bem e porque te amam.
    è assim que tento criar os meus filhos, com este valor de familia.

    beijos!

    (rsrs...só hoje consegui ler teu texto com calma)

    ResponderExcluir
  62. @Kassya Mendonça
    Olá queridíssima !!

    Pois é amiga, não podemos escolher nossos familiares e por isso mesmo, acho que seja uma das maiores oportunidades de exercitar a generosidade, o amor, paciência etc, mas infelizmente é isso que vemos muitas vezes, famílias que só são famílias quando convém, nas alegrias ou nas fotos de Natal...
    A sociedade mudou muito e acho que isso sem dúvidas contribuiu para isso, mas vai também de cada ser humano se analisar para não cair no egoísmo exacerbado.
    Você faz certíssimo ao criar seus filhos nesta atmosfera de companheirismo e carinho, pois sem dúvidas aplicarão isso nas famílias deles :)

    Obrigadíssimo pela presença e belo comentário !
    Um super beijooooooo e boa semana !

    ResponderExcluir
  63. Samanta, a questão familiar é uma que me faz pensar muito. Algumas agem como uma verdadeira "firma". Unidas para o bem ou para o mal. Não entre si, mas por eles, benefícios deles. Quantas não são assim, naõ é mesmo?!

    O que questiono e muito, é que temos tanta paciencia com estranhos, chamados de amigos, mas não temos NENHUMA com quem tem nosso sangue. Não concordo com isso, contudo, os familiares se esquecem deste detalhe e que faz enorme diferença.

    Outra coisa, é falar mal de alguem da familia e que esta língua ferina aumente o mal contra uma pessoa que pode estar precisando de amor fraterno.

    Incrível que Deus, colocou na balança da vida, os amigos, aqueles que são capazes de se doarem sem nada pedir em troca. Que Deus os abençoes.

    Hoje, é Dia do Amigo. Felicidades a todos que sabem ser irmãos. "Amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei."

    BEIJOS

    ResponderExcluir
  64. @Sissym
    Olá linda Fadinha, gostei da sua comparação, soube exemplificar muito bem este tipo de situação lamentável.
    Pois é amiga, somos tão cordiais e gentis com estranhos, mas quando chega a hora de dar uma palavra de conforto ou um apoio a um familiar, muitos de nós não tem a menor tolerância e isso é muito triste porque mostra bem o quanto ainda estamos longe da generosidade verdadeira...
    E que Deus abençõe, como você disse, os amigos, que vem em nosso socorro nas horas em que os familiares nos faltam :)

    Um Feliz dia do Amigo pra você também :) obrigada pela presença e carinho !

    ResponderExcluir
  65. Eu acho que na vida, existe a família que nos recebe no mundo (nos cria e vê crescer) e existe a família que vamos conhecendo e encontrando (ou reencontrando, segundo o Espiritismo) ao longo do caminho (a família da nossa alma). As vezes alguém que pertence a primeira família, pode vir a fazer parte da segunda tb. Mas é raro, não é regra.
    Gostei mto do seu texto, da maneira que escreve e do seu blog. Muito interessante!
    Um beijão,
    Marie

    ResponderExcluir
  66. @Amor e outros delírios
    Olá , seja muito bem vinda !!!

    Concordo contigo, pois também sou espírita :) e sei que muitas destas situações ruins, podem ser necessárias ao nosso crescimento, só não concordo que devamos nos acomodar, muitos não lutam para modificar a qualidade dos laços e isso é muito triste.
    Mas felizmente, sempre temos aqueles que independente do sangue e sobrenome, estão conosco como nossa família :)

    Fico feliz que tenha gostado, seja sempre bem vinda !

    Um super beijo e bom restinho de semana !

    ResponderExcluir
  67. É comum acomodarmos.

    Somos forçados a ter auto-controle em nosso trabalho, nas relações sociais. Engolimos sapos quachando em determinadas situações para não enfraquecer uma relação de trabalho ou que seja importante para nossa vida social.

    Porém, em casa, tendemos a relaxar em nosso auto-controle, e acabamos descarregando nas pessoas que mais nos amam toda a carga negativa acumulada fora de casa.

    É importante, portanto, fazermos o exercício do auto-cntrole mesmo dentro de casa, ou melhor, devemos ter mais auto-controle nas relações familiares.

    O amor e a convivência é um exercício diário e só é possivel passar de ano nessa matéria se levarmos em cosideração que na essência somos um só.

    Parabéns pelo artigo.

    Estou voltando a ler o blog.

    Muito obrigado.

    Renan Horan

    ResponderExcluir
  68. @Renan HoranOlá Renan ! Que bom que veio participar !

    Muito importante estes pontos que colocou pra nós aqui, realmente vivemos em um stress imenso e acabamos descarregando tudo isso que passamos no dia a dia em quem mais amamos, como se fosse obrigação deles relevar, mas isso acaba minando as relações, devemos ter um pouco mais de auto controle, como você mencionou e mais carinho para cultivar as relações familiares com o amor e dedicação que merecem :)

    Obrigadíssimo pela presença e participação, seja sempre bem vindo !

    Um enorme abraço e boa semana !

    ResponderExcluir
  69. Anônimo23/12/12

    Oi,na verdade eu raramente pude provar coisas boas partindo da minha família,o que tive de mais proximo disso foi o exemplo de meu avo,falecido quando eu tinha 10 anos de idade,o resto,infelizmente posso chamar de resto,me ajudam apenas com dinheiro e carro,estou lutando pra ter uma vida saudável e independente, mas o essencial é invisivel aos olhos,nao encontro carinho dentro de casa,nem companheirismo,nem pessoas humanas,apenas robôs...egoistas,trapaceiros,maquinam contra mim,mas respeitam minha presença. Isso me machuca e percebo que aos poucos deixo de ser humano tambem. Sao coisas que nao ha muitoi oq fazer. Apenas deixar de ser mais humano,sofrer menos e continuar lutando pra ser independente, e assim construir uma familia de verdade baseada no RESPEITO,COMPANHEIRISMO, AMIZADE, CUMPLICIDADE e HONESTIDADE, para quando alguem tropeçar, o outro estender a mao e dizer: EU ESTOU DO SEU LADO.
    .
    .
    ANDRE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá André, como vai? Desculpe a demora na resposta, viajei no Natal e somente hoje vim ao blog :)
      Penso que a família deveria ser exemplo de companheirismo e amor, mas infelizmente vemos muitos exemplos, como os que citou, onde as pessoas da família não ajudam e nem apoiam seus próximos, às vezes, dão mais atenção e apoio aos que são de fora deste círculo, o que é muito triste, pois a amizade e o amor deveriam ser ainda mais fortes no âmago da família...
      Depois de algum tempo, acabei me afastando dos parentes que agem desta forma, só queriam fazer pose sorrindo nas fotos de natal, mas quando eu precisava de algo... Agora me dedico aos que merecem e os outros não fazem mais parte da minha vida :) Achei melhor assim, mas é algo triste.
      Desejo que construa uma bela família e que o amor e a generosidade estejam sempre presentes em seu lar :)

      Obrigado pela presença e participação,
      Feliz 2013, com muita paz, saúde, alegrias e sucesso!
      Grande abraço :)

      Excluir
  70. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  71. Estou passando por quase tudo que esse artigo descreve, ainda bem que é quase tudo rsrsrs.
    simplificando, quando eu podia servi-los mediante minha possibilidade, estava lá. Hoje todos
    nos somos sabedores do momento atual da economia no mundo e muitos trabalhadores brasileiros
    perderam o pede de aquisição eu sou um deles mais acredito em novos momentos aquisitivos no
    mundo e principalmente no nosso Brasil, não quero fala deles que operam o sistema, você sabe
    quem são... Eu estou trabalhando em um projeto no Marketing digital, e Precisamos dos comentários em nossos
    Artigos para começar ser visto na web. é o minimo que preciso hoje. Já até pedi comentário
    tipo, seu trabalho está uma titica, melhore isso mane kkkkk e nada... Tenho fé, sou paciente
    Deus está perto de mim. Samanta Sammy seu artigo vai me ajuda Grandiosamente, Sucesso sempre Sasa...

    ResponderExcluir
  72. .. muitos me perguntam porque sou assim , no meu canto , ante social , eu pensei muito e na verdade certeza não tenho , mais tenho alguns itens que podem ser citados , tenho um gênio forte , sou orgulhosa e não sei fingir que concordo com algumas coisas , e prefiro tomar minhas atitudes q talvez sejam erradas aos olhos de muitos ....família , não é aquela que quando tem feriado e pensa em vc , porque isto é egoísmo , ao meu ver é não ter uma opção de lugar melhor ,família é aquela que se preocupa , lhe diz um oi, você esta bem , confesso q eu não recebo isto e faz muito tempo , como tenho dito acho q tenho os piores defeito que um ser humano pode ter , o orgulho , também falo igual ... não fala comigo tbm não vou dizer , ai me afasto , não sei fingir q estou bem , que concordo com algumas atitudes , por que eu estaria mentindo ,já ouvi , vem pra SP , ou porque não vem. talvez porque passei meses sem ouvir um bom dia ou vc esta bem?... o ser humano tem facilidade de se adaptar com algumas situações . e se fecha tenho uma família assim tenho 2 irmãos que faz tempo q não falo , por orgulho , já nem sei se vale dar o primeiro passo , uma mãe se vc não puxar conversa não vem falar contigo, um pai q falei com ele em janeiro,mesmo acostumando com tudo isto tem hora q bate saudade e faz eu pensar que sou a errada , talvez a ovelha negra da família ,ou minha família se tornou individualista , mais não vem de hj então não posso achar q o tempo moderno e a correria do dia dia nos deixa assim ,família pessoas imperfeita assim como eu , falta de amor companheirismo e amizade . resumo isto em egoísmo e assim vou vivendo .

    ResponderExcluir
  73. Esse texto me comoveu. Há muita verdade nele.

    Eu tive provas, dentro de casa, que a privação afetiva chega a ser mais devastadora que a privação material.

    ResponderExcluir
  74. EU CONFIEI A SAUDE DA MINHA MÃE NA IRMÃ DELA ELA NAUM AGIU COMO IRMÃ HOJE MINHA MÃE ESTA DEBAIXO DA TERRA

    ResponderExcluir
  75. Parabéns pela reflexão,estou vivendo isso no exato momento. A família era pra ser o bem mais precioso está distorcida, egoísta, desumanos e chegam até transformar os momentos de alegria em lágrimas, críticas e negativismo. A boca fala o que o coração tá cheio!

    ResponderExcluir

Obrigado pela presença! É a sua participação que abrilhanta este espaço! Sinta-se em casa :)

emo-but-icon

Autora do Blog

Sobre a autora e o Blog Facebook Instagram Google Plus Twitter Image Map

Novas

Comentários

SERVIÇOS

Ebook Gratuito - Blog Sucesso a Jato

Ebook Gratuito - Blog Sucesso a Jato
11 dicas p/ você começar a ter Sucesso Online

No Vrsam

  • &hellip;

    Postagens
  • &hellip;

    Comentários

Feed-se

Icon Icon

Google+

Facebook :)

Facebook

Instagram

Amigos

Recomendação de leitura

Destaques do Mês

item