A Maledicência...

Maledicência - Ação de falar mal de alguém, com a intenção de denegrir, de deprimir.
Fofocando
Infelizmente o mundo não é cor de rosa e precisamos ter a consciência de que nem todos falam apenas a verdade sobre os outros sem distorcer os fatos ao seu bel prazer...
A diversidade do caráter humano nos obriga a sermos mais analíticos e desconfiados diante de todo tipo de colocação, principalmente quando a maledicência está envolvida...
Temos o péssimo hábito de não questionar o que ouvimos ou lemos, talvez pela inocência de acreditarmos que todos são pessoas boas incapazes de mentir para fazer o mal ou nos manipular... Este é um erro fatal que cometemos ! 
É importante estarmos atentos e cientes da maldade humana que se aproveita desta nossa impulsividade e ingenuidade para fazer estragos por aí.

Já tive o desprazer de lidar com pessoas que criam sua própria realidade e por mais que tentemos lhes explicar que aquilo não existe ou está errado, não adianta, continuam cegos para qualquer argumento ou até mesmo prova de que estão equivocados.
E é aí que mora um perigo ainda maior, pois expõe suas fantasias com tal convicção que muitos desavisados acabam acreditando.
Outro grande problema  é que um comentário maldoso sobre alguém costuma se alastrar mais do que rastilho de pólvora... Creio que isso seja resultado de nossa natureza imperfeita e até de uma postura imatura diante desta questão... 
Difamar uma pessoa é algo muito fácil, espalhar o falso boato também, mas isso pode destruir a vida de alguém... Devemos ter o cuidado de pelo menos ouvir os dois lados, e também sermos racionais e imparciais para analisar bem o que foi dito.

O melhor a fazer seria evitar se relacionar com quem tem esta conduta que pende para a difamação ou para fantasiar e mentir demais, mas nem sempre estamos livres deste tipo de pessoa e muitas vezes nos vemos envolvidos em suas artimanhas.
Quando isso acontecer, não se deixe levar de imediato, questione, pergunte, descubra a verdade para não ser injusto ou tomar uma decisão errada.
Se não questionamos e imediatamente passamos adiante uma informação, estamos assumindo também a responsabilidade pelos danos que isso pode causar, fora o fato de que nossa credibilidade estará em risco com este tipo de atitude.

O maledicente encontra-se em atraso moral e emocional, não se dá conta de que este prazer de massacrar a reputação alheia é algo ilusório, mesquinho e ainda mais danoso para ele mesmo, pois na sua grande maioria, estas pessoas vivem infelizes com sua própria realidade. Agindo desta forma conseguem satisfação prejudicando os outros e chamando atenção para si na tentativa de amenizar suas dores internas e se mostrar alguém melhor do que realmente são.
Quem está satisfeito com suas conquistas e vida geralmente não pratica a maledicência e não compactua com ela. Se temos paz interior, não queremos destruí-la com estas ações nocivas e extremamente prejudiciais a todos os envolvidos.
O Ser Humano tem a tendência a enxergar nos outros aquilo que existe em abundância em seu íntimo, por isso pessoas de bom coração não veem a maldade ou a fartura de defeitos  e sordidez que os maledicentes sempre encontram...

Somos responsáveis não só por nossos atos mas, também por nossas palavras, mas frequentemente encaramos isso com um certo desdém. Precisamos ser mais conscientes neste aspecto para o nosso bem e para o bem de todos os que nos cercam e convivem conosco.
Tirar nossas próprias conclusões sem saber de fato o que aconteceu e sair por aí espalhando incertezas é uma atitude insensata e perigosa...
.
Caminhamos lentamente rumo à evolução, e vez ou outra nos daremos conta de que também praticamos a maledicência. Faz parte de nossa natureza falar mal de outras pessoas por inúmeros motivos, entre eles a inveja, insegurança ou necessidade de aceitação, mas temos capacidade de modificar este comportamento ou pelo menos diminuir sua frequência. Isso exige esforço, mas sem dúvidas vale a pena.
Não tenha receio de ser firme com o maledicente, cortando o mal pela raiz e também não tenha vergonha ao constatar que já caiu nesta armadilha, todos nós cometemos erros, mas sempre é tempo de mudar para melhor.

Para finalizar seguem os 3 Crivos (ou 3 peneiras) de Sócrates, um texto que estamos cansados de ler, mas somos displicentes ao aplicá-lo em nossas vidas.

No impulso de passar alguma informação adiante, analise :

* O Crivo da Verdade - Você tem certeza de que o que vai contar é verdade?  
* O Crivo da Bondade - O que você está prestes a dizer é algo bom ?  
* O Crivo da Utilidade - Há alguma utilidade no que você quer contar? 
.
Este texto foi baseado em algumas pesquisas e reflete minha opinião pessoal. :)

"A maledicência é uma ocupação e lenitivo para os descontentes.
(Marquês de Maricá)

Beijos! :)
.
Recomendo esta leitura complementar : O que nos leva a falar mal dos outros por André Lima
autora Autora

Mineira morando em Sp, geminiana, casada. Apaixonada por atividades físicas, já pratiquei natação, Taekwondo, Muay Thai, Kick Boxing, atualmente treino musculação e sou aprendiz de corredora :) Blogueira por amor. Este espaço foi criado com a intenção de interação e diversão, seja muito bem vindo(a)!

Recomendados

Novidades 5781744994714175173

174 comentáriosBlogger

  1. Samy,
    Nossa... todo o tempo que li seu texto me veio a mente um episódio que não vale a pena relembrá-lo aqui... Mas realmente parece que tem pessoas que tem o prazer em denegrir, falar mau, criar uma história que nem existiu, só pra influenciar com suas idéias. Sei que não somos perfeitos, mas qndo isso acontece prefiro ficar imparcial e ter as minhas próprias conclusões e convicções. Tento naõ me influenciar por essas idéias, até pq cada um tem uma visão diferente das coisas! E realamente as vezes vemos defeitos nas pessoas, nas quais os mesmos pertence a nós mesmos. Muito interessante seu texto. Parabéns...Adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Valzinha querida !!! Puxa, fiquei super feliz em vê-la por aqui !! Que legal :D

      Pois é amiga, creio que todos nós infelizmente já passamos por isso ou vimos alguém agindo desta forma, como você disse, o pior ainda é quando inventam mentiras apenas para manipular as pessoas... Lamentável, por isso é importante não taxarmos como fato certas coisas que dizem, ainda mais se prejudicar ou denegrir alguém, o estrago pode ser enorme !
      Achei interessante quando pesquisei saber que reagimos mal a quem é muito parecido ou diferente de nós :)

      Obrigadíssimo pela presença, participação e carinho !
      Muchos beijossssss, amei a foto do avatar, sua Princesinha linda enfeitando meu blog :D

      Excluir
    2. é verdade, infelismente nem todos age com clareza, e sim com muitas falsidades, e interesse!!

      Excluir
  2. Nem acredito que fui a primeira a comentar.... Tô mega feliz! rsrsrs
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E nem acredito que você veio hoje, amei Val, valeu mesmo ! tô mega feliz too !!
      tudo de bom pra vocês e bom Domingo :D

      Excluir
  3. Boa noite Sam!!!
    Muito bem colocado seu post.
    Infelizmente nem sempre falamos apenas o necessário.
    Tenha um domingo feliz e uma semana mega abençoada.
    Bjokas...da Bia!!!
    http://pequenosgrandespensantes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Beatriz, tudo bem contigo ? :)

      Verdade amiga, às vezes passamos dos limites, mas isso é natural do ser humano, o importante é estar sempre disposto a melhorar e tentar evitar esta armadilha :)

      Obrigada pela presença e participação !
      Grande beijo e boa semana :D

      Excluir
  4. Oi Samanta! Mais um post excelente. Por mais que seja uma mentira, a imagem da pessoa atingida nunca mais será refeita ou recuperada. Parece praga. E você tem total razão ao escrever que devemos pensar duas, três vezes antes de sair repassando uma informação sem saber realmente o que aconteceu. Isso me lembrou uma briga que presenciei umas semanas atrás e acho até que você esteja se referindo a isso mesmo, se bem te conheço. Beijão e tenha um ótimo domingo e uma ótima semana! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sérgio !!!

      Que bom que gostou, fico muito feliz em saber disso :D
      Muito verdadeira sua colocação, mesmo quando inventam algo, a vítima pode sofrer uma injustiça irreversível... Por isso é importante, como você disse, pensar bem antes de dizer ou escrever algo , precisamos ser mais responsáveis e menos inconsequentes nesta questão :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Grande abraço e que sua semana seja ótima ! :D

      Excluir
  5. Interesante espacio, un placer pasar a saludar.
    que tengas un buen dia.
    un abrazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hola Ricardo! Me alegro que te guste, siempre es bienvenido!
      Abrazos y buena semana!:D

      Excluir
  6. Lendo sua postagem amiga, cheguei a esta conclusão "Uma palavra mau dada, vale mais que uma surra bem dada"...valeu SAM texto magnifico...fuiiiii

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querido amigo ! É sempre um prazer recebê-lo !!!

      É exatamente isso, uma difamação ou mentira pode fazer muitos mais estragos do que alguns machucados de uma briga física, precisamos ter cuidado com isso :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Tudo de bom pra você e sua família, que a semana de vocês seja ótima :D

      Excluir
  7. Sei bem do que se trata. Morei por 16 anos numa cidade pequena e desde criança via os resultados da maledicência alheia. Em uma capital as coisa não têm a mesma proporção, mas no ambiente de trabalho, ou no condomínio, podemos ser alvo desse mal também.
    Felizmente hj vivo cercada por pessoas que cuidam da própria vida, deixando de lado os problemas alheios. Nem aguento ouvir fofoca, não comento e prefiro evitar essas pessoas.

    Um abraço, Sam, valeu pela reflexão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Paty !!!

      Puxa amiga, vivemos a mesma coisa, eu morei quase toda a vida em uma cidade pequenininha e passei muitas coisas ruins por causa disso, era tipo, se eu engordava, estava grávida, se emagrecia tinha abortado, se beijava um rapaz, era piranha, se tinha rinite, usava pó... sofri muito, mas felizmente não me abati e continuei firme, o bom foi que aprendi na pele o mal que uma palavra pode fazer a alguém :)
      Hoje moro na Capital e realmente é bem diferente, mas continuo vendo muito isso nas redes sociais, por isso resolvi escrever :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Super beijoooo e boa semana ! :D

      Excluir
    2. oi samanta td bem?, lendo esses post aqui eu concordo com vc, prq no meio que eu trabalho, ainda é assim as pessoas ti rotulam, em tudo ,e a melhor forma que eu aprendi , é, dar desprezo!!

      Excluir
  8. Sam, parabéns pelo artigo! Olha, vivo este problema diariamente no meu trabalho, além de educadora, trabalho em empresa privada, no momento!

    Quando alguém me conta algo, prefiro averiguar melhor; quase sempre, cerca de 95%...ou mais..., o que o outro fala diverge com o acontecido! Ou seja, temos que ouvir as duas partes, analisar melhor cada caso! Muitos gostam mesmo de prejudicar o outro, não sei por que tanta maldade em seus corações! Hoje, entendendo cada um, percebo que é importante analisarmos cada situação com equilíbrio e não prejudicarmos ninguém. As pessoas enxergam isso e nos valorizam mais!

    Acredito que na vida há muita coisa boa e mais simples, basta sabermos guiar nosso caminho e as nossas relações de uma forma compreensiva, porque só recebemos bênçãos! Existe coisa melhor que as bênçãos de Deus??? Quando plantamos boas sementes, só colhemos bons frutos!Esta é uma das simples etapas que nos aproximam da FELICIDADE!!!!

    Prefiro entender cada um, colocando-me no lugar dele! Só Deus pode julgar! Cometemos tantos pecados também, erramos tanto! Por que ficarmos condenando os outros? Nosso tempo é tão importante, por que perdê-lo falando mal dos outros???

    Querida, acho que escrevi demais! Beijos e um ótimo domingo sempre com Deus no seu coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Maria Adeladia, que bom que veio participar !

      A experiência de sua vida que nos trouxe reforça o assunto, realmente a maioria das coisas que ouvimos ou lemos tem sua parte de exagero ou mentira, e algumas pessoas vivem para fazer isso, sentem prazer em denegrir a imagem de alguém ou usam destes artifícios para se dar bem.
      Muito triste isso, pois parecem não saber ou não se importar com o mal que fazem aos outros...
      Como você sabiamente disse, todos cometemos erros, porque fazer do erro alheio algo tão sórdido e esquecer que também somos imperfeitos, por isso não nos cabe julgar ninguém.
      A vida tem tantas outras prioridades, é perda de tempo ficarmos focados neste tipo de coisa :)

      Sinta-se à vontade para escrever quanto quiser, eu adoro trocar experiências e conversar com vocês :D
      Obrigadíssimo pela presença e participação, complementando a postagem com sua vivência :D
      Grande beijo e boa semana ! :D

      Excluir
    2. Sam, obrigada você pela criatividade, sabedoria em interagir com seus leitores um tema tão importante!

      Beijos amiga e bom fim semana sempre com Deus na sua vida!

      Excluir
  9. Olá, Sam!

    Mais uma vez, você conseguiu abordar de forma brilhante um assunto muito importante - e espinhoso, neste caso.

    Parece que ainda há muitas pessoas que gostam de falar mal das demais. É como um jornal sensacionalista: uma boa notícia não atrai audiência, mas quando falam em desgraças e violência, fazem o maior sucesso.

    O pior é realmente espalhar um fato ruim sem mesmo saber se isso é verdade ou não. Por isso, eu vejo este seu texto como um ótimo complemento ao seu artigo anterior, "Você contribui na divulgação de lixo virtual?". Se todos se preocupassem em confirmar a veracidade de um fato antes de passá-lo adiante, as relações entre as pessoas seriam muito melhor.

    E eu só fui conhecer os 3 crivos de Sócrates porque você falou sobre eles! Achei uma ideia fantásticas, mas ainda não os conhecia. Estas deveriam realmente ser 3 perguntas para fazermos a nós mesmos antes de passar qualquer informação à frente.

    Outro problema natural do ser humano é a história do "quem conta um conto, aumenta um ponto". Como é impossível lembrarmos com detalhes de uma história que ouvimos, acabamos fazendo pequenas distorções a cada vez que ela é passada à frente. No final das contas, a história que chega a uma pessoa pode não ter mais nada a ver com a história real. Claro que muito pior é a situação que você cita em que a pessoa faz isso intencionalmente.

    Obrigado por esse "puxão de orelha"! Tenho certeza de que será útil para todos nós que lemos os seus artigos.

    E, mesmo sendo repetitivo, lhe dou mais uma vez os parabéns por um texto tão bem escrito! É sempre um prazer lê-la! :-)

    Um abraço!

    Adelson Smania

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adelson ! É sempre uma alegria e uma honra recebê-lo por aqui !:D

      Pois é meu amigo, este é um tema delicado e muito espinhoso como disse, por isso acredito que devemos dar-lhe uma atenção especial :)
      Sua colocação inicial está perfeita, vejo exatamente assim, se elogiamos alguém, ninguém dá atenção e até se sentem desconfortáveis, mas quando falamos algo ruim, pronto ! Todos se interessam e querem logo compartilhar o que foi dito sem ao menos analisar com cuidado e refletir nas consequências disso...
      Você tem razão, esta reflexão pode ser usada em diversos meios e principalmente no virtual onde a quantidade de informações é enorme e os riscos de compartilharmos algo nocivo é muito maior !!

      Fiquei super feliz quando lhe apresentei os 3 crivos, achei que já conhecia, mas foi legal ter compartilhado algo construtivo e novo para você, a historinha das peneiras é simples mas mostra bem qual é a melhor foram de agir diante de algo que ouvimos ou lemos :D
      Ótima lembrança sobre o ditado do - quem conta um conto, aumenta um ponto - não sei porque acabamos agindo assim, enfeitando ou modificando os fatos, como se fôssemos donos da vida alheia... isso sem contar os que inventam a coisa toda !! Este caso então, creio ser o mais perigoso e inconsequente...

      Acredito que todos nós de vez em quando damos nossas "faladinhas" por aí, é natural do ser humano, mas se tivermos consciência do estrago que isso pode fazer, podemos tentar amenizar em nós este comportamento :)

      Pode ser repetitivo o quanto quiser, seus elogios sempre me motivam muito a tentar cada vez mais dar o meu melhor aqui no Vrsam :D
      Agradeço muito sua presença e participação ! :D
      Grande abraço e boa semana pra vocês ;)

      Excluir
  10. Sammy,

    Há 5 anos atras ouvi de muitas pessoas: o que é verdade pode parecer mentira, e que diz uma mentira pode parecer a verdade. Achei aquilo meio estranho até começar a entender o significado, passando por situações tristes que certo alguem usava de maledicencia. Até hoje. É arrasador.
    Por isso mesmo, quanto mais o tempo passa, mais faço questao de ser mais e mais integra. Não importa quem acredita em mim, o que falo ou faço, mas importa para mim.

    Tem pessoas que não percebem que o que dizem estão fazendo tanto mal aos outros, nem a si mesmo. E outras, já sabem muito bem das consequencias, fazem intencionalmente.

    Parabens por esta materia tão bem escrita, de conteudo relevante, e espero que possa contribuir fazendo com que o leitor pense um pouco mais sobre suas atitudes.

    BEIJOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá bela Fadinhaaaa :D

      É bem assim mesmo Fada, a verdade pode parecer mentira e a mentira pode parecer verdade, por isso é tão importante sermos mais cuidadosos quando recebemos alguma informação antes de passá-la adiante.:)
      Como você sabiamente disse, alguns agem na inocência sem se dar conta dos estragos enquanto outras, agem assim conscientes na mais pura maldade...
      Já fui vítima disso e hoje analiso 30x o que me dizem antes de sair por aí comentando, porque a cada dia vejo mais injustiças sendo cometidas através da maledicência...

      Fico muito feliz em saber que gostou, também espero que as pessoas reflitam sobre isso e possamos ter mais verdade no mundo e nas relações :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Muitos beijossssssssss estalados e que sua semana seja linda ! :D

      Excluir
  11. Este assunto que você nos expõe é uma grande realidade, pessoas que são maldosas com suas palavras e tentam atingir outros, geralmente o sucesso sempre deixa os outros com raiva de seus sucessos, seja o sucesso que for:
    " um bem material adquirido, uma promoção no serviço, dinheiro que ganhou de uma forma fácil, e etc..." a verdade é que acho que as intrigas e fofocas vindo dos outros tem sempre um pé de inveja e querer ter algo que a outra pessoas tem. Não que eu seja um santo: porém quando tenho problemas com uma pessoa, o que eu particularmente faço é me afastar dela, ficar falando mal dos outros é indigno para qualquer ser humano, meu ponto de vista é que todos nós merecemos ser melhores do que isso, tem dignidade de não falar mal dos outros. Porém é inevitável encontrar essas pessoas que tem este mal hábito por ai, as vezes estas pessoas nos prejudicam, porém posso dizer por experiência própria, já passei por isso e quando aconteceu fiquei bem chateado, porém digo para vocês que a verdade sempre aparece e a pessoa que fez a intriga fica como uma pessoas de péssimo hábitos para os outros. Gostei muito do assunto minha amiga Sammy. Este assunto é ótimo para quem passa pelo problema e excelente para quem precisa melhorar e para de falar da vida dos outros de maneira negativa.

    WWW.variedades1.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querido amigo, que bom que veio participar :D

      Concordo contigo, o sucesso alheio, seja ele qual for pode ser de bens materiais, ou popularidade, enfim, qualquer coisa que dê destaque à pessoa, acaba atingindo os maledicentes que usam isso para tentar denegrir aquela pessoa e chamar a atenção para si, e até mesmo para externar suas frustrações...
      Assim como você, tenho meus defeitos, mas tenho consciência de que ficar falando mal de alguém não vai mudar minha vida para melhor, então acho que é perder meu tempo ficar fazendo isso, prefiro usar esta energia para melhorar minha vida e me relacionar com pessoas que não tenham latente esta conduta nociva.
      Também já sofri com isso, mas o que você disse é uma grande verdade, no fim, as coisas acabam se esclarecendo e o maledicente tem o que merece e recebe em dobro o mal que fez...

      Fico muito feliz que tenha gostado da escolha do tema, agradeço sua presença e por complementar a postagem ;D
      Um enorme abraço e que sua semana seja ótima !! :)

      Excluir
  12. Olá, querida amiga.
    Perfeito o teu texto,nenhuma novidade aliás, rsrsrs.
    Falando serio, como sempre o tema muito oportuno e muito bem escrito.
    É difícil não sair do serio quando somos o alvo da maledicencia, mas, depois de trilhar um caminho muito espinhoso, consegui me imunizar contra este mal terrível. Não foi fácil, foi extremamente doloroso porque o desejo de justiça entala na garganta, mas consegui. E hoje posso dizer que a paz que eu consegui ninguém mais tira de mim.
    Hoje sou responsável apenas pelo que eu digo ou faço, não pela maneira como os outros entendem as minhas atitudes e isso é muito prazeroso.
    Mas, continuo me policiando para não repassar historias, mesmo que eu tenha sido testemunha ocular. O "telefone sem fio" é mesmo uma praga. E a maledicencia é como um prego enfiado na madeira: você pode até arrancar o prego, mas o buraco permanece lá e não há massinha que restaure o estado original.
    Foi um prazer ler este texto. Bjs e que Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olááá Gi, que bom vê-la por aqui !!! :D Ih até rimou rsrsrs

      Realmente amiga, quando somos as vítimas em casos assim é difícil lidar com isso pois acabamos sentindo indignação, raiva e uma vontade enorme de fazer justiça.
      Um ótimo exemplo de vida o seu que nos leva a refletir é esta maneira de encarar as coisas e ter a consciência de que devemos nos responsabilizar pelos nosso atos e palavras, mas não dá para controlar o que pensam e dizem, e assim conseguimos ao menos um pouco de paz e seguimos livres e tranquilos :)
      Sua colocação final é perfeita para descrever os danos da maledicência, por mais que tentemos consertar, no final, nunca fica do mesmo jeito...

      Obrigadíssimo pela presença, adorei recebê-la :D
      Grande beijo e que sua semana seja ótima !! :)

      Excluir
  13. Sammy.... aproveito para mandar pipocas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fadinhaaaaa, uma chuva de pipoquinhas doces para você !!! beijosssss e boa semana :D

      Excluir
  14. Sam, maledicência, ouvi muitas vezes essa palavra na televisão, em nosso dia a dia ela não é pronunciada com tanta frequência, mas tem um significado forte não é?
    Ah que não falou mal de alguém que jogue a primeira pedra, somos imperfeitos e por menos que seja o tal defeito, vamos falar para alguém por deslizes, somos seres humanos e infelizmente temos esses dias.
    Conviver com pessoas que não nos fazem bem e só sabe gesticular e ofender os demais é uma fria, um buraco fundo, são seres humanos infelizes com seu próprio eu e não tem peito de saberem exalar os bons sentimentos.
    Deixam caminhos devastados querendo levar os outro para o mesmo penhasco.
    Procuro deixar os bons sentimentos e confiar que as pessoas tem os dois lados, o bom e o ruim, a perfeição está longe de estar no ser humano.
    Pois bem, acredito que temos que nos policiar diante das más companhias e praticar a boa conduta entre os nossos semelhantes, parece um caminho mais proveitoso a se seguir.
    Um ótimo texto para reflexão querida Sam. Mostra como somos em nossos detalhes e como precisamos ainda nos descobrir para continuarmos a evoluir.
    um grande beijo e tenha uma maravilhosa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Clarice querida !!!

      Pois é amiga, uma palavra com um significado muito forte que está presente em nosso dia a dia... É da nossa natureza falar mal dos outros, alguns estudos até sugerem que isso nos faz bem pois contribui na socialização, mas esta é uma conduta perigosa que merece nossa atenção.
      Como você disse, é fria se envolver ou compactuar com pessoas que tendem a ser maledicentes o tempo todo, em alguns casos até inventando fatos...
      Todos estamos em processo de evolução, errar é normal e aceitável, mas podemos nos esmerar para sermos melhores e tentar evitar alimentar este mal :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Um mega beijooooo e boa semana, Florzinha !! :D

      Excluir
  15. Olá linda Sammy,

    A boa conduta deve ser a chave principal para a vida dos homens. É a forma de viver o caminho da virtude que mantém a pessoa na memória dos demais por muito e muito tempo

    Meu beijão recheado de muito carinho
    Excelente semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olááá Jô querida, que bom que veio participar ! Tudo bem contigo ?

      Perfeita sua colocação a boa conduta e o esforço para mantê-la, constrói nossa credibilidade e assim , como você disse, deixarmos nossa presença marcada nesta existência de modo positivo :D

      Obrigadíssimo pela presença, participação e carinho !
      Grande beijo e que sua semana seja ótima :D

      Excluir
  16. Oi Sammy

    Todos nós em algum momento já fomos maledicentes ou já demos ouvidos à maledicência, como você bem disse nossa natureza é fraca e imperfeita, por vezes sentimos prazer em maldizer, é como se aliviássemos as próprias frustrações e dores, afirmando de maneira inconsciente que tem gente em pior estado que nós. A questão que acho importante é o grau e a frequência com que fazemos isso, torna-se uma conduta prejudicial aos outros e a nós mesmos quando isto é frequente, quando nos deixamos levar por sentimentos mesquinhos, quando a vida se torna uma ação de punição alheia, de maledicência, calúnia e fofoca, aí tem algo muito errado que tornará a vida da pessoa que a faz muito escura e dolorosa, mas ela não percebe acha que o problema está nos outros, eles é que erram. Um medidor eficaz que uso para perceber quem é quem é, se a pessoa sempre me fala que foi vítima de fulano, de ciclano, que beltrano a maltrata, que o outro fez um absurdo com ela, quando isso se repete pode se afastar que o sujeito é problema.

    Quanto ao que recebe a maledicência, você fala algo muito importante: "Se temos paz interior não queremos destruí-la", e é muito fácil ignorar estas coisas ruins, afastar-nos delas, elas não podem atingir a quem não as valoriza se distancia e procura nem perceber ou se ater a tais aborrecimentos, é fácil neutralizar uma fofoca, uma maledicência, ignore-a totalmente, seja você mesmo, não perca seu eixo, nem seu humor, leve sua vida normalmente como se nada tivesse acontecido, pois na verdade não aconteceu mesmo, você ainda é a mesma pessoa legal que não fez nada de errado então porque se preocupar? Agindo assim os que estão recebendo a maledicência terão a chance de comparar a atitude de quem fala mal com a atitude de seu acusado e questionar, qual dos dois está agindo mais incorretamente, quem está levando a sua vida tranquilo e feliz? Ou quem está babando de raiva e só falando mal, espalhando maledicência?
    Nada com o qual não nos misturamos poderá nos atingir nesse terreno das fofocas e maledicências.

    Beijão, querida linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLá Van querida !! Sem dúvidas amiga, em algum momento fomos e em algum momento seremos maledicentes, ainda estamos em processo de evolução, o que nos diferencia uns dos outros é a contade de evoluir e melhorar em questões importantes como esta :D
      Como você sabiamente disse, fazemos isso por inúmeros motivos, é como se nos sentíssemos melhor ao diminuir outra pessoa, mas isso é uma ilusão, nossa vida não muda em nada quando denegrimos alguém, melhor usar esta energia para modificar nossa realidade :)
      Concordo contigo que é importante estarmos atentos a frequência deste comportamento e tentarmos ao máximo diminuí-lo. O medidor que mencionou é o mesmo que costumo usar, quando alguém vive enfiado nestas picuinhas, sempre se proclamando vítima e denegrindo os demais... já sei que aí tem bomba !
      Acredito que quando estamos em paz, queremos cultivar este sentimento e procuramos não nos enlamear neste tipo de coisa, por isso o auto conhecimento e a busca constante da evolução é tão importante, assim vamos nos livrando de sentimentos nocivos pouco a pouco e amadurecendo.
      Já sofri muito com isso, acho que justamente por isso eu aprendi a ser mais cautelosa pois sei como a maledicência pode nos prejudicar e não traz benefícios para ninguém...
      Realmente se analisarmos do ponto de vista que nos colocou fica mais fácil lidar com este tipo de coisa sem nos deixarmos contaminar :D

      Obrigadíssimo pela presença e participação enriquecendo a postagem com suas colocações :D
      Mega beijosss e que sua semana seja ótima !!

      Excluir
  17. Samanta! Bom dia minha linda amiga!!! E sempre antenadíssima com tudo o que está à nossa volta! É sempre um prazer inenarrável ler os seus textos, minha querida! Você escreve de uma maneira fantástica!Espero que o seu livro não demore muito a sair.....

    Existem tantas pessoas que espalham o mal por aí não é mesmo? O pior é que a maldade propagada em palavras sem fundamentos. Já tive o desprazer, há vários anos, de trabalhar em um ambiente assim.. Quando chegava ao trabalho, era uma péssima surpresa que me aguardava: informações desconexas passadas com apenas o intuito de prejudicar, de colocar para baixo. Fiquei mal, emagreci horrores, chorava quase todos os dias! E não entendia o motivo disso tudo! Mas a vida nos ensina, temos que passar por maus momentos para crescer, seria isso? Não, não é verdade... infelizmente a maldade humana sempre nos espreita e é difícil se desvencilhar dela! Mas é possível!

    Olha que legal amiga, eu nem sabia, mas adotava os três crivos de Sócrates de forma natural, sem ao saber que o grande pensador já havia mencionado sobre isso há séculos e séculos atrás, em 470 A.C e só você, amiga, para nos trazer tamanha maravilha de forma literal! Fiquei impressionada! Muito obrigada querida!!

    Deixo um grande beijo de agradecimento, na certeza de que desabafei, cresci e aprimorei mais meus conhecimentos passando por aqui!
    Uma semana fantástica para você amiga!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gatona, bom dia !!! Fico muito feliz em saber que aprecia as postagens, gosto muito de compartilhar minhas reflexões com vocês para trocarmos experiências :D

      O exemplo que nos trouxe mostra bem como a maledicência faz mal a todos, até mesmo aqueles que não tem nada com isso e acaba sendo envolvido nesta névoa de escuridão e podridão... Também já sofri muito com isso e atualmente estou chateada em ver colegas passando por isso, algumas vezes também choro de ver ações tão vis e pérfidas muitas vezes totalmente fantasiosas...
      Ainda existe muito a melhorarmos em nós mesmos, mas algumas pessoas parecem não estar interessadas nisso, infelizmente...

      Que bom que você é uma pessoa de bom coração que já aplica os 3 crivos, isso mostra seu caráter e boa índole ! O texto inteiro é bem legal se tiver oportunidade, leia, no Google tem muitas opções de leitura da estória completa :D

      Eu é que agradeço seu carinho, presença e participação !
      Valeu amiga !!
      Um mega ultra beijão pra você e que sua semana seja ótima !!! :D

      Excluir
  18. Amiga,
    Bom dia.
    Como já mencionei muitas vezes, não desejemos e tomemos atitudes para os outros que não gostariamos que tivessem para conosco.
    Criticas construtivas são sempre bem vindas, mas atos apenas realizados para prejudicar outras pessoas, movidos por esses sentimentos negativos que você tão bem mencionou, como, por exemplo, a inveja (considero esse um dos piores), não acrescentam nada na vida daqueles que os recebem, bem como daqueles que os emitem.
    Assim, portanto, os mesmos devem ser ignorados, até mesmo desprezados por todos.
    Excelente. Parabéns pela postagem.
    Abs.,

    Glauco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá meu querido amigo, que bom vê-lo por aqui !!!

      Imagina como evitaríamos tantos transtornos se utilizássemos esta máxima em nossas vidas !!! Se nos colocássemos no lugar do outro e refletíssemos mais antes de agir impulsivamente... o mundo e as relações seriam muito melhores, mais saudáveis e construtivas !
      Como você sabiamente disse, críticas construtivas são bem vindas, mas é preciso cautela para não externar a inveja e outros sentimentos nocivos com ações inconsequentes, prejudicando assim outras pessoas, isso não traz bem a ninguém...
      E concordo contigo, quando nos deparamos com alguém que está afundado nesta conduta, o melhor mesmo é desprezar ;)

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Mande um beijo para sua princesas e uma ótima semana pra vocês :D

      Excluir
  19. Ei Linda Sorriso,

    Bom dia,

    Não preciso dizer o quanto admiro sua forma de expressar tais temas, e este é mais um que nos instiga a falar, falar e falar...

    A cada dia mais estamos aprendendo a lidar com pessoas, cada uma com suas diferença e opiniões, comportamentos variados , algumas nos traz paz e confiança, outras nos remetem medo de estarmos perto , convivermos e relacionarmos devido a vulgaridade mental que possuem.

    Difamar e denegrir a imagem de alguém requer muita coragem, pessoas com este tipo de conduta são doentes , mal amadas, invejosas e pessimistas, querem tudo pra si, buscam manipular outras e desta forma fazer discípulos pra si .

    Suas vitimas sempre são aquelas que ela não conseguiu dominar com seus enganos e mentiras, não conseguiu controlar e nem tão pouco ganhou sua confiança, por isto tentam denegri la ao ponto de inventar as mais sórdidas conversinhas . Infelizmente há aqueles que acreditam e até compactuam com as mentiradas, mas há aqueles maduros , que sempre estão prontos a buscar verdades e delas se alimentarem.

    A maledicência esta no coração dos fracos e solitários, pessoas vazias de si, e o mais sensato a fazer é nos afastar de tais pessoas nos abstendo da convivência com as mesmas, evitando assim que ela propague mentiras ao nosso respeito e tente nos contaminar em relação aos outros.

    Amiga, já fui muito tolerante com pessoas assim, fui vítima também, hoje procuro ser seletiva mesmo , e observadora também . Procuro conhecer sempre quem esta comigo , para não me contaminar com o que falam delas, acredito que uma boa convivência é assim .

    Quem é amigo da gente nos conhece em detalhes e não se envolvem em conversinhas idiotas. Denegrir e difamar alguém é algo muito sério e os que tem isto por alimento estão condenado a viver sozinhos . Fujo disto, não me envolvo com pessoas assim, e detesto o tal do "OUVI FALAR"...

    Beijos em seu coração e uma linda e agradável semana pra você

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida amiga, tudo bem contigo ?

      Obrigada pelo elogio, fico extremamente feliz em saber que aprecia os temas e a abordagem que utilizo, gsto muito de trocar experiências com vocês, aprendo demais com isso :D
      Concordo contigo, pessoas que tendem para esta conduta e não se esforçam para melhorar, com certeza estão internamente enfermos e são muito perigosos... Com isso buscam, como você disse, manupular as pessoas e envolver todos em suas artimanhas em uma tentativa de sanar suas dores internas denegrindo os outros.
      Sabe o que acho ainda pior nisso tudo, são as pessoas que apoiam e acreditam no maledicente sem ao menos questionar !!!
      Estes dias passei por isso, expus minha opinião e dei um tóim em um maledicente, e logo em seguida as pessoas vieram apoiá-lo sem saber as infinitas m*rdas que esta pessoa fez ! Fiquei passada ! Acabei dando tóim em todo mundo kkk fico indignada com isso, vamos antes saber o que aconteceu para depois sair por aí falando ou danto pitacos.
      Assim como você, já sofri muito com isso, por isso ando refletindo bastante e procurando ser o mais seletiva possível, estas pessoas nos envolvem em uma névoa de podridão, acabamos entrando na mesma sintonia e fazendo besteira também, no meu caso é ficar batendo boca desnecessariamente, pois com este tipo de gente, nem argumento adianta...
      Também estou procurando me cercar de pessoas conscientes e inteligentes que não se deixam levar por este tipo de mediocridade e tenho me sentido melhor deste então :D

      Amiga, agradeço muito sua presença e comentário maravilhoso que contribui muito para enriquecer a postagem !
      Um beijãoooooooooo e que sua semana seja ótima !! :D

      Excluir
  20. Boa tarde Amiga Samanta .
    Amiga olha só vim te dizer parabens , pois a cada dia vejo que virtual e real se mistura ou por raiva , ou inveja dai para certas pessoas denegrir e ofender faz bem dai a nois os que querem apenas ser feliz sobra o relapci0o de não agregar bem amigos de gente futil , abraços e olha sou fã de teu marido um dia ele ira assnar meu violão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLá querido amigo Paulo, que bom que veio participar !! :D

      Pois é amigo, o mundo virtual é uma extensão do mundo aqui fora e infelizmente parece que as pessoas estão utilizando também a internet para fazer maldades e atrapalhar aqueles que estão aqui para se divertir, se informar e interagir, por isso precisamos estar atentos para não compactuar com este tipo de gente :)
      Precisamos marcar um encontro para você e eu marido tocarem umas músicas, fazermos um churrasquinho e batermos papo, aí ele com certeza terá grande prazer em assinar seu violão !!

      Amigo, te admiro e gosto muito e agradeço sua presença !!
      Grande abraço e boa semana para você e sua família :D

      Excluir
  21. Olá Sam... seu texto me fez lembrar de que uma história sempre tem 3 lados, o de uma parte, o da outra parte e a verdade!
    Infelizmente na maioria das vezes esquecemos de lembrar deste terceiro lado. É por causa disto que muitas mentiras se tornam verdades e em alguns casos podem prejudicar uma pessoa para o resto da vida.
    Mas sabemos que nem todos estão dispostos e/ou preparados para entender que o peso de uma difamação é diretamente proporcional ao peso de nossa insatisfação pessoal, como você bem afirma no seu texto, e que atingindo o outro estamos refletindo em nós mesmos.
    A maioria das pessoas que difamam, se justificam atrás da criação de estórias internas que abrabdem seus atos, e por isso não se veem erradas ou injustas, apenas continuam com a encenação que criaram para elas mesmas.
    Talvez a única forma de lidar com estes "atores de si mesmos", seja nos lembrarmos sempre que uma história de desentendimento e/ou difamação tem sempre o 3º lados que é a verdade, e que para não sermos coadjuvantes ou marionetes da história, devemos lembrar que a verdade cabe a nós buscar.
    Beijo no coração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hellooooooo Valéria querida !!! :D

      Adorei sua colocação sobre as histórias terem 3 lados, nunca tinha ouvido isso, e realmente é muito verdadeiro !
      Como você disse, muitos de nós não estão preparados e alguns nem estão interessados em ter consciência dos estragos que a maledicência pode fazer e da responsabilidade que tem nisso tudo...
      Concordo contigo que o peso da difamação é proporcional à insatisfação da pessoa, por isso, quando estamos em paz, não tendemos tanto para esta conduta.
      É muito importante estarmos atentos para não compactuar com este tipo de coisa, o que mais vejo por aí é gente apoiando a maledicência sem nem questionar a verdade que muitas vezes está na cara !!! Isso é triste...

      Obrigadíssimo pela presença e por enriquecer a postagem com suas colocações , admiro muito seu discernimento e bom senso :)
      Grande beijoooooooo e boa semana :D

      Excluir
  22. Bom dia Samanta!

    Este texto é muito importante para as pessoas se questionarem a respeito deste assunto, acreditar ou não no que as outras pessoas dizem!

    As pessoas más fantasiam e a intenção delas é denegrir a imagens de outras pessoas, só que esta maneira de agir sempre acaba mal, e para os dois lados!
    Coitado daquele que é vítima de uma lingua maldosa, até provar o contrário é um sofrimento! Porém, quem muito fala e difama os outros acaba se difamando também, de longe a gente percebe quando alguém não tem escrúpulos, eu pelo menos, me afasto rapidamente de pessoas que só falam mal dos outros!

    O seu texto é muito reflexivo e muito bem formulado!

    Meus parabéns Amiga!

    Beijos e abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olááá Dany querida, que legal vê-la por aqui !! :D

      Como você disse, as pessoas de má índole costumam fantasiar demais na tentativa de embasar seus argumentos maléficos para prejudicar os outros, precisamos estar atentos para isso, pois se apoiarmos alguém nisso ou compartilharmos a informação, seremos igualmente responsáveis pelo mal causado...
      Realmente para a vítima é terrível, já sofri com isso e sei que às vezes além do sofrimento e da injustiça, nem sempre conseguimos mostrar a todos a verdade...

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Grande beijoooo e boa semana !! :D

      Excluir
  23. Olá Samanta, boa tarde!

    Excelente o teu texto e concordo plenamente com as tuas opiniões e conclusões. Eu apenas sou, talvez, menos tolerante com essas pessoas, ou seja, em bom português, passo por elas como cão por vinha vindimada, como se elas não existissem, pois duma vinha vindimada não sai nenhuma uva, muito menos é possível fazer uma gota de vinho. Elas não têm nada para dar nem para receber.

    Mas olhando para essas pessoas com alguma racionalidade e frieza, elas são extremamente egoístas e cruéis e isso torna-as muito perigosas, pois difamar, como dizes, pode trazer males irreparáveis para quem é difamado. Eu compreendo que tudo isso tenha a ver com lacunas psicológicas e emocionais dos difamadores, mas, confesso a minha própria crueldade, não consigo ter um pingo de pena ou tolerância com essas pessoas. Intimamente considero-as tão sãs como qualquer pessoa, só que são más e a maldade é algo abominável.

    Beijos e parabéns por mais este excelente artigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luísa, que ótimo vê-la por aqui, adoro seus argumentos sempre objetivos e sinceros ! :)

      Fico feliz que tenha apreciado a postagem, trocar experiências com vocês me proporciona um grande aprendizado !
      Assim como você, depois de muito levar na cara passei a ser menos tolerante com este tipo de pessoa e também passei a detectá-las facilmente, em alguns momentos chego até a me enfurecer, por isso decidi não permitir que este tipo de gente faça parte da minha vida. Também acho que apesar de desequilibrados e maldosos, são pessoas conscientes, afinal todos nós temos nosso problemas e traumas e nem por isso todos somos assim, a diferença está na vontade de melhorar e evoluir, deixar de lado esta conduta nociva, por isso não aceito justificativas para este comportamento... Dizem que sou radical, talvez um dia eu seja mais serena e tenha mais estômago para aceitar estas pessoas... Por enquanto sigo tentando meu melhoramento e falando dos outros o mínimo possível dentro das minhas limitações que pretendo diminuir sempre :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Grande beijo e boa semana !! :D

      Excluir
  24. olá samanta!!!
    Estou de volta aqui no seu espaço!!!
    Esse assunto engloba milhares de outros ganchos,e certeamente um debate sobre ele,arrastaria horas ou dias.Eu mesmo já cheguei a publicar um post que também faz parte desses ganchos,que é a questão do "julgamento"do parecer das coisas sem antes tentar entender os motivos que trouxeram toda a história picada até nós.Tenho certeza que a falta de uma vida ativa na sociedade,faça com que nossa mente crie novos mundos,afim de se aventurar e distorcer algo para os outros.Isso talvez seja criado pelo fato dessa pessoa não ter uma identidade,uma postura própria mental e fisicamente.Mas somos tão complexos não é??As vezes ficamos perplexos com as atitudes do vizinho,das loucuras dos outros,mas não sabemos a profundidade de todas essas características que abrangem a estrutura mental do homem.Realmente esse post nos faz pensar o quanto essas pessoas se castigam por não ter coragem de botar a cara pra bater e criar uma vida real,digna de éstórias reais!!!!Lindo post,e obrigado por me fazer pensar mais um pouco sobre nossas atitudes e projeções!!!!beijos e abraço pra ti!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Victor, é sempre um prazer recebê-lo! :D

      Olha que legal, vou visitar seu blog para ler este texto que mencionou, realmente é um tema muito complexo, assim como nossa diversidade de comportamentos.
      Concordo contigo, uma vida sem estímulos ou reclusa acaba fazendo com que a pessoa além de insatisfação crie fantasias para amenizar seus próprios males e com isso acaba prejudicando outras.
      Todos temos nossos defeitos e cometemos erros, o importante é tentarmos nos melhorar e evitar este tipo de conduta que nunca beneficia ninguém.
      Hoje quando me pego falando de alguém, procuro refletir o que me levou a isso, e assim, vamos evoluindo e melhorando nossas atitudes ;)

      Fico feliz que tenha gostado e com sua presença, seja sempre muito bem vindo :D
      Grande abraço e boa semana !

      Excluir
  25. Como é minha "primeira vez" por aqui não posso deixar de comentar quanta leitura boa encontrei!
    Sobre a meledicência vc disse tudo e mais um pouco, pois essa postura queima a lingua e envenena a alma. O negócio é ir em frente...vivo bem rodeada de situações maledicentes (sou cabeleireira e o que falam de salões é verdade) mas ajo com profissionalismo e tento afastar esses agouros da m intenção alheia.

    bjim, volto sempre!
    Dé@

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Andréa !!! Seja muito bem vinda ! Fico feliz que tenha gostado do espaço sinta-se em casa :D

      Gostei muito da sua frase sobre a maledicência : Queima a língua e envenena a Alma, perfeita ! Visto que esta conduta não traz benefícios a ninguém, pelo contrário, só traz o mal para todos os envolvidos. Também lido com público é inevitavelmente acabamos cercados por situações assim, o importante, como disse é nos mantermos atentos para não sermos contaminados também :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Grande beijo e boa semana :D

      Excluir
  26. Samanta, cara amiga! Que saudades! Desculpe-me, eu voltei e nem te dei um alô agradecendo por me seguir e etc... Gratíssimo!
    Mas...quero parabenizá-la por mais um excelente post que nos presenteou. Gostei muito de sua opinião clara e sincera e que deve ser a mesma das pessoas de bem. Muita gente se envolve nessas coisas até mesmo por inocência e se deixa levar sem pesar os prós e os contras ...Fica o alerta, portanto, né?

    Bjão
    Eloy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olááá Eloy !!! Rapaz eu ia ter dar boas vindas mas acabei ficando enrolada também, então aproveito a oportunidade para fazê-lo, seja muito re-bem vindo, se precisar de algo seja da amiga ou da funcionária, estou às ordens :D

      Pois é amigo, alguns acabam compactuando com isso por inocência acreditando que a pessoa está falando a verdade, infelizmente temos que ser mais desconfiados e responsáveis nesta questão, senão podemos fazer grandes estragos por aí...

      Fico feliz que esteja de volta ! Obrigadíssimo pela presença e participação!
      Grande abraço e boa semana :D

      Excluir
  27. "A maledicência é
    é falta máxima
    e
    destrutiva
    ...
    ... machuca o caluniado,
    faz mal a quem ouve,
    e
    a quem ouve e
    quem fala.
    .."palavras ferem mais que
    uma umum tapa na cara"

    As marcas
    causadas pelas palavras
    podem por toda uma vida,
    e jamais serem solucionadas!

    "Afeta o emocional,

    fere a dignidade e o caráter da pessoa. "

    "Cria uma imagem irreal e mentirosa
    daquele que é o alvo da intriga."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Edilene, que bom que veio participar !!!

      Gostei das suas colocações, complementam muito bem a postagem !
      A maledicência traz com ela todo este mal que mencionou, machuca o caluniado, que nem sempre pode se defender, e também faz o mal a todos os envolvidos pois palavras tem o poder de destruição bem maior do que um golpe físico, podendo destruir uma vida e em alguns casos, são indeléveis e irreversíveis...
      Por isso precisamos estar atentos para não compactuar com os maledicentes e antes de passarmos algo adiante, é viável procurar saber a verdade, só ela é construtiva e útil para nossas vidas :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Grande beijo e boa semana ! :D

      Excluir
  28. Como sempre, precisa, impecável, verdadeira, sincera e meiga.
    A sua habilidade para escrever palavras "duras" de forma carinhosa é impressionante.
    Parabéns Sam.
    Grande beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Beth, tudo bem ?

      Estes elogios vindos de você são muito importantes para mim, respeito e admiro demais suas colocações e opinião, obrigada de coração :)
      Fico feliz que tenha gostado, gosto muito de compartilhar minhas reflexões com vocês, pois esta troca de experiências me ensina muitoooo ! :D

      Obrigadíssimo pela presença, participação e carinho !
      Grande beijooo e boa semana :D

      Excluir
  29. Oi minha linda e querida miga!
    Faz tempo que não passo por aqui,né? Enfim... aqui estou e, mais uma vez, PARABÉNS pela forma clara, direta e precisa com a qual conduziu o texto!
    Minha querida, infelizmente MESMO estamos cercados por pessoas camufladas em bondade e boas intenções, mas que, no fundo, só espalham a maldade...não a dos outros, mas a que há dentro delas. Meu marido sempre utiliza esses 3 crivos, pois ele é totalmente contra à mentira, fofoca e maledicência... Ele é um grande exemplo de integridade e caráter e sempre me ensina muito, porque sou uma pessoa passional, emotiva e que compra muitas brigas (às vezes desnecessariamente) justamente por não concordar com certas atitudes alheias. Só que o grande perigo que corro (quase sempre) é que acabo me envolvendo nessa maldita teia da maledicência e até explicar as "intenções"...
    Acho que sabemos quem são essas pessoas, aliás, as detectamos à distância, porém o grande lance é sabermos estabelecer os limites. Por isso, minha linda sempre utilizo e tento aplicar em minha vida aquelas velhas frases: "ninguém me faz bem ou mal, a menos que EU permita" e "As pessoas são o que EU PERMITO que elas sejam".
    O mundo está cheio de provações. Acho que faz parte do desafio da vida em si e vamos aprendendo conforme percebemos o que (e quem) realmente contribui para nossa evolução.
    Grande beijo amada. Saudades sem fim...
    Jackie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Migaaaaaaaaaaaaa, que bom que veio participar, estava com saudades !! :D

      Pois é amiga, infelizmente em todo meio existe este tipo de pessoa que não tem limites para falar mal dos outros... O Sinval é mesmo um ótimo exemplo de conduta, e nos mostra que preza mais em ser alguém melhor e enriquecer a própria vida do que perder tempo com atitudes deste nível :)
      Assim como você também sou mais passional e em alguns casos, isso acaba nos atrapalhando e complicando as coisas, que bom que ele te dá este equilíbrio, por ser assim que estou tentando ser mais tranquila e menos impulsiva nesta questão, para não me desgastar à toa com gente assim :)
      Concordo contigo, estes desafios fazem parte da vida e com eles aprendemos muito, mesmo que seja a duras penas :p

      Miga, fiquei feliz que veio, obrigadíssimo pela presença e participação !
      Grande beijo em todos aí e boa semana pra vocês ! :D

      Excluir
  30. Corre a vida numa tela
    Fotograma verdade, fotograma mentira
    A preto e branco bate um seco coração
    Uma mulher diz que no amor é verdadeira…

    Vem comigo ao cinema paraíso


    Boa semana


    Doce beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo Profeta, não tem como resistir aos seus belíssimo convites e envolventes palavras, em breve apareço em seu espaço para apreciar ótimas leituras, como sempre !

      Obrigado pela presença ! Grande abraço e boa semana :D

      Excluir
  31. Boa noite Samanta

    Li seu texto com muita atenção e concordo com você.
    Quem nunca foi vitima da maledicencia,que atire a primeira pedra...
    A maledicencia e a inveja andam de mãos dadas,por isso todo cuidado é pouco,ao relacionarmos com certas pessoas.
    Ha pessoas que sentem prazer em falar mal dos outros...são mentes mesquinhas que só olham seu umbigo..

    De maneira que quamdo o mal já está feito,o importante é enfrentar o assunto e põr os pontos nos is,e aclarar tudo...

    beijos
    joana mendes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Joana, como vai ? Fico feliz que tenhamos a mesma opinião sobre esta questão tão importante :)

      Como você sabiamente disse, algumas pessoas externam suas frustrações ou inveja através da maledicência e por isso temos que estar atentos para não alimentar este tipo de coisa que não traz nada de bom para ninguém :)
      E realmente, existem casos onde não temos como impedir o mal, mas podemos tentar trazer a verdade à tona e seguirmos tranquilos :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Um super beijo e boa semana :D

      Excluir
  32. Realmente o seu texto esta top e é isso mesmo,mas quando alguyem que defamar o outro é por que esta com a tal inveja ou que ser igual aquela pessoa a parada é sinistra,como vc disse caminhamos lentamente para a evolução ta certo que todos nós somos passivos de erros,mas defamar uma pessoa a troco de nada ai é embassado,por isso que eu falo a melhor defesa é o ataque se te ataca vc tem que pega pesado e devolve na mesma moeda e de preferencia com juros e todo dia da um tapa de leve,e tem aquele velho ditado estenda sempre as mãos aos seus inimigos e depreferencia bem no meio da cara deles,bjao.
    OBS:QUE É ESSE CARA O TAL MARQUES DE MARICA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querido amigo SBX !!! Pois é, quando alguém começa a repetir esta conduta sem se importar com o mal que está fazendo e nem preza por expor a verdade, com certeza maus sentimentos estão sendo a base deste comportamento...
      Gostei do ditado, estender a mão de preferência no meio da fuça do maledeto hehehe tem gente que só funciona mesmo na base do confronto, argumentar com certas pessoas, às vezes não adianta muito...

      Aqui sobre sua pergunta : Mariano José Pereira da Fonseca, 1º e único visconde com grandeza e marquês de Maricá (Rio de Janeiro, 18 de maio de 1773 — Rio de Janeiro, 16 de setembro de 1848), foi um escritor, filósofo e político brasileiro.

      Valeu pela presença e participação, amigo ! Grande abraço e boa semana !! :D

      Excluir
    2. Com todo Rspeito amiga Samanta e ao amigo Borbogay Paulinho
      SBX sendo eu um carioca amante de descobrir palavras novas amigo SBX é simplismente Super Bicha e o X multiplica-se por dois kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    3. Uéééé Gato, o Paulinho tinha me contado que significava outra coisa !! será que ele me enganou ???? kkkkkkkk acho que não, nosso amigo é machomen pra xuxu !! huiahuahau
      abraçossssssssssssss
      ele vai vir aqui te dar uns sopapos hein, cuidado huahaua

      Excluir
    4. Que nada San, não viu ele dizendo aí acima que é passivo ?
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Ainda bem que não gosto de maledicencia
      cala=te boca
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    5. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Olha Serginho segundo fontes seguras
      existe uma letra na musica dos mamonas que é de direito editorial dele
      Ai Como Doi kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    6. kkkkkkkkkkkkk Sérgio, pior que disse né, ai meu deus do céu, será que estamos sendo maledicentes ? paulinho, eu sou inocente viu amigo ?? huiahuia abraçossss pra vocês :)

      Excluir
    7. Gatchenho, o Paulinho vai vir te dar uns sopapos hein, ele é bravo pra caramba, vou sair de fininho senão sobra pra mim huiahuia abraçãooo

      Excluir
  33. Oi Sam eu li e reli sobre a matéria e fiquei pensando
    Que Deus me livre das trapaças
    Da maledicência da traição,
    Pois nos tornam inúteis
    Como inútil é a fraqueza da razão,

    Inútil se torna aquela mente fraca
    Sem raciocínio nem eloquência,
    Não há coração que resista
    Ás trapaças da maledicência.
    Esta é uma frase do Gabriel
    Pensador. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Madalena, fico feliz que tenha vindo participar, seja sempre muito bem vinda :)

      Adorei suas colocações e as frases que nos trouxe, exemplificam bem o que é esta chaga da humanidade que é a maledicência, atitude que não traz bem algum a ninguém, nem mesmo ao difamador e só prejudica os envolvidos em vários aspectos...

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Grande beijo e boa semana ! :D

      Excluir
  34. Olá Samanta tudo bem amiga ?
    Olha realmente tenho o desprazer de conhecer pessoas que tem verdadeiros "orgasmos" em destruir a vida dos outros com maledicência seja ela mirando nos defeitos que todos temos ou mesmo inventando mas de qualquer forma maximizando seja um seja outro.
    Infelizmente são pessoas dignas de pena mesmo, porque são o que existe de mais triste no seu interior e sempre acabam ficando sozinhas porque afinal ninguém as quer por perto, claro que dá muita raiva na hora, mas no fim o que merecem é pena mesmo.
    Quanto a nossa própria responsabilidade em filtrar essas informações nem preciso dizer né.. são mesmo da máxima importância, o meu lema e assim procuro agir sempre é nunca falar mau de ninguém pra ninguém, o que não me impede de falar pessoalmente com a pessoa que acho que está fazendo algo errado, mas isso sempre pessoalmente e quando tenho certeza absoluta que o que está fazendo ou falando me atinge diretamente, algumas vezes saio em defesa de amigos e familiares também, mas o que mais faço mesmo no geral é apenas ignorar a pessoa daí em diante, não vale a pena "chover no molhado"
    Abs amiga, uma ótima semana pra vc e sua família

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sérgio, que prazer recebê-lo !! Tudo bem sim e contigo ? :)

      Pois é amigo, sua comparação foi bem escolhida, parece mesmo que o prazer de certas pessoas em denegrir a imagem alheia se assemelha a um orgasmo, de tão grande que é ! E muitas vezes, como disse, até inventam coisas para conseguir seu intuito...
      Realmente no início sentimos uma grande indignação e raiva, mas depois com a cabeça mais fria, analisando bem , só podemos sentir pena de quem se satisfaz nesta conduta e não tem interesse em melhorar como pessoa...
      Uma coisa muito triste que vejo constantemente são as pessoas apoiando os maledicentes sem antes saber da verdade, aí os estragos costumam ser ainda maiores e é claro, estas pessoas tem a mesma responsabilidade pelo mal causado.
      Sua conduta de se manter longe deste tipo de coisa, creio ser a forma mais acertada de agir, por mais que tenhamos vontade de confrontar , alguns tipos não aceitam nem argumentos e nem provas, portanto, só nos desgastam à toa :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Um enorme abraço e boa semana :D

      Excluir
    2. Ah nem é assim por nobreza que ignoro, é mesmo por ter aprendido que quem provoca quer o troco e se a gente não da o troco, simplesmente ignora a provocação perde a graça e logo ela arruma outra vítima.
      Tem dado certo pra mim, acho que é mesmo fácil como tirar o doce da criança kkkkkkkkkk e tem até um sabor de vingança ver a decepção por não conseguir nos atingir.
      Bjo

      Excluir
    3. Olá Sérgio, também aprendi a duras penas que não vale a pena me desgastar em certas situações e com certas pessoas, antes eu me envolvia muito e no fim, não adiantava nada, só ficava exausta e metida em confusões... Depois que comecei a ignorar, aconteceu mesmo o que você disse, uma hora a pessoa cansa e vai pentelhar em ouras bandas rsrs

      Abraçosssssssss :D

      Excluir
  35. Samanta ,
    Entendi perfeitamente o porque desta matéria
    Especialmente no dia de hoje .
    Claro que seu texto está coberto de razão .
    Penso da mesma maneira . Sempre achei sensato ouvir os dois lados e principalmente só dar crédito a quem tem uma boa reputação e uma visão equilibrada das coisas .
    Digo isso de uma maneira geral .

    Com relação aos fatos aqui no site ,
    Eu procuro me manter neutro , principalmente , porque não entendo muito a política
    destas picuinhas e fofocas. E também não gosto desse tipo de coisa .

    abs
    Francisco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Francisco, como vai ? Que bom que veio participar :)

      Infelizmente somos um pouco inocentes e inconsequentes em certas questões, acabamos dando crédito a pessoas que estão mentindo, fantasiando ou tentando fervorosamente denegrir alguém, e apoiando estas pessoas, sem questionar, temos a mesma responsabilidade no que diz respeito ao mal causado. Por isso é importante que tenhamos consciência antes de tomar partido, é preciso que a gente se informe para não cometer injustiças e nem prejudicar alguém.
      Eu só me manifesto quando sei o que está acontecendo, já sofri injustiças e calúnias e sei como isso é grave e pode destruir a vida de alguém, então todo cuidado é pouco :)
      Todos nós cometemos erros, mas podemos tentar melhorar e evoluir sempre ;)

      Obrigadíssimo pela presença e participação,
      Um enorme abraço e boa semana ! :)

      Excluir
  36. Olá querida Sam!?

    Ô tema bom esse que você abordou! Muito importante sempre estar trazendo à tona questões como essa. Isso estimula a reflexão e o raciocínio e é disso que o mundo precisa para que a reforma moral tenha continuidade. Todos temos nossos vícios e falar mal é um dos piores. Prejudica a nós e aos outros, principalmente. Mas como você falou (e eu concordo plenamente) nós sempre podemos e deveremos mudar nossa conduta quando ela é reprovável. E isso, não só pelos outros, mas principalmente por nós, pois quando caímos no erro da maldade cedo ou tarde colheremos os frutos dela.
    Os crivos eu já conhecia (muita gente também), mas fiquei me perguntando: Será que eu tenho observado esses crivos no meu dia-a-dia? Muitas vezes acabamos falando demais e nem temos a intenção de provocar mal, mas acabamos causando coisas horríveis. Por isso a necessidade de se policiar e trabalhar nossos hábitos.
    Falar sobre qualquer coisa e pessoa carrega a responsabilidade das consequências disso. Mas pena que muita gente não pensa nisso né?

    Bom amiga, um grandíssimo beijo e Fica com Deus tá?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lidiane, que bom que chegou para papearmos :D

      Fico feliz que tenha gostado do tema, também acho muito importante refletirmos sobre isso, esta questão é super importante na vida de todos nós :)
      Vez ou outra , sem dúvidas falaremos de alguém, não tem jeito, mas a diferença é que algumas pessoas sentem prazer nisso e querem manter esta conduta, enquanto outras preferem evoluir e melhorar seu comportamento tentando evitar ao máximo a maledicência, pois a mesma só traz o mal para todos os envolvidos...
      Pesquisando sobre o assunto me peguei pensando a mesma coisa que você, e vi que eu não estava aplicando isso 100%, por isso achei válido compartilhar :)
      Como você disse, muitos não se dão conta e nem tem interesse em tomar conhecimento da responsabilidade destas atitudes e do mal que podem causar.

      Amiga, agradeço muito sua presença e participação !
      Grande beijo e boa semana :D Curta bastante sua folga ;)

      Excluir
  37. Oi Samanta,
    vim dar uma espiada no seu blog e fiquei impressionada com a clareza, e excelente abordagem a temas muito delicados como amizades que nos corroem e maledicências entre outros...parabéns, já virei seguidora e claro não poderia deixar passar sem comentar que adorei o blog. Uma super semana para você cheio de alegrias e com muito mais inspiração...eu que ando meio sem paciência para leitura, me peguei lendo tudo de cabo a rabo. Muito bom, valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá tudo bem ? :)

      Fico muito feliz e satisfeita que tenha apreciado o blog, sinta-se em casa ! Gosto muito de compartilhar por aqui minhas próprias reflexões, pois esta troca de experiências com todos os que aqui chegam me fazem aprender muito mesmo ! Adoro esta interação, e conversar com todos vocês :)
      às vezes também fico um pouco sem paciência para ler, mas que bom que os textos lhe agradaram :D

      Obrigadíssimo pela presença, participação e pela gentileza em seguir :)
      Grande abraço e boa semana :D

      Excluir
  38. Oi, Samanta, boa noite! Bom, eu devo dizer que este é, de fato, um bom tema a ser discutido. Mas como os nossos amigos já comentaram poraqui tudo o que eu tinha a falar, apenas acrescento que sou o tipo de pessoa que não dá muita confiança pra maledicências, simplesmente pq, como o próprio nome já diz, é coisa "mal" - e do mal eu quero mais é distância! É uma coisa a lamentar, ainda mais quando o maledicente é um adulto, que tem discernimento do que faz; e como nós, que estamos de fora, não somos babás ou guardiões do juízo de ninguém, temos que fazer exatamente como vc fez: observar, ouvir os 2 lados, encontrar o 3.o lado (como bem disse a Valéria) e agir, em prol do interesse de uma comunidade. Deixo um abraço e meu respeito! ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Shirley, tudo bem ? Que bom que gostou da escolha do tema, acredito que todos nós já vivenciamos algo relacionado à maledicência, infelizmente :(
      Sua conduta de não se envolver nisso, creio ser a mais acertada, pois este tipo de conduta não traz benefícios para ninguém e pode fazer estragos enormes na vida dos envolvidos... Sempre que possível o melhor mesmo é procurar pela verdade, se não der, e tivermos que nos contentar com a dúvida, melhor ficar de fora :)

      Agradeço muito sua presença e participação !
      Grande abraço e bom restinho de semana :D

      Excluir
  39. olá amiga
    saudades,boa reflexão.
    um dia maravilhoso para você e toda sua familia que Deus continue te abençoando ricamente.
    beijinhos com carinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amiga !! Tudo bem contigo ? estava com saudades de recebê-la por aqui, que bom que veio participar :)

      Desejo-lhe igualmente um belo dia para você e toda a sua família, fiquem com Deus :)

      Obrigada pelo carinho e presença !
      Grande beijooooooooo :D

      Excluir
  40. Olá Samanta, maledicência é uma das piores falhas de caráter, mas é tão comum que chega a assustar. O pior é que às vezes a pessoa nem percebe que está prejudicando alguém. É preciso muito cuidado para não sair por aí reproduzindo informações não comprovadas e perigosas. A internet facilita muito a disseminação de informações desse tipo, é preciso um poderoso filtro.Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Telma, eu trouxe seu coments do Dihitt pra cá, não sei porque dá tilti quando você vai comentar, o Blogger não vai com a sua cara né rsrs que pena, mas agradeço sua gentileza em prestigiar o artigo e avisar do problema :) espero que futuramente isso se resolva :)

      Pois é amiga, muitas vezes vejo as pessoas até mesmo apoiando maledicentes sem questionar e não se dão conta do estrago que estão fazendo... outras já agem mesmo por maldade e não tem interesse em evoluir nesta questão... E como você disse, na internet a coisa toma proporções alarmantes !! É preciso estarmos atentos :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Grande beijo e boa semana :D

      Excluir
  41. Bom dia amiga Sam. Estamos cercados de pessoas maldosas, e não temos como evitar totalmente o convívio com elas, resta-nos apenas ouvir e filtrar as informações, tentando deduzir o que é verdadeiro, ou não, o que já é bem difícil. bjnhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Suely, que bom vê-la por aqui ! :D

      Pois é amiga, sempre teremos alguém por perto que sente prazer nesta conduta, o mais acertado creio eu, é seguir sua dica e filtrar o máximo possível as informações para não sermos injustos ou nos metermos em confusão :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Grande beijoooooooooooo e boa semana :D

      Excluir
  42. Oi, Sam, cheguei! Como sempre, arrasou no seu texto! Sam, sem querer parecer boazinha ou melhor que os outros, eu não costumo praticar a maledicência, procuro ficar longe de fofocas, ou, no mínimo, não passá-las adiante. Mas conheço inúmeras pessoas que dão um reino por uma notícia da vida alheia! É uma pena que a tendência do fofoqueiro seja sempre transformar a história para que pareça mais interessante (e cruel). Como diz o ditado, "quem conta um conto aumenta um ponto". Acho uma atitude triste e irresponsável, poi não há como reparar o mal causado pela língua. Já fui vítima de maledicência e isso me deixou muito triste. E concordo que o tamanho da maldade vista é proporcionar à maldade que se carrega dentro de si. O negócio é não dar corda para os fofoqueiros de plantão! Um abraço, Sam! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bia querida !! Que bom que chegou para papearmos um bocado :D

      Que bom amiga, que você tem consciência do mal que esta conduta causa e procura não se envolver neste tipo de coisa que só traz o mal para todos os envolvidos. Infelizmente, como você disse, existem muitos que sentem um enorme prazer em falar mal dos outros e parecem não se dar conta (ou não se interessam) dos estragos que causam por aí, muitas vezes irreversíveis...
      Assim como você já sofri muito com isso também e acho que por isso mesmo tento ser cuidadosa, pois sei como isso pode destruir a vida de alguém :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Um mega beijo pra você e bom restinho de semana :D

      Excluir
  43. Olá Sam,
    Estava com saudades, e vim ver as novidades.
    O novo visual esta maravilhoso.
    Gostei muito das postagem, bem verdadeira e muita real.
    Vivemos cercados dessas pessoas diariamente, e por vezes convive dentro de nossas vidas, dentro de nossas casas. O importante é usar a sabedoria, e não passar informações sem saber se são verdadeiras. Eu na verdade prefiro ficar sempre longe de pessoas assim, não gosto de confusão, fofocas, é muito triste esse disse, me disse.

    Beijosss!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigaaaa, nossa que legal vê-la por aqui, estava com saudades de você !! Que bom que veio participar, fico feliz que tenha gostado do visú, eu não sossego, vivo mudando rsrs

      Pois é amiga, constantemente nos deparamos com pessoas assim, o ideal é se for possível, seguirmos sua dica e tentarmos nos manter distantes deste tipo de coisa, que no final só é prejudicial a todos os envolvidos...

      Obrigadíssimo pela presença e participação, adorei revê-la :)
      Grande beijo e um lindo restinho de semana pra você ! :D

      Excluir
  44. Olá, Sam!
    A vida é assim mesmo: é só começar a se destacar ou fazer um pouquinho mínimo que seja de sucesso, pra começarem a falar mal de você - por pura inveja, por se acharem melhor do que você.
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rike !! :D

      Pois é amigo, quando a pessoa consegue algum destaque aí é que os maledicentes caem de pau em cima mesmo... algumas vezes até inventando mentiras, coisa triste isso...

      Amigo, valeu pela presença e participação !
      Grande abraço e bom restinho de semana :D

      Excluir
  45. Olá Samanta! Gostei muito da sua postagem!
    Infelizmente nosso mundo não é perfeito e ao mesmo tempo que existem muitas pessoas falam mal das outras de forma proposital, existem outras que não tem "o olhar maldoso" para saber identificar quando a maledicência está envolvida e não sabem questionar certas coisas.

    Ainda não tive o desprazer de lidar com pessoas assim, e espero nunca ter. Sem dúvidas a difamação pode acabar com a vida de alguém, o que é uma coisa terrível, principalmente quando toma proporções muito grandes. Acredito que tentar evitar se relacionar com pessoas assim é o melhor a se fazer, porém também acredito que sempre irá existir alguém assim em nossas vidas com as quais teremos que aprender a lidar. Não será fácil com certeza, mas será preciso caso aconteça. O que tenho certeza é que precisamos ter muita consciência do que estamos dizendo e pensarmos muito bem no que vamos falar para evitar situações ruins. Pensar nos 3 crivos, como você citou.

    Muito boa a postagem Samanta!
    Grande abraço e ótima semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Arthur !! Que bom que gostou da postagem, gosto muito de conversar contigo, temos muito em comum no que diz respeito a opiniões sobre questões de comportamento :D

      Gostei muito da sua colocação, realmente além dos que se comprazem na maledicência , estes ainda podem contar com a ingenuidade de outras pessoas para fazerem o circo pegar fogo... Por isso é tão importante estarmos atentos às informações que chegam até nós para não sermos injustos com alguém ou até mesmo manipulados pelos maledicentes :)
      Infelizmente vez ou outra nos deparamos com alguém assim, se for possível o melhor mesmo, é como você disse, evitar, mas se não der, é imprescindível tentarmos saber a verdade e não compactuar com injustiças :)
      É de nossa natureza falar das pessoas, por isso achei a citação dos crivos muito legal, ela nos dá um certo freio para não passarmos dos limites :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Grande abraço e boa semana pra você também :D

      Excluir
  46. Oi Samanta.
    Tudo bem consigo?Desejo que sim.
    Pois é! Mais um artigo extraordinário como sempre. Ontem li, mas como estava muito cansada não deu para escrever. A verdade é que ontem tinha 20 comentários e hoje...parecia que nunca mais encontrava o final.
    Muito bem observado, muito bem escrito (essa questão nem se põe)e os bons conselhos que deixa sempre nos seus artigos.
    De facto e, possivelmente, repetindo outros comentários, é como diz: são piores do que um rastilho de pólvora e podem causar sérios danos à pessoa ou pessoas que são o seu alvo.
    Felizmente eu tenho a noção de que nunca procedo assim nem nunca procedi. Não invento, não difamo e, embora possa estar ao corrente de algo, finjo que não sei de nada. Mas sabe? Eu sou tão ingénua que, até há poucos anos atrás, quando trabalhei no estrangeiro durante dez anos com colegas portuguesas, é que me dei conta do quanto as pessoas podem ser más, muito más, inventar, difamar, etc. E então era engraçado. Como eu era "caladinha", todas elas, quando as coisas azedavam "me vinham fazer queixinhas" como se se tratasse de crianças amuadas. E eu escutava, desvalorizava e tentava fazer o meu melhor. Até essa altura sempre tinha trabalhado sozinha (contabilidade),mas mesmo no dia a dia com pessoas conhecidas ou amigas nunca me apercebi que houvesse pessoas assim. Eu julgava todo mundo por mim. Ou seja: que toda a gente era sincera e que ninguém seria capaz de "inventar" só para fazer mal.
    Mas hoje sei que é assim. E "Deus nos livre" de sermos apanhados "na rede." Contudo,e infelizmente, por vezes não podemos ignorar essas pessoas que proliferam em nosso redor. Quando elas estão presentes e abrem a boca o melhor é ignorar e não alimentar essas maledicências.
    Essa dos três crivos está muito bem observada.
    Sabe Samanta? Penso que vou ignorar o meu blog e dedicar-me a ler artigos atuais como os seus. São atuais e intemporais. Acrescento que já comecei a ler os seus artigos desde o primeiro. E já li 62. O que é que eu posso dizer em relação? Que gostei de todos eles. Tenho-os apontados aqui ao meu lado - os títulos - e pensava escrever alguns que achei demais e outros onde aprendi algumas palavras que desconhecia. Mas fica para a próxima que este já vai longo.
    Quanto ao meu blog não tenho escrito nada porque o clima não tem sido propício. É preciso "cabeça fresca" e neste momento não dá.
    Desejo-lhe tudo de bom e vou lendo os seus artigos que adoro. E ninguém me pediu para os ler mas sou eu que quero porque me dá prazer.
    Boa semana e grande abraço. E peço desculpa pelo grande comentário. Mas quero dizer-lhe que se não responder eu não levo a mal. Quem me manda a mim escrever tanto! Ufa!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá MaryLane, que bom que veio participar ! :)

      Infelizmente os boatos ou fofocas, quase sempre ruins, se alastram rapidamente por isso é tão importante estarmos atentos ao que chega até nós, se formos impulsivos nesta questão podemos ser injustos com alguém e contribuir ainda mais para os estragos... Já fui vítima da maledicência e em alguns casos os resultados foram irreversíveis... isso pode destruir a vida da pessoa...
      Algo que ainda faço, mas procuro me policiar é exatamente o que nos contou, julgo as pessoas por mim mesma, se eu não faço algo, tenho na minha cabeça que ninguém mais fará... mas infelizmente estamos enganadas nisso, e a maldade humana ainda foge à nossa compreensão... com o tempo estou aprendendo a ser mais analítica para evitar danos maiores quando me deparo com alguém assim.
      O exemplo que nos trouxe do seu trabalho mostra bem como algumas pessoas não tem consciência do mal que causam, outras nem tem interesse em refletir sobre isso... uma pena, todos cometemos erros, mas a grande diferença entre as pessoas é que algumas estão sempre tentando melhorar, evoluir e ajeitar certas condutas que não são muito louváveis.
      Como você sabiamente disse, se possível, é melhor ignorarmos quem tende para a maledicência, assim evitamos grandes problemas que com certeza virão como fruto deste comportamento.
      Agradeço muito seus elogios, fico muito motivada pois sei que são sinceros, achei super legal que tenha lido tantos artigos aqui !! Como pode ver, no começo eu era mais impulsiva e não sabia muito bem regras de português, etc, com o tempo estou aprendendo :) Às vezes leio textos meus antigos e tenho vontade de mudar tudo, mas acho que eles fazem parte da minha caminhada na blogosfera, então os deixo como estão :)
      Assim como você adoro ler por aí, por isso posto só 2x por mês, para conseguir conciliar o tempo disponível e poder dar atenção ao blog :) Quando comecei postava bastante, mas era porque estava sem trabalho, agora ficou mais complicado... por isso decidi fazer desta forma, pois não largo o blog por nada rsrsrs
      Escreva quando estiver bem e com tempo, quando estou enrolada ou desanimada, também prefiro não postar, aguardo e espero a vontade chegar, afinal nossos espaços são para distração não é mesmo, não temos obrigação de nada e é isso que faz esta atividade tão gostosa :)
      Não se incomode com o tamanho do comentário, eu adoro conversar, então quanto maior, melhor rsrsrs Fico muito feliz em trocar experiências com todos vocês :)

      Agradeço muito sua presença, participação e carinho, é sempre um prazer recebê-la por aqui :)
      Grande beijoooooo e boa semana :D

      Excluir
  47. Menina Sorriso, boa noite!!!!

    Posso parecer incoerente em minha retórica mas, vou afirmar e assino o que digo que HÁ MAIS ERRO EM QUEM ESCUTA DO QUE EM QUEM CONTA A MALEDICÊNCIA!
    O maledicente muitas vezes, na maioria eu diria, é um imbecil de um invejoso frustrado, que encontra em alguém que possa escutar suas agruras peçonhentas, o refúgio para sua mesquinhez.
    Agora, quem escuta, não! Esse que pára para ouvir, sem recorrer a outras fontes sobre a veracidade da informação, no fundo meio que "PEDE" para que o outro destile o veneno!...
    As 3 peneiras do magistral Sócrates (em dobradinha com Platão, que até hoje ninguém pode afirmar onde começam as "teses" de um e terminam as do outro! rs), nos informam com profundidade o que estou falando. Quem faz as três perguntas de crivos verdade, bondade e utilidade é quem irá escutar! Se o ouvinte possuir esses critérios de comportamento digno humano, não dará ouvidos a tolices mentirosas, maldosas e inúteis, e o candidato a maledicente, cairá por terra, se perdendo no caos do fel que terá que ele mesmo engolir...
    Dificilmente quem conta uma fofoca perversa pra um, contará a mesma pra outro, se não encontrar "terra fértil" no primeiro!
    É a cara de gozo que o primeiro permite ao escutar, que incentivará o maledicente a dar continuidade ao seus "destilos".
    Igual fomentação que o iniciante no roubo recebe! Se a primeira tentativa de furto ocasionou-lhe sucesso, prosseguirá nesse intento enquanto render-lhe frutos. Por isso que é primordial pais e mães ralharem com firmeza quando notam uma tendência perniciosa nos filhos (seja roubo, violência, etc.)
    Se não ouvíssemos o que os fofoqueiros do mal querem nos contar, nada disso renderia tanta maldade! Aqueles amigos que juram que não deram ouvidos, são os da fila dianteira que pararam para ouvir...
    Tenho uma regra com meus alunos, eles que ainda são bem novinhos.
    Toda vez que alguém quer me contar alguma coisa sobre um dos colegas, pergunto logo: "É fofoca do mal?" (Existe a do bem, a rara, onde alguém conta algo sobre o outro que é bom, mas a terceira pessoa não está presente).
    O aluno em questão dá logo um sorrisinho e pára de falar porque sabe que, se for para a difamação, com certeza não o deixarei terminar...

    Bem, essa é a minha opinião!...
    O artigo ficou excelente, com multiplicidade de vertentes que muito gostei!!!!

    Beijos da Mary, querida!!!! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helloooooooo Mary !! querida Musa da Escrita, que bom que veio participar, estava com saudades de papear contigo !! :)

      Sabe amiga, eu fico mais revoltada com quem dá apoio ao maledicente do que com o filho da mãe propriamente dito... por isso entendo sua colocação.
      É aquela coisa né, podemos fazer qualquer maluquice ou maldade, mas quem vem e ainda dá força para isso... aí já é irresponsabilidade ao quadrado...
      Como você sabiamente disse, o maledicente sai por aí falando, se ninguém desse ouvidos, não teriam tantos estragos, mas aí vem alguém e ouve, sem questionar, acredita e depois ainda espalha !! affffff
      Uma pena que o que mais vemos por aí é gente a fim de falar mal e o dobro de gente doidinha para ouvir algo ruim que deprecie alguém... já sofri muito com isso, aliás vira e mexe fico sabendo de cada coisa escabrosa e falsa que falaram de mim... que é de assustar ! Em alguns casos eu não consegui reverter os estragos...
      Adorei a maneira como lida com isso com seus alunos, com uma pergunta simples você já inibe a maioria dos comentários, porque quando vem algo assim, quase sempre não é coisa muito construtiva...
      Fico muito feliz que tenha gostado ! Sua opinião é super importante pra mim :)

      Obrigadíssimo pela presença e por enriquecer a postagem com suas maravilhosas colocações, como sempre :D
      Muitos beijossss e que seu restinho de semana seja ótimo !! :D

      Excluir
  48. Por isso que a cada dia que passa estou mais seletiva em relação aos relacionamentos com as pessoas..falo menos, ouço mais e analiso o comportamento das pessoas. Bjs. Sandra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sandra querida !

      Bem faz você amiga, sendo mais seletiva e cuidadosa, escolhendo bem com quem mantém suas relações, com certeza isso nos deixa mais protegidos deste tipo de coisa. Também gosto muito de observar as atitudes das pessoas, e procuro sempre a verdade para não ser injusta caso me envolva em alguma situação deste tipo :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Grande beijoooo

      Excluir
  49. Nada pior do que ser afetada pela difamação, Sam... hoje em dia, já existe penalidade para isso, mas ainda sim a resolução é demorada, às vezes não resolve e a dignidade da pessoa afetada sempre fica abalada.. Triste...
    beijos e tudo de bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Barbie querida !! :D

      Pois é amiga, já sofri muito com isso e sei que os estragos são enormes e algumas vezes até irreversíveis... Uma vez procurei a Justiça, mas como você disse, nem sempre ela funciona nestes casos e não restaura a dignidade da pessoa... muito triste mesmo amiga, espero que futuramente as próprias pessoas possam ter consciência do mal que causam e tentem melhorar nisso.

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Mega beijooo e bom restinho de semana :D

      Excluir
  50. Oi Sam, bom dia!
    Ao ler sua publicação logo me veio a mente uma brincadeira de infância chamada "telefone sem fio", quando uma primeira pessoa fala algo e essa mensagem vai passando pelos demais até chegar ao último, onde viamos chegar algo totalmente diferente do que havia sido repassado... Já na vida real, a brincadeira perde a inocência e a criatividade infantil, na vida o telefone sem fio é tomado pela maledicência humana, se falamos algo em certa ocasião aquilo vai seguindo em frente e sempre que repassado com um algo a mais... De repente nos vemos em uma situação constrangedora devido ao "algo mais" que foi inserido em nossas palavras e atos... Infelizmente, estamos diante de uma sociedade mal educada, que tem a fofoca como cultura, que tem como hobby "cuidar" da vida alheia e vibra diante dos estragos causados na vida do próximo... O respeito muitas vezes é deixado de lado, e quanto mais devastador é o efeito de uma maledicência mais agrada aos maldosos de plantão... Isso está espalhado por toda parte, nas redes sociais, nos ciclos de amizade, no trabalho e até em casa, dependendo da família...
    Não dá para combater... E para precaver, temos quase que nos tornar adivinhos, pois não sabemos o que tem de podre ou verdadeiro nas pessoas...
    Ótima postagem, beijão e até uma próxima...
    Janna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olááá Janna querida, tudo bem contigo ? :)

      Ótima sua comparação, já brinquei de telefone sem fio e é bem assim que muitas vezes segue em frente a maledicência, cada um vai ajeitando como quer e de acordo com seus interesses até chegar um ponto onde o fato está totalmente distorcido... em alguns casos, até inventam alguma maldade...
      Você tem toda razão, ainda vivemos em uma sociedade que não se interessa em refletir ou evoluir, e sente prazer neste tipo de conduta, talvez porque seja algo que muitos gostam e acabam incentivando...
      Como você sabiamente disse, é difícil saber quando estamos diante de uma mentira, o máximo que podemos fazer é tentar saber a verdade ou na dúvida, não compactuar com este tipo de coisa, pois a maledicência destrói vidas, reputações, relações... não traz nada de bom pra ninguém...

      Obrigadíssimo pela presença e participação, fico feliz que tenha gostado :)
      Grande beijooooo e bom restinho de semana :)

      Excluir
  51. Falar só o que tem certeza: aí esta uma coisa que cada um interpreta de um jeito. Convivi por alguns anos, diariamente, com uma pessoa que, basicamente, ou falava mal ou reclamava de alguma coisa de alguém. Eu escutava, entrava por um ouvido e saia pelo outro. Me policiava sobre o que conversaria com ela, tinha medo e era cauteloso. As vezes me via entrando na onda da pessoa, mas sempre caia em mim. Mas isso de sempre ter algo para falar de alguém faz parte do nosso instinto, só que a gente tem que ter noção que existe uma linha, extremamente tênue, entre comentar algo e espalhar uma história maldisposta sobre a pessoa.

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcelo !!

      O exemplo que nos trouxe mostra bem como algumas pessoas não tem interesse em melhorar esta conduta e não se dão conta do mal que fazem. É da nossa natureza falar mal dos outros, li um artigo que isso até ajuda na socialização, pode até ajudar mas sem dúvidas não ajuda em nada a vítima pois os resultados costumam ser catastróficos quando passamos adiante uma informação errada ou danosa para a imagem da pessoa.
      Acredito que mesmo nos policiando, vez ou outra estaremos envolvidos em algo assim ou falaremos de alguém, o importante é estarmos atentos para o que você mencionou, o limite entre comentar e espalhar algo que fará estragos por aí :)

      Obrigadíssimo por participar e compartilhar conosco sua opinião e experiências, seja sempre muito bem vindo :)
      Grande abraço e bom restinho de semana :D

      Excluir
  52. Oi Samanta, como vai?
    Não se pode negar que há muita gente com a língua bem afiada e solta por aí. Eu não ligo muito pra esse tipo de pessoa, na verdade tenho pena, são pessoas doentes, vazias de conteúdos.

    Pra quem gosta de falar mal dos outros, acusações infundadas, saibam que está usando-se muito o processo cível de danos morais. Geralmente quem perde, desembolsa uma quantia razoável. Se for preciso, faça-se uso dele, é um amparo legal que temos a disposição.

    Também não está com nada quem recebe e passa adiante fofocas, comentários maldosos... Pessoalmente, acredito que não precisamos disso.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nestor, tudo bem por aqui e contigo ? :)

      Verdade o que disse, meu amigo, o que não falta é língua afiada e inconsequente por aí, infelizmente... Gostei muito do aviso que nos trouxe, que bom que a Justiça está mais certeira nestas questões atualmente, pelo menos sabemos que não estamos totalmente a mercê deste tipo de coisa :)
      Concordo contigo, fico ainda mais indignada com quem dá atenção aos maledicentes e espalha por aí o que ouviu sem sequer questionar, são igualmente responsáveis pelo mal causado.

      Agradeço muito sua presença e participação !
      Um enorme abraço para você e sua família e bom fim de semana :D

      Excluir
  53. Oi Samanta!

    Com textos sempre reflexivos e poderosos...realmente essas três perguntas tinham que nos perseguir em toda situação da vida. Muitas vezes fazem por pura maldade e muitas vezes a outra pessoa é até vitima por confiar demais na pessoa e em tudo que ouve.
    Analisar é muito importante: as conversas, as amizades, o ambiente de trabalho, etc. E usar o crivo da utilidade principalmente:...isso é util mesmo????

    Super bj e otima finalzinho de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida amiga, fico feliz que tenha gostado :)

      Pois é amiga, como você mencionou, em alguns casos a vítima sai lesada por confiar no maledicente, já outros acabam compactuando com esta conduta pela ingenuidade de acreditar em tudo que chega até eles... De qualquer forma, os estragos sempre acontecem, a maledicência não traz benefícios para ninguém...
      Os crivos são muito úteis, se conseguirmos utilizarmos o maior número de vezes possível, tenho certeza de que nos envolveremos menos neste tipo de situação :)

      Flor, obrigadíssimo pela presença e participação !!
      Mega beijooo e que seu fim de semana seja ótimo :)

      Excluir
  54. Oi Sammy,
    Não conhecia o seu blog e adorei o texto. Estou seguindo. Copiei os 3 crivos e vou usá-los sempre.
    Concordo com cada palavrinha que vc escreveu. Eu sempre penso na minha vida real, e tb na virtual, que se eu não posso falar nada de bom de alguém, então é melhor me calar. Falar mal para que?
    xoxo

    Gosto disto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Betty, seja muito bem vinda, é uma honra recebê-la aqui, sou sua fã :D Adoro seu espaço !! Fico muito feliz que tenha gostado :)

      Os 3 crivos são muito interessantes , a historinha é maior, se tiver oportunidade procure no Google, vale a pena a leitura :)
      Concordo contigo, levo isso também para a blogosfera por exemplo, quando não concordo ou não gosto, não me manifesto... realmente não vejo muita utilidade em falar mal e não sou muito de criticar mesmo que seja construtivamente :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Mega beijooooo e bom fim de semana :D

      Excluir
  55. Oi Sam,está semana demorei pra vir,pois o pc em certos dias funciona,em outros não,rs.
    Mais um belo texto,eu confesso que sempre penso muito antes de falar e quando escuto algo vindo de alguém principalmente em relação a outra pessoa não costumo passar adiante,se for maldade então,desconfio.
    Até porque já sofri bastante com a maledicência.
    Me incomoda muito pessoas que falam da vida das outras,acho assim,se a pessoa quiser criticar,que se dirija a pessoa e dê sua opinião,apesar de que ninguém é obrigado a aceitar a opinião de ninguém,mas se for uma crítica construtiva,talvez até ajude o outro a crescer.
    Quando a vida está boa,não há porque falar mal de alguém,acho que o mundo está precisando de mais gente espalhando amor,isso sim.
    Um lindo final de semana pra vc,abração,=)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii Suu !!! Ai amiga, não esquenta com isso, os amigos são bem vindos a qualquer hora :) E não existe ninguém mais atrasada do que eu para visitar os amigos rsrs :D

      Assim como você, passei a ser mais cautelosa justamente por ter sofrido muito com a maledicência... depois que sentimos na pele os estragos, é que conseguimos ver a dimensão da coisa e o tamanho da nossa responsabilidade em tudo isso...
      Também acho muito cruel não falar diretamente com a pessoa, chega até ser humilhante para a vítima, pois ela nem sabe se poderia mudar algo ou que está desagradando, não tem escolha...
      Concordo contigo, precisamos mesmo de mais gente espalhando amor e não fofocas e mentiras...

      Flor, obrigadíssimo pela presença e participação :)
      Um beijãoooooooooooooo e bom fim de semana :D

      Excluir
  56. Olá Samanta.

    Uma importante e sempre oportuna reflexão. A mentira e a maledicência são mais comuns do que costumamos imaginar. Patologias do caráter ou mesmo distúrbios psíquicos, levam pessoas a mentir, distorcer, adequar, inventar uma “verdade” própria Por outro lado, outros se comprazem em “emprenhar pelo ouvido”, espalhar fofocas, frivolidade, descompromisso, inconsequência... Pessoas sérias, buscam a “verdade verdadeira” e costumam ter o cérebro mais desenvolvido que a língua. Portanto, temos que ter cuidado para não servirmos de veiculo das inverdades e desatinos alheios. No mais, vale o velho ditado: “Os cães ladram e a caravana passa”.

    Um abração e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querido amigo !!

      Verdade Antônio, infelizmente a mentira e maledicência fazem parte do nosso cotidiano. Como sabiamente disse, pessoas com problemas psíquicos ou desvios de caráter agem desta forma nociva, em alguns casos sem sequer ter consciência do mal que causam, já outros sentem prazer em continuar com esta conduta. Gostei muito da sua colocação sobre pessoas inteligentes terem seu cérebro mais desenvolvido que a língua, acredito realmente que quando estamos tentando o aprimoramento pessoal, ao menos tentamos agir de forma correta e mudar certos comportamentos ;)
      E como sempre finalizou maravilhosamente, enquanto estamos caminhando vagarosamente no caminho da evolução e convivendo com a diversidade humana, vamos seguindo em frente fazendo nossa parte :)

      Obrigadíssimo pela presença e pela participação que sempre complementa muito bem a postagem :)
      Grande abraço e um ótimo fim de semana pra você :D

      Excluir
  57. Nossa palavra tem poder, fato. Precisamos é saber utilizar bem esse poder. O problema é que existe pessoas que tem prazer em fazer o mal com suas palavras e isso é uma pena.

    Gostei muito do texto.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Albuq !!! :D

      Palavras são mesmo muito poderosas, às vezes acho que ignoramos o seu poder e agimos levianamente... Como você disse, algumas até sentem prazer em usar este poder para fazer maldades e prejudicar pessoas... :(
      Fico feliz que tenha gostado da postagem :D

      Grande abraço e que seu fim de semana seja ótimo !! :D

      Excluir
  58. Sam, boa noite!!!
    Muito me alegra passar em seu blog e ler textos que nos fazem refletir.
    Tenha um final de semana feliz e abençoado.
    Bjokas...da Bia!!!
    http://pequenosgrandespensantes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Beatriz querida !!!

      Fico muito feliz em saber que gosta de passar por aqui e aprecia os artigos, sinta-se em casa :D Adoro compartilhar minhas próprias reflexões e trocar experiências com vocês :)

      Um mega beijo e que seu fim de semana seja ótimo !! :D

      Excluir
  59. Olá Sam!

    Eu não vim antes comentar aqui porque estava passando é ainda passo por uma situação ruim, incrível que é justamente o que você descreve no texto que estou passando, essa questão das pessoas julgarem sem conhecer. Que nem você disse as pessoas tem que aprender a ver os dois lados da moeda, nunca é fácil para a pessoa que esta sendo alvo agüentar tanta coisa ruim ao seu respeito. E realmente pessoas más que eu denomino de fofoqueiras são mal amadas é fazem de tudo pra chamar atenção, com certeza sente prazer em ver os outros na lama, e o pior que a imagem de uma pessoa pode ficar suja por uma má difamação irrealista espalhada por outra pessoa, é acaba que a vida da outra fica destruída, por que é por isso que passo nesse momento, uma simples coisinha que aconteceu virou o pandemônio é agora pra me recuperar disso vai demorar, sabe a pessoa fica até com vergonha de encarar os outros por um erro que o outro cometeu. Nessa vida até gente inocente sofre é paga pela boca dos outros. Conheço pessoas que somente estão sorrindo quando finalmente conseguiu destruir a reputação daquele (a) tal fulano que não foi com a cara. E muito fácil acusar qualquer um sem saber dos fatos, de conhecer pessoalmente é vou te dizer uma coisinha bem pequena se espalha pior que fogo na palha. Eu acho que no dia que nenhum ser na terra ficar um dia inteiro sem criar caso da vida alheia o mundo acaba é não será por globalização, no entanto isso nunca mudará não que esteja sendo pessimista, só que hoje em dia sendo bem sincera Sam, deixei de acreditar na evolução da humanidade. Como também abri mão de confiar nas pessoas de sempre ser boazinha é sentir uma rasteira em seguida, parei de ser ingênua é mudei, pra uns posso parecer fria, porém muitos merecem que eu nem diga bom dia. Acho que agora vivo na fase de repensar quem merece ficar ao meu lado e ter meu bom coração e rever quem são meus inimigos, porque como você disse tem pessoas que se aproveitam da nossa bondade de nunca enxergar a maldade, vivemos ao redor de várias pessoas é não dá pra saber todas as intenções de cada um, somente temos que abrir bem os olhos, porque o que mais existe no mundo é gente aproveitadora. E concordo que todos têm esse lado “maledicência”, é uma coisa feia de se fazer, ato inadequado, o importante é mudar antes que prejudique alguém.

    Sabe eu queria ter muita tinta na impressora para tirar vária cópias do seu texto é sair por aqui onde morro jogando para todos os lados, ou então de um modo mais sofisticado contratar um helicóptero é lá de cima jogar os papéis pra todos que falam mal de mim e de outras pessoas, séria um modo bem legal de dar um tapa na cara já que não posso fazer isso pessoalmente.

    Hoje lavei minha alma com seu texto, parece que você sempre está sincronizada com o dia a dia das pessoas, nunca vi isso....rsrs
    Seu texto está impecável, adorei ficar aqui lendo, eu devia ter vindo antes já que o tema é tudo o que eu e muitas outras pessoas estão passando nesse momento, é quem nunca passou por situações complicadas, á todo momento né!!

    Sim acredito muito que um dia iremos nós ver pessoalmente porque de coisa tenho certeza é que papo não nós faltará....rsrs
    Infinitos parabéns pelo texto....amei.
    Tenha uma ótima semana.
    Beijokas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiiiiiiii amiga, que bom que chegou :D

      Puxa amiga, que chato você estar passando por isso... já sofri e de vez em quando sofro muito com este tipo de coisa e sei como isso nos faz mal...
      Como você disse, infelizmente em alguns casos não temos nem como reverter a situação... passei por algo assim a quase 10 anos e até hoje de vez em quando noto que a semente ficou lá e fiquei mal vista por certas pessoas que acreditaram em mentiras...
      Os maledicentes querem mesmo ver o circo pegar fogo e destruir seu alvo, desta forma sentem prazer e até mesmo se sentem superiores... Alguns não tem consciência do mal que fazem e nem medem o tamanho dos estragos que causam, já outros fazem mesmo por pura maldade...
      Todos nós temos limitações e falar dos outros é da nossa natureza, a diferença, creio eu é que alguns querem mudar este comportamento e são mais cautelosos e responsáveis, enquanto outros querem mesmo é espalhar o caos e prejudicar as pessoas.:(
      Assim como você, tive que me tornar mais seletiva... antes eu me relacionava com todos, me entregava, confiava em todo mundo...mas só me ferrei... então tive que começar a filtrar com quem vou me relacionar e também a ser mais desconfiada... isso é triste, mas como você disse, as pessoas são imprevisíveis e muitas vezes nos magoam ou prejudicam gratuitamente...
      Todos nós damos nossas "faladinhas" mas precisamos ter mais responsabilidade nesta questão e saber que o resultado pode ser catastrófico...

      Amiga, sinto muito que tenha que passar por isso, sei como é duro e como nos faz mal, uma vez sofri ataques de uma pessoa por meses... eu chorava todo dia ao ver as mentiras se espalhando e todos acreditando e eu não podia nem me defender... foi algo que me machucou muito, mas depois de uns anos, vi que isso me fortaleceu e me deixou mais "esperta" para saber que a maldade humana está por aí e precisamos lidar com ela, sermos fortes e não nos deixarmos contaminar...
      Espero de coração que estas pessoas se conscientizem ou então que parem de lhe perturbar desta maneira, e que a verdade prevaleça :) Precisando conversar ou de alguma ajuda, é só chamar viu !!

      Fico feliz que o tema seja providencial para você, na verdade escrevi por ver um colega passando por isso, e no final até meu nome entrou no meio... e acabei mais uma vez atingida pela maldade destas pessoas... Mas vou seguir em frente, não vou me envenenar com a mediocridade dos maledicentes :)

      Com certeza amiga, vai ser uma alegria para mim um dia poder conhecê-la, vamos nos divertir bastante e foilosofar também rsrs
      Que bom que gostou, fico sempre ansiosa pela sua opinião :D
      Espero que sua semana seja boa, de paz e alegrias, fique bem :)
      Grande beijoooo e obrigada pela presença e pela conversa :D

      Excluir
  60. Infelizmente é muito comum a maledicência...Infelizmente porque faz parte da grande maioria entre nós. Nem posso me colocar fora porque muitas vezes me pego falando de alguém ou de alguma situação; mas é evitável, basta ter muita força de vontade e se policiar.
    Seus textos são especiais amiga, assim como você. Beijinho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olááá Vanda querida !!!

      Pois é amiga, infelizmente estamos sempre em meio à maledicência, faz parte da natureza humana, o importante é que saibamos que temos responsabilidade nisso e que procuremos a verdade, sempre :)
      De vez em quando sempre vamos falar de alguém, mas podemos optar por tentar diminuir este comportamento e sermos cuidadosos em nossas colocações :) Já adianta bastante né :D

      Fico muito feliz que tenha gostado, obrigadíssimo pela presença e participação !!
      mega beijooooooooooooo e que sua semana seja ótima :D

      Excluir
  61. Boa noite, Sam. Muito bom o texto. A maledicência existe e muito evidente em todo meio e classe social.
    Acredito que muitas vezes somos levados por ela em uma situação de extremo estresse.
    QUANDO ALGUÉM NOS FALA SOBRE O COMPORTAMENTO RUIM DE UMA OUTRA PESSOA, VEZ EM QUANDO CONCORDAMOS E FALAMOS MESMO, MAS EM OUTROS CASOS A PESSOA É INOCENTE, MAS COMO A OUTRA É MAIS A NOSSA AMIGA, ACABAMOS POR FALAR E ACREDITAR.
    Postura correta? NÃO É A POSTURA MELHOR, mas ninguém é perfeito.
    Penso que deveríamos ouvir mais antes de falarmos das pessoas com as outras. De repente, elas são inocentes do que são acusadas.
    Sendo assim, ouvir e prestar atenção sem se envolver é melhor.
    Eu tenho algumas amigas que falam de amigas minhas, eu não falo nada, uma vez que são minhas amigas, apenas acho que cada um tem empatia ou não por outra pessoa, e não cabe a mim ficar falando mal de quem gosto.
    Já aconteceu de pessoas que eu sei que não tem empatia por mim serem amigas das minhas amigas, no entanto, eu não toco no nome deles.
    Confusão é o que gera. Digo que não tem empatia por uma percepção minha, uma vez que nunca retornaram a um comentário feito por mim. Por essa razão pensei assim, não que alguém tenha me dito algo. Talvez eu esteja até enganada, não sei, mas creio que não.
    Falar uma coisa ou outra todos falam, mas tem de se ter um cuidado absurdo, porque senão você se contamina, aos outros e o mundo todo.
    COSTUMO SABER QUEM É FALSO OU NÃO, E DESSAS PESSOAS EU ME AFASTO, UMA VEZ QUE SOU AVESSA À MENTIRA.
    Santa eu não sou, mas procuro viver em paz com todos, dar o meu melhor, e a maledicência jamais acabará, então, eu procuro fazer a minha parte.
    Se eu tenho um problema com alguém, ou não gostei de uma postura da pessoa, eu envio um e-mail, uma mensagem e digo exatamente o que foi que me incomodou.
    Eeu creio que seja a melhor solução.
    Um beijo na alma, e viva a sinceridade com coerência!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Patrícia querida, como vai ? Fico feliz que tenha gostado do artigo :D

      Pois é amiga, todos nós vez ou outra vamos falra de alguém, o importante é tentar diminuir este hábito e se possível estar sempre embasado na verdade para não sermos injustos ou prejudicarmos alguém :)
      Assim como você prefiro evitar tomar partido em certas situações, como neste caso de pessoas que não gostam de nós mas são amigos de nossos amigos, o melhor é ficar neutro, pois cada um sabe de si, se tentarmos dizer algo, nosso amigo pode até se chatear ;)
      É muito importante o que mencionou, às vezes temos uma impressão, mas não temos confirmação daquilo, então é mais viável, ficarmos na "nossa" para não nos metermos em confusão ou em situações desgastantes e desnecessárias :D
      Sua postura é um exemplo para seguirmos, todos temos limitações, mas o importante é nos esforçarmos para fazer o nosso melhor :D Também prefiro resolver direto com a pessoal, disse me disse sempre acaba mal...

      Obrigadíssimo pela presença e por compartilhar conosco sua experiência nesta questão :)
      Muchos beijossssssssssssss e boa semana :D

      Excluir
  62. Olá Samanta.

    Seu Blog faz parte de nossa homenagem ao dia do amigo nesse 20 de julho em nossa postagem: Blogando entre amigos. E antecipando as comemorações do dia do Blog. Te convido a participar de uma blogagem coletiva no dia 31 de agosto, com o tema: Blogando entre amigos.

    Um abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querido amigo ! Obrigado pela lembrança e carinho, vai ser um prazer participar da sua postagem, comemorando datas tão especiais !!
      Agradeço a gentileza ! Logo logo vou lá conferir :D Um enorme abraço e boa semana :D

      Excluir
  63. Olá Sam,
    Eu novamente aqui , passando pra te desejar uma excelente semana cheia de coisas especias. Seu texto sempre muito sábio, e os temas muito real, e bem selecionado. Te ler é muito precioso!
    És muito sábia!

    Um grande abraço!
    Beijos grande!
    ótima semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida amiga, que prazer tê-la de volta !! Adorei a postagem sobre ciúmes e visitar seu espaço depois de um tempo ausente :)
      Obrigada pela gentileza e pelo elogio, fico muito feliz :)

      Desejo-lhe igualmente uma belíssima semana cheia de alegrias e paz :D
      Grande beijooooooooooooo !

      Excluir
  64. Olá minha querida amiga, tudo bem?

    É verdade Sam! Temos que ter sempre o "pé atrás", antes repassarmos uma informação, pois têm coisas que não voltam mais atrás. Um exemplo disso, é uma palavra dita, uma pedra lançada...é preciso ser autocrítico, e não ir apenas falando ao vento aquilo que não temos certeza que é realmente verídico. Infelizmente, não somos capazes de conhecer o que existe no subconsciente humano! Quantas vezes nos deparamos com a seguinte indagação: "nossa nunca imaginei que ele(a) fosse capaz disso"! Temos mesmo que tomar cuidado com as pessoas falsas e manipuladores, pois elas conseguem sempre uma maneira de atrair a atenção daqueles menos atentos a seus comportamentos.
    Há pessoas que são sempre perdedoras. O malidicente, é uma delas!

    Abraçãooo, é um ótimo restante de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querido amigo !!! Tudo bem e contigo ? Que bom que veio participar :D

      Perfeitas suas colocações, as palavras são poderosas e assim como podem salvar uma vida, podem também destruí-la... Precisamos ter mais esta consciência e cuidado ao dizer certas coisas, na dúvida, é melhor deixar quieto e se possível, procurar saber a verdade :)
      E como você sabiamente disse, existem pessoas que se aproveitam desta ingenuidade ou impulsividade de muitos para fazer o mal e prejudicar as pessoas, na minha opinião, quem compactua com isso é tão responsável quanto quem começou o disse me disse...
      Gostei da sua frase final, perfeita :D

      Obrigadíssimo por vir participar, é sempre bom conversar contigo :D
      Grande abraço e uma ótima semana pra você e sua família :D

      Excluir
  65. Olá!!Só passando para saber como você está e retribuir sua visita lá no blog!! Estou sentindo falta dos seus textos!! Bjs. Sandra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Sandra !!!! Tudo certinho por aqui, espero que contigo também, aposto que sim depois de ganhar aqueles presentes maravilhosos !!! :D
      Por aqui estou postando quinzenalmente apenas, por falta de tempo, o blog é que acaba sofrendo né rsrs Fico feliz que aprecie as postagens :)

      Grande beijo e obrigada pelo carinho :D

      Excluir
  66. Olá!
    Hoje te convido a vir participar do meu sorteio no blog: http://pequenosgrandespensantes.blogspot.com.br/2012/07/sorteio-para-comemorar-meu-niver.html Leia as regrinhas...
    Desejo boa sorte!!!
    Tenha um final de semana feliz e abençoado.
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Beatriz querida !! Opaaa, obrigada pelo convite !!! Uma vez ganhei um sorteio em blog, é muito gostoso !!

      Agradeço a lembrança e o carinho ! Grande beijoooooooooo e bom fim de semana ! :D

      Excluir
  67. Muito boa reflexão. Sempre lembrando a história do empregado fuxiqueiro querendo fazer média com o patrão, vindo falar mal dos colegas de escritório, sem utilizar os filtros da verdade, da bondade e da utilidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ynot ! Fico feliz que tenha gostado do tema, a história dos 3 crivos é ótima para nos fazer refletir sobre esta questão tão importante na vida de todos nós :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação !
      Grande abraço e bom fim de semana :D

      Excluir
  68. Amiga
    feliz dia do amigo.
    beijinhos com carinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lúcia querida, obrigada pela lembrança e carinho ! Desejo-lhe igualmente um belo dia do Amigo !!! Grande beijoooo e bom fim de semana ! :D

      Excluir
  69. Lindinha!!!
    O Pê sempre diz que: "A LÍNGUA É UM MÚSCULO INVOLUNTÁRIO QUE NUNCA SENTE FADIGA", daí já viu, não é? Fala-se demais... Eu aprendi a ser superficial com muitos e profunda somente com aqueles em quem muito confio. Já passeei bons bocados com esse tipo de situação. Tem gente que distorce por conta da maledicência, mesmo. Porque sentem prazer em dizer algo que na verdade não é. Os famosos mundos imaginários que bem define aqui.
    Mas vamos que vamos, minha querida!! Evitemos de dar pérolas aos porcos...
    Grande abraço meu e do Pezinho.
    Você mora em nosso coração!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Malu !!! Que bom que veio participar :D

      Amiga, adorei esta frase do Expedito, é perfeita para exemplificar este mau hábito. Assim como você também já tive muitos dissabores com este tipo de pessoa que distorce as coisas sem medir as consequências de seus atos, sempre com intuito de prejudicar alguém...
      O jeito é fazer a nossa parte e não compactuar com este tipo de coisa, né amiga :D

      Obrigadíssimo pela presença e carinho, vocês moram no meu coração também ! Muchos beijossss e que seu fim de semana seja ótimo ! abraços pro Expedito :D

      Excluir
  70. Olá, Sam. Primeiro, parabéns pela passagem do níver. Felicidades.
    Acredito que o mundo vive em perene disputa debaixo dos holofotes. a busca de atenção no entanto faz com que algumas pessoas não respeitem as regras simples de convivência e partam para o ataque visceral aos seus desafetos via maledicência, a fofoca, no bom português.
    O ambiente de fofoca não faz bem a ninguém. E a mim também não me agrada. Por isso mesmo me afasto de pessoas e dos ambientes em que imperam a fofoca, das pessoas que fazem dela um meio de vida.
    O texto nos dá a oportunidade de refletir sobre isso.
    Um grande abraço, menina! E que o Dia do Amigo tenha sido só alegria!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querido amigo ! Obrigado pelo carinho :D

      Concordo contigo, esta busca pela visibilidade e atenção muitas vezes deturpa valores... Como sabiamente disse, este tipo de coisa não traz benefícios a ninguém e me sinto mal quando vejo algo do tipo, pois já sofri muito por isso e sei como é ruim ter a vida afetada pela maledicência... Também procuro evitar estas situações e me policiar para não cometer algum erro :)

      Fico feliz que tenha transmitido uma boa reflexão :)
      Obrigadíssimo pela presença e participação e sempre uma alegria receber você e a Maluzinha por aqui :D
      Um feliz dia do amigo atrasado e um ótimo fim de semana aí pra vocês :D

      Excluir
  71. Olá Samanta!

    Maledicência nome "deferente" rsrs,não me lembrava dessa palavra,pois fofoca é mais usado rs.

    O que tenho analisado é que temos uma diferença em Falar mal e Falar a verdade, por exemplo:

    Alguém diz; que sou Branquelo,meio chato e também um pouquinho anti-social, ela não falou mal de mim, mas sim a verdade rsrs.
    Falar mal geralmente é uma inverdade,algo que a pessoa aumentou (eu aumentou mais não invento!rs),principalmente quando se passa de boca em boca.
    Eu também quando vejo que a pessoa só quer denegrir, falar mal de qualquer um que passe pela sua frente, eu fujo dela.

    Existem pessoas assim como você citou no artigo,em que suas vidas estão uma me*** e não querem que outras tenham sucesso, sejam felizes, e começam a tanto falar mal,fazer intrigas,serem falsas e muito mais,ou seja,levar junto para o fim do poço.O jeito é manter distancia desses tipos.

    Tem duas frases que resumem bem o tema do artigo:

    Tem que fritar o peixe olhando para o gato.

    Tem que confiar desconfiando! rs (não sei se existe essa)

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rafael, como vai ?

      Pois é, sou "das antigas" por isso o nome "deferente" hehehe mas sem dúvidas, é isso aí mesmo, a famosa fofoca !

      Ótimas as suas colocações, realmente existe uma diferença em falar a verdade ou apenas falar mal, às vezes ficamos chateados com quem fala uma verdade sobre nós que não é muito agradável, mas isso não é motivo para condenar a pessoa, afinal ela não disse nenhuma mentira não é mesmo :)
      Já outros aumentam ou até inventam algo no simples intuito de prejudicar as pessoas e aí é que mora o perigo...
      Sua conduta de se afastar de quem tem este mau hábito, creio ser a forma mais acertada de lidar com isso :)
      Quando são pessoas amarguradas que querem levar o mundo para o seu próprio buraco, como você disse, o jeito é sair de perto para não sermos afetados e nem compactuar com este tipo de coisa que não traz benefícios para ninguém :)
      Gostei das frases que trouxe, se aplicam muito bem ao tema ! :)

      Obrigadíssimo pela presença e participação :)
      Grande abraço e bom domingo !

      Excluir
  72. Olá , seu blog é muito bom, e desde já quero dar-lhe os parabéns, meu nome é: António Batalha, e quero deixar-lhe um convite, se quiser fazer parte de meus amigos virtuais no blog Peregrino E Servo ficarei muito radiante. Claro que irei retribuir seguindo também seu blog.Como sou um homem de Deus deixo-lhe a minha bênção. E que Seja feliz você e sua casa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá António !! Seja muito bem vindo ! :)

      Fico feliz que tenha gostado do blog, sinta-se em casa por aqui :)
      Obrigado pelo convite, com certeza vou lá conferir e conhecer o seu espaço, agradeço a gentileza :)

      Desejo-lhe igualmente felicidades e muita paz em seu Lar :)
      Grande abraço e bom restinho de semana :D

      Excluir
  73. A medida que fui lendo seu texto,me vinha sempre a lembrança dos 3 crivos,que usaria para comentar,rsrs.E no final voce belamente os coloca,para não ter nenhuma duvida do perigo.E tem aquela da palavras dita e a flecha lançada e ou pedra atirada.
    Perfeita reflexão e conselho para uma vida mais real,digna de todos nossos esforços.
    Meu terno abraço Sam.
    Gostei daqui neste leve tour que fiz.
    Parabens pelo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Toninho !! :)

      Os 3 crivos são mesmo uma das maneiras mais eficazes de resistirmos à maledicência ! Se lembrássemos deles a cada palavra... o mundo seria muito diferente :) Mas estamos caminhando para evolução, o importante é sempre tentarmos ser pessoas melhores a cada dia e procurar não prejudicar o próximo :)
      esta frase da palavra lançada também é maravilhosa, um dia farei uma postagem sobre ela ! :)

      Fico feliz em saber que gostou do espaço, seja sempre muito bem vindo :)
      Muito obrigado pela presença ;) abraçãooo e bom Domingo :)

      Excluir
  74. Sam,
    Novamente, boas palavras e contéudo utilíssimo.
    Costumo dizer que temos dois grandes amigos, ou às vezes inimigos: nossos travesseiros e espelhos. Ninguém nos conhece melhor do que este dois companheiros. Não conseguimos enganá-los de modo algum. Evidentemente procuramos selecionar suas falas e imagens como bem nos convém. Este é o grande erro. É imperioso reconhecermo-nos também como maledicentes em várias situações. O maledicente vai carregando um tonel de pólvora que pode, a qualquer momento, destruir tudo à sua volta.
    Tenho lutado muito com o propósito de buscar nestes dois amigos a verdade verdadeira. Reconheço que de quando em vez sou massacrado por respostas duras. Como não preciso contar para o mundo o que eles me dizem e mostram, busco um melhor relacionamento com as "figuras".
    Só eu posso melhorar a mensagem de volta. É duro, mas é factível.
    Parabéns pela matéria.
    Sucesso sempre, foco contínuo.
    Forte abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Agamenon! Que bom que gostou! :)

      Nossa, gostei muito do que você disse, nunca tinha pensado desta forma, mas você tem toda razão! Vou me lembrar sempre disso sobre o travesseiro e o espelho.
      Concordo contigo, precisamos ter consciência e a humildade para perceber que muitas vezes, nós contribuímos neste aspecto, sendo também maledicentes. Faz parte da natureza humana, o importante é nunca deixarmos de estar atentos e tentar minimizar esta nosso característica.
      Muito legal da sua parte estar em constante busca para um melhoramento pessoal, também procuro agir desta forma. todos nós temos nossos deslizes e aspectos onde precisamos melhorar e só em admitir isso, considero que demos um passo muito importante.
      Como você sabiamente disse, é duro, difícil, mas possível e benéfico para nós mesmos e para os que nos cercam ;)

      Muito obrigado por complementar maravilhosamente a postagem, foi um prazer conversar contigo :)
      Grande abraço e bom fim de semana :D

      Excluir
  75. Oi, Sam! Nossa, mais um super texto encontro aqui, que ótimo! Durante toda leitura, foi impossível pra mim não relembrar alguns acontecimentos... Impossível também,foi não enxergar a força com que tudo o que aconteceu me atingiu. Chego ao extremo de dizer que, por um tempo, me modificou como pessoa (arre!!!), até que eu finalmente percebesse o que estava fazendo e tomasse uma atitude para meu próprio bem, pois como você mencionou e muito oportunamente, estamos em constante processo evolutivo e, definitivamente, não é um desejo meu, atrasar este processo. Muito bem observado também, por sua amiga Van, foi a questão do "medidor". Incrível como a gente não se dá conta de "métodos" tão simples e tão à mão para descomplicar a vida, não é? E justamente, não exerce nenhuma mudança em nós mesmos, simplesmente ignorar ou, pelo menos, buscar enxergar os dois lados da moeda.
    Super beijo, querida e parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Louh, como vai? :)

      Que bom que gostou da postagem! Nós como seres humanos, por mais que estejamos evoluindo sempre, vamos cometer erros ao longo do caminho e creio que a maledicência seja um dos mais frequentes. Fico feliz em saber que você é uma pessoa que preza por este crescimento pessoal e está atenta ao que é bom ou não, tendo assim oportunidade de mudar :) vez ou outra acho que todos nós vamos falar mal de alguém, não tem jeito, mas podemos tentar evitar que este comportamento seja muito frequente, como disse a Van sobre o medidor. Algumas pessoas cultivam este mau hábito e às vezes, nem se dão conta do mal que fazem para as outras :)
      É muito importante como você disse, saber a verdade ou ouvir o outro lado da história, estes dias várias pessoas estavam apoiando uma moça que estava falando mal de mim na net e a maioria não sabia se quer que o que tinha acontecido, na verdade era um erro de sistema aqui no blog, e eu fui acusada injustamente de excluir comentários, etc... Só quando eu me manifestei é que as pessoas viram que estavam apoiando uma causa falsa...

      Muuuito obrigada pela presença e participação!
      Grande beijooo e bom fim de semana :D

      Excluir
  76. Caramba, isso aconteceu é? Que chato, Samanta!!! Ainda bem que conseguiu provar que foi apenas uma falha do sistema, né? Espero que, quem tenha se manifestado contra, tenha aprendido alguma coisa com isso, pois é pra isto que estamos aqui, não é? Errar e aprender com nossos erros!
    Imagina, será sempre um prazer participar!
    Beijão!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é amiga, infelizmente aconteceu a uns 3 dias esta situação chata. Algumas postagens aqui no blog tem mais de 200 coments e só é possível visualizar os comentários recentes, clicando em um botão que tem abaixo da caixa de comentários (Carregar Mais). Enfim, a pessoa veio, discordou da postagem, ofendeu os leitores e mesmo assim eu respondi o comentário e deixei no ar, afinal todos tem direito de dizer sua opinião. Mas como a pessoa não sabia deste botão, vinha aqui e não via os coments e fez uma campanha na net de que eu não aceitava opiniões, que eu era isso e aquilo... E um monte de gente apoiou, até que eu fui lá e esclareci tudo.
      Chato isso né? Mas enfim, o melhor mesmo é sabermos a verdade antes de falar bobagens e prejudicar alguém :)
      Vivendo, errando e aprendendo né, espero que realmente tenha sido uma lição para os envolvidos :)

      Amei sua homenagem aos músicos e novamente deixo meus parabéns para você!!!
      Grande beijoooooooooooo e bom fim de semana :D

      Excluir
  77. Anônimo1/12/12

    Querida Sam,
    o seu texto veio em um momento difícil e ao mesmo interessante pelo qual estou passando,no qual gostaria muito de compartilhar.Começemos com o fato ocorrido:sou um costureiro de 24 anos de idade, em uma cidade relativamente grande,trabalhando para uma confecção onde era o único HOMEM no setor de produção;o restante,mulheres.Bom,as coisas se tornam ainda mais difíceis,quando se é tímido e principalmente-reconheço-há uma covardia por medo de falar.De repente,costurando,ouvia-se cochichos,comentários maldosos e risos que exalavam uma maldade quase que-parece exagero,mas é minha visão-demoníaca.
    O fato se agravava quando nos era chamado a atenção em algum erro cometido na produção,pois ouvia-se tantas críticas acompanhados de atitudes desproporcionais à situação,que davam a entender que as pessoas não aceitavam a possibilidade de existir o erro,simplesmente queriam ignorar o fato de que tudo há uma possibilidade de haver um erro.Em verdade,pessoas-granadas,aquelas que fazem um estrago enorme em uma situação que é reversível,que há solução,mas que parecem ter um talento especial mais para a crítica do que para a solução.
    No momento do café ou intervalo,chegávamos ao ápice:comentários maldosos,pessoas reclamando da vida,de seus salários,de seus filhos,maridos;o serviço do outro que não é bem feito,o cabelo do outro,a obesidade do outro,a roupa do outro,a faixa etária do outro,a diferença de idade do outro e do seu marido,a marmita do outro que era muito grande,porque o outro não deu descarga ao sair do banheiro,a gravidez do outro porque tinha que ser cesariana e não normal,o porque que o outro faltou,se vai cortar o ponto e com os devidos descontos na folha de pagamento,o outro,o outro e o outro...
    Caramba!rsrs,mas tudo isso chegou a esse ponto pelo simples fato de haver uma cultura que nasceu junto com a empresa:a proprietária fundou a empresa com pessoas que po fim formaram um grande elo de "amizade", e com isso,deixou nas mãos destas pessoas várias funções para a administração da confecção;claro,tais pessoas se aproveitaram da confiança e fazem sua justiça de acordo com suas regras:não vou com tua cara,lhe mando embora;porque você vai contar para ela(a chefe),ela não vai acreditar em você mesmo;não adianta reclamar de mim,eu não posso ser mandado embora,minha mãe trabalha diretamente com ela...enfim,é dado corda em um carrosel de horrores que somente gira,gira,e gira e permanece no mesmo lugar.Aliás,covenhamos,carrosel no parque de diversões chega a dar enjoo.
    E de repente eu,ali,vendo tudo,escutando tudo,começei a repensar os meus valores,o lugar onde trabalhava,as pessoas;eu procurava desesperadamente um estímulo para poder continuar;procurava olhar para todas as direções,de ângulos diferentes,para encontrar um motivo para permanecer ali.Mas tudo ao meu redor insistia em uma futilidade,em matar ideias,no não ter uma opinião própria.Com o tempo percebi que estava sem estímulo,sem crença,sem ânimo e entrando para um time de maquinários e mecânicos,que apenas se preocupavam com o inútil fundo de garantia e o seguro-desemprego.Não...não era isso o que eu queria para mim.Portanto,já faz um mês,em uma quarta-feira,assim que soou o sinal para o almoço,peguei meus pertences e disse adeus à empresa que queria me tornar alguém sem opinião,sem a capacidade mental de pensar,sistemático e imbécil.Claro,houve a perda de todos os meus direitos,mas em compensação houve um ganho:um alívio enorme de ter saído de um comodismo,de uma ignorância de pensar que se ali está ruim em outro lugar está pior,de me prender à um salário generoso.Recomeçar seria a palavra final para este meu ato;recomeçar não sei como,onde e quando.Mas há uma certeza de que para que houvesse esse recomeço,primeiramente devria haver um fim, e assimo fiz.
    Parabéns pelo ótimo texto, e quem sabe futuramente não posto aqui um texto complementando esse, relatando uma vitória alcançada?
    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, como vai? ;)

      Achei muito bonito e sincero seu comentário, creio que porque me identifiquei bastante com sua forma de ver a vida e pensar sobre certas questões.
      O relato que compartilhou conosco, descreve perfeitamente a maioria das situações que vivemos em nosso dia a dia, seja no ambiente de trabalho ou até mesmo em círculos de amizades ou familiares.
      Você me parece uma pessoa com um interior muito rico e iluminado, além de muito inteligente e pessoas assim geralmente estão constantemente observando tudo ao seu redor e procurando melhorar como ser humano e também tem a tendência -muito boa por sinal- de procurar se relacionar com outras pessoas que também são assim. Quando temos isso em nosso coração, às vezes a mediocridade de algumas pessoas acaba nos incomodando a tal ponto que chega um certo momento em que a única solução é mesmo deixar para trás e seguir outros caminhos.
      Você foi uma pessoa muito corajosa em respeitar seus princípios e tomar esta decisão tão difícil, mas na minha humilde opinião, foi uma decisão acertada.
      Acredito que somos altamente influenciados pelo meio em que vivemos, às vezes, até sem perceber, quando convivemos com pessoas que tem um certo tipo de comportamento, com o tempo, vamos quase que agindo da mesma forma ou nos acostumamos com aquilo e achamos normal até condutas nocivas... Talvez se você não tivesse saído dali, no futuro, acabasse mesmo se acomodando mais e mais e até, adquirindo alguns destes comportamentos. Se nos deixarmos levar, podemos perder a nossa essência e nos tornamos pessoas um pouco endurecidas que não se chocam mais com certas coisas. Viramos quase um robô...
      Alguns acham que este tipo de conduta, muito comum por aí, de passar o dia focado apenas em coisas sem importância, como a barriguinha do colega, a marmita do fulano, a roupa do ciclano, uma coisa normal, mas na minha opinião não é algo muito enriquecedor e ainda podemos prejudicar os outros com esta mania de apontar o dedo. Mas os maiores prejudicados, somos nós, que perdemos tempo com isso e quando vemos, não usamos este tempo de forma construtiva procurando ser alguém melhor. E sabemos, que o tempo voa...
      Espero que um dia, tenhamos mais consciência disso, de que perdemos tempo demais com bobagens, com a mania de cuidar da vida alheia e deixamos a nossa de lado... Isso sem contar que quando temos este mau hábito, às vezes agimos, como você bem disse, com maldade... Eu já fui vítima da maledicência várias vezes e sei como isso pode afetar muito a vida de alguém...
      E isso parece até um vício, as pessoas se afundam nesta conduta e tomam gosto pela coisa sem parar para pensar em como isso é medíocre. Sei que todos às vezes fazemos algum tipo de comentário, mas é preciso domar este monstrinho interior para não nos deixarmos contaminar e evitar ao máximo possível fazer isso.
      Desejo de coração, que você tenha muito sucesso e alegrias neste recomeço, pois acredito firmemente que fez uma ótima escolha, é uma pessoa forte que tem tudo para brilhar e ser feliz, seguindo rumo a feitos grandiosos, mesmo que não sejam financeiros, mas sem dúvidas, será um ser humano maravilhoso que nunca vai ficar parado no caminho da evolução e melhoramento pessoal, e creio ser esta uma das nossas maiores riquezas ;)
      Parabéns por ser alguém jovem mas que tem uma personalidade baseada em bons valores, bondade e que se sente impelida a procurar caminhos mais construtivos ;)
      Espero sinceramente que tenha em breve um relato muito feliz para compartilhar aqui conosco :)
      Tudo de bom para você!!!

      Agradeço muito ter compartilhado conosco sua vivência, enriqueceu a postagem e também a mim, gostei muito da conversa :)
      Um enorme abraço e bom fim de semana ;)

      Excluir
    2. Quem nunca errou que atire a primeira pedra, neste assunto o ser humano é pró, e nem eu nem tu, não podemos dizer que em alguma altura da nossa vida não pactuámos com este sistema de jogo humano.

      No entanto, dizerem que a maledicência pode "destruir" alguém, bem, isso é um assunto de pano para mangas e muito forte, porque, ninguém perde amigos (quando são verdadeiros) por estes actos "macabros" vindos de actos humanos, muito menos perdem namorados(as) quando existe amor verdadeiro, porque o amor verdadeiro busca verdade, e nunca o diz que disse mal!

      Nestas alturas devemos, em vez de culparmos os outros (que embora não tenham agido de forma correta e "humana" e consciente,(a consciência já lhes pode pesar de uma forma dolorosa e profunda e destrutiva na alma), altura para se pensar:
      - Será que a culpa de tudo o que me aconteceu, (perdi amigos, perdi namorado(a), e até familiares, ficando sozinho(a) sem ninguém, é de alguém? Ou será que afinal não tinha assim verdadeiramente amigos, o meu(a) namorado(a), e familiares não tinham respeito e admiração por mim?

      Altura para pensar: Um conhecido na vida de um "amigo" meu, pode me prejudicar assim tanto? ou será mais fácil de aceitar para mim isso, do que saber que afinal amigos não os tinha?

      Fica a dúvida, porque a culpa, existe, mas pode não ter fundamento nenhum!

      Excluir
    3. Olá Jorge, como vai?

      Concordo contigo, todos nós temos nossa parcela de "participação" neste quesito, vez ou outra nos deixamos levar e acabamos "comentando" algo sobre alguém, dando aquela pitadinha de nossa visão, algumas vezes aumentando, alfinetando, faz parte da natureza imperfeita do ser humano. Creio que o ideal é que quando percebermos que estamos caindo nesta armadilha, tenhamos consciência de parar o mais rápido possível.

      Quanto ao estrago que a maledicência traz, eu já passei na pele por isso e sei bem como isso pode sim estragar a vida de uma pessoa. Na adolescência, eu engordei bastante, mesmo sendo virgem, disseram que eu estava grávida, isso causou um grande desconforto na minha família... Depois emagreci, disseram que eu estava com Aids. Na época, cidade pequena e muita ignorância, sofri com preconceito por causa deste boato em muitos lugares. Na mesma sequência, alguns disseram que emagreci porque tinha abortado o tal filho fictício.... Tenho rinite alérgica e inventaram que eu coçava muito o nariz porque era drogada e cheirava pó, na época nem cerveja eu bebia... Isso também trouxe muitos dissabores para mim e minha família... Depois comecei a sair com as amigas, e como andava sempre com mulheres e não tinha namoradinhos, disseram que eu era lésbica. depois arrumei uns casinhos, disseram que eu era piranha. Isso pode não afastar de nós aqueles que nos conhecem verdadeiramente e nos amam, mas em cidade pequena principalmente, que era o meu caso, sofri muito com preconceitos, piadinhas, etc. Minha auto estima foi extremamente abalada e isso me trouxe complicações em relações futuras e na minha forma de socializar... Então, defendo que a maledicência pode sim ter efeitos muito graves em nossas vidas. Imagino então se a invenção das pessoas for além das mentiras que inventaram para mim...

      A parte construtiva disso tudo, é a que você mencionou, é nestas horas que sabemos quem realmente está ao nosso lado, que confia em nós e nos ama :) Passar por algo assim é uma verdadeira "peneira" de boas e más relações :)

      Obrigado pela presença e participação!
      Grande abraço e boa semana!! :)

      Excluir
  78. Estou sendo vitima de comentários maldosos e massacrantes por cair na besteira de contar para os superiores os funcionários que faziam coisas erradas durante o expediente de trabalho.Estou sendo excluída e rejeitada por todos agora,não sou uma pessoa ruim só achei que não justo enquanto muitos trabalhavam meia duzia agiam de forma antiprofissional,mas no mundo de hoje só tem valor pessoas com má conduta.Estou pensando em pedir demissão por causa das calunias que estou aguentando calada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ra, tudo bem? Desculpe a demora na resposta.

      Lamento muito pela sua situação... Infelizmente ao lidarmos com pessoas assim, mesmo agindo corretamente, onde os errados são eles e não você, acabamos sendo vítimas da maldade de quem não assume os próprios erros e acha melhor jogar a culpa nos outros e se vingar....
      Já passei por isso tanto na vida pessoal quanto na profissional, pois também não gosto de injustiças, e sei como é terrível e nos abala profundamente, pois não temos em nosso coração esta mesma índole...
      Desejo-lhe paz, sorte e alegrias seja qual for a decisão que tomar com relação ao seu trabalho :)
      Muito obrigado pela presença e participação!
      Grande abraço e boa semana :)

      Excluir
  79. Não entendo porque o ser humano é tão cruel, mas continuarão agindo conosco assim, comentando nossa vida por ai, se não buscarmos nossos direitos e taparmos a boca desses maledicentes sem cultura.Antes eu chorava pelos cantos, ficava depressiva com vontade de morrer, porque falavam de mim ou opinavam sobre minha vida... atualmente sou outra pessoa, quem parecia tão ingênua sem conhecimento e coitada vai até a pessoa que difama meu nome... procuro saber porque falou algo de mim, com que direito pode estar referindo-se a minha pessoa e quem é ela por acaso para estar falando de mim... falo para ela que antes de tudo deve não conhecer ou saber as consequências sobre o artigo 5º da constituição federal 2.848 de dezembro de 1940- Artigo 138 do Decreto Lei nº 2.848 de 07 de Dezembro de 1940
    Art. 138 - Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime:
    Pena - detenção, de seis meses a dois anos, e multa.
    § 1º - Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga.
    § 2º - É punível a calúnia contra os mortos.
    Exceção da verdade
    § 3º - Admite-se a prova da verdade, salvo:
    I - se, constituindo o fato imputado crime de ação privada, o ofendido não foi condenado por sentença irrecorrível;
    II - se o fato é imputado a qualquer das pessoas indicadas no nº I do art. 141;
    III - se do crime imputado, embora de ação pública, o ofendido foi absolvido por sentença irrecorrível.

    ResponderExcluir
  80. Não entendo porque o ser humano é tão cruel, mas continuarão agindo conosco assim, comentando nossa vida por ai, se não buscarmos nossos direitos e taparmos a boca desses maledicentes sem cultura.Antes eu chorava pelos cantos, ficava depressiva com vontade de morrer, porque falavam de mim ou opinavam sobre minha vida... atualmente sou outra pessoa, quem parecia tão ingênua sem conhecimento e coitada vai até a pessoa que difama meu nome... procuro saber porque falou algo de mim, com que direito pode estar referindo-se a minha pessoa e quem é ela por acaso para estar falando de mim... falo para ela que antes de tudo deve não conhecer ou saber as consequências sobre o artigo 5º da constituição federal 2.848 de dezembro de 1940- Artigo 138 do Decreto Lei nº 2.848 de 07 de Dezembro de 1940
    Art. 138 - Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime:
    Pena - detenção, de seis meses a dois anos, e multa.
    § 1º - Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga.
    § 2º - É punível a calúnia contra os mortos.
    Exceção da verdade
    § 3º - Admite-se a prova da verdade, salvo:
    I - se, constituindo o fato imputado crime de ação privada, o ofendido não foi condenado por sentença irrecorrível;
    II - se o fato é imputado a qualquer das pessoas indicadas no nº I do art. 141;
    III - se do crime imputado, embora de ação pública, o ofendido foi absolvido por sentença irrecorrível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Renata, tudo bem? Gostei muito das suas colocações, realmente muitas vezes continuamos numa determinada situação porque deixamos de agir, achamos normal até certo ponto, ou temos receio de buscar nossos direitos por algum motivo e aí, de certa forma acabamos encorajando certos comportamentos nocivos ao invés de contribuirmos para seu fim. Me identifiquei com seu relato pois anteriormente eu também ficava muito triste, me fechava, chorava com as calúnias, mas não fazia nada para mudar isso, Com o passar do tempo, fui me fortalecendo e mudei de conduta :)

      Obrigada por deixar aqui informações importantes sobre nossos direitos, com certeza serão muito úteis para todos os que por aqui passarem :)
      Muito obrigada pela presença e participação!

      Grande abraço e bom fim de semana!! :-*

      Excluir
  81. Olá, Sam, como vai?
    Passei para deixar um beijo enorme, dizer que desejo um Natal incrível, com paz, harmonia, saúde e felicidade. Vou contar um segredo... continuo acompanhando você pelo Instagram, com meu perfil real, Vane M. ;) Tudo do bom, abraços!

    ResponderExcluir
  82. Detesto fofocas, fico doente com isso...Não consigo entender ate hoje como e por qual motivo as pessoas sentem prazer ao falar mal de alguém,isso destrói vidas, uma simples fofoca pode ser irreversível...deixei de frequentar minha igreja por contar de fofocar sobre minha pessoa e eu nunca fiz mal uma mosca.

    ResponderExcluir

Obrigado pela presença! É a sua participação que abrilhanta este espaço! Sinta-se em casa :)

emo-but-icon

Autora do Blog

Sobre a autora e o Blog Facebook Instagram Google Plus Twitter Image Map

Novas

Comentários

SERVIÇOS

Ebook Gratuito - Blog Sucesso a Jato

Ebook Gratuito - Blog Sucesso a Jato
11 dicas p/ você começar a ter Sucesso Online

No Vrsam

  • …

    Postagens
  • …

    Comentários

Feed-se

Icon Icon

Google+

Facebook :)

Facebook

Instagram

Amigos

Recomendação de leitura

Destaques do Mês

item